Coletânea resgata o pensamento filosófico de Adam Smith

Neste final da segunda década do século XXI, a palavra “liberalismo” voltou aos holofotes e tem escorregado com bastante facilidade dos lábios de muitos, tanto no Brasil como no exterior, sem a devida pertinência que lhe cabe. Para pôr fim às simplificações corriqueiras que enevoam o conceito e seu principal representante, Adam Smith, a Editora Unesp lança Ensaios filosóficos, obra que reúne o pensamento original do economista e filósofo escocês.

“Os Ensaios filosóficos não são extravagâncias de um economista ou distrações de um moralista. Descortinam um pensamento original e vigoroso”, anotam os tradutores Alexandre Amaral Rodrigues, Pedro Fernandes Galé e Pedro Paulo Pimenta. “Oferecem ao leitor investigações sobre variados objetos; em cada uma de suas linhas de investigação, distingue-se a marca do autor em busca do sistema. Não têm nada de errático.” Deparar com esses textos resulta na descoberta com prazer de um escritor interessante, “que nem sempre se sente tão à vontade em suas obras mais conhecidas, e adentramos um pensamento cuja firmeza se coloca diante dos debates de seu tempo”.

O leitor tem em mãos a própria filosofia de Smith ao longo de dez ensaios. A coletânea traz à tona respostas para diversas perguntas: Qual a fonte de nossos conhecimentos? Como se organiza a experiência? Quais as relações entre linguagem, pensamento e sensação? O que é ciência? Para que ela serve? Há, ainda, fragmentos do esboço de uma teoria ampla, que seria exposta por Smith em A riqueza das nações. “A ideia de inseri-los por último, após todos os ensaios filosóficos, é sugerir que a obra mais conhecida do escritor escocês pode e deve ser lida à luz dos princípios expostos em seus escritos considerados menores”, explicam os organizadores.

Apesar de pouco discutidos em relação às obras clássicas de Adam Smith, os textos reunidos estão longe de serem meros exercícios intelectuais secundários em relação às principais preocupações do pensador. Trata-se de trazer à baila a originalidade do pensamento e significados mais profundos ao liberalismo em pleno século XXI. 

Sobre o autor - Adam Smith (1723-1790), economista e filósofo escocês, é considerado o mais importante teórico do liberalismo econômico do século XVIII. Suas obras mais conhecidas são A riqueza das nações e Teoria dos sentimentos morais. 
Autor: Adam Smith
Organizadores: Alexandre Amaral Rodrigues e Pedro Fernandes Galé
Tradução: Alexandre Amaral Rodrigues, Pedro Fernandes Galé e Pedro Paulo Pimenta
Número de páginas: 376
Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 69,00
ISBN: 978-85-393-0788-3

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário