3ª semana do "Teatro Online" exibe - de graça - espetáculos em diferentes gêneros

Para contribuir com a campanha oficial de combate ao Covid-19, a Palavra Z Produções Culturais  disponibilizou 16 (dezesseis) atividades entre elas, música, ópera, espetáculos infantis e adultos.

A ação intitulada TEATRO ONLINE, já conta com mais de 40 mil visualizações, alcançando uma média de 90 mil espectadores, em todo o Brasil, ao longo das mais de 12 mil horas de exibição. Essa semana, o projeto inicia na quinta-feira e inclui novos gêneros como contação de histórias para crianças e bebês.

A novidade nessa semana é que na quinta-feira, teremos o lançamento da Plataforma IDENTIDADES DA CENA, uma plataforma que visa discutir a cadeia produtiva do teatro, onde nessa primeira etapa será realizado o cadastramento dos seguimentos figurinista, cenógrafo, sonoplasta, iluminador, autor, visagista e produtor teatral.

O objetivo desta iniciativa, que contou com o apoio de todas e todos os profissionais envolvidos nas produções, é levar arte, cultura, entretenimento, diversão e bem-estar às famílias neste período de confinamento em casa.

Bruno Mariozz, diretor da Palavra Z, convida a todas e a todos, “espalhem esta ideia, vamos ficar em casa, nos protegendo, e também estimulando a proteção de quem nós amamos”, e aposta, “viva a arte que ajuda a curar”.

Para mais informações e detalhes de como assistir aos espetáculos, acesse www.palavraz.com.br


Programação de 2 a 5 de abril


*QUINTA* - Dia 2 de abril de 2020

_Infantil – Contação de Histórias_
*Vem Nesse Trem*, idealizado por Carol Futuro e dirigido por Duda Maia,
Disponível das 10h às 17h
No palco, um grande trilho de trem, uma maletinha, um maquinista e seu ajudante. Junto com eles, as crianças e seus pais entrarão numa deliciosa e lúdica viagem de trem.
Durante o trajeto, as canções de Carol Futuro e cantigas folclóricas se encadeiam, e a memória é resgatada de dentro da maletinha, com pequenos instrumentos, fantoches, acessórios e imagens. As crianças, passageiras deste trem, não só assistirão à viagem, como participarão dela, cantando, tocando instrumentos e aprendendo novas canções.

_Adulto_
*Rinocerontes*, um espetáculo do Coletivo Errante
Disponível das 18h às 00h
Resta apenas um homem. Ser rinoceronte vira desejo daqueles que ainda se encontram no estado humano. Ser humano já não é mais natural. A transformação do homem em animal selvagem torna-se natural e bonita. Acontecem estranhas metamorfoses: homens se transformam em bichos. Um rinoceronte invade a cidade. A conversa é interrompida por um estrondoso ruído de animal, que passa levantando poeira. A peça começa num café, onde Sandro e Alex marcam um encontro.


*SEXTA* - Dia 3 de abril de 2020

_Infantil_
*Era Uma Vez Dom Quixote de La Mancha que lê conto*, da Cia Histórias Pra Boi Dormir
Disponível das 10h às 17h
Adaptação da obra de Miguel de Cervantes, foi baseado na dramaturgia da contação de histórias. As atrizes Laura Telles e Viviane Netto utilizam os recursos cênicos para trazer para a realidade infantil a magia e a poética do homem visionário que lutava contra moinhos de vento e que se apaixonara por Dulcinéia. Para o diretor do espetáculo, Lúcio Mauro Filho, a peça tem o grande desafio de mostrar ao público infantil uma obra que fala de loucura e reflexão. A busca por novas narrativas fascinantes e empolgantes que contadas com a ajuda de figurino cênico, instrumentos musicais e a encenação teatral trouxessem para a criança o questionamento do que a leitura pode lhes trazer de bom, foi o objetivo principal do projeto.

_Adulto_
*4 Estações*, de Vinícius Piedade.
Disponível das 18h às 00h 
A peça é constituída por quatro histórias diferentes, mas com alguns pontos de contato. Um obsessivo ex-marido persegue a ex-mulher que vive sua primavera pessoal, depois da separação. Um motoboy apaixonado pela secretária de seu escritório tenta chamar sua atenção colocando a própria vida em risco num dia de chuva de verão. Uma atriz em crise aceita posar nua para um fotógrafo num parque com sua paisagem marrom outonal, apostando com isso alavancar sua carreira. No terraço de um arranha-céu de São Paulo, um homem e uma mulher se encontram para se despedir numa noite fria de inverno.


*SÁBADO* - Dia 4 de abril de 2020

_Infantil_
*Uma Peça Como Eu Gosto*, de Marcelo Morato, com direção de Lucio Mauro Filho e Duda Maia (_Cia Histórias Pra Boi Dormir_).
Disponível das 10h às 17h
O espetáculo é baseado nas tramas de Shakespeare adaptado para a cultura popular brasileira.
Uma Cia. de Teatro Mambembe, formada por duas atrizes profissionais (Desdemona Catarina e Cordélia Viola) e um ator amador (Troilo Cimbelino), percorre o Brasil encenando peças de William Shakespeare com bonecos e música.
Os três atores vivem em constante conflito porque dificilmente entram em acordo sobre o que representar e que gênero teatral mais iria agradar ao seu público. As paixões das personagens das peças de Shakespeare se embaraçam com a dos atores e espectadores. Em “Hamlet”, a história de um crime repulsivo leva um coronel culpado a se reconhecer e a ameaçar os interpretes, levando-os a fugir; O amor e ódio em “Romeu e Julieta” espelham os atritos que se acentuam dentro da Cia.; E “A Tempestade” traz para eles o perdão e a reconciliação.

_Adulto_
*ALICE - Debaixo da terra mora minha mente soterrada*, de BAK Artes Performativas – a partir da obra de Lewis Carroll e direção de João Marcelo Pallottino
Disponível das 18h às 00h
Em sua dramaturgia fragmentada, o espetáculo Alice – Debaixo da terra mora minha mente soterrada traz como protagonista uma adolescente que vive sob os cuidados de sua família. Mãe, Pai, Irmão e Madrinha tratam a menina com excesso de zelo e preocupação sobre o “mundo lá fora” que, segundo eles, é perigoso demais para pessoas como ela.
As cenas se passam como composições fotográficas onde os acontecimentos não tem relação narrativa em evolução. Visualidade, som e movimento trazem um fluxo caótico que cria obstáculos para a trajetória da personagem-título. O espetáculo é uma experiência sensorial onde o real se confunde com o imaginário, a ficção com a biografia.


*DOMINGO* - Dia 5 de abril de 2020

_Infantil_
 *Guerra Dentro Da Gente*, de Paulo Leminsky
Disponível das 10h às 17h
Guerra dentro da gente é baseado no livro homônimo do poeta curitibano Paulo Leminski, com direção de Duda Maia, e adaptação de Renato Luciano, a história vai além da simples contação de história e mistura o fazer artesanal do teatro com a tecnologia cinema para transportar o público ao mundo do menino Baita. A história conta a vida de Baita, menino pobre, filho de lenhadores, que um dia encontra o velho Kutala, que propõe ensinar-lhe a arte da guerra. Os dois partem e Baita vai viver uma série de experiências, desde aprender a cuidar de animais até ser vendido como escravo. Enquanto cresce, Baita vai aprendendo a lutar e até mesmo a trapacear. Acumula poder e prestígio. Chega a chefe dos exércitos. Mas então ele deixa de ter o prazer da guerra e volta à sua aldeia, ao recomeço.

_Adulto_
*Meu Saba*, com direção de Daniel Herz e estrelado pela atriz Clarissa Kahane.
Disponível das 18h às 00h
Em novembro de 1995, aos 19 anos, Noa Ben-Artzi Pelossof foi escolhida para uma difícil missão: prestar homenagem ao então primeiro-ministro de Israel Ytzhak Rabin, seu avô, vítima de um assassinato que marcou o mundo. A força de suas palavras, que expressaram memórias afetuosas e relatos sombrios de uma guerra secular, deram origem ao livro “Em Nome da Dor e da Esperança”, inspiração do espetáculo “Meu Saba”. O espetáculo se passa nos 30 segundos que Noa Ben-Artzi leva para chegar ao púlpito onde fará a homenagem ao avô (saba, em hebraico). Nesse espaço temporal, ela revive sentimentos da infância passada na casa dos avós, uma mistura de amor de sua família e medo constante do ódio vindo de dentro e de fora do país. 

Vamos manter quem amamos em casa!
VIVA a arte que ajuda a curar. Todos contra #covid19!
Acesse o link por 
www.palavraz.com.br

==> Foto: Rai Júnior

Guidão de Ouro: votação pública elege Eric Granado como melhor piloto de 2019

O piloto Eric Granado foi o vencedor do “Guidão de Ouro”, premiação que utiliza voto popular para a escolha dos melhores competidores da temporada. O tricampeão brasileiro de Superbike e representante do país no Mundial de Moto-E foi apontado pelos fãs do esporte como o melhor piloto na categoria Motovelocidade em 2019, conforme anúncio do site da revista Motoaction, que realiza o pleito desde 2005. A versão impressa da publicação chega às bancas e aos assinantes a partir do próximo dia cinco de abril.

Este é o terceiro “Guidão de Ouro” consecutivo conquistado por Granado, que também foi apontado pelo público como melhor piloto de motociclismo do País nos pleitos relativos a 2017 e 2018. “Gostaria de agradecer muito a todos que fizeram parte desse prêmio, e também à revista Motoaction. Me sinto privilegiado de ser referência aqui no Brasil, como melhor piloto brasileiro pela votação do público. Isso não seria possível sem o apoio de todo o meu staff, tanto da equipe Honda aqui no Brasil quanto da equipe Avintia no Mundial”, resumiu Granado.

“O ano de 2019 foi incrível. Venci novamente o Superbike e também fechei o ano com chave de ouro no Mundial. Este ano estou como um dos favoritos no Mundial, algo inédito para o nosso país. Então estou muito contente e esse prêmio me dá mais ânimo ainda pra continuar me dedicando e representando o Brasil e meus patrocinadores da melhor forma. Obrigado a todos!”, disse Granado, que venceu as duas últimas etapas do Mundial e com isso terminou a temporada de 2019 em alta.

Reconhecimento – Esta é a 14ª premiação de Eric Granado de melhor piloto em temporada. A primeira foi em 2006, ainda aos sete anos de idade, quando foi escolhido “Destaque Internacional” e também “Piloto Revelação” no prêmio “Moto de Ouro” da revista Motociclismo. Granado seria apontado como o melhor piloto brasileiro no cenário internacional daquela eleição também em 2008, 2009, 2010, 2011, 2015 e 2017. Em 2018 e 2019, Eric venceu o “Capacete de Ouro” da revista Racing, no qual a imprensa especializada elege os melhores pilotos no país.

Atualmente com 21 anos de idade, Eric Granado segue como principal nome brasileiro no exterior. No mês de março, ele participou dos três dias de testes oficiais do Mundial de Moto-E na pista espanhola de Jerez de la Frontera. O piloto da equipe Avintia Racing apresentou uma performance dominante, sendo o mais rápido nos dois primeiros dias e segundo colocado no último, em um desempenho prejudicado por problemas na parte traseira da moto.

No Campeonato Brasileiro de Superbike, Eric Granado tem patrocínio de Honda, Oakley, Shark CrossFox e Thinkers, com apoio de Alpinestars, Orbea, Marazul, Edge e Frota. No Mundial de Moto-E o brasileiro conta com patrocínio de Oakley, Shark, Alpinestars e Thinkers, além do apoio de Orbea, Marazul, Edge e Frota.

==> Foto: MotoGP / MotoE

Lançamento da Editora Moderna apresenta as curiosas "Criaturas da Ilha de Corso"

A Editora Moderna acaba de lançar o livro Criaturas da Ilha de Corso, uma enciclopédia diferente feita com um pouco de ciência e muita imaginação dos escritores Angela-Lago, José Roberto Torero e do ilustrador Pedro Hamdan das Pedras. Juntos, eles convidam o leitor a conhecer a ilha, habitada por uma série de pequenas e abundantes criaturas híbridas, mesclando propriedades animais, vegetais e minerais. Classificar os corsovinos não é fácil, já que se trata de formas de vida muito diferentes daquelas a que estamos habituados.

O livro, uma obra póstuma de Angela-Lago, nascida em 1945 e falecida em 2017, estimula com sensibilidade o pensamento social sobre diversidade cultural e educação ambiental. É indicado para crianças a partir dos 7 anos e trata questões como anatomia, fantasia, fauna, flora, invenção, vida.

Os diversos bichinhos da ilha são até parecidos com gente, nos formatos mais doidos do mundo, como o "Amplexus", que possui dois braços para acariciar as costas dos outros, ou ainda os "Dialéticos", que possuem seis patas e três cérebros que discordam totalmente. Quando isso acontece, cada par de patas tenta ir em direções diferentes.

Assim, passamos a conhecer também seres como a almalva, que caminha carregando uma pequena tocha de brilho suave; o Auris aurum, que possui uma orelha parecida com uma corneta de gramofone; o Bipolarius volubilis, que ora machuca os que estão por perto com seu portentoso chifre, ora acaricia os corsovinos com sua cauda; o lunéticos, que têm um olho posicionado sobre uma haste, que permite enxergar a grandes distâncias; o Nostalgicus saudosicius, que caminha sempre olhando para trás, despedindo-se permanentemente de tudo.

Talvez em cada um destes pequenos seres haja uma lição escondida. Ou talvez eles sejam apenas lindos e curiosos. O que não é pouco.

Sobre os Autores:
A autora Angela-Lago nasceu em Belo Horizonte, em 1945 e faleceu em 2017. Era formada em Artes Plásticas, Ciências Sociais e Psicopedagogia Infantil. Dedicava-se a escrever e ilustrar livros para crianças. Como ilustradora, participou de exposições em Bratislava, Belgrado, Barcelona, Tóquio, Munique, Paris, Bologna e outras cidades. Recebeu importantes prêmios nacionais e internacionais e foi candidata brasileira ao Prêmio Hans Christian Andersen de Ilustração em 1990 e em 1994.

José Roberto Torero é autor de diversos livros, graduou-se em Jornalismo e Letras pela USP. Recebeu o prêmio Jabuti na categoria romance com o livro "O Chalaça". Já Pedro Hamdan das Pedras é músico e artista visual. De Belo Horizonte, MG, é formado em Design Gráfico pela Escola de Design da UEMG. Trabalha como ilustrador desde 2004 e tem ilustrações publicadas em revistas e livros das principais editoras do país.

Ficha Técnica:
Criaturas da Ilha de Corso
Autor: Angela-Lago, José Roberto Torero e Pedro Hamdan das Pedras
Ilustração: Pedro Hamdan das Pedras
Páginas: 56
Preço sugerido: R$ 50
Indicado para a partir de 7 anos
Para mais informações sobre o livro: clique aqui

Sobre a Moderna
A Moderna atua há mais de 50 anos com o compromisso de educar para um mundo em constante movimento, compreendendo cada ecossistema formativo para ajudar a construir projetos de vida alinhados às expectativas de cada indivíduo. Com uma equipe de autores e especialistas que conhecem as necessidades do brasileiro e das instituições de ensino públicas e privadas, a Moderna investe em pesquisas, inovações e novas metodologias para criar e elaborar conteúdos didáticos, literários e projetos educacionais efetivos. Assim, ao lado de escolas e famílias, desenvolvemos habilidades, competências e valores para os desafios pessoais e profissionais que estão por vir.

Desde 2001, como parte da Santillana, grupo editorial e de educação presente em 22 países, a Moderna contribui com projetos sociais de fomento à educação e à cultura, em parceria com a Fundação Santillana e outras entidades do setor. Também apoia a formação de professores e gestores, com a realização de cursos, oficinas e seminários gratuitos e a disponibilização de obras de referência para fomentar reflexões e políticas públicas em prol da melhoria da qualidade do ensino.

==> Foto: Divulgação

FICA em Casa - Festival 'online' com 30 apresentações artísticas AO VIVO e de graça

Nascido de um movimento espontâneo e organizado por artistas e produtores culturais, o FICA - Festival de Incentivo à Cultura e à Arte ocupa praças da Região Administrativa do Guará desde 2007.

Dada a necessidade de reclusão, com vistas a desacelerar o contágio pelo novo Coronavírus, o Festival se reinventa e passa a promover a troca entre artistas e o público por meio da internet, surge então o FICA em Casa.

O cancelamento de incontáveis eventos e programas culturais, a exemplo do FICA (última edição realizada dia 7 de março), impossibilitou ao público o acesso a apresentações ao vivo assim como o encontro presencial com a arte. Mas o produzir artístico, autoral e criativo, e o estar próximo das plateias são verbos que jamais deixam de ser conjugados por ativistas do setor cultural.

Pensando nisso e aliada a vontade de tornar o isolamento mais leve, divertido e cultural, a partir desta quinta-feira, 26 de março, o FICA abre canais online de comunicação para promover o encontro do público com atrações culturais variadas.

Para o lançamento do FICA em Casa, de hoje a sábado, 30 apresentações ao vivo serão transmitidas a partir das redes sociais dos próprios artistas, que estarão em suas casas. O público, também de casa, poderá assistir às apresentações e interagir com os artistas.

O FICA em Casa vai rolar enquanto durar a quarentena, sempre aos finais de semana, com a participação de artistas de todo o país e também internacionais. Para acompanhar a programação e assistir aos artistas, basta acessar @ficaemcasafestival, no Instagram, e facebook.com/FICA-204070822956916/


SERVIÇO:

Sexta-feira, dia 27 de março
18h (a confirmar); 18h30 Anna Moura; 19h André Viegas; 19h30 Lucy; 20h Thais Siqueira; 20h30 Daniel K; 21h (a confirmar); 21h30 Natural Dread; 22h Conexão Cerrado; e 22h30 Caê Traven

Sábado, dia 28 de março
18:00 (a confirmar); 18h30 Rênio Quintas; 19h30 Célia Porto; 19h30 Felipe Karlos; 20h Bruno Bezerra; 20h30 Sander Venttura; 21h Mestre Hugo; 21h30 Sharia Ribeiro; 22h Beto Dourah; e 22h30 Paulo Façanha.

==> Foto: Face do Evento

Leilão beneficente vai reverter arrecadação para instituições que combatem o Covid-19

Um grupo de empresários ligados ao setor rural, liderado por um dos sócios-proprietários da Texas Center, Rubens Inácio, vai promover, na próxima terça-feira, dia 31 de março, o leilão beneficente “Tudo Vai Ficar Bem”, cuja renda será integralmente revertida a instituições de saúde que atuam no combate ao Coronavírus (Covid-19) em Goiás. O leilão será virtual, a partir das 19 horas, e será transmitido ao vivo pelo YouTube, no canal da Texas Center, para oferta de lances e arremate dos mais de 30 lotes em animais, produtos, bens e serviços assegurados por meio de doações já confirmadas. Entre os itens encontram-se animais – principalmente equinos (potros, éguas e cavalos) – burros chucros, mulas, carneiros, materiais de monta e de vestimenta, e até coberturas de garanhões de alta linhagem em éguas de igual pedigree, além de um fim de semana em espaços de lazer no valor de até US$ 300.

Segundo Rubens Inácio, a ideia nasceu do nada, e logo tomou corpo. “Eu estava em casa cumprindo a quarentena e pensei em como eu poderia ajudar de alguma forma com esta questão do combate ao Coronavírus. Do nada, me veio a ideia do leilão. Logo mobilizei amigos e parceiros e comecei a ganhar as doações, em especial de equinos e, em menos de 24 horas já havia conseguido arrecadar mais de 30 lotes”, conta. Rubens diz que a adesão à sua ideia foi tão grande que muitos quiseram participar mesmo não sendo criadores de cavalos, mas se dispuseram a adquirir algum produto na Texas Center para que ele doasse o valor correspondente ao produto ou então ceder um produto ou bem que pudesse ir a lance.

As instituições que serão contempladas com o valor arrecadado no Leilão Tudo Vai Ficar Bem ainda não foram definidas. A ideia é aguardar o resultado do valor arrecadado e verificar qual instituição estará mais necessitada de donativos naquele momento. O leilão será auditado e haverá prestação de contas de todo o processo de montagem da hasta e da destinação dos recursos. No entanto, Rubens Inácio lembra que as doações continuam a ser aceitas até o dia 30 de março, para que se possa organizar os lotes a serem ofertados “E serão muito bem vindas”, completa o emporesário.

Como o leilão é virtual, qualquer interessado em contribuir com esta causa pode participar, de qualquer parte do Brasil e do mundo. De acordo com o regulamento do leilão, todos os compradores, lotes adquiridos e ofertados serão divulgados na página www.texascenter.com.br/leilaobeneficente. Os interessados devem dar o lance por meio do grupo de WhatsApp oficial, que será divulgado 48 horas antes do início do leilão, no mesmo site disponibilizado acima. O pagamento do lote adquirido poderá ser feito à vista, ou em uma parcela mais duas, sem juros, mediante emissão de boleto bancário ou cheque nominal. Todas as despesas referentes à retirada dos lotes adquiridos correm por compra do arrematante. Mais informações pelo telefone (62) 9-8162-4898, com Alessandra Câmara (62), ou no 9-8216-2888, com Adalberto Araújo, neste número após as 13h.

==> Foto: Site do Evento

"Teatro Online" - 10 espetáculos, infantis e adultos, disponíveis para assistir em casa

Para contribuir com a campanha oficial de combate ao Covid-19, a Palavra Z Produções Culturais disponibilizou seis espetáculos entre infantis e adultos no último final de semana. 

A ação intitulada TEATRO ONLINE, surpreendeu ao somar 21 mil visualizações, alcançando uma média de 65 mil espectadores, em todo o Brasil, ao longo das mais de 5 mil horas de exibição. Essa semana, o projeto exibe 10 espetáculos a partir de quarta-feira e inclui novos gêneros: a música e a ópera performática. 

O objetivo desta iniciativa, que contou com o apoio de todas e todos os profissionais envolvidos nas produções, é levar arte, cultura, entretenimento, diversão e bem-estar às famílias neste período de confinamento em casa. 

Bruno Mariozz, diretor da Palavra Z, convida a todas e a todos, “espalhem esta ideia, vamos ficar em casa, nos protegendo, e também estimulando a proteção de quem nós amamos”, e aposta, “viva a arte que ajuda a curar”. 

Para mais informações e detalhes de como assistir aos espetáculos, acesse palavraz.com.br.


Programação de 25 a 29 de março

*QUARTA*

_MÚSICA_
*Gomalina Clube Canta Noel Rosa*, de Cadu Pacheco, Renato Badeco e Rafael Tereso. Disponível das 10h às 17h de quarta-feira, dia 25 de março.
O show homenageia a música popular brasileira, com o grande compositor Noel Rosa. Apesar de ter vivido apenas 26 anos, sete deles dedicados a composição de mais de 250 canções, Noel figura como um dos mais importantes compositores de nosso país. Era diferenciado, um cronista do cotidiano, que contava em suas canções um Brasil menino, recém republicano. De vida boêmia e desregrada, compôs com tanta veemência que ainda hoje há canções que são praticamente inéditas.
Fundamentado nisso, o espetáculo busca, através de uma pesquisa minuciosa de sua obra, levar ao público relíquias desconhecidas, além dos eternos sambas consagrados.
O cantor do grupo, Renato Badeco, resume: “Noel foi um carioca de classe média que transitou por todo o Rio de Janeiro nas décadas de 20 e 30. Cantou as esquinas, os bares, os becos, as mulheres, a urbes, a política, o amor, o machismo, o carnaval, o morro, os cabarés e a morte... Noel suscitou um modo novo de compor, aliando melodias geniais à poemas muito bem elaborados”. 

_ÓPERA PERFORMÁTICA_
*Na Boca do Cão*, de Gabriela Geluda. Disponível das 18h às 00h de quarta-feira, dia 25 de março.
Ópera solo contemporânea une música, dança e teatro. Fala do potencial da arte para transformar traumas profundos do ser humano a partir de uma história real, vivida na infância da soprano Gabriela Geluda, protagonista do espetáculo.  
A música é a última obra composta por Sergio Roberto de Oliveira, o libreto é de Geraldo Carneiro, tem direção do Bruce Gomlevsky. Em cena: a soprano/atriz Gabriela Geluda e os músicos solistas Ricardo Santoro (violoncelo), Rodrigo Foti (percussão) e Cristiano Alves/ Cesar Bonan (clarineta/clarone). 


*QUINTA*

_MÚSICA_
*Mona canta Dalva*, de Mona Vilardo e Filomancuzo. Disponível das 10h às 17h de quinta-feira, dia 26 de março.
Estreado em 2017, em comemoração ao centenário de Dalva de Oliveira, o espetáculo já passou pelos Teatros Maison de France, Dulcina, da UFF e Municipal de Niterói. O projeto inclui o livro infanto-juvenil "Dalva, minha vó e eu" e o espetáculo “Mona canta Linda”, pelo centenário de Linda Batista, em 2019. Esse ano, Mona e Filomancuzo fizeram o show “Pré-Carnaval das Rainhas do Rádio” no Teatro Claro Net e Sala Nelson Pereira dos Santos.

_ÓPERA PERFORMÁTICA_
*Migrações*, de Gabriela Geluda. Disponível das 18h às 00h de quinta-feira, dia 26 de março.
Esta ópera performática trata de fluxos migratórios. Esses movimentos, motivo de arrebatamento e terror desde a mítica Tróia aos refugiados da Síria na atualidade, são tratados no espetáculo de maneira a chamar atenção de todos a essa questão.
Tem libreto de Geraldo Carneiro, direção de Duda Maia, música de Beto Villares e Armando Lôbo. No elenco, estão a soprano e atriz Gabriela Geluda, a bailarina e atriz Gabriela Luiz e o trio instrumental formado pelos solistas Cristiano Alves (clarinete/clarone), Rodrigo Foti (percussão) e Daniel da Silva (violoncelo), além de meios eletroacústicos.


*SEXTA*

_Infantil_
*Patrícia Piolho*, de Luiza Yabrudi e Karina Ramil. Disponível das 10h às 17h de sexta-feira, dia 27 de março.
Após 5 anos, a peça infantil “Patrícia Piolho”, vencedora na categoria de Melhor Atriz no 9º Prêmio Zilka Sallaberry de Teatro Infantil para Karina Ramil, retorna para o grande público através das mídias digitais. A peça narra o drama de uma menina do interior que chega à cidade grande e busca aceitação na turma do novo colégio. Logo no primeiro dia de aula, em meio a esse desafio, ela conhece o inseto mais temido na infância, o piolho, mas que, para sua surpresa, acaba sendo seu melhor amigo.

_Adulto_
*Carta de um Pirata*, de Vinícius Piedade. Disponível das 18h às 00h de sexta-feira, dia 27 de março.

Um pirata escreveu uma carta para mãe muito tempo atrás, que é trazida ao palco por Vinícius Piedade e contada utilizando o essencial, seu corpo, sua voz e muita sensibilidade. A montagem explora nuances, que vão do humor genuíno ao inconformismo.


*SÁBADO*

_Infantil_
*A Pequena Vendedora de Fósforos*, de Dayse Pozzato. Disponível das 10h às 17h de sábado, dia 28 de março
Esta é a história de uma menina que, para sobreviver, ajuda sua família, vendendo fósforos. Numa noite fria de Natal, ela acende um dos palitos para aquecer seu corpo e quem sabe, também sua alma. Cada fósforo que acende a faz se deparar com a vida que nunca teve: brinquedos, uma boa refeição, a presença de uma família, até que ao acender o último fósforo, a faz desejar rever a sua querida avó, já falecida.
A Pequena Vendedora de Fósforos é um dos textos mais populares do poeta e escritor dinamarquês Hans Christian Andersen e pouco montado no Brasil. A adaptação é de Denise Crispun e direção de Lúcia Coelho, ambas com vasta experiência no teatro infantil.

_Adulto Musical_
*A Lenda do Sabiá*, de André Arteche. Disponível das 18h às 00h de sábado, dia 28 de março.
Montagem musical, com a benção de Ariano Suassuna, apresenta a Cia. Os Aborígenes de Teatro e seus dez atores-músicos que, em rima, contam a lenda de Sabiá - sanfoneiro acusado injustamente de um crime e, em um vivaz realismo fantástico, resurge transfigurado em um homem pássaro.
O espetáculo, de raízes na literatura de Cordel, é uma comédia sobre o Brasil e faz um tributo a romancistas que são referência ao retratarem o folclore e o regionalismo do país - Mário de Andrade e Ariano Suassuna, e seus personagens, como Macunaíma e João Grilo. Bem como o compositor Luiz Gonzaga, dentre muitos outros autores brasileiros.


*DOMINGO*

_Infantil_
*Marrom nem preto nem branco?*, idealizada por Vilma Melo e Pieterson Duderstadt com texto Renata Mizrahi. Disponível das 10h às 17h de domingo, dia 29 de março.
Ao longo de 55 minutos, a peça, inspirada na menina Lorena de Melo Schaefer, conta a história de Linda, uma garota que não entende o conceito de raça, só de cor. Filha de pai alemão e mãe negra, ela se acha marrom. Após inúmeras situações que apontam as desigualdades, ela decide fugir em busca de sua identidade a procura de um lugar onde todos são iguais.

_Adulto_
*Um Ensaio Sobre Amaro*, de Eduardo Rios. Disponível das 18h às 00h de domingo, dia 29 de março.
Um ensaio sobre tristeza, que se surge no exato instante em que um ator nega os seus sentimentos se vê obrigado a reensaiar o seu personagem mais triste: Amaro. O ator e o personagem entram juntos em cena para travar um embate entre a melancolia e a euforia, a lealdade e o desapego, a aceitação e a necessidade de mudar. O ator, Eduardo Rios, usa como recursos principais um forte trabalho físico e um dinâmico tempo cômico para, sozinho, dar vida a um inquieto e filosófico dilema entre as facetas que habitam um mesmo ser. Brincando entre linguagens teatrais extremas, o espetáculo aposta na fricção entre dança, teatro de máscaras, manipulação de objetos, música e ilusionismo para convidar o público a uma conversa com a tristeza em tempos em que ela não é mais ouvida.

==> Foto: Divulgação

Reginaldo Leme lança o novo anuário

Publicado desde 1992, o anuário AutoMotor Esporte, do jornalista Reginaldo Leme, funciona como um documento histórico do esporte a motor, trazendo sempre a cobertura completa de tudo o que de mais importante aconteceu nas pistas do Brasil e do mundo. O exemplar que chega às livrarias agora em março é a 28ª edição do livro.

O principal destaque é uma homenagem a Niki Lauda, tricampeão mundial de Fórmula 1 que morreu em maio do ano passado. Reginaldo Leme assina um especial de seis páginas em primeira pessoa contando detalhes do que viu, viveu e ouviu ao longo da carreira de Lauda nas pistas, que ele pôde acompanhar de perto entre 1971 e 1985.

A matéria é ilustrada por fotos de Miguel Costa Jr., principal nome do fotojornalismo especializado no Brasil.

O livro apresenta ainda um novo grafismo, mais moderno, em sua maior transformação visual desde 2015. Todas as corridas de Fórmula 1 são descritas em detalhes no AutoMotor, por meio de um texto leve, como em um roteiro de filme, explorando mais do lado humano, os segredos de bastidores e trazendo gráficos completos de cada Grande Prêmio.

Além do espaço nobre para a Fórmula 1, onde Lewis Hamilton chegou ao hexacampeonato, aproximando-se de recordes históricos, o AutoMotor também dedica parte importante de suas 488 páginas a categorias como a Stock Car, que em 2019 consagrou Daniel Serra como tricampeão, repetindo o feito do pai Chico Serra, e a Fórmula E, nova sensação do esporte a motor mundial, ambas com cobertura no estilo “corrida a corrida”.

Há espaço também para os campeonatos de base e todas as conquistas brasileiras no exterior, uma marca e um compromisso da publicação desde sua primeira edição.

Qualidade gráfica

O AutoMotor é um livro de mesa, objeto de colecionador, ilustrado por mais de 600 fotos captadas pelos mais conhecidos fotógrafos do meio, distribuídas em couche e projeto gráfico moderno, o que resultou na indicação a diversos prêmios de excelência gráfica nos últimos anos.

A versão 2019/2020 tem capa dura, apresentando a imagem do hexacampeão mundial Lewis Hamilton contemplando a máquina que lhe deu o título mundial: o Mercedes AMG F1 W10 EQ Power+. A imagem foi eleita para a capa por meio de uma votação popular realizada no perfil pessoal de Reginaldo Leme no Instagram.

“Todos os anos, recebemos milhares de fotos de centenas de fotógrafos do mundo inteiro e este trabalho de seleção é sempre o mais difícil e criterioso”, explica Reginaldo Leme. “Agora, imagine chegar na foto de capa? Apenas uma imagem entre tantas? Foi por isso que pedimos a opinião dos fãs das corridas e a foto que acabou vencendo foi também a minha preferida: a que demonstra a relação entre homem e máquina. O momento em que o Hamilton parece agradecer pela jornada que teve ao volante do carro, na última corrida do ano”, conclui.

A foto do carro recebeu aplicação de Verniz UV High Gloss (brilho, fazendo com que se destacasse na capa) e os pneus e o asfalto ganharam Verniz UV Texturizado (que torna a superfície da impressão mais “áspera”, simulando a sensação de tocar no pneu ou na própria pista).

Reginaldo Leme é o profissional brasileiro mais experiente na cobertura da Fórmula 1, tendo participado de mais de 650 GPs como jornalista. Já foi premiado duas vezes como melhor comentarista de televisão aberta do País pela Aceesp (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo), considerando todos os esportes e não apenas a Fórmula 1. A primeira foi em 2008 e a segunda, em 2016.

Ficha Técnica
Título: AutoMotor Esporte 2019/2020
Editora: Oficina 259
Formato: 23 cm x 31 cm
Páginas: 488
Lançamento: 2020
Preço: R$ 120,00

==> Foto: Divulgação

Delivery ou take away: confira restaurantes que oferecem serviços para comer em casa

A pandemia de coronavírus chegou ao Distrito Federal no início do mês e várias medidas foram tomadas para evitar a proliferação do vírus pelas cidades. Entre decretos que determinam o cancelamento de eventos, fechamento de cinemas, museus e academias e orientam restaurantes a reorganizar as mesas com o mínimo de dois metros de distância entre elas, as casas tomaram outras medidas preventivas e passaram a oferecer novos serviços aos clientes.

Entre as práticas de delivery direto ou por aplicativo, alguns espaços oferecem também o take away, formato em que o cliente pede a comida por telefone e faz a retirada direta no restaurante. Saiba onde encontrar os dois tipos de serviço e manter seus pratos preferidos juntinho de você nesse período de isolamento social.

Refeições em casa
Comidinha boa e direto no conforto de casa. Essa é a entrega do Rubaiyat Brasília, que oferece delivery de todos os pratos da casa por meio dos aplicativos do Ifood, Rappi e Uber Eats. Na lista de opções estão o Duo de carnes (R$ 169), que inclui bife de chorizo, fraldinha, batas soufflée, arroz biro biro e molhos de pimenta e de chimichurri; o Grand filé mignon (R$ 154), acompanhado de arroz branco, batata provençal e molho madeira; e o Grand arroz de costelão (R$ 90), que serve duas pessoas. Entre os pedidos, os clientes que querem um prato vegetariano podem optar pelo Espaguete mediterrâneo (R$ 58) e quem não dispensa um docinho pode pedir a Cocada mole (R$ 15).

Peça e retire
A situação do Distrito Federal levou restaurantes a se adaptarem e oferecerem serviços diferenciados aos clientes. A partir desta semana, 'A Mano e Rubrio passam a oferecer aos clientes o serviço de take away, no qual os consumidor fazem o pedido por telefone e realizam a retirada dos pratos e pagamento direto no restaurante. No 'A Mano as opções incluem entradas, pratos principais e sobremesas. Na lista figuram o Carpaccio 'A Mano (R$ 49), a Lasanha à bolonhesa (R$ 64) e o Cannoli de amêndoas recheado com queijo mascarpone e frutas vermelhas (R$ 32).

No Rubrio, os clientes podem pedir o Steak Passion acompanhado de mac'n cheese trufado e molho de cogumelos com vinho tinto (R$ 71); a Carne de sol artesanal acompanhada de tropeiro na brasa, purê de mandioquinha e queijo coalho com melado de cana (R$ 67); e também a Salada Rubrio, com endívias, baby rúcula, lascas de grana padano, amêndoas e frutas grelhadas na brasa (R$ 38). As duas casas contam com uma diversidade de opções para agradar aos paladares mais exigentes. Os cardápios completos podem ser solicitados pelo WhatsApp.

Quitutes
Para adoçar o dia sem precisar sair de casa, o Nube Café oferece seus inconfundíveis macarons para entrega no Ifood. Inspirados no melhor da culinária francesa e brasileira, os sabores variam entre o clássico pistache até o 'nosso' brigadeiro. Os doces podem ser encomendados separados (R$ 4,50), em caixas de 6 (R$ 33) ou de 12 unidades (R$ 58). No cardápio há também opções salgadas, como pães de queijo, croissants, sanduíches prensados, além de várias outras guloseimas únicas do Café. O horário de entrega dos produtos é de 11h às 19h, de segunda a sexta-feira.

Para beber
Vinhos são sempre uma excelente companhia, seja para uma refeição ou apenas para passar o tempo. No clima chuvoso que março propicia, eles se tornam opções ainda melhores. Para ajudar na missão de continuar a beber bons vinhos sem sair de casa, a Vinalla oferece o serviço de entrega das bebidas. Os clientes podem escolher entre vinhos tintos, brancos e rosés, além de espumantes e fazer os pedidos de segunda a sábado, das 9h às 18h, pelo whatsapp da loja: (61) 99606-4448. As compras precisam ter uma soma mínima de R$ 300 para serem entregues e a loja não cobra taxa de entrega.


SERVIÇO:

‘A Mano Take away
CLS 411, bloco D, loja 36
Horário de pedidos: de segunda a sábado, das 12h às 15h e das 19h à 0h. Domingo, das 12h às 17h
Pedidos pelo whatsapp no link: http://wa.me/556132458235
Informações e reservas: (61) 3245-8235
@amanorestaurante

Nube Café
910 Sul
Horário de entrega IFood: das 11 às 19h (seg-sex)
@nubecafe

Rubaiyat Brasília
SCES, Tc. 2
Horário de pedidos: De segunda a sábado, das 11h às 23h. Domingos, das 11h às 18h.
Entregas pelo Ifood, Rappi e Uber Eats.
@rubaiyatbrasil

Rubrio Take away
402 Sul
Horários de pedidos: de segunda a sábado, das 11h45 às 15h e das 19h30 às 0h. Domingo, das 12h às 17h.
Número para pedidos: 61 99949-6878
@rubriocozinha

Vinalla Vinhos
Shopping Liberty Mall
Centro Comercial Gilberto Salomão
Horário de pedidos: das 9h às 18h
WhatsApp para pedidos: (61) 99606-4448
@vinallavinhos

==> Foto: Divulgação