TRANSVERSAIS DO TEMPO - no Teatro da Caixa

Vladimir Carvalho, Clodo Ferreira, José Jorge Carvalho, Magda Clímaco, David McLaughlin, entre outros, participarão de debates ao longo de quatro noites no Teatro da CAIXA, quando também se apresentarão músicos da nova geração, os cariocas Pedro Sá Moraes e Thiago Amud e as bandas Escambo e Ivo Senra Trio. O projeto é uma realização do Coletivo Chama, formado em 2012 no Rio de Janeiro.

Batizado em homenagem ao clássico de João Bosco e Aldir Blanc que marcou época na voz de Elis Regina, Transversais do Tempo teve início há dois anos no SESC do Rio de Janeiro. A segunda edição foi realizada em Salvador, em abril deste ano.  O projeto desembarca na CAIXA Cultural Brasília, entre os dias 2 e 5 de outubro, em sua terceira edição trazendo à mesa temas atuais com novos convidados e jovens talentos da MPB.

            Na programação, que inclui quatro encontros seguidos de shows, estarão à pauta assuntos como “A Música Brasileira e o Mundo”, abrindo a série de painéis no dia 2; “A Música Brasileira e a Mística”, no dia 3; No dia 4, a noite vai ser para debater “A Música Brasileira e a Universidade”; E dia 5, fechando o projeto “Vertentes do Planalto Central – O Rock e o Choro”. A apresentação musical de cada noite acontece na seguinte ordem: Ivo Senra Trio; Pedro Sá Moraes; Escambo convidando Marcelo Fedrá e Pedro Ivo no show Entreveros; e Thiago Amud.

“Ao longo dos últimos anos, debates, publicações e declarações bombásticas na mídia e nas redes sociais vêm trazendo à tona um estado de perplexidade e de questionamento nacionais a respeito dos caminhos da música brasileira, e do lugar que ela pode ocupar hoje em nossa sociedade”, justifica Pedro Sá Moraes, idealizador do projeto.

“Na encruzilhada entre o dito ‘fim da canção’, as sucessivas modas dos grandes centros e as expressões das periferias, o fato claro é que existe uma transformação na forma como o Brasil se relaciona com sua herança musical e com as possibilidades de fazer algo novo”, explica Pedro. E é neste ambiente que surge uma geração de jovens compositores, atuando da canção à música instrumental, que se reúnem na intenção de experimentar e propor novos rumos para a música brasileira, além de fomentar uma reflexão constante a respeito desta forma de arte.

SOBRE O COLETIVO CHAMA

Desde sua formação, em 2012, o Coletivo Chama vem agindo como um potencializador da nova geração, propondo e realizando projetos, programas de rádio, discos, festivais, publicações, que abrangem muito mais do que seus sete membros e respectivos trabalhos autorais. Segundo o jornal The New York Times, “O Coletivo Chama vem de muitas formas, extrapolando a herança da Tropicália (...) sem abandonar a herança brasileira dos ritmos regionais, das harmonias sinuosas e da apreciação do imaginário poético (...) A música brasileira tem poucos rivais no mundo em termos de sofisticação estrutural. Isso não impediu pelo menos um grupo de exploradores de acrescentar ainda mais singularidades. (...) os membros do Coletivo Chama (...) empunham formas avançadas de construir, desconstruir, e por vezes sacudir as bases de uma música”.

SERVIÇO:
Projeto: TRANSVERSAIS DO TEMPO
Local: CAIXA Cultural Brasília (SBS - Qd. 4 - Lts 3/4)
Dias: de 2 a 5 de outubro de 2014
Horários: De quinta a sábado, às 20h, e domingo, às 19h.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira)
Duração: 120 minutos.
Lotação: 406 lugares
Informações: (61) 3206-9448 | 3206-6456
Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos
Ingressos: À venda a partir de 27 de setembro | R$ 20 e R$ 10 (meia)
Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de brinquedo.

PROGRAMAÇÃO

02/10, quinta-feira, às 20h

Debate: "A Música Brasileira e o Mundo". Com Luciana Pegorer - Diretora Executiva da ABMI (Associação Brasileira de Música Independente) - e David McLoughlin - Diretor de relações internacionais do Brasil Music Exchange. Mediador: Paulo da Costa e Silva

Show: Ivo Senra Trio. Vencedor do Prêmio de Música Brasileira de 2012, na categoria Música Eletrônica, o pianista Ivo Senra tem uma trajetória musical ímpar. No terreno popular, já tocou com Seu Jorge, Fernanda Abreu, Ney Matogrosso, Pery Ribeiro e incontáveis outros artistas, e vem desenvolvendo uma consistente carreira de produtor musical e arranjador, que o levou a ser um dos produtores convidados para disco comemorativo de 35 anos de carreira de Elba Ramalho. No seu trio, formado com o clarinetista Pedro Paes e o violonista Pedro Franco, Senra dá vazão a sua vertente mais experimental, investigando formas de composição e arranjo que estão na fronteira entre o jazz, a música brasileira e a música erudita.

03/10, sexta-feira, às 20h

Debate: "A Música Brasileira e a Mística". Com José Jorge de Carvalho – Professor e pesquisador da UNB - e Eduardo Losso - Professor e pesquisador da UFRJ. Mediador: Paulo da Costa e Silva

Show: Pedro Sá Moraes. Formado musicalmente nas rodas de samba do bairro boêmio da Lapa, no Rio de Janeiro, desde que abraçou integralmente sua carreira de compositor em 2007, Sá Moraes vem mergulhando cada vez mais fundo em improváveis fusões de elementos musicais brasileiros e ancestrais com elementos das vanguardas do rock e da música eletrônica, construindo uma identidade musical que desafia rótulos. Aclamado pela imprensa norte americana como um dos dez artistas-revelação do ano (NPR.org, 2012), o artista teve recentemente seu segundo CD, Além do princípio do prazer, elogiado pelo crítico Jon Pareles, do New York Times, por suas "melodias doces num barítono com ecos de Gilberto Gil (...) em  entrechoque com arranjos febris que tornam as melodias ainda mais fortes". É o idealizador do projeto Transversais do Tempo.

04/10, sábado

Debate: "A Música Brasileira e a Universidade". Com Clodo Ferreira – compositor - e Mateus Andrade – pesquisador da UNB. Mediador: Paulo da Costa e Silva

Show: ESCAMBO convida Marcelo Fedrá e Pedro Ivo no show Entreveros
Criado em 2006, o grupo formado pelos compositores e cantores Thiago Thiago de Mello, Renato Frazão e Diogo Sili é uma presença constante na cena da nova música carioca. O primeiro disco da banda (flúor, 2009, independente), foi indicado ao 21º Prêmio da Música Brasileira na categoria Melhor Grupo de MPB. No ano passado o Escambo lançou NEON, disco que, nas palavras do crítico musical de O Globo, Leonardo Lichote, "pousa como avis rara em sua geração". Fiel ao conceito de troca ou permuta, implícito no seu nome de batismo, o Escambo agrega nesta turnê nacional os compositores e violonistas Pedro Ivo e Marcelo Fedrá.
05/10, domingo

Debate: Vertentes do Planalto Central – O Rock e o Choro. Com Magda de Miranda Clímaco e Vladimir Carvalho. Mediador: Paulo da Costa e Silva

Show: Thiago Amud. Parceiro de Guinga e Francis Hime, já interpretado por Milton Nascimento, Alcione, Simone Guimarães, Garganta Profunda e outros, o carioca Thiago Amud teve seu segundo CD, De ponta a ponta tudo é praia-palma (Delira Música, 2013), eleito pelo jornal O Globo como um dos dez melhores de 2013. Recentemente, em diversas entrevistas Caetano Veloso elogia Amud por seu “capricho musical e literário”. Já no seu primeiro CD, Sacradança (Delira Música, 2010), Amud assinou todas as letras, músicas e arranjos, o que lhe valeu o título de um dos melhores do ano pela Gazeta do Paraná. O artista ainda foi alvo dos comentários positivos do crítico Tárik de Souza: “Thiago Amud já debuta com personalidade autoral formada”. Guinga também não poupa elogios: “Verdadeiro gênio da música brasileira!”.

==> Foto: Marcelo Fedra

“Auê da Samartini” estreia nesta quinta-feira

Um novo projeto para as noites de quinta-feira promete agitar Brasília com muita música. 

Nesta quinta (2/10), a cantora Adriana Samartini estreia o projeto “Auê da Samartini”, onde leva semanalmente neste dia um show no Empório Santo Antônio (Pier 21). 

A apresentação começa às 21h, e a artista canta seus maiores sucessos, como “Minha liga” e “Pra não faltar amor”. 

O couvert custa R$ 7 para elas e R$ 10 para eles.

==> Foto: Divulgação

NBB - Temporada 2014/2015 terá quatro transmissões ao vivo por semana

O que antes acontecia apenas às quintas e aos sábados mudou e, para esta temporada, o NBB terá jogos em quatro dias da semana. As partidas da sétima edição do maior campeonato de basquete do país serão realizadas entre terça e sexta-feira, com as rodadas sendo desmembradas. Desta maneira serão quatro duelos por dia ao invés de oito como nos anos anteriores.

Agora, o NBB terá todas as rodadas divididas em dois dias (terças e quartas, e quintas e sextas). As equipes que entrarem em quadra na terça-feira sempre voltarão a atuar na quinta e as que jogarem na quarta-feira farão o segundo jogo da semana na sexta. Nenhum time jogará dois dias seguidos em nenhuma oportunidade.

+ Clique aqui e confira a tabela completa da temporada 2014/2015 do NBB 

A mudança se deve ao fato de que, agora, o campeonato passará a ter mais visibilidade na televisão do que em anos anteriores. Em um estudo feito pela LNB (Liga Nacional de Basquete) foi detectado que as datas das partidas das últimas temporadas do NBB - quinta e sábado - eram muito concorridas na programação da televisão.

Com a alteração, o campeonato terá seu espaço fixo na programação do SporTV. Agora, o NBB terá duas datas permanentes na programação do canal, parceiro oficial nas transmissões da competição. Todas as terças e sextas-feiras, às 19h30 (de Brasília), o SporTV transmitirá uma partida da principal competição de basquete do país, tendo assim os "dias do basquete" definidos na grade do principal canal da emissora.

Outros fatores que influenciaram os clubes a decidirem por ampliar o calendário semanal de jogos foram a presença de público nos ginásios e a logística de viagens das equipes durante a temporada.

"Enviamos aos clubes um estudo sobre as melhores possibilidades de datas para a realização dos jogos do NBB unindo logística de viagens, espaço na TV e frequência de público nos ginásios. A melhor escolha foi essa, o que nos permitiu ampliar a quantidade de dias de jogos para quatro vezes durante a semana e, ainda, garantir as terças e sextas com transmissões no SporTV, algo que vínhamos buscando nas últimas temporadas", declarou Cássio Roque, presidente da LNB.

A notícia fica melhor ainda com a confirmação de que nos outros dias de jogos serão transmitidas partidas via Web. Depois de fazer três transmissões na reta final da fase de classificação do último NBB através de seu site, com direito a mais de 25 mil acesso dos internautas, a LNB dará continuidade ao projeto e a temporada 2014/2015 terá cerca de 40 partidas transmitidas via Web, sempre às quartas e quintas.

Desta maneira, a sétima edição do NBB terá, pelo menos, 100 jogos com transmissões confirmadas (60 no SporTV e 40 via Web) e sempre em datas e horários fixos. Ao longo da semana, o fã da competição poderá acompanhar quatro partidas ao vivo em todos os dias que a bola subir no NBB - terças e sextas no SporTV e quartas e quintas na Internet.

"A experiência dos jogos na web na última temporada foi excelente e nos fez acreditar nesse projeto para o NBB 2014/2015. Agora, teremos quatro jogos sendo transmitidos ao vivo para os fãs de basquete por semana e isso nos trará um aumento bastante significativo de visibilidade", afirmou o presidente.

==> Foto: Luiz Pires / LNB

Na Hora passa a emitir gratuitamente “nada consta"

BRASÍLIA (1/10/14) - Os cidadãos do DF agora podem tirar gratuitamente o "nada consta" judicial em todos os postos do Na Hora, graças a uma decisão do TJDFT.

As certidões judiciais de distribuição cíveis, criminais e especiais - certidões negativas - eram até então emitidas pelo cartório Rui Barbosa, que atendia nas unidades do Na Hora mediante cobrança de taxa pelo serviço. Com a emissão gratuita pelo TJDFT, o cartório Rui Barbosa foi extinto.
 
O Na Hora tem seis unidades de atendimento: Rodoviária, Ceilândia, Gama, Riacho Fundo I, Sobradinho e Taguatinga.

Ginástica artística está no Mundial da China mirando participação por equipes no Rio 2016

O objetivo principal da ginástica artística brasileira no Campeonato Mundial de Nanning, na China – de 3 a 13 de outubro –, é passar a primeira de três fases para classificação da equipe masculina para os Jogos Olímpicos do Rio 2016. Esse seria uma conquista inédita para os atletas, que pela primeira vez representariam o país como equipe em Jogos Olímpicos. O técnico Vladmir Vatkim espera até a apresentação de pódio, nesta quinta-feira (02.10), véspera do início do Mundial, para definir os atletas titulares.

Os ginastas brasileiros estiveram em aclimatação em Tóquio, no Japão, desde o dia 11 deste mês, com treinos intensivos no Ajinomoto National Training Center, onde passaram por avaliações físicas e técnicas antes da viagem para a cidade chinesa, onde a delegação chegou no fim de semana.

Dos treinamentos vêm participando Arthur Nory Mariano, Arthur Zanetti, Caio Souza, Diego Hypólito, Francisco Barretto Júnior, Lucas Bitencourt, Pétrix Barbosa e Sérgio Sasaki, com os técnicos Cristiano Albino, Fernando Lopes, Marcos Goto, Renato Araújo e Vladimir Vatkin.

A equipe feminina tem Daniele Hypolito, Isabelle Cruz, Julie Kim Sinmon, Letícia Costa, Maria Cecília Cruz, Mariana Oliveira e Mariana Valentim, mais os técnicos Alexander Alexandrov, Francisco Porath Neto, Iryna Ilyashenko, Oleg Ostapenko e Ricardo Pereira, mais a coreógrafa Margarita Vatkina.

Rebeca Andrade, de 15 anos, participou do grupo, mesmo sem ter idade para competir neste Mundial. Segundo Georgette Vidor, a coordenadora da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) tem a capacidade técnica “fora do normal” – está fazendo elementos difíceis e já sendo preparada para o Mundial 2015.

O Mundial de Nanning classifica 24 equipes no feminino e 24 no masculino, cada uma com cinco atletas, para o Mundial 2015. Este, por sua vez, classifica oito diretamente para os Jogos Olímpicos do Rio 2016 – haverá ainda quatro vagas femininas e quatro masculinas a serem disputadas, pelas equipes que ficarem entre nono e 16º, em uma espécie de repescagem no evento-teste do Rio, entre março e maio de 2016, em data a ser definida.

Denise Mirás
Ascom - Ministério do Esporte

==> Foto: Divulgação / CBG

Trabalho oferece 390 vagas para esta quinta

BRASÍLIA (1º/10/14) - A Secretaria de Trabalho do DF disponibilizará 390 oportunidades de emprego para esta quinta-feira (2). 

Os destaques são as 37 vagas para atendente de lanchonete, as 29 para auxiliar de cozinha e as 7 para motorista de caminhão. 

Há, ainda, 10 vagas para vendedor pracista, com salário de R$ 860, e 13 para operador de caixa, com salário de R$ 836, entre outras oportunidades. 

Interessados em um dos empregos devem procurar qualquer uma das 17 Agências do Trabalhador do DF, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

CAMPEONATO MUNDIAL FEMININO: Brasil vence Cazaquistão e segue invicto

A seleção brasileira feminina de vôlei estreou na segunda fase do Campeonato Mundial com vitória. Nesta quarta-feira (01.10), o Brasil superou o Cazaquistão por 3 sets a 0 (25/22, 25/22 e 25/18), em Verona, na Itália. Foi a sexta vitória consecutiva do time verde e amarelo que segue invicto na competição. As atuais campeãs olímpicas lutam por um título inédito.

Com o resultado, o Brasil continua em segundo lugar no grupo F, com 11 pontos. O Estados Unidos lideram com 12, a Rússia está em terceiro, com nove, a Sérvia em quarto, com oito, a Bulgária em quinto, com três, a Holanda em sexto, também com três, mas com um pior saldo de sets, a Turquia em sétimo, com dois, e o Cazaquistão em oitavo, sem pontos. As três melhores equipes do grupo passarão à fase final.

O próximo desafio das brasileiras na competição será a Holanda. O time verde e amarelo duelará com as holandesas às 15h (horário de Brasília) desta quinta-feira (02.10) com transmissão ao vivo do SporTV.

A central Thaísa foi a maior pontuadora do confronto, com 14 acertos. A ponteira Jaqueline, com 12, a central Fabiana e a oposto Sheilla, com 11 cada, também pontuaram bem.

A bicampeã olímpica Thaísa comentou sobre a dificuldade de marcar as jogadoras do Cazaquistão.

"O time cazaque está muito diferente em relação ao ano passado. Foi um jogo difícil. Conseguimos manter a concentração, principalmente, nos momentos decisivos e isso é muito importante. Estamos todas nos ajudando o que também é fundamental", disse Thaísa, que ainda falou do adversário de amanhã das brasileiras.

"A Holanda tem grandes atacantes. Elas atacam muito forte, portanto acredito que o nosso bloqueio será decisivo. Também vamos ter que forçar o saque para elas não jogarem com o passe na mão", afirmou a bicampeã olímpica.

O treinador José Roberto Guimarães fez uma análise da atuação do Brasil contra a equipe asiática.

"O Cazaquistão joga com muitos cruzamentos e diferentes combinações de jogadas. Tivemos um pouco de dificuldade no início, mas quando nossa defesa começou a tocar nas bolas e o nosso bloqueio simples apareceu conseguimos mais contra-ataques. É um time que melhorou do ano passado para esse e deu trabalho nos dois primeiros sets. O importante foi a vitória e os três pontos, "analisou José Roberto Guimarães, que assim como a central Thaísa, comentou sobre a expectativa de enfrentar a Holanda.

"As holandesas também melhoraram do ano passado para esse. Jogamos contra elas quatro vezes no ano passado em amistosos pelo Brasil. É um time que tem feito jogo duro com todas as equipes", alertou o treinador brasileiro.

O JOGO

O set começou equilibrado. O Brasil foi para a primeira parada técnica com um de vantagem (8/7). Com um bom contra-ataque da central Thaísa, o time verde e amarelo abriu dois (12/10). As atuais campeãs olímpicas cresceram de produção e fizeram 16/12. Bem no bloqueio, as cazaques encostaram (17/16). A ponteira Fê Garay conseguiu um ace e o time verde e amarelo voltou a abrir (19/16). Bem nos contra-ataques, o Cazaquistão empatou (19/19). O treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. A parada fez bem ao time brasileiro que voltou a sacar bem e fechou a primeira parcial por 25/22.

O início do segundo set também foi equilibrado. Com um ace, o Cazaquistão abriu dois (8/6). Depois de um longo rally, o Brasil empatou (8/8). A central Thaísa conseguiu uma boa sequência de saques e as brasileiras fizeram 12/9. As atuais campeãs olímpicas foram para a segunda parada técnica com um de vantagem (16/15). A central Fabiana fez um ponto de bloqueio e o time verde e amarelo abriu dois (19/17). Com muito volume de jogo, as cazaques viraram o marcador (20/19). O final do set foi disputado ponto a ponto, mas o Brasil foi melhor nos momentos decisivos e venceu a segunda parcial por 25/22.

O time verde e amarelo começou o terceiro set com uma substituição. Entrou Natália e saiu Fê Garay. Com um ponto de ataque da central Fabiana, o Brasil fez 9/6. A levantadora Dani Lins conseguiu uma boa sequência de saques e as brasileiras fizeram 15/8. As atuais campeãs olímpicas seguiram melhores até o final e venceram a terceira parcial por 25/18 e o jogo por 3 sets a 0.

EQUIPES

BRASIL - Dani Lins, Sheilla, Fê Garay, Jaqueline, Fabiana e Thaísa. Líbero - Camila Brait
Entraram: Fabíola, Tandara e Natália
Técnico: José Roberto Guimarães

CAZAQUISTÃO -Tatyana, Issayeva, Sana, Olga, Korinna e Inna. Líbero - Storozhenko
Entraram: Beresneva, Alena e Irina
Técnico: Gutor Oleksandr

GALERIA DE FOTOS:

http://italy2014.fivb.org/en/schedule/5730-Brazil-Kazakhstan/match

TABELA - Primeira fase:

23.09 - Brasil 3 x 0 Bulgária (25/19, 25/22 e 25/16)
24.09 - Brasil 3 x 0 Camarões (25/14, 25/15 e 25/18)
25.09 - Brasil 3 x 0 Canada (25/14, 25/8 e 25/18)
27.09 - Brasil 3 x 2 Turquia (17/25, 22/25, 25/19, 25/21 e 15/10)
28.09 - Brasil 3 x 1 Sérvia (24/26, 25/21, 25/19 e 25/23)

Segunda fase:

01.10 - Brasil 3 x 0 Cazaquistão (25/22, 25/22 e 25/18)
02.10 - Brasil x Holanda às 15h (horário de Brasília) - SporTV
04.10 - Brasil x Rússia às 15h (horário de Brasília) - SporTV
05.10 - Brasil x Estados Unidos às 15h (horário de Brasília) - SporTV

==> Foto: Divulgação / FIVB

Americano Tom Fooshee é o campeão da etapa brasileira do Circuito Mundial de Wake Park

O Wake Expo, plataforma criada pela agência Dibbra, trouxe pela primeira vez ao Brasil neste final de semana uma etapa do WPWS (Wake Park World Series). O local escolhido foi o Naga Cable Park, em Jaguariúna, SP, que entrou no calendário mundial para sediar uma das etapas do circuito mundial de wakeboard em cabos. O campeão da etapa foi o americano Tom Fooshee, atual campeão mundial.

Além de Tom, o evento reuniu os melhores atletas do mundo como o tailandês Daniel Grant, os australianos James Windsor, Aaron Gunn e Matty Hasler, os americanos Justin Lee e Yonel Cohen. Entre os brasileiros, destaque para o atleta local de Jaguariúna, Pedro Caldas, de 14 anos, único representante do Brasil a chegar às semi finais.

Além das competições, ao final de cada dia os competidores e o público puderam curtir as festas Dibbra Wake Party, no sábado, e a Sunset Party, no domingo. O ponto alto da festa foi o show da banda Classic de Minas Gerais.

O público ainda pode participar das Demo Day com testes de lançamentos das pranchas de wakeskate e Stand up Padlle, além de conhecer de perto as novidades da Mitsubishi Motors.

Outro destaque foi a vinda da atleta alemã, Julia Rick, que trabalhou como juíza, além realizar apresentações durante o evento e dar aulas para as brasileiras que praticam o esporte.

“Fiquei muito feliz com a realização do evento. Agora não é mais uma vontade, é uma realidade. Essa foi uma semente que plantamos e que renderá muitos frutos para o fortalecimento da plataforma Wake Expo e consequentemente o crescimento do esporte”, explica Bruno Dib, fundador da Dibbra, agência responsável pela organização do evento.

Presenças ilustres

O evento também teve ilustres presenças como o cantor sertanejo Mateus, da dupla Jorge & Mateus – praticante de wakeboard há 4 anos e o  surfista de ondas gigantes, Pedro Scooby, marido da atriz Luana Piovani.

Mateus se apaixonou pela modalidade durante as turnês que a dupla faz pelo mundo. O esporte está tão presente na sua vida que no meio de 2015 o cantor inaugura um Cable Park na Grande Goiânia. O local segue os padrões internacionais e será o segundo full cable da América Latina, o primeiro é o Naga Cable Park. 

“Fiquei muito feliz que a Dibbra trouxe o mundial de Wake park para Jaguariúna, é muito importante para a gente que ama o esporte e trabalha em torno dele. Amo fazer show e agora o esporte que eu amo tenho condição de apresentar para as pessoas, esse é o lifestyle que eu sempre sonhei”, disse.

==> Foto: Divulgação

Konclave acontece na próxima sexta na Kathedral

A Konclave - The Master Party do próximo final de semana será na sexta-feira (03) e não no sábado como geralmente acontece. A Kathedral, a casa mais animada de Brasília, recebe os DJ’s Tiago Vibe, André Queiroz e Leandro Becker, residente do renomado clube The Week em São Paulo e Rio de Janeiro. O line up que começa às 23h59 promete animar a pista até o amanhecer com muita música eletrônica. A entrada custa R$50 na hora, R$40 na lista e R$35 antecipado.

Tiago Vibe foi muito bem aceito nas casas paulistanas Bubu Lounge e Cantho Club e no badalado clube gaúcho Madam. Brasiliense, Vibe está vivendo fora da cidade, mas não perdeu seu vínculo com a Capital Federal. “Eu tenho o maior orgulho de ser um DJ de Brasília. A cidade sempre me apoiou e desde que comecei a viajar para tocar nunca levei nome de clube ou festa e sim o da cidade", acrescenta Tiago. E para matar a saudade o DJ anuncia um set matador.

André Queiroz, DJ brasiliense, também iniciou seu contato com a música ainda criança. Em 2005, ele passou a se dedicar ao estilo eletrônico e logo foi convidado a tocar em várias casas noturnas na cidade.André se tornou DJ referência do Centro-Oeste, participando dos eventos mais importantes da região, criando um público cativo único, que acompanha seu crescimento e sua sonoridade singular. Em 2014, André Queiroz foi convidado a ser DJ residente da casa noturna Kathedral.

Leandro Becker, conhecido da noite de São Paulo desde 2000, época que trabalhou como modelo, desenvolveu de fato seu “lado DJ” em 2003, quando foi morar em Fortaleza para comandar o clube ULTRALOUNGE e DISCO. De volta a São Paulo, deixou totalmente a carreira de modelo, e depois de muita pesquisa desenvolveu seu próprio estilo e hoje é residente do renomado clube The Week – Made in Brazil. Ele toca em semanas alternadas na The Week – São Paulo e The Week - Rio de Janeiro.

Apreciador da boa música eletrônica, o DJ não está focado em um único gênero musical. Leandro se adapta com o tipo de festa que toca, com muita criatividade e extremo bom gosto, e constrói sets que emocionam, passando por vertentes como tech, progressive e tribal house. Essa versatilidade e a incrível qualidade musical tornam Leandro Becker um DJ mais que especial! Além de figurar as listas de homens mais sexy do mundo, Becker também contagia com sua energia e inteligência em seus sets.

Serviços:

Konclave - The Master Party

Shows: DJs Tiago Vibe, André Queiroz e Leandro Becker
Quando: 03 de outubro, sexta-feira
Horário: A partir das 23h59
Ingressos: Antecipado: R$ 35. Na lista R$40. Na hora: R$ 50
Venda pelo sitehttp://www.kathedral.com.br/

Kathedral
Endereço: 
Park Sul, Quadra 9, conjunto A, lotes 5/8 – Brasília/DF

Acessibilidade: Sim
Capacidade: 1800 pessoas
Área de fumantes: Sim
Aceita cartões de crédito e débito
Mais informações: (61) 3026-2600

==> Foto: Hay Torres

Lounge Casa Cor Brasília realiza 4 noites de festas em outubro (03; 10; 17 e 24)

O mês de outubro vai ser bastante agitado na Casa Cor Brasília, localizada no SIG Quadra 01 lote 635. A casa mais elegante da Capital abre suas portas para um projeto inédito e super conceituado: A festa Black Tie e mais 3 noites exclusivas ao som dos melhores DJs do Brasil. O projeto, chamado Lounge Casa Cor, acontecerá às sextas-feiras de outubro, às 22h.

A primeira noite, no dia 03 de outubro, a casa recebe a segunda edição da BlackTie, o baile de gala mais descolado de Brasília. O conceito da festa é simples: Ser elegante sem ser sério, ser chique sem ser arrogante, ser descolado sem ser brega. A Black Tie é uma possibilidade de tirar do mundo da fantasia aquele desejo de participar de eventos internacionais cheios de celebridades. Para animar a pista de dança, estão no line up os DJs Rafael Diefentaler, Tom Brasil e Rodrigo Sha.

Depois de esgotar convites em sua primeira edição, o baile volta ainda mais exclusivo e com muita música, gente bonita, decoração diferenciada e serviço premium. Tapete vermelho e champanhe são itens esperados pelos convidados. Para os homens, o uso de gravata é obrigatório e a mulherada deve subir no salto alto, sendo proibida a entrada com bermuda, boné, chinelo ou algo do gênero.

Já na sexta-feira (10), o Lounge traz um dos mais celebrados projetos de música eletrônica da capital paulista, Make U Sweat, formado pelos DJs mais requisitados da cena AAA na atualidade: Dudu Linhares, Pedro Almeida e Guga Guizelini. O trio já se apresentou nas melhores casas e festas do Brasil misturando rock com house music de uma forma brilhante e cheia de energia. Em Brasília, não será diferente. Os DJs prometem colocar todo mundo pra dançar e curtir até altas horas tocando todos os hits que são referência para os jetsetters do país.

No dia 17 de outubro, Rafael e Renato Nazareth, conhecidos como Naza Brothers, se apresentam no Lounge com um modelo jamais visto até agora entre dois artistas e irmãos. O projeto não se limita a ser um back 2 back entre dois DJs, mas sim criar uma atmosfera diferente com toda a decoração levada, em que o tema principal é a alegria e diversão, fazendo com que todos sejam contagiados e dancem durante toda noite. Além dos garotos discoteca, completa o line up a DJ Marina Diniz, nome famoso na cena paulista hypada.

Para encerrar a programação do Lounge Casa Cor, na sexta-feira (24), o DJ Johnny Glövez apresenta um set enérgico e vibrante de Big Room House, com técnicas apuradas que resultam em um show inusitado. O músico, produtor e DJ, Johnny Glövez, é um dos maiores destaques da cena brasileira atual. Baterista desde os 10 anos de idade, cresceu escutando e estudando diversos gêneros de música, do Jazz ao Hip Hop e do Rock ao House.

Serviço

O que: Lounge Casa Cor Brasília
Onde: Casa Cor Brasília - SIG Quadra 01, lote 635
Quando: 03, 10, 17 e 24 de Outubro de 2014, sempre às sextas-feiras, às 22h.
Classificação indicativa: 18 anos

Ingressos (03/10):
R$ 150 (Valor referente à meia-entrada/ 3º lote)
Dress-code*: Casual Chic (homens de gravata, mulheres de vestido e salto alto)
*Não será permitida a entrada trajando bermuda, boné, chinelo ou similares.
A festa conta com serviço de manobrista.

Ingressos (10/10, 17/10 e 24/10):
(Masculino) R$ 80 1º lote (Meia entrada)
(Feminino) R$ 60 1º lote (Meia entrada)
Ingressos a venda também na modalidade passaporte

Passaporte Lounge Casa Cor
Cartão com direito as três noites do lounge casa cor (10/10, 17/10 e 24/10)
Passaporte meia feminino - pré-venda = 150,00
Passaporte meia masculino - pré-venda = 210,00

Pontos de venda: Bilheteria Casa Cor e no site http://www.loungecasacor.com.br/ 

Capacidade de público: 800 pessoas

Mais informações: (61) 3551-6069/ 9327-5454

==> Foto: Divulgação

Ambulantes sorteados para eventos devem confirmar presença

BRASÍLIA (1º/10/14) – Os 100 ambulantes que foram sorteados, nessa terça-feira (30), para trabalhar nos eventos que ocorrem na área central de Brasília, neste fim de semana, devem confirmar a presença até às 12h desta sexta-feira (3), na sede da Coordenadoria das Cidades, da Casa Civil. O órgão está localizado na quadra 509 Norte, Bloco A. 

Para sexta-feira, no show de samba das bandas Raça Negra e Só pra Contrariar, foram sorteadas 40 barracas. A apresentação será no anel interno do Estádio Nacional Mané Garrincha. 

Já no sábado (4), 30 ambulantes atuarão no show gospel do cantor Fernandinho, no Ginásio Nilson Nelson, e outros 30 vendedores atenderão ao público do jogo Fluminense x Bahia, pelo Campeonato Brasileiro de futebol, no Mané Garrincha. 

Para participar dos eventos da próxima semana, os interessados precisam comparecer ao Shopping Popular na próxima terça (7), a partir das 9h, quando ocorrerá o próximo sorteio. É necessário levar RG e CPF em mãos para se cadastrar. 

SERVIÇO: 

Confirmação da presença de ambulantes sorteados 
Prazo: sexta-feira (3), até as 12h 
Local: Coordenadoria das Cidades, da Casa Civil - 509 Norte, Bloco A 
Mais informações: 3423-7445

Gigantes do Samba - Só pra Contrariar e Raça Negra no Estádio Nacional de Brasília

Brasília, 30 de setembro de 2014 - Os grupos Só Pra Contrariar (SPC) e Raça Negra estarão em Brasília nesta sexta-feira (3) no Projeto Gigantes do Samba. A turnê conjunta é mais uma etapa da excursão que tem encantado o público em todo o Brasil. A apresentação será no espaço Arena Lounge, entre as colunas do estádio Mané Garrincha, já aprovado pelo público, que no início do ano acompanhou a gravação do DVD da dupla sertaneja Henrique & Juliano.

Para a produção, o Mané Garrincha é o local ideal para um show desse porte. “É imperdível, um momento único. E não há lugar melhor para uma celebração dessa do que o Mané Garrincha”, afirma um dos produtores, Thiago Jaguaribe. “Fizemos outros eventos no estádio e sempre foi muito bom”, completa.

“Nossa alegria” – Alexandre Pires esteve em Brasília no mês passado, durante o Samba Brasília, evento realizado no estacionamento do Mané Garrincha e que reuniu cerca de 80 mil pessoas. Na oportunidade, o cantor encerrou a apresentação entusiasmado com a presença maciça do público. “Brasília, você é tudo o que eu queria. Brasília, você é nossa alegria”, disse.

Para os fãs, a expectativa é grande: “É muita música boa pra curtir. Ainda mais sendo a despedida do Alexandre Pires do SPC. Quero muito fazer parte desse momento histórico”. A empolgação do estudante Evandro Calazans, 22 anos, é sinal de que o show será um sucesso. O momento histórico citado por Evandro é que a turnê será a última de Alexandre Pires pelo grupo Só Pra Contrariar. Ele subirá ao palco junto com Luiz Carlos, do grupo Raça Negra, para cantarem os grandes sucessos que embalaram os fãs das duas bandas.

Todos os ritmos Desde a sua inauguração, em maio do ano passado, o estádio Mané Garrincha embala ritmos que vão do sertanejo ao samba, passando pelo rock e o pop. Uma mistura que revela o potencial de Brasília: a cidade tem público para todos os gostos musicais.

A estreia do Mané Garrincha no circuito cultural não podia ser melhor. A apresentação do espetáculo Renato Russo Sinfônico, no ano passado, emocionou os admiradores do vocalista da Legião Urbana. De lá pra cá, dentro e nas áreas externas da arena, muitas estrelas se apresentaram. Beyoncé, Aerosmith, Stevie Wonder, Jason Mraz, Ivete Sangalo, Zelia Duncan, Sandra de Sá, Zizi Possi e Capital Inicial, Henrique & Juliano, o DJ Steve Aoki, para citar alguns.

Ingressos O show Gigantes do Samba começa às 22h. Os portões (virados para o Brasília Shopping) serão abertos uma hora antes, às 21h. Os ingressos já estão sendo comercializados (veja serviço abaixo). A venda e a definição do preço dos bilhetes são de responsabilidade dos organizadores do evento.
O evento terá 100 seguranças privados, 15 brigadistas e dois postos médicos (com uma UTI Móvel) no local. A 5ª Delegacia de Polícia será responsável pelo registro de eventuais ocorrências.
  
Serviço:

Gigantes do Samba
Data: 03/10 (sexta-feira)
Local: Estádio Mané Garrincha – Arena Lounge
Horário: 22h.
Os portões serão abertos às 21h. (Internos: 14 e o 17; Externos H (12/13) e I (14/15) voltados para o Brasília Shopping)

Preços:

Arena
R$ 50,00 (meia)*
Frente Palco Open Bar
R$ 80,00 (meia)*
Backstage Open Bar
R$ 130,00 (meia)*
* Valores dos ingressos referentes à meia entrada

Vendas:

Casa do Cowboy
Zimbrus – 305 sul e Pier 21
Central de Ingressos Brasília Shopping
Lojas Free Corner – 304 sul, Brasília Shopping, Conjunto Nacional
Lojas Bilheteria Digital: Pátio Brasil
Internet: www.bilheteriadigital.com.br
*Obs: no dia do evento será montada uma bilheteria no estacionamento do estádio (virado para o Brasília Shopping),  a partir das 10h.

==> Foto: Divulgação

Começa nesta quarta-feira a Campanha Outubro Rosa

BRASÍLIA (1/10/14) - A campanha Outubro Rosa, que tem o objetivo de mobilizar a sociedade sobre a importância do exame preventivo do câncer de mama, será aberta pelo GDF nesta quarta-feira (1º), às 18h30, no Panteão da Pátria, na Praça dos Três Poderes. 

Na ocasião, será acionada, de forma sincronizada, a iluminação rosa que vai colorir monumentos e prédios públicos como o Congresso, o Palácio do Planalto, o STF, a Catedral e o Palácio do Buriti, entre outros. 

Pouco antes, será aberta a exposição Recomeçar, que traz fotos de mulheres mastectomizadas (que fizeram a operação de retirada do seio). Elas estarão no local para mostrar que é possível superar a doença e levar uma vida normal e feliz. Após discursos de autoridades e anúncio da programação completa da campanha, haverá show musical com Dona Gracinha da Sanfona e Célia Porto. 

Este é o quarto ano consecutivo em que o DF se integra à campanha, realizada anualmente em todo o mundo durante o mês de outubro. Em âmbito local, a organização está a cargo do Grupo de Trabalho (GT) formado por órgãos do GDF, do governo federal, Congresso Nacional e entidades internacionais (ONU e Opas) e da sociedade civil. 

No DF, a intenção é orientar as mulheres a procurar a unidade básica de saúde mais próxima de sua casa ou ainda uma das cinco unidades móveis, conhecidas como Carretas da Mulher, para fazerem mamografias, ecografias e ultrassonografias. 

==> Foto: Divulgação

Pé de Cerrado comemora 15 anos com CD Pé de Moleque

Completando 15 anos de carreira, o Grupo Cultural Pé de Cerrado comemora com vários presentes pra você. Um deles é o lançamento do terceiro CD do grupo, o Pé de Moleque.  Com músicas autorais e algumas de domínio público, o disco é inspirado pelas crianças e feito pensando nelas. O novo trabalho do Pé de Cerrado faz referência à cultura tradicional brasileira para que a nova geração conheça e se reconheça nas nossas raízes artísticas. Em várias faixas, ainda conta com o talento do produtor musical e arranjador Hamilton Pinheiro.

Super brasileiro, alegre e prazeroso, o novo álbum é uma brincadeira cantada que provoca a imaginação e chama pra dança. O CD será apresentado ao público em  espetáculo circo-cênico-musica voltado para a salvaguarda das brincadeiras da cultura popular, com malabaristas, acrobacias e palhaçadas dos parceiros do Circo Teatro Artetude.

A turnê de lançamento visita as Feiras do Distrito Federal, com o apoio do FAC - Fundo de Apoio a Cultura, do Secretaria de Cultura do DF, passando por várias regiões:

·         04 de Outubro, Shopping Popular, 11hs

·         05 de Outubro, Feira do Guara, 16hs

·         11 de Outubro, Feira da Ceilândia, 11hs

·         12 de Outubro, Zoológico, 11hs


MAIS SOBRE O CD PÉ DE MOLEQUE
Faixas:

1-Canções de Palhaço  - Domínio Público
2-Vem Colorir - Bruno Ribeiro e Pablo Ravi
3-Entrada  - O Ovo/Ligerinho - Hermeto Pascoal/Pablo Ravi
4-Mulher Rendeira- Domínio Público
5-Alecrim/Peixe Vivo - Domínio Público
6-Escravos de Jó/Capelinha de Melão - Domínio Público
7- Dona  Ema - Bruno Ribeiro
8- Cataflau Tupi - Domínio Público
9- Cataflau - Domínio Público
10-Aquarela do Cerrado - Pablo Ravi
11-Limoeiro/Samba lelê - Domínio Público
12-Mistério da Manhã - Bruno Berê e Bela Braga
13-Para as Crianças - Pablo Fagundes
14-Soninho - Pablo Fagundes

Ficha Técnica CD

Arranjos: Hamilton Pinheiro  faixas 2,4,5,6,11e13
Arranjo: Fabiano do Nascimento faixa 14
Arranjos:  Pé de Cerrado 1,7,8,9,10,12
Percussão geral: Rafael dos Santos - faixas 2,4,5,6,11e13
Marimba e Percussão geral: Clênio Guimarães - faixas 1,7,8,9,10,12 e 14
Voz e triangulô e violão:Bruno Ribeiro - faixa 7
Baixo e voz: Fernando Rodrigues
Violão de Aço, Nylon, Guitalele, Guitarra semi-acústica e pífano: Bruno Berê
Sanfona e voz: Pablo Ravi
Flautas, pífano, gaitas e voz: Pablo Fagundes

Participação especial
Palhaços Irmãos Saude - Circo Artetude
Ancomárcio Saude
Ruiberdan Saude

Músicos Convidados
Marcio Marinho - Cavaquinho faixa 11
Hamilton Pinheiro – baixo elétrico faixa 13
Paulo Garcia faixa 13 - Percussão Geral
Fabiano do Nascimento – Violão soprano e Violao 7 cordas faixa 14

Gravado no Estudio Sonar - DF
Técnico de gravação e mixagem - Fernando Rodrigues
Produção Executiva - Associação Cultura Candanga
Direção Geral - Pé de Cerrado
Assessoria de Imprensa - Tato Comunicação

==> Foto: Divulgação