Rosberg erra no fim, Hamilton brilha e fica com a pole position em Mônaco

Novamente uma travada de pneus decidiu a pole position do GP de Mônaco de Fórmula 1. Mas, diferentemente do ano passado quando o próprio erro favoreceu Nico Rosberg, dessa vez o alemão jogou fora sua última chance ao perder o ponto de freada na Ste. Devote, nos minutos finais do Q3. Quem agradeceu foi Lewis Hamilton. O bicampeão mundial e atual líder do campeonato já tinha se mostrado difícil de ser batido ao cravar a impressionante marca de 1m15s098. E com o erro do companheiro da Mercedes, o britânico teve o trabalho facilitado. Sebastian Vettel, mais uma vez, colocou a Ferrari em terceiro, com o tempo de 1m15s849.

Como previa Felipe Massa, as ruas do Principado não favorecem o carro da Williams. Enquanto Valtteri Bottas foi eliminado precocemente no Q1, o brasileiro ao menos avançou ao Q2, ficou com o 14º tempo, mas largará em 13º, porque Romain Grosjean precisará cumprir uma punição de cinco posições no grid por ter a caixa de câmbio de sua Lotus trocada. A Sauber é outra escuderia a experimentar dificuldades em Monte Carlo. Felipe Nasr caiu fora no Q1, também ganhou a posição do franco-suíço da Lotus, e partirá de 15º. Seu parceiro Marcus Ericsson ficou com a 18ª colocação.

Q1 - Bottas e Nasr são eliminados

A Mercedes sobrou no Q1. Mesmo com pneus macios, os mais lentos do fim de semana, Rosberg e Hamilton foram os mais rápidos da primeira parte do treino classificatório. A dupla da Ferrari também preferiu poupar os supermacios, mais velozes, porém Vettel passou apenas em 9º e Raikkonen, em 12º. O restante do grid não quis arriscar e usou jogos de supermacios para tentar se garantir no Q2. Quem se destacou foram STR e RBR, que completaram as seis primeiras posições. Massa chegou a figurar na zona de corte, mas se classificou em 13º. Quem não conseguiu o mesmo foi seu companheiro Bottas, que foi eliminado em 17º. Felipe Nasr também não teve a mesma sorte. Com a Sauber visivelmente ficando para trás, o brasileiro ficou em 16º e caiu fora junto com seu parceiro, Ericsson, o 18º. Já as McLarens apresentaram evolução. Button avançou em 9º, e Alonso em 14º.

Avançaram para o Q2: ROS, HAM, VER, KVY, SAI, RIC, PER, BUT, VET, HUL, MAL, RAI, MAS, GRO, ALO
Eliminados no Q1: NAS, BOT, ERIC, STE, MER

Q2 - Massa cai fora; Alonso tem pane

Em um Q2 onde todos os pilotos anotaram tempos com os pneus supermacios, Rosberg voltou a ser o mais veloz, seguido por Hamilton. Só que dessa vez, ambos viram a aproximação das Ferraris de Vettel e Raikkonen. Avançaram também o quarteto STR/RBR, além de Maldonado (Lotus) e Pérez (Force India).

Já Felipe Massa não conseguiu levar a Williams para o Q3, ficando com o 14º tempo, à frente apenas de Alonso, que sofreu uma pane em sua McLaren e ficou a pé quando abria sua volta rápida. Os outros eliminados foram Grosjean (Lotus), Button (McLaren)  e Hulkenberg (Force India).

Avançaram para o Q3: ROS, HAM, VET, RAI, KVY, VER, RIC, SAI, MAL, PER
Eliminados no Q2: GRO, BUT, HUL, MAS, ALO

Q3 - Hamilton brilha, e Nico erra feio

Com a ameaça de chuva, Hamilton e Rosberg foram os primeiros a sair para a pista para o Q3. O britânico abriu os trabalhos com 1m20s611, seguido por Nico, com 1m21s058, tempos ainda altos para a pole. Com isso, Vettel, Pérez e Maldonado chegaram a figurar na ponta. Na segunda tentativa, Hamilton marcou 1m15s304 e assumiu a liderança. Rosberg anotou 1m15s440 e ficou a 0s136 do companheiro.

Como de costume, os pilotos foram para os boxes para colocar novos jogos de pneus para brigar por melhores posições. Em sua última tentativa de volta rápida, Hamilton foi ainda melhor. Cravou 1m15s098 e dificultou a vida de Rosberg. Pressionado, o alemão travou pneus na Ste. Devote novamente e jogou fora sua última chance. Vettel ficou com a terceira posição, seguido por Ricciardo, Kvyat, Raikkonen, Pérez, Sainz, Maldonado e Verstappen.

GRID DE LARGADA


Grid de largada do GP de Mônaco - Fórmula 1 (Foto: Divulgação)


Globoesporte

==> Foto: Reprodução Globoesporte

Espetáculos de dança contemporânea nas estações de metrô e ônibus do DF

Entre os dias 29 de maio e 11 de junho, o projeto “Disseminar Contato - Estação” realizará 28 apresentações de dança contemporânea em estações de ônibus e metrô de diversas regiões administrativas do Distrito Federal. Com a proposta de levantar uma reflexão sobre contato físico nas relações cotidianas, as performances são apresentadas em ambientes de grande circulação como a Rodoviária do Plano Piloto, rodoviárias de Sobradinho e de São Sebastião e em estações de metrô do Guará, de Taguatinga, Ceilândia e de Samambaia.

Sem um roteiro definido, sem recursos cênicos e tendo a estação como palco, três dançarinos inserem no espaço público coreografias instantâneas de Contato Improvisação, criando um insólito “lugar de intimidade” e a possibilidade de modificar a percepção habitual do corpo e do espaço. Cada performance tem 40 minutos de duração. O objetivo do projeto é formar público para a dança contemporânea e democratizar o acesso às manifestações artísticas.

Concebido e dirigido pelo coreógrafo e dançarino Camillo Vacalebre, o projeto é realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura da Secretaria de Cultura do Distrito Federal. As performances contam, ainda, com a participação dos bailarinos Rosa Schramm  e André Kainan. 

Contato Improvisação - Criado no início dos anos 1970, nos EUA, o Contato Improvisação surgiu a partir de uma pesquisa artística sobre o movimento, a força de gravidade e o contato físico, articulando elementos de práticas corporais diversas. O dançarino e coreógrafo Steve Paxton originou uma forma revolucionaria de dança que implica em um diálogo físico com outras pessoas.

Trata-se de uma técnica de dança em que as superfícies de contato físico fornecem o ponto de partida para a exploração através da improvisação do movimento e já é uma das vertentes mais conhecidas e mais características da dança contemporânea. O Contato Improvisação propõe uma dança de ações e reações contínuas proporcionadas pelo contato físico, que respondem à lógica da eficiência biomecânica e da fluidez de um diálogo baseado na transferência de peso e equilíbrio entre dançarinos, sem intenções representativas ou dramatúrgicas. 

SERVIÇO: 
Disseminar Contato – Estação
De 29 de maio a 11 de junho de 2015
Programação Completa:  http://www.disseminarcontato.com 
Entrada Franca

==> Foto: André Carvalheira

LEÓN FERRARI – RESISTÊNCIAS E TRANSGRESSÕES

Provocador, original, inventivo. O argentino León Ferrari foi um dos artistas que mais herdou o espírito transgressor e resistente das vanguardas do século XX. Agora, um pouco da obra deste que é considerado um dos maiores nomes das artes plásticas contemporâneas (Ferrari foi apontado pelo jornal The New York Times como um dos cinco artistas mais provocadores e mais importantes do mundo) estará ao alcance do espectador brasiliense na Galeria 2 do Centro Cultural Banco do Brasil. A exposição LEÓN FERRARI – RESISTÊNCIAS E TRANSGRESSÕES poderá ser vista até dia 13 de julho, sempre de quarta a segunda-feira, das 9h às 21h. Entrada franca.

A exposição é uma realização da Embaixada da República Argentina no Brasil, com apoio do CCBB Brasília. A ideia é abrir as comemorações pela Data Nacional da Argentina, celebrada no dia 25 de maio, quando se recorda a Revolução de Maio de 1810.

A EXPOSIÇÃO

Difícil permanecer indiferente à obra de Ferrari, falecido em 2013, aos 92 anos de idade. Seus trabalhos sempre investiram contra as diversas formas de repressão à liberdade e se posicionaram, de maneira crítica e irônica, diante da alienação da sociedade contemporânea, da guerra e da intolerância.

A exposição LEÓN FERRARI – RESISTÊNCIAS E TRANSGRESSÕES traz um recorte da obra do artista que sempre colocou em xeque o papel do Estado e da Igreja. Estarão expostas 52 obras produzidas entre os anos de 1976 e 1984, período em que, fugindo da ditadura militar na Argentina, Ferrari viveu em São Paulo. Segundo diversos testemunhos de artistas, sua passagem enriqueceu as artes plásticas brasileiras.

Ao chegar ao País, León Ferrari ligou-se a um grupo de artistas que o instigou à experimentação de novos modos de fazer arte: desde desenhar com materiais convencionais, como nanquim, grafite, crayon, canetas esferográficas, tinteiro e carimbo até utilizar modos de impressão em heliografia, serigrafia, fotocópia, microficha, videotexto e offset.

Neste grande ensaio de linguagens artísticas, ele retoma experiências conceituais iniciadas na década de 1960, com esculturas em arame, escrituras indecifráveis que criam novas propostas para linguagens tradicionais como o desenho e a gravura, plantas arquitetônicas e várias outras propostas. Em comum, a reelaboração intelectual na busca da construção de um novo sentido para a imagem, diferente do original.

EXPOSIÇÃO LEÓN FERRARI – RESISTÊNCIAS E TRANSGRESSÕES
Local: Galeria 2 do Centro Cultural Banco do Brasil em Brasília
Data: Até 13 de julho de 2015
Horários: de quarta a segunda-feira, das 9h às 21h
ENTRADA FRANCA
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 18 anos 

==> Foto: Rômulo Fialdini

Exposição “Obra Rara” - Até dia 30 de maio

A Galeria de Arte do Templo da Boa Vontade (TBV) recebe até o dia 30 de maio, sábado, a exposição de artes visuais “Obra Rara”. Ao todo são 13 artistas brasileiros radicados no Distrito Federal, que envolvem os visitantes utilizando pintura em guarda-chuvas, guarda-sóis e sombrinhas. 

Explorar estes objetos como obras de arte foi um desafio que cada artista idealizou de acordo com a sua imaginação. “Nosso propósito é sair dos convencionais quadros, esculturas, desenhos, xilogravuras, etc. É um desafio encarado com criatividade, matéria prima da arte. Quem vier verá um mostruário como jamais viu” explicam os idealizadores Toninho de Souza e Marta Jabuonski. 

A mostra possui mais de 40 trabalhos e conta com a participação de Alda Carvalho, Alvimar Geraldo, Angélica Bittencourt, Ângela Brito, Ariene Saabor, Daniela Nunes, Élton Skartazini, Francisco Alves, Gilson Filho, J. Vicente, Maria, Marta Jabuonski e Toninho de Souza. 

SERVIÇO
Exposição “Obra Rara”
Local: Galeria de Arte do Templo da Boa Vontade
Endereço: SGAS 915, lotes 75/76, Asa Sul – Brasília.
Visitação: Até dia 30 de maio
Horário: diariamente de 8h às 20 horas
Entrada: Franca
Classificação: Livre
Informações: (61) 3114-1070

==> Foto: Divulgação

Brasil passa por Porto Rico e conquista segunda vitória no Pan-Americano de Handebol

Havana (Cuba) - O Brasil conquistou a segunda vitória no Pan-Americano de Handebol ao superar a equipe de Porto Rico, por 35 a 15 (16 a 7 no primeiro tempo), na Sala Polivalente Kid Chocolate, em Havana, Cuba. Já mais entrosadas, as brasileiras souberam explorar com tranquilidade os espaços dados pelas adversárias e marcaram com força no meio, dificultando os arremessos de longa distância de Porto Rico.

A Seleção começou o confronto com o ritmo muito forte e abriu 8 a 1 no placar com dez minutos de jogo. No decorrer da partida, porém, Porto Rico mudou o sistema de marcação e dificultou as ações do Brasil. Mesmo assim, com troca de bolas rápidas, sempre procurando as pontas, as brasileiras ampliaram o placar e fecharam o primeiro tempo com 16 a 7 no marcador.

Na segunda etapa, a Seleção voltou com o ritmo ainda mais forte e Porto Rico pouco pôde fazer. Com uma muralha na frente da área, as meninas recuperavam a bola e exploravam bastante os contra-ataques puxados por Jéssica Quintino e Célia Coppi, destaques da partida com, respectivamente, dez e seis gols. Ao final, o placar ficou em 35 a 15 para o Brasil.

Para o técnico do Brasil, Morten Soubak, a equipe teve grande melhora nas jogadas de contra-ataque. "No geral, tivemos um bom avanço em relação à última partida. Os contra-ataques, que não encaixaram conta os Estados Unidos, foram eficientes hoje. Porém, ainda precisamos melhorar em algumas posições defensivas. Acredito que no decorrer da competição vamos melhorar ainda mais", afirmou.

A ponta direita Jéssica Quintino seguiu a mesma linha do treinador. "Treinamos poucas vezes no Brasil e nenhuma vez aqui em Cuba. Estamos aproveitando que o nosso grupo não é muito forte para ficarmos mais entrosadas. Conseguimos melhorar na defesa, ataque, fundamentos técnicos em geral e tivemos menos erros. A intenção é ir melhorando jogo a jogo para chegarmos fortes nas finais", disse.

O próximo adversário da Seleção Feminina no Pan-Americano de Handebol será a equipe da Groenlândia, às 10h (horário de Brasília) de sábado (22), na Sala Polivalente Kid Chocolate, em Havana.

Programação

21/05 (quinta-feira)
Venezuela 25 x 25 Porto Rico
Paraguai 25 x 18 Groenlândia
Brasil 28 x 14 Estados Unidos
Uruguai 29 x 27 Chile
Argentina 23 x 24 Cuba
México 34 x 15 Guatemala

22/05 (sexta-feira)
Groenlândia 26 x 26 Venezuela
Estados Unidos 24 x 25 Paraguai
México 30 x 24 Chile
Porto Rico 15 x 35 Brasil
18h00 - Argentina x Guatemala
20h00 - Cuba x Uruguai

23/05 (sábado)
10h00 - Brasil x Groenlândia
12h00 - Paraguai x Venezuela
14h00 - Estados Unidos x Porto Rico
16h00 - Argentina x Chile
18h00 - Uruguai x México
20h00 - Cuba x Guatemala

24/05 (domingo)
10h00 - Paraguai x Porto Rico
12h00 - Groenlândia x Estados Unidos
14h00 - México x Argentina
16h00 - Venezuela x Brasil
18h00 - Uruguai x Guatemala
20h00 - Chile x Cuba

25/05 (segunda-feira)
10h00 - Porto Rico x Groenlândia
12h00 - Venezuela x Estados Unidos
14h00 - Brasil x Paraguai
16h00 - Argentina x Uruguai
18h00 - Guatemala x Chile
20h00 - México x Cuba

Seleção Brasileira Feminina

Goleiras: Jacqueline Oliveira Santana (Toulon - França) e Jéssica Silva de Oliveira (AAU/Handebol Concórdia - SC)

Centrais: Francielle Gomes da Rocha (Hyppo Nö - Áustria) e Gabriela Pessoa Constantino (EC Pinheiros - SP)

Armadoras: Adriana do Nascimento Lima (MKS Zaglebier Lubin - Polônia), Amanda Claudino de Andrade (AAU/Handebol Concórdia - SC), Jaqueline Anastácio (Ringkobing Handbold - Dinamarca), Karoline Helena de Souza (Nykobing F. Handboldklub - Dinamarca) e Vitória dos Santos de Macedo (FAB/Vila Olímpica - RJ)

Pontas: Célia Janete Costa Coppi (Metodista/São Bernardo - SP), Jéssica da Silva Quintino (MKS Selgros Lublin - Polônia), Larissa Fais Munhoz Araujo (Apahand/UCS/Caxias - RS) e Samira Pereira da Silva Rocha (OGC Nice - França)

Pivôs: Daniela de Oliveira Piedade (Siofok KC - Hungria), Fabiana Carvalho Carneiro Diniz (Nantes Loire Atlantique - França) e Tamires Morena Lima de Arauho (Gyori Audi ETO - Hungria)

==> Foto: Wander Roberto / Photo&Grafia

Villa Mix anima capital com Festa dos Solteiros

Solteiro ou namorando, a semana promete ser animada para quem está apaixonado pela música sertaneja! O público brasiliense vai poder curtir os cantores Henrique & Ruan e Cleber & Cauan na Villa Mix Brasília, sábado, (30) de maio, na Festa dos Solteiros.

Henrique & Ruan promete animar a noite com o melhor do sertanejo universitário e moda de viola, além dos sucessos “Então Dance” e “Um Love Só”. Cleber & Cauan trazem em seu repertório as músicas “Preferência” e “Deixa eu pensar”.

Henrique e Ruan iniciaram a parceria na música há 17 anos em Araxá, interior de Minas Gerais. Atualmente, a dupla vem se consolidando cada vez mais no cenário nacional. Na internet, o clipe da música “Então dance”, sucesso do novo disco, já possui cerca de 700 mil visualizações no canal oficial no YouTube. A dupla promete animar a noite com sucessos já conhecidos pelo público como: “Então Dance”, “Zoar e beber”, “1:15 da manhã”, “Dom Ruan”, e “Um Love Só”.

Talentosos desde crianças, Cleber & Cauan, também animam a noite da casa. Nascidos no interior de Goiás, na cidade de Ceres, os cantores são amigos desde a infância e começaram a parceria em 2010. Queridos pelo público, já conquistaram o Brasil com músicas e clipes animados e extrovertidos, como ‘’Mel Nesse Trem’’ que atingiu cerca de 20 milhões de visualizações, o que tornou a dupla conhecida nacionalmente e ‘’Só que não’’ com mais de quatro milhões de acessos na internet.  

No segundo semestre de 2014, lançaram a canção intitulada ‘’Preferência’’, música de trabalho da dupla, que vem sendo tocada em várias rádios do Brasil.

Serviço
O que: A Festas dos Solteiros com Henrique & Ruan e Cleber & Cauan
Onde: Villa Mix Brasília - SHTN Trecho 2 Conjunto 5 - Vila Planalto – Brasília - DF
Quando: Dia 30 de maio de 2015, sábado, a partir das 22h30.
Classificação indicativa: 18 anos
Tem: Acessibilidade, Ar-condicionado.

Ingressos:
(Homem) R$ 40,00 Até 0:30hs Frente Palco
(Mulher) R$ VIP Até 0:30hs Frente Palco
(Homem) R$ 60,00 Até 0:30hs Camarote
(Mulher) R$ 30,00 Até 0:30hs Camarote
Compre seu ingresso: Vendas antecipadas na KoniStore 209 Sul, 109 Norte e QI 11 Lago Sul

Restrições do evento:
• Proibida a entrada de menores de 18 anos, obrigatória a apresentação de documento de identificação RG ou CNH, original, com foto recente de no máximo dez anos para entrada na casa.
• Proibida a entrada de boné, gorro, moletom de capuz, toca, regata, mochila, correntes, arguile, chinelo.
• Para pagamentos com cartão de crédito ou débito é obrigatória a apresentação do documento de identidade original e a utilização do mesmo é autorizada somente para o titular do cartão.

Reservas de camarotes e mais Informações: (61) 3326-9796

==> Foto: Divulgação

Brasil garante mais duas finais na Copa do Mundo de Ginástica Artística de Anadia

Os quatro brasileiros que estão participando da Copa do Mundo de Ginástica Artística de Anadia, em Portugal, conquistaram vaga em finais da competição. Nesta sexta-feira (22), Caio Souza garantiu um lugar nas paralelas e Francisco Barretto Júnior na barra fixa. Ontem, no primeiro dia de classificatórias, Caio, Lucas Bitencourt e Petrix Barbosa já haviam se classificado para outras quatro decisões - Caio no solo, Lucas no cavalo com alças e nas argolas e Petrix no cavalo com alças. As provas que valem medalhas serão neste sábado (23) e domingo (24), das 11h às 13h45 (horário de Brasília), com transmissão dos canais SporTV.

No salto, Caio foi o décimo, com 14,375 pontos. Na barra fixa, Francisco ficou em sétimo, com a nota de 14,000. Petrix, com 13,500, foi o 16°. Nas paralelas, a classificação foi de Caio, já que o brasileiro ficou em quinto, com 14,800. Francisco teve pontuação de 14,300, o que o deixou em 12°.

Caio, que também disputa a final de solo, está satisfeito com o desempenho dos dois primeiros dias de competição. "No solo não fiz a minha melhor série, mesmo assim consegui. Nas paralelas poderia ter feito melhor, mas foi dentro do esperado. Já no salto, infelizmente, não consegui saltar bem, mas estava fazendo um salto relativamente novo, um tsukahara com tripla pirueta. Mas estou muito feliz por ter me classificado para essas duas finais. Espero poder fazer aquilo que estou treinando e conseguir o resultado que busco, que é fazer uma boa competição", constatou o ginasta, um dos principais nomes brasileiros no Individual Geral.

Delegação brasileira

Ginastas: Caio Souza, Francisco Barretto Júnior, Lucas Bitencourt e Petrix Barbosa
Técnicos: Cristiano Albino, Fernando Lopes e Renato Araújo
Fisioterapeuta: Maria Eugênia Ortiz
Árbitro: Daniel Felipe Biscalchin

Programação
Horário de Brasília

Sábado (23)
11h às 13h45: finais solo (Caio), cavalo com alças (Lucas e Petrix) e argolas (Lucas)

Domingo (24)
11h às 13h45: salto, paralelas (Caio) e barra fixa (Francisco)

==> Foto: Ricardo Bufolin / CBG

Cantor e compositor Arnaldo Costa no encerramento da exposição Bike Pier

O cantor e compositor Arnaldo Costa é mais uma das atrações musicais confirmadas para o encerramento da exposição BikePier, que está acontecendo desde o dia 18 no Pier 21. O encerramento, que acontece no sábado 23, contará com diversas atrações, além da presença dos próprios atletas concedendo autógrafos para os fãs do esporte.

O Shopping Pier 21 está recebendo, do dia 18 a 23 de maio, uma bela exposição em homenagem aos ciclistas campeões de Brasília. O BikePier traz fotos de algumas das personalidades do mundo da bicicleta, filhos de Brasília, que fizeram história no mundo, para incentivar centenas de pessoas a aderir à bike como opção de esporte e lazer. A exposição acontece de 12h as 22h, no corredor do Cinemark, em frente ao Yogoberry.

Dentre os esportistas homenageados da exposição estão Rodrigo Mello, campeão brasileiro de ciclismo; Marconi Ribeiro, campeão panamericano de MTB; Abraão Azevedo, tri campeão CapeEpic Africa do Sul Mountain bike; Kenny Souza,  campeão brasileiro Ironman 70.3; Marcos Bittes, campeão brasiliense de Bicicross e Leandro Macedo, triatleta campeão mundial.

Os ciclistas ainda foram convidados para participar do encerramento no sábado, dia 23, onde participarão de um bate-papo e receberão fãs para fotos e autógrafos.

O sábado, encerramento da exposição, contará com um evento especial com programação a partir de 12h. Além da presença dos atletas, haverá bikefoods, apresentação musical do saxofonista João Filho, desafio do equilíbrio, duelo radical (BMX) e o cantor Arnaldo Costa encerrando o evento às 17h30. 

Sobre as atrações

Bikefoods
Uma nova tendência na economia criativa traz a bike como estilo de vida para o mundo. Alguns pequenos empreendedores mostrarão suas Bikefoods, onde expõem produtos para comércio.

Apresentação de manobras radicais
Veremos o atleta Márcio Escudeiro desafiar as leis da gravidade com sua bicicleta de BMX, além de um duelo, também de BMX entre dois atletas pelos corredores do Pier 21, onde descerão as escadarias da administração até o estacionamento.

Apresentação Bike em equilíbrio
Durante 45 minutos, dois ciclistas irão desafiar o equilíbrio pedalando em um equipamento inovador e específico para ciclistas experientes.

Apresentação Meia Boca Band
O músico João Filho, que ganhou a atenção de Stevie Wonder, fará um show acústico com seu saxofone.

Show com Arnaldo Costa
O jovem cantor e compositor Arnaldo Costa começou aprendendo guitarra para uma apresentação na escola, se apaixonou pela música e entrou para sua primeira banda em 1999. Desde então, vem aprimorando seu estilo e compondo músicas próprias. Arnaldo Costa tem influencia internacional de artistas como John Mayer e Dave Matthews Band. 

Serviço:

BikePier
Programação dia 23: 12h – Abertura com os Bikefoods
13h – Apresentação musical com sax – João Filho
16h – Desafio do equilíbrio
17h – Duelo radical (BMX)
17h30 – Arnaldo Batista 
Onde: Setor de Clubes Esportivo Sul, Trecho 2, Lote 32
Mais Informações: (61) 3251-2121

==> Foto: Divulgação

Chandra Lacombe comemora 50 anos com show no Teatro Brasília

No próximo dia 24 de maio o Teatro Brasília recebe show do músico Chandra Lacombe e a banda Fusão Divina, em apresentação única. Especialista em Kalimba, instrumento musical de origem africana tocado com os dedos e conhecido como piano de mão, o brasiliense que ganhou o mundo apresenta uma combinação entre a musicoterapia, apoiada na tradição indiana da espiritualidade, ritmos brasileiros e a world music. 

Chandra Lacombe sempre buscou a musicalidade na natureza e na simplicidade. Na infância gravava o barulho da água do chuveiro para apreciar a sonoridade. Na adolescência, foi atraído pela percussão das escolas de samba do Rio de Janeiro e como percussionista participou de diversas bandas de samba e iniciou aí seu processo de fusão de ritmos folclóricos, com mantras e músicas instrumentais. Mas foi na kalimba que encontrou seu instrumento e seu ritmo. Originalmente tocado com os polegares, Chandra Lacombe desenvolveu sua própria técnica tocando o instrumento com os dedos médios para explorar novas texturas harmônicas. Chandra já levou sua música a diversos países da Europa e América Latina.

No show do dia 24, no Teatro Brasília, o músico apresenta seu quinto álbum, o Carruagem. Os arranjos do trabalho mostram uma nova fase, em que as principais influências sonoras se unem ao suingue do baião, funk, reggae e ritmos africanos. 

O show ocorre no domingo, dia 24 de maio, às 18h, no Teatro Brasília. Os ingressos custam R$ 90 e R$ 45 a meia entrada e estão à venda na bilheteria do Teatro, aberta de terça à sábado das 13h às 19h, e no site ingresso.com.

Serviço
Chandra Lacombe
Teatro Brasília - SHTN Trecho 1,Conj. 1B, Bl. C vizinho ao Palácio da Alvorada
Dia 24/5 às 18h
Ingressos: R$ 90 e R$ 45 a meia entrada. 

==> Foto: Divulgação

FREVOTRON com DJ DOLORES, MAESTRO SPOK E YURI QUEIROGA NA CAIXA CULTURAL BRASÍLIA

É preciso uma boa dose de coragem e ousadia para mexer num patrimônio nacional como o frevo. Pois os músicos DJ Dolores, Maestro Spok e Yuri Queiroga encararam o desafio de estudar a anatomia do gênero, desconstruí-lo e recontextualizá-lo para além das fronteiras da tradição. O resultado pode ser conferido no show Frevotron, que o trio apresenta na CAIXA Cultural Brasília nos dias 23 e 24 de maio (sábado e domingo). A experimentação musical proposta pelos artistas é a base deste show que traz uma inusitada renovação do ritmo para os palcos.

Líder da Spok Frevo Orquestra, o Maestro Spok tem atuado na renovação do frevo com sucesso nacional e internacional. Hoje um dos artistas mais respeitados de Pernambuco, ele atua, desde os anos 1990, nas bandas de artistas brasileiros como Fagner, Alceu Valença, Antônio Carlos Nóbrega, Elba Ramalho, Naná Vasconcelos e Sivuca. No FrevotronMaestro Spok contribui com o ritmo acelerado e contangiante dos saxofones.

DJ Dolores atua profissionalmente como músico e produtor desde 1997, lançando álbuns reconhecidos por resgatar ritmos tradicionais e apresentá-los a um novo público. Fundador da Orchestra Santa Massa, criou outros projetos como Aparelhagem e Blind Date, este último com o percussionista Naná Vasconcellos. Fez grandes turnês pela Europa e América do Norte e atuou na produção de trilhas sonoras de filmes, entre eles Tatuagem (2013), pelo qual foi recentemente premiado no Festival de Cinema de Gramado.

O multi-instrumentista Yuri Queiroga integra diversas bandas e projetos. Como produtor, conquistou um Grammy por Qual o assunto que mais lhe Interessa? (2007), 25º disco de Elba Ramalho. Como guitarrista, atua na banda de Tibério Azul, cujo primeiro álbum de estúdio, Bandarra (2011), rendeu um convite para abrir o show de Los Hermanos no Abril Pro Rock 2012. Com o DJ Dolores, forma o duo Stank, que empolga milhares de pessoas desde a sua primeira apresentação, na edição 2012 do Festival Rec-Beat. 

Serviço:
Frevotron
Local: CAIXA Cultural Brasília | SBS, Quadra 04, lotes 3/4, anexo ao edifício Matriz da CAIXA
Dias: 23 e 24 de maio
Hora: sábado, às 20h. Domingo, às 19h
Classificação Indicativa: não recomendado para menores de 12 anos
Duração: 75 minutos
Lotação: 406 lugares (oito para cadeirantes)
Ingressos: à venda a partir de 16 de maio | R$ 20 e R$ 10 (meia)
Meia-entrada: estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de 1 kg de alimento não perecível.
Acesso para pessoas com deficiência
Informações: (61) 3206-9448/ 3206-6456  

==> Foto: Beto Figueiroa

Belfort fica com níveis de testosterona acima de Weidman em testes pré-luta

O fim da isenção para uso da terapia de reposição de testosterona (TRT) significava, teoricamente, que Vitor Belfort teria níveis de testosterona inferiores aos de lutadores mais jovens, devido à sua idade (38 anos). Contudo, os exames antidoping surpresa realizados pela Comissão Atlética de Nevada (NAC) antes da luta entre o brasileiro e Chris Weidman pelo UFC 187 tiveram resultados surpreendentes: o "velho leão" aparece com níveis mais altos que o campeão dos pesos-médios, oito anos mais novo, tanto de testosterona, quanto na taxa de testosterona-epitestosterona.

Belfort está dentro dos níveis permitidos pela NAC e seus resultados, dos quais o Combate.com obteve cópias junto à entidade, foram negativos para substâncias proibidas. Na maioria dos exames solicitados pela comissão, o brasileiro aparece com níveis inferiores ao de Weidman. Curiosamente, porém, aparece acima em testosterona. Ambos se submeteram duas vezes a testes surpresa fora do período de competição desde que foram escalados para se enfrentarem no UFC 187, sendo dois exames de sangue e um de urina em cada um. Um dos exames foi somente para níveis de hormônio do crescimento (GH), e ambos estiveram dentro do limite permitido. Os outros dois buscaram agentes anabólicos, hormônios peptídicos, beta-agonistas, moduladores metabólicos e hormonais, diuréticos e outros agentes mascarantes.

No dia 16 de março, Belfort foi testado e apontou 12 nanogramas por mililitro (ng/mL) de testosterona no organismo, além de um nível de testosterona-epitestosterona (T/E) de 1,7 - a taxa máxima permitida pela NAC é de 6/1. Weidman foi testado em 30 de março, e teve 3,7 ng/mL de testosterona e uma taxa T/E de 0,13. O americano passou pelo mesmo exame novamente em 27 de abril, e apareceu com nível idêntico de testosterona, e uma taxa T/E de 0,092. O brasileiro foi examinado no dia seguinte, e apresentou 5 ng/mL de testosterona e taxa de T/E de 1,5.

Ao saber dos resultados, Chris Weidman ficou bastante surpreso e levantou suspeitas.

- Sério? Então eu tenho 30 anos de idade e ele tem quanto, 38? Resultados de exames variam. (...) Que se d*** a taxa de T/E, como você passa de 5ng/mL a 12 ng/mL? Como passa de ter baixa testosterona a isso? Isso é loucura. Não estou preocupado, de qualquer forma eu tenho que bater nele. Mas é engraçado, é uma grande descoberta - afirmou Weidman durante o "Media Day" do UFC 187.

Vitor Belfort, por sua vez, não se mostrou preocupado em saber os níveis de testosterona que seus exames apontaram.

- Meus exames estão perfeitos. Pra te falar a verdade, quem faz os exames é a comissão atlética. O meu deu certo, o dele deu certo e estamos aqui. O meu problema, o hipogonadismo, são glândulas que não produzem, não vai mudar nada o que eu comer ou fizer. Quando você fazia o tratamento, ficava com os níveis normais. Hoje em dia, eu não estou preocupado com isso, estou focado no que eu tenho controle - afirmou o lutador brasileiro, que usou o TRT entre 2011 e 2014 sob a prerrogativa de que sofria de hipogonadismo e precisava equilibrar seus níveis de testosterona.

O canal Combate transmite o UFC 187 ao vivo, direto de Las Vegas, neste sábado a partir das 19h (horário de Brasília), com acesso também pelo aplicativo Combate Play. O Combate.com acompanha o evento com Tempo Real e transmissão das duas primeiras lutas a partir do mesmo horário. Na sexta-feira, canal e site transmitem a pesagem oficial do evento a partir das 19h45m. Durante todo o evento será possível participar do Tempo Real que esquentará o clima para as disputas de cinturão. Basta enviar uma mensagem no Twitter com a hashtag #CombatenoUFC187.

UFC 187
23 de maio, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL
Peso-meio-pesado: Daniel Cormier  x Anthony Johnson
Peso-médio: Chris Weidman x Vitor Belfort
Peso-leve: Donald Cerrone x John Makdessi
Peso-pesado: Travis Browne x Andrei Arlovski
Peso-mosca: Joseph Benavidez x John Moraga

CARD PRELIMINAR
Peso-mosca: John Dodson x Zach Makovsky
Peso-meio-médio: Josh Burkman x Dong Hyun Kim
Peso-médio: Uriah Hall x Rafael Sapo
Peso-palha: Rose Namajunas x Nina Ansaroff
Peso-meio-médio: Mike Pyle x Colby Covington
Peso-leve: Leo Kuntz x Islam Makhachev
Peso-mosca: Josh Sampo x Justin Scoggins

Globoesporte

==> Foto: Evelyn Rodrigues

Detran controla trânsito no Taguaparque durante festa de Pentecostes

De sexta-feira (22) a domingo (24), a festa de Pentecostes, organizada pela Paróquia São Pedro, ocorre no Taguaparque, em Taguatinga. Para facilitar o tráfego de veículos e pessoas, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) controlará algumas vias da região durante o fim de semana. Nos dois primeiros dias, a programação começa às 19 horas e termina às 22 horas; no último, vai das 16 às 19 horas. O evento teve início na paróquia em 17 de maio.

A pista principal do parque, que passa em frente à administração do local e desce para a Colônia Agrícola Samambaia, estará fechada para a circulação de carros a partir das 10 horas de sexta e sábado. No domingo, a interdição começa uma hora mais cedo. As outras seis vias de acesso ao Taguaparque funcionarão normalmente.

Em relação ao ano passado, o estacionamento para ônibus particulares ficou maior — a capacidade passou de 150 para aproximadamente 250 coletivos. O local terá acessos diferentes para entrada e saída dos veículos. Haverá ainda dois estacionamentos para o público: o primeiro com entrada pela via que desce para a Colônia Agrícola Samambaia, e o segundo pelo Pistão Norte, próximo à QND 26. De acordo com o Detran, os dois espaços somam cerca de 20 mil vagas.

O órgão de trânsito recomenda que os fiéis utilizem transporte público e ressalta que nenhum condutor poderá estacionar nos acostamentos ou no canteiro central, sob pena de terem os veículos guinchados.

Encerramento 
Ao fim do evento, a pista principal do Taguaparque será aberta nos dois sentidos. Nas outras seis vias, será permitido tráfego apenas para saída do local, com exceção das pistas que vão para as Ruas 8 e 10 de Vicente Pires.

Os semáforos da região, de Taguatinga Centro e da Comercial Norte até o Taguacenter, na Avenida Hélio Prates, vão permanecer abertos por mais tempo a fim de favorecer a dispersão do fluxo. Além disso, técnicos da área de engenharia do Detran estarão presentes para o caso de necessidade de intervenções manuais nos equipamentos.

Mobilidade 
A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) seguirá o horário normal de funcionamento — de segunda-feira a sábado, das 6 horas às 23h30, e aos domingos e feriados, das 7 às 19 horas.

O Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), por sua vez, autorizou as cinco empresas de ônibus que operam em Brasília — Pioneira, Piracicabana, Urbi, Marechal e São José — a reforçarem suas linhas, de acordo com a demanda, para atender quem for participar da comemoração. No caso das três primeiras, os veículos terão como destino a Rodoviária do Plano Piloto, onde deverá ser feita a integração para Taguatinga. As duas últimas, que circulam na região, também poderão colocar veículos extras para rodar.

Operação 
O Detran disporá de 60 auditores, 25 viaturas, dois guinchos, duas empilhadeiras, uma aeronave e uma equipe da Unidade de Operação e Logística de Policiamento e Fiscalização de Trânsito. A Polícia Militar do DF levará 750 policiais e 65 viaturas para o evento. Haverá também agentes à paisana.

Leia também:

Agência Brasília

==> Foto: Divulgação/ PSP

Brasil estreia no Pan-Americano de Handebol com vitória sobre os EUA

Havana (Cuba) - O Brasil estreou nesta quinta-feira (21) no Pan-Americano de Handebol de Havana com pé direito. Mesmo cansadas depois da viagem de 12 horas entre São Paulo e Havana, com escala no Panamá, no dia anterior, as meninas superaram com tranquilidade as americanas, por 28 a 14 (12 a 9 no primeiro tempo), na Sala Polivalente Kid Chocolate, em Havana.

O Brasil começou a partida com a defesa muito bem postada e abriu 6 a 0 em oito minutos de partida. Com boa vantagem no placar, o técnico Morten Soubak trocou muitas atletas para dar ritmo de jogo ao grupo. Após as substituições, porém, as americanas souberam jogar no erro do Brasil e encostaram no placar. Ainda assim, as brasileiras contaram com a boa atuação da jovem central Gabriela Constantino e fechou o primeiro tempo em 12 a 9.

Na segunda etapa, a Seleção voltou mais atenta e ficou novamente por um longo período de tempo sem tomar gol, abrindo o marcador para 17 a 9. Mais calmas e explorando bastante as jogadas pelas pontas, as brasileiras mantiveram o bom ritmo e fecharam a partida em 28 a 14.

Treinador do Brasil, o dinamarquês Morten Soubak, se mostrou satisfeito com a vitória, mas ainda citou a falta de entrosamento para a equipe. "Esse jogo era o de estreia para muitas jogadoras no adulto e elas sentiram um pouco. No segundo tempo, as meninas se soltaram e conseguiram administrar o placar. Como treinamos pouco com esse time, foi um bom jogo, mas precisamos melhorar muito nos próximos", afirmou.

A experiente pivô Dani Piedade também sentiu o pouco tempo de treino. "Sofremos um pouco com a falta de entrosamento e batemos cabeça em alguns momentos. Estávamos muito bem no começo do jogo e, infelizmente, deixamos elas encostarem no placar. Mas na segunda etapa conseguimos nos impor pelo melhor preparo físico e levamos o jogo. Agora é corrigir esses erros no próximo confronto", analisou.

O Brasil volta à quadra pelo Pan-Americano de Handebol, às 16h (horário de Brasília) de sexta-feira (22), contra Porto Rico, na Sala Polivalente Kid Chocolate, em Havana.

Resultados desta quinta-feira

Venezuela 25 x 25 Porto Rico
Paraguai 25 x 18 Groenlândia
Brasil 28 x 14 Estados Unidos

Próximos Jogos do Brasil

22/05
15h (16h em Brasília)
Brasil x Porto Rico

23/05
9h (10h em Brasília)
Brasil x Groenlândia

24/05
15h (16h em Brasília)
Brasil x Venezuela

25/05
13h (14h em Brasília)
Brasil x Paraguai

Seleção Brasileira Feminina

Goleiras: Jacqueline Oliveira Santana (Toulon - França) e Jéssica Silva de Oliveira (AAU/Handebol Concórdia - SC)

Centrais: Francielle Gomes da Rocha (Hyppo NÖ - Áustria) e Grabriela Pessoa Constantino (EC Pinheiros - SP)

Armadoras: Adriana do Nascimento Lima (MKS Zaglebier Lubin - Polônia), Amanda Claudino de Andrade (AAU/Handebol Concórdia - SC), Jaqueline Anastácio (Ringkobing Handbold - Dinamarca), Karoline Helena de Souza (Nykobing F. Handboldklub - Dinamarca) e Vitória dos Santos de Macedo (FAB/Vila Olímpica - RJ)

Pontas: Célia Janete Costa Coppi (Metodista/São Bernardo - SP), Jéssica da Silva Quintino (MKS Selgros Lublin - Polônia), Larissa Fais Munhoz Araujo (Apahand/UCS/Caxias - RS) e Samira Pereira da Silva Rocha (OGC Nice - França)

Pivôs: Daniela de Oliveira Piedade (Siokof KC - Hungria), Fabiana Carvalho Carneiro Diniz (Nantes Loire Atlantique - França) e Tamires Morena Lima de Arauho (Gyori Audi ETO - Hungria)

==> Foto: Wander Roberto / Photo&Grafia