Neguinho da Beija Flor e Marquynhos SP, encerram o Carnaval dos Amigos

Ainda não é carnaval, porém, em Goiânia a festa começa mais cedo e em grande estilo no dia 3 de fevereiro (sábado). O samba de Marquynhos SP vai se juntar ao de Neguinho da Beija Flor – ícone do Rio de Janeiro –, e da festa mais esperada do ano para os foliões. O evento acontece no Parque Vaca Brava, no encontro dos trios elétricos do Carnaval do Amigos. Os artistas se apresentarão no palco principal a partir das 18h.

O Parque Vaca Brava será todo revitalizado para a festa, a estimativa é de um público de mais de 30 mil pessoas. A folia encerra mais um ano do Carnaval dos Amigos e o encontro dos trios elétricos no local.

Artistas
No repertório, o cantor e compositor Neguinho da Beija Flor, que é a voz oficial da Beija-Flor de Nilópolis há 42 anos, vai apresentar, além de obras conhecidas, como “Ângela”, “Bem melhor que você” e “A Deusa da Passarela”, sambas inéditos deu sua autoria.

Já Marquynhos SP, nome bastante representativo do samba em Goiás, vai além de percorrer o Brasil com shows e turnês. Foi na capital goiana que participou durante um bom período do grupo Quero Mais. Hoje, mais maduro e preparado, optou por carreira solo para realizar seus sonhos e seguir com seu projeto mais apaixonante: o Pagode da Patricinha, uma das marcas mais conceituadas do segmento do samba e pagode estilizado. Ele canta desde o samba raiz até o pagode mais estilizado.


SERVIÇO:

Show de Neguinho da Beija-Flor e Marquynhos SP
Local: Parque Vaca Brava (Av. T-10, 1 e 13, Setor Bueno)
Data: 3 de fevereiro
Horário: a partir das 18h
Telefone de contato: (62) 98422-4675

==> Foto: Divulgação

Os desequilíbrios ecológicos e o surto de febre amarela no Brasil

A febre amarela - FA - é uma doença causada por um vírus do grupo dos arbovírus (seres que possuem parte de seu ciclo de vida dentro do corpo dos artrópodes e por isso são transmitidos por eles) e do gênero Flavivirus (organismos que possuem como material genético uma fita única de RNA).

Os principais sintomas da FA são febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. A forma mais grave da doença, que pode levar à morte, pode causar insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso.

Existem dois tipos de FA, a silvestre e a urbana, sendo ambas a mesma doença, se diferenciando apenas nos mosquitos que realizam essa transmissão. A forma silvestre é transmitida pelos mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes, e a forma urbana pelo nosso conhecido Aedes aegypti, também transmissor da dengue, zika e chikungunya.

No Brasil atualmente se manifesta apenas a forma silvestre da doença, pois a forma urbana está erradicada desde 1942.

A maneira mais eficiente de se prevenir essa doença é por meio da vacinação, que utiliza formas virais vivas, pois estão apenas atenuadas para estimularem nosso sistema imunológico a produzir anticorpos. Não é qualquer pessoa que pode ser vacinada, idosos devem passar por avaliação médica e grávidas ou que estejam amamentando não podem receber a vacina. 

Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), o Brasil teve 777 casos confirmados, 261 mortes e 1659 casos em animais entre o segundo semestre de 2016 e junho de 2017. Foram também confirmados 40 casos autóctones (quando a doença é contraída na própria cidade e não vem de pessoas que viajaram para regiões afetadas) de febre amarela silvestre no estado de São Paulo. Antes, 29 casos tinham sido confirmados.

Há uma relação muito forte entre esse surto que acontece hoje e a tragédia ambiental ocorrida no município de Mariana (MG) em novembro de 2015, quando uma barragem com rejeitos de mineração de ferro se rompeu e espalhou lama avermelhada em um volume correspondente a 25 mil piscinas olímpicas. Além de deixar 17 pessoas mortas e destruir 82% do distrito de Bento Rodrigues, a lama atingiu o Rio Doce e se espalhou para dezenas de municípios - cerca de 11 toneladas de peixes morreram.

Os argumentos que sustentam essa relação se devem ao fato de que a FA não pode ser transmitida de uma pessoa a outra, somente por meio do mosquito. Por isso, quanto maior a população do vetor, maior a incidência da doença. 

Existem muitas espécies de peixes que são larvófagos, isto é, se alimentam das larvas provenientes dos ovos que os mosquitos depositam na água no seu ciclo reprodutivo. Não somente peixes foram dizimados no desastre ambiental de Mariana, mas também muitos anfíbios que se alimentam do próprio mosquito desapareceram. 

Além disso, as mudanças ambientais provocam alterações na saúde dos animais, que passam a ser mais vulneráveis a doenças, se tornando reservatórios de vírus. Esse é o caso de macacos que, contaminados com o vírus da FA, são picados pelos mosquitos, que, por sua vez, contaminam os seres humanos com a forma silvestre da doença. 

A destruição das matas, em função do vazamento de lama, aproxima os animais de grupos de populações humanas, o que aumenta ainda mais o número de casos da doença.  

Como pudemos ver, a trama de relações existentes em um ecossistema é tão grande que perturbações ambientais causadas pelo ser humano podem se reverter em problemas mais graves ainda. Tudo isso mostra uma conexão entre situações que aparentemente não estavam relacionadas. 

O ramo da Biologia que estuda as relações dos seres vivos entre si e com o ambiente é a Ecologia. Casos como o surto de FA mostram que cada vez mais os estudos nessa área são necessários para que possamos compreender essas relações e agirmos rapidamente para minimizarmos os problemas resultantes da nossa má relação com o meio.

Danilo Safi é professor de Biologia do Cursinho da Poli

==> Foto: Reprodução Internet

Milton Nascimento volta a Brasília, com o show "Semente da Terra"

Milton Nascimento está de volta a Brasília com o show “Semente da Terra”. No espetáculo, dia 25 de março, às 19h, no auditório Master do Cento de Convenções Ulysses Guimarães, ele dá prosseguimento à turnê iniciada em 2017, no Palácio das Artes em Belo Horizonte.
Ao longo de mais de 50 anos de uma premiada carreira internacional, Milton Nascimento já abraçou diversas causas sociais e militou ao lado dos grupos ambientais mais importantes do mundo. O caráter político de sua música está evidente desde o primeiro disco, “Milton Nascimento” – lançado em 1967 – álbum revolucionário que completou 50 anos em 2017. De lá pra cá, Milton realizou projetos aclamados pela crítica ao mesmo tempo em que despertava a opinião pública para a situação de índios (TXAI), negros (MISSA DOS QUILOMBOS), trabalhadores sem terra (LEVANTADOS DO CHÃO), mulheres (PIETÁ) e crianças (SER MINAS TÃO GERAIS). E, enquanto cantava pelo mundo seus grandes sucessos, nunca deixou de lado a mensagem social de sua música.

Numa trajetória festejada não somente com cinco estatuetas do Grammy, mas também com prêmios ecológicos como o Rain Forest (O Nobel da Ecologia), além de diversos títulos - é doutor honoris causa no Brasil e nos EUA - e outras homenagens, Milton jamais havia feito nos palcos algo que colocasse em evidência TODAS as causas de que tomou frente durante a carreira. Assim, a proposta deste concerto é unificar as várias lutas de sua biografia num único e emocionante espetáculo. Tudo de uma forma nunca antes vista, com um repertório que passa pelas principais faces de um dos artistas mais combativos quando o assunto é injustiça social. Neste grave momento de crise política no país, nada seria mais forte do que ter Milton Nascimento nos palcos, com sua mensagem de esperança num mundo melhor e, principalmente, num ser humano melhor.

O Shol
Este show tem a direção artística de Danilo “Japa” Nuha. Já a direção musical é de Wilson Lopes (que também toca guitarra e violão), acompanhado de seu irmão, Beto Lopes (sete cordas), do baterista Lincoln Cheib, além do contrabaixo de Alexandre Ito, dos vocais de Barbara Barcellos, do piano de Kiko Continentino e dos metais de Widor Santiago.

O repertório foi escolhido através de uma seleção com forte conotação política e social que foi sendo afiada em suas três últimas turnês: "Uma Travessia - 2012", "Linha de Frente" - em parceria com Criolo em 2014, e a Tour "Tarde", realizada em 2015.

Nasce a Semente da Terra
Ava Nhey Pyru Yvy Renhoi, ou, Semente da Terra, este é o nome que Milton Nascimento recebeu de 37 lideranças espirituais da Nação Guarani Kaiowá numa cerimônia realizada em 2010. O nome de batismo Guarani, concedido para pouquíssimas pessoas nascidas fora da tribo, surgiu a partir da percepção que os índigenas tiveram ao olhar uma foto de Milton.

Nenhuma das lideranças jamais tinha ouvido falar dele antes deste evento, que reuniu várias etnias indígenas em Campo Grande (MS), onde Milton se apresentou para sul-mato-grossenses e comunidades locais. Após uma discussão fechada de quase duas horas em que uma foto de Milton era passada de mão em mão, caciques e pajés – que estavam num dos camarins – entraram durante o show de Bituca e fizeram o batizado ali mesmo, no palco. Semente da Terra, nome de batismo concedido pelos índios naquela noite, foi o nome escolhido para sacramentar essa volta de Milton ao encontro direto de seu público, após um ano de período sabático.

A música é a mensagem. O presente pode não ser muito promissor, ainda mais na mão de quem hoje tem o controle, seja em Brasília, em Washington, na Avenida Paulista ou no Rio. Mas ainda existe uma força, um lapso de ânimo que conduz os homens de coragem antes da “Queda do Céu”, como profetiza Davi Kopenawa, caso ambições de uma minoria usurpadora continue espalhando cartas bomba e genocídios: “A floresta está viva. Só vai morrer se os brancos insistirem em destruí-la. Se conseguirem, os rios vão desaparecer debaixo da terra, o chão vai se desfazer, as árvores vão murchar e as pedras vão rachar no calor. Então morreremos, um atrás do outro, tanto os brancos quanto nós. Todos os Xamãs vão acabar morrendo. Quando não houver mais nenhum deles vivo para sustentar o céu, ele vai desabar”.

Desta forma, Milton e banda trazem, por meio da música, uma reflexão de dias extremos, como os atuais. Porém, cheios de esperança, ainda mais fortes.  E, com canções que marcaram profundamente 50 anos de história, Milton chega em 2018 renovado, com a força de seu canto, sua raça, seus sonhos e, principalmente, sua coragem.


SERVIÇO:

Milton Nascimento “Semente da Terra Tour 2018”
Data: 25 de março (domingo)
Horário: 19h
Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães
Duração: Aproximadamente 2h - abertura do teatro 1h antes do inicio do espetáculo
Classificação Indicativa: 14 anos.


Ingressos:
Poltrona Superior– R$ 90,00 *(meia)
Poltrona Vip B – R$ 120,00 *(meia)
Poltrona Vip A – R$ 150,00 *(meia)
Vip Lateral – R$ 180,00 *(meia)
Poltrona Vip R$ 250,00 *(meia)
Lounges - R$ 2.000,00 *(meia) - Sofá de 4 lugares com mesa de centro incluso:
Acesso Vip, banheiro privativo, Whisky 12 anos, água de coco, água mineral

*Valores referentes à meia entrada e primeiro lote sujeito a alteração sem aviso prévio.

Formas de Pagamento:
Dinheiro, débito, crédito, parcelado 3x nos pontos de venda e 12x online.
*Meia-entrada: Estudantes, professores, idosos, portadores de necessidades.

Pontos de Vendas:
Conjunto Nacional: Térreo
Brasília Shopping – 2º Subsolo
Pátio Brasil – 3º piso

Horário de Funcionamento: Segunda a sábado, das 10h às 22h. Domingos e feriados, das 14h às 20h.

Outros canais de compra:
Internet: www.bilheteriadigital.com – em até 12x no cartão
Call center: 4003-6136

Valor promocional:
-50% sobre ingresso inteiro – Assinantes do Correio Braziliense, na compra de até 4 ingressos (clube do assinante) somente no Brasília Shopping.
-50% sobre o ingresso inteiro – Doadores de 1kg de alimento

Informações: 3364-2694 / 3248-5221

Assessoria de Imprensa - Conteúdo Comunicação
Adriana Morais – (61) 98156-9563
E-mail: conteudocomunicacao@gmail.com

==> Foto: Nathália Pacheco

UMA SERENATA ESPECIAL COM OS CLÁSSICOS QUE MARCARAM OS ANOS 50 E 60, NO CCBB BRASÍLIA

Neste sábado, 20, será a vez do Baile dos Clássicos com o Sr Gonzales Serenata e Orquestra. Uma noite pra lá de especial tocando os sucessos que marcaram uma época e a vida de tantos que viveram nos anos 50 e 60.

O Banco do Brasil apresenta a primeira edição do projeto FÉRIAS #MAISQUEDIGITAL, uma proposta inovadora de programação durante o período de férias, com atividades ligadas ao mundo digital, além de eventos de música e palestras pensadas para toda a família.

No local, os visitantes vão poder visitar uma arena de games digitais inédita, acompanhar palestras com influenciadores digitais e sobre tecnologias voltadas para a terceira idade, curtir vários shows de bandas de Brasília e apresentações de DJs, além de experimentar diversos sabores nos foodtrucks espalhados pelo CCBB.

Confira a programação deste fim de semana:

– SHOW CLÁSSICOS PARA TERCEIRA IDADE
Noite dedicada a reviver os melhores sucessos que marcaram uma época e a vida de tantos que viveram nos anos 50 e 60 e para isso nada melhor do que tocar os sucessos que fizeram a trilha sonora da vida de tantas pessoas mundo afora.
Data: 20/01
Horário Início: das 18h às 20h
Local: Vão Central – Em frente a cafeteria
ARTISTA CONVIDADO: Sr. Gonzales Serenata e Orquestra

- ARENA DE GAMES DIGITAIS (FIXO)
Espaço destinado para criação de instalações tecnológicas onde os visitantes podem interagir com as obras e se divertir com o mundo da tecnologia digital na arena de games.
Data: até 18/02
Horário: das 11h às 21h
Local: Galeria 4

==> Foto: Divulgação

CIA CARROÇA DE MAMULENGOS SE APRESENTA NA CAIXA CULTURAL BRASÍLIA

A CAIXA Cultural Brasília recebe o espetáculo Janeiros, da Cia Carroça de Mamulengos, de 19 a 21 de janeiro. Na montagem, o grupo abusa das narrativas líricas que fazem parte da história dessa família andante e firmada nas culturas tradicionais do Brasil. Os ingressos já estão à venda por R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada).

A Cia é formada por oito filhos, duas netas, noras, genros e um ônibus que carrega em sua bagagem mais de um milhão de quilômetros rodados, centenas de espetáculos, milhares de expectadores, dezenas de bonecos. Nas andanças pelo Brasil, o grupo se alimenta da cultura popular brasileira e já é referência para diversos grupos e artistas de Brasília, como mamulengos, palhaços, acrobatas e brincantes.

Em Janeiros, quatro irmãos Gomide – Maria, João, Isabel e Luzia – contracenam com a pequena Ana – filha de Maria. Com lirismos e brincadeiras, a montagem conta a história de um homem que plantou seu sustento por onde passou. Em suas andanças ele encontrou a Mãe Coragem, a velha mais velha da terra, que ousou domar o Boi Bravo do Tempo. Os personagens estão na beira de um caminho, decidindo o que fazer da vida, buscando encontrar, entre caixas, memórias e sonhos, o presente que a velha plantou na terra.

O público também terá experiência com os princípios, instrumentos e folguedos que norteiam o trabalho do grupo Carroça de Mamulengos. Na Oficina Brincantes, os participantes conhecem os bonecos, o cenário, o picadeiro e experimentam algumas práticas artísticas como perna de pau, brinquedos populares, pintura de terra, canções populares e jogos de palhaço. As oficinas serão dias 20 e 21, das 9h30 às 12h. A entrada é gratuita mediante inscrição feita no local, por ordem de chegada, e limitada a 50 pessoas.

Sobre a Cia:
A Cia Carroça de Mamulengos é uma família de saltimbancos que há quatro décadas percorre todo país se apresentando nos mais variados espaços. Ao longo de sua história, a cia vem trabalhando em seu processo criativo e artístico, pela preservação das festas e folguedos brasileiros, apresentando espetáculos, autos e cortejos tradicionais em diversas regiões do país.


SERVIÇO:

Janeiros – Cia Carroça de Mamulengos
Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)
Dias: 19 a 21 de janeiro de 2018
Horários: sexta-feira, às 19h; sábado e domingo, às 17h
Classificação indicativa: livre para todos os públicos
Duração: 60 minutos
Ingressos: à venda a partir de 13 de janeiro de 2018 | R$ 10 e R$ 5 (meia entrada)
Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de livros.
Capacidade: 406 lugares (8 para cadeirantes) | Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Bilheteria: De terça a sexta e domingo, das 13h às 21h, e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Contato: Davi Mello | davicdm@gmail.com | (61) 99147-8074

Oficina Brincantes
Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)
Dias: 20 e 21 de janeiro de 2018
Hora: sábado e domingo, das 9h30 às 12h
Classificação indicativa: para crianças maiores de 4 anos e adultos
Capacidade: 50 vagas | Participação gratuita | Seleção dos participantes por ordem de chegada

==> Foto: Samuel Macedo

Espanhol concluiu etapa desta quarta-feira à frente dos principais concorrentes ao título

Experiente piloto, o espanhol Carlos Sainz utiliza todas as suas habilidades e conhecimentos para se manter na liderança da classificação e ir em busca do título, entre os carros, da 40ª edição do Rally Dakar. Mesmo sem ter conquistado a vitória na etapa 11 desta quarta-feira (17), o europeu pisa fundo rumo ao lugar mais alto do pódio.

Um dos grandes concorrentes, o francês Stéphane Peterhansel não repetiu o mesmo desempenho dos dias anteriores e ficou atrás do espanhol, assim como Nasser Al-Attiyah. Bernhard foi o grande vitorioso, seguido por Cyril Despres. Os resultados não alteram muito a classificação, pois a vantagem de Sainz para o Mister Dakar é de 50 minutos.

“Sinceramente, a ideia era ter concluído a prova atrás do Stéphane para sair, nesta quinta-feira, depois dele. Mas, fiquei na frente. Para os três dias que restam, a verdade é que não estou nervoso. Tenho os fios brancos e alguns ralis nas costas. Se eu ficar nervoso, é que algo não está indo bem”, disse Sainz, ao site oficial da competição.

Já entre as motos, após um dia recheado por mudanças na classificação, Toby Price conseguiu a vitória, seguido pelo argentino Kevin Benavides. O hermano ainda sonha em conquistar o título ‘em casa’, contudo, precisa acelerar muito para alcançar o líder Matthias Walkner, cuja vantagem é de 32 minutos.

De olho no título, o brasileiro Reinaldo Varela está firme na disputa da competição entre os UTVS. Na próxima etapa, os pilotos terão de pisar fundo para cumprir o trajeto entre Chilecito e San Juan.

Toda a ação do Rally Dakar 2018 pode ser vista diariamente no programa especial da Red Bull TV: o Dakar Daily. Disponível no formato on demand, o programa traz os melhores momentos, bastidores, entrevistas, matérias e curiosidades direto do parque de apoio do rali.

Como assistir à Red Bull Tv?
Além do site (redbull.tv), é possível ver a Red Bull TV pelo aplicativo disponível para os sistemas Android, iOS e Windows Phone; ou por meio dos canais específicos na Apple TV e Samsung TV. O app também está disponível na Amazon Fire TV, Kindle Fire, Nexus Player, Roku Players e no Xbox 360.

Quer conteúdo Editorial do Dakar?
O Red Bull Content Pool (www.redbullcontentpool.com) oferece download gratuito de fotos e vídeos em alta definição do Rally Dakar 2018. Basta se cadastrar (menos de dois minutos, aprovação automática para veículos de comunicação) e aproveitar o material.

==> Foto: Red Bull Content Pool

DJ Paolo e The Pub lançam novo selo de festas

Os meninos mais badalados do país desembarcam em Goiânia neste sábado, dia 20 de janeiro, para o lançamento da festa "Erotika", a partir das 23h30, no club The Pub, no Jardim Goiás.

O novo selo leva a assinatura do DJ Paolo, residente da casa. O mineiro Enrry Senna é a grande atração da noite que contará também com o som potente dos DJ´s Silver, Leanh, Iure Queiroz, Danh Mello e Paolo. O LJ Lorival Martins é o responsável pela iluminação.

O agito terá decoração temática, intervenção artística e outras surpresas. 


SERVIÇO:

Lançamento da festa Erotika 
Data: 20 de janeiro (sábado)
Horário: 23h30
Local: The Pub (R. 52, 219 - Jardim Goiás, Goiânia - GO)
Ingressos: R$ 25 até 0H (Valor sujeito a alteração sem aviso prévio) 
Informações: (62) 3281-4308

==> Foto: Divulgação

Férias, Forró e Beco do Zouk: Forró Ispilicute com Dois Ambientes: dia 19/01 . 20h . Minas Tênis

Férias com Forró Ispilicute e Beco do Zouk esta sexta Minas Brasília Tênis Clube! 
 
O sanfoneiro, cantor e compositor Erivaldinho do Acordeon é quem comanda o palco do Forró Ispilicute e ao lado do DJ Lêu faz uma forrozada de respeito.
 
No Beco do Zouk os DJs Aldo, Diego e Jansen repetem o sucesso do último forró de 2017 e agitam a galera com o melhor do Zouk, Kizomba, Bachata e Reggaeton, os ritmos quentes do momento.

O Profº  Rafael Barros coloca a galera no clima da noite com as aulas  gratuitas de forró às 20h30 e de Zouk às 21h30.

A festa ainda conta com a cobertura de Pri Nayade, então vale caprichar no look e no make!
 
 
SERVIÇO:

Férias, Forró e Beco do Zouk no Ispilicute
Dia: Sexta-feira . 19/01
Hora: 20h (abertura da festa)
Local: Minas Brasília Tênis Clube (SCEN  Trecho 03)
Salão Principal - Forró
Show:  Erivaldinho do Acordeon 
DJ Lêu - Forró pé de serra
Aula gratuita de Forró às 20h30 – Profº Rafael Barros
2º Ambiente – Beco do Zouk
Djs Aldo, Diego e Jansen – Zouk, Kizomba, Bachata e Reggaeton
Ingressos – somente em dinheiro:
25 reais a meia entrada ( para beneficiários da lei a noite toda)
50 reais a inteira
Estacionamento interno: 5 reais
 
Promoções Especiais:
Todos pagam meia até 23h ou com a camiseta Ispilicute
Desconto Amigo: 30 reais a noite toda (enviar email até 17h de sexta para cris.ispilicute@gmail.com)
*Descontos não cumulativos.
Aniversariantes: acesse ‘Comemorações’ no site do evento e venha festejar com a gente.

Mais informações: www.forroispilicute.com.br / Zagne Produções: 98442-3155
Classificação Indicativa: 18 anos| Aceitamos todos os cartões apenas no bar

==> Foto: Divulgação

Versátil, Ediouro comemora liderança em listas de mais vendidos do ano

Dona de selos que alcançam públicos e gêneros literários variados, a Ediouro comemora o fechamento de 2017 ocupando a ponta de três das seis listas de livros mais vendidos do site Publish News. Além de liderar os rankings de obras infanto-juvenis e de autoajuda, a editora é responsável pelo livro mais vendido do ano no Brasil, entre todas as categorias.
 
Batalha espiritual: Entre anjos e demônios, do padre Reginaldo Manzotti, teve 138.156 exemplares comercializados em 2017, quase 4 mil a mais que o segundo colocado da lista geral. Na categoria autoajuda, a vantagem da obra lançada pelo selo Petra é ainda maior: mais de 10 mil exemplares de distância.
 
O outro campeão é o livro Felipe Neto, do selo Coquetel, em que o influenciador digital revela detalhes de sua vida pessoal para os fãs. Mesmo tendo sido lançado apenas em setembro, a obra já teve 110.040 exemplares vendidos e lidera a lista da categoria infanto-juvenil, além de estar entre das dez primeiras no ranking geral.
 
“Foi um ano muito positivo para nós”, avalia Jorge Carneiro, presidente da Ediouro. “O fato de liderarmos duas categorias, além de termos o livro mais vendido do ano, mostra que estamos no caminho certo no sentido de sermos uma editora versátil, capaz de atender públicos e gostos variados”.
 
Fundada em 1937, a Ediouro é uma das editoras mais tradicionais e respeitadas do Brasil. Também fazem parte do grupo os selos Nova Fronteira, responsável pelo lançamento de grandes clássicos da literatura brasileira, e Pixel, focado no universo geek.

==> Foto: Divulgação

EVENTO GRATUITO E EDUCATIVO DISCOVERY KIDS NO PARKSHOPPING, EM BRASÍLIA

Imagine conhecer um pouco mais sobre o Brasil sem sair da Praça Central do ParkShopping com uma turma superdivertida em pleno mês de férias escolares de verão.  O centro comercial da família brasiliense apresenta, entre os dias 12 de janeiro e 04 de fevereiro, o evento temático Discovery Kids: Exposição “É do Brasil”. Gratuita, a mostra proporcionará a todos seus visitantes uma jornada de conhecimento, entretenimento e diversão ao lado de personagens queridos, como Floogals e Doki e sua Turma, a nova animação do canal.

A exposição exibe um cenário deslumbrante e promove interatividade ao desvendar o Brasil de forma educativa abordando temas como alimentação saudável, meio ambiente, fauna e flora brasileira. Seis áreas diferentes com jogos divertidos de memória, encaixes, roleta e ligue-ligue, além de painéis interativos, gigantografias e trilhas possibilitam que pais e filhos se divirtam aprendendo e explorando os principais aspectos de cada região. As lembranças da brincadeira em família serão inúmeras, pois todos os cenários garantem fotografias perfeitas para guardar.

As ilhas retratam todos os cantos do país e suas principais características. A Região Sul do Brasil é introduzida ao evento com os personagens da série recém-lançada Floogals. Os fofos alienígenas apresentarão a geografia dos estados Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, com destaque para sua vegetação e fauna. Os estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo poderão ser conhecidos com a cabrita Gabi, da série Doki e sua Turma. Com ela, os visitantes aprenderão em um painel interativo em forma de caixa de leite gigante sobre a vegetação da Região Sudeste, onde predomina o café, a cana de açúcar e a produção de leite, assim como seus principais derivados.

A personagem Anabela mostrará a Região Norte, com as frutas típicas dos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, e também a pesca dos peixes Tucunaré, Peixe Boi, Tambaqui e Pirarucu. Um jogo da memória vai revelar aos visitantes a profusão de cores e sabores da região. O Nordeste será apresentado pela divertida dupla Fico e Mundi destacando o frevo, típico de Pernambuco, e características culturais e geográficas de Alagoas, Bahia, Ceara, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Uma atividade com roleta mostra como são os frutos nordestinos por dentro e por fora – entre eles o famoso cacau.

Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul representam a região Centro Oeste que trata o aspecto geográfico do Pantanal, na companhia do personagem Oto. A onça pintada e o jacaré participam das atividades apresentadas nessa área do país onde é comum a produção de grãos que fazem parte da alimentação dos brasileiros. Em um jogo ligue-ligue, os participantes devem associar o produto agrícola às suas versões prontinhas para consumo.

Há ainda a Ilha Central, na qual a criançada conhecerá marcos históricos e monumentos arquitetônicos famosos de todas as regiões do Brasil, como o Cristo Redentor (RJ), Elevador Lacerda (BA), Congresso Nacional (DF), Pelourinho (BA) e Masp (SP). O evento ainda conta com o espaço de atividade “Construa seu Mundo” onde as crianças poderão levar de lembrança para casa uma gravura do Planeta Terra decorado por elas. Para a Gerente de Marketing do ParkShopping, a exposição é uma ótima oportunidade para unir diversão e aprendizagem. “É sempre bom abrir as nossas portas para a promoção da cultura brasileira, principalmente de forma lúdica para as crianças, assim podemos ajudar no desenvolvimento precoce da cidadania e do amor à pátria”, avalia.


SERVIÇO:

Discovery Kids: Exposição “É do Brasil”
ParkShopping – Praça Central
De 12/01 à 04/02/2018. Segunda a sábado das 10h às 22h.
Domingos e feriados das 12h às 20h.
Entrada Gratuita




Assessoria de Imprensa
TÁTIKA Comunicação e Produção
(61) 3349-3100 & 3274-2190
www.tatikacomunicacao.com.br
Kátia Turra: (61) 9224-7294
Gilberto Evangelista: (61) 9228-8590

==> Foto: Augusto Costa / Foto Forum