CAIXA CULTURAL BRASÍLIA APRESENTA SUA PROGRAMAÇÃO DE JUNHO

Música

Arnaldo Baptista – “Sarau o Benedito?”
O multi-instrumentista, compositor, escritor e artista visual Arnaldo Baptista apresenta, no palco do Teatro da CAIXA, o concerto “Sarau o Benedito?”. Nesse espetáculo, o músico, um ícone do rock nacional e um dos fundadores do grupo Os Mutantes, canta, toca piano e exibe seus trabalhos como artista plástico em vídeo-projeções. No repertório do show, clássicos como “Cê Tá Pensando que Eu Sou Loki?”, “Não Estou nem Aí” e “Balada do Louco”.
Local: Teatro da CAIXA
Dias: 2 a 4 de junho
Hora: Sexta-feira e sábado, às 20h; domingo, às 19h
Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos
Duração: 60 minutos
Ingressos: À venda a partir de 27 de maio | R$ 20 e R$ 10 (meia)
Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e clientes C AIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de agasalho.
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Contato: Rodrigo Machado | drigo.machado@gmail.com | 61 98654-2569


Artes Visuais

Flávio de Carvalho - Expedicionário
Um pouco da trajetória artística e vanguardista de Flávio de Carvalho pode ser vista nessa mostra que reúne um rico material iconográfico e textual resultado dos projetos expedicionários desse multiartista modernista. Com a curadoria de Amanda Bonan e Renato Rezende, estão expostos fotografias, documentos, cadernos de viagem e matérias de jornal; e será projetada também uma edição do filme realizado em 1956 durante uma de suas expedições à região amazônica.
Local: Galeria Vitrine
Abertura: 6 de junho, às 19h
Visitação: 7 de junho a 20 de agosto. Terça-feira a domingo, das 9h às 21h
Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Contato: Carmem Moretzsohn | objetosim@gmail.com | 61 98142-0111


Música

Solo Música – Benedicte Maurseth
Em sua quinta temporada em Brasília, a série Solo Música traz, a cada mês, um concerto de música instrumental ao Teatro da CAIXA. Valorizando a diversidade musical e trazendo instrumentistas nacionais e internacionais, os recitais apresentam um repertório único e surpreendem o público com instrumentos musicais pouco conhecidos. Em junho, a norueguesa Benedicte Maurseth vem pela primeira vez ao Brasil e se apresenta com instrumentos de corda feitos no período barroco.
Local: Teatro da CAIXA
Dia: 7 de junho
Hora: Quarta-feira, às 20h
Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos
Duração: 70 minutos
Ingressos: À venda a partir de 3 de junho | R$ 20 e R$ 10 (meia)
Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e client es CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de agasalho.
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Contato: Diana Leiko | diana@atelierbrasilia.com | 61 98132-4929


Samba de Bamba – Antonia Adnet
Exaltando um dos gêneros mais populares do país, o projeto Samba de Bamba traz, a cada mês, artistas de diversos estados que cantam o mais autêntico samba. As apresentações contam com nomes da nova geração que reverenciam grandes sambistas e renovam o ritmo com composições autorais. Em junho, a cantora Antonia Adnet apresenta seu novo álbum que mostra o samba crítico e bem humorado com influências do jazz dos anos 50.
Local: Teatro da CAIXA
Dia: 14 de junho
Hora: Quarta-feira, às 20h
Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos
Duração: 80 minutos
Ingressos: À venda a partir de 10 de junho | R$ 20 e R$ 10 (meia)
Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de agasalho.
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Contato: Guilherme Tavares | umnomecomunicacao@gmail.com | 61 99218-5001


3001 Projeto Piazzola - Elena Roger & Escalandrum
O Teatro da CAIXA recebe a atriz e cantora Elena Roger e o grupo de jazz contemporâneo Escalandrum no espetáculo “3001 Projeto Piazzola”. No repertório do show, os argentinos trazem o tango, o jazz e a música instrumental para homenagear o compositor Astor Piazzolla interpretando algumas de suas obras mais emblemáticas. Da união musical da cantora com o sexteto de músicos, nasceu o álbum de mesmo nome do show e que representa o espírito da música contemporânea argentina.
Local: Teatro da CAIXA
Dias: 16 a 18 de junho
Hora: Sexta-feira e sábado, às 20h; domingo, às 19h
Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos
Duração: 90 minutos
Ingressos: À venda a partir de 10 de junho | R$ 20 e R$ 10 (meia)
Meia-entrada: Estudant es, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de agasalho.
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Contato: Rodrigo Machado | drigo.machado@gmail.com | 61 98654-2569


Teatro

Pisando as Nuvens
O grupo de circo contemporâneo La Tribu Performance traz a Brasília um espetáculo que une acrobacias, teatro, dança, malabarismos e projeções em 3D. Na história, um anjo experimenta a vida como humano na Terra e trilha um caminho de volta às nuvens. Tudo isso em performances aéreas usando o prédio da CAIXA Cultural como cenário. O premiado grupo circense, originário do Panamá, é especializado em intervenções em espaços urbanos e possui mais de 15 anos de atuação.
Local: CAIXA Cultural Brasília (área externa)
Dias: 23 a 25 de junho
Hora: Sexta-feira e sábado, às 20h; domingo, às 19h
Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos
Duração: 70 minutos
Acesso: Entrada franca
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Contato: Carmem More tzsohn | objetosim@gmail.com | 61 98142-0111


Jogo de Cena
Os apresentadores e comediantes Welder Rodrigues e Ricardo Pipo, integrantes da “Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo”, comandam esse espetáculo que apresenta a produção cultural da cidade e que é garantia de boas gargalhadas. Criado em 1985, o Jogo de Cena é um evento mensal genuinamente brasiliense que, num formato de programa de auditório dividido em variados quadros, diverte e envolve o público em inusitadas brincadeiras.
Local: Teatro da CAIXA
Dia: 28 de junho
Hora: Quarta-feira, às 20h
Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos
Duração: 120 minutos
Ingressos: À venda a partir de 24 de junho | R$ 20 e R$ 10 (meia)
Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de agasalho.
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Contato: Adla Marques | a4.assessoria.comunicacao@gmail.com | 61 99975-8806


Música

João Bosco e Hamilton de Holanda – Eu vou pro samba
O espetáculo “Eu vou pro samba” traz a união de dois grandes nomes da música brasileira no palco do Teatro da CAIXA. O cantor e compositor João Bosco e o instrumentista e também compositor Hamilton de Holanda se juntam para celebrar o melhor desse gênero musical tão brasileiro. Além dos sucessos de João Bosco, os dois músicos também interpretam sambas de Ary Barroso e Dorival Caymmi como “Isso é Brasil”, “Milagre” e “Vatapá”.
Local: Teatro da CAIXA
Dias: 29 de junho a 2 de julho
Hora: Quinta-feira a sábado, às 20h; domingo, às 19h
Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos
Duração: 70 minutos
Ingressos: À venda a partir de 24 de junho | R$ 20 e R$ 10 (meia)
Meia-entrada: Estudantes, professores, funcionários e cliente s CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de agasalho.
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Contato: Jaqueline Dias | jaque.tato@gmail.com | 61 99988-9618


Artes Visuais

O essencial é invisível aos olhos – VJ Suave
Uma instalação interativa que une tecnologia de realidade virtual com animação 3D projetada nas paredes da galeria. Essa é a proposta do duo de artistas VJ Suave, formado por Ygor Marotta e Ceci Soloaga, e que ocupa a galeria principal da CAIXA Cultural Brasília. A partir da imersão no ambiente de uma floresta, o visitante vivenciará uma experiência única de autoconhecimento e reflexão; relacionando-se com o espaço e sendo protagonista das descobertas nessa viagem mágica.
Local: Galeria Principal
Visitação: até 16 de julho. Terça-feira a domingo, das 9h às 21h (intervalo sem projeções entre 12h e 13h)
Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 10 anos
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Contato: Renato Acha | achabrasilia@gmail.com | 61 9326-6390


O Tempo dos Sonhos: Arte Aborígene Contemporânea da Austrália
Com curadoria de Clay D’Paula, a CAIXA Cultural Brasília recebe uma significativa e diversificada coleção de obras de arte contemporânea dos povos indígenas da Austrália, parte do acervo da Coo-ee Art Gallery, a mais antiga galeria de arte aborígene desse país. Na mostra, pinturas, esculturas, litografia e bark paintings representam o costume dos artistas aborígenes em pintar sua história e costumes com o propósito de repassá-los às futuras gerações.
Local: Galerias Piccola I e II
Visitação: até 16 de julho. Terça-feira a domingo, das 9h às 21h
Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Contato: Natália Lopes | natalia@triplicecomunicacao.com.br | 61 98154-6649


Coleção Brasília – Patrimônio Cultural da Humanidade
A CAIXA Cultural Brasília expõe obras pertencentes ao Acervo Artístico CAIXA e que foram encomendadas a vários artistas em 1987, ano em que a UNESCO concedeu a Brasília o título de Patrimônio Cultural da Humanidade. Inspirado nas formas criadas por Oscar Niemeyer, nos habitantes da capital e no povo brasileiro, o conjunto de trabalhos exposto inclui artistas como Cláudio Tozzi, Wagner Hermuche, Athos Bulcão, Aldemir Martins e Calasans Neto, dentre outros.
Local: Galeria Acervo
Visitação: até 16 de julho. Terça-feira a domingo, das 9h às 21h
Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Contato Produção: CAIXA Cultural Brasília | caixamuseu.df@caixa.gov.br | 61 3206-9450

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário