Antologia de fábulas resgata textos de Esopo a Millôr Fernandes

As fábulas são um modo universal de contar histórias. Do oriente ao ocidente; de gregos a latinos; dos antigos aos contemporâneos. Guardadas as diferenças culturais de uma história para a outra, seu modo de funcionamento, no fundo, é o mesmo. Para discutir em termos teóricos e recuperar os textos mais significativos do gênero, Maria Celeste Consolin Dezotti organizou A tradicão da fábula: de Esopo a La Fontaine, agora lançado pela Editora Unesp. A publicação ganhou corpo ao longo de mais de uma década por dezenas de mãos.           

Compõem este volume um capítulo inicial em que se tecem considerações sobre sua formação e as características desse gênero, seguido dos fabulistas e suas fábulas. Para aprofundamento, os apêndices trazem notas explicativas importantes para o entendimento dos textos, índice das fábulas traduzidas, um quadro em que se indicam as fontes clássicas de Lobato e Millôr, útil para os professores que queiram trabalhar com a intertextualidade e uma bibliografia comentada.

“O critério principal para a seleção dos duzentos textos que compõem esta antologia foram as fábulas de Monteiro Lobato e as de Millôr Fernandes”, anota Dezotti. “Tomando-os como ponto de chegada da história do gênero fábula em nossa literatura, procurou-se localizar, nas coleções dos antigos, os textos com os quais nossas fábulas dialogam, seja em forma de paráfrase, como as de Lobato, seja em forma de paródia, como as de Millôr”.           

A seleção conta com textos de Esopo, “os mais antigos de todos”, e demais fabulistas antigos, como Bábrio, Fedro e fabulistas indianos – nesta edição, a novidade fica por conta das fábulas de Aviano, poeta latino do final da Antiguidade, ele também uma das pontes entre as fábulas antigas e as modernas. Todos são traduzidos de seus respectivos originais. “Além disso, a edição contempla os prólogos dos livros de Fedro, Bábrio e Aviano, o que é algo enriquecedor, pois neles se pode observar como os fabulistas entendiam o gênero e sua vinculação à tradição esópica”, anota a pesquisadora Monica de Oliveira Faleiros nas orelhas do livro.

Sobre a organizadora - Maria Celeste Consolin Dezotti possui graduação em Letras pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Araraquara (1974), especialização em Literatura e civilização grega pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Araraquara (1975), mestrado em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1988) e doutorado em Letras (Letras Clássicas) pela Universidade de São Paulo (1997). Atualmente é professor assistente doutor II da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Organizadora: Maria Celeste Consolin Dezotti
Número de páginas: 246
Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 48,00
ISBN: 978-85-393-0749-4

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário