Mostra de Cinema "Buster Keaton - O mundo é um circo", no CCBB Brasília

Com patrocínio do Banco do Brasil e incentivo da Lei Rouanet, a mostra Buster Keaton – O mundo é um circo ocupa o cinema do CCBB Brasília de 9 a 28 de outubro com a maior retrospectiva já feita sobre o ator e diretor americano.

A programação apresenta 70 obras, sendo 22 longas-metragens e 48 curtas e médias, dos quais 16 filmes serão exibidos em película 16mm. Uma produção da Lúdica Produções, com curadoria dos críticos de cinema Ruy Gardnier e Diogo Cavour, a mostra conta ainda com curso, master class, debate e sessões acompanhadas de piano ao vivo – numa rara oportunidade de experimentar o cinema tal qual nos primórdios do século 20.

Para coroar o projeto, a mostra é acompanhada por um livro-catálogo, a primeira publicação produzida em língua portuguesa dedicada a Buster Keaton, com cerca de 200 páginas, fotografias de grandes momentos de sua trajetória, artigos inéditos e textos de autores como David Robinson, Jean-Pierre Coursodon e André Martin (Cahiers du Cinema).

Considerado pelo cineasta Orson Welles o maior ator-diretor da história do cinema, Buster Keaton (1895-1966) é sem dúvida um dos nomes mais importantes da sétima arte e um dos pais fundadores da comédia visual. Basta um breve olhar sobre a história da comédia no cinema para compreender o motivo pelo qual Keaton foi classificado pelo American Film Institute como uma das maiores estrelas do cinema clássico de Hollywood.

Autor de clássicos do cinema silencioso como “Sherlock Jr.” (1924), “A General” (1926) e “O homem das novidades” (1928), Keaton é capaz de combinar humor, aventura e inventividade através de incríveis quedas e acrobacias e de uma inigualável engenhosidade na construção de cenas. São de tirar o fôlego e arrancar risos as cenas de Keaton sobrevivendo a tornados, cachoeiras, avalanches e quedas imensas. Nelas, apesar de sua expressão impassível, seus personagens representam um ato contínuo de otimismo face às adversidades, gerando admiração e identificação em seus espectadores.

Com o fim da era silenciosa do cinema, da qual foi uma estrela essencial, Keaton perdeu a autoria de seus filmes e participou de projetos menores. São desse período, curtas inéditos no Brasil e longas raros (presentes na mostra) como “O Rei da Champs Elyseés” e “O moderno Barba Azul”. Na década de 1960, o cineasta foi redescoberto pela crítica, aclamado em festivais europeus e voltou a estrelar produções de grandes estúdios.

Na programação da mostra serão exibidos todos os filmes dirigidos por Keaton, além dos curtas nos quais atuou junto ao humorista Roscoe “Fatty” Arbuckle; e ainda obras nas quais Keaton teve participação essencial, como o curta “Film” (roteiro de Samuel Beckett, exibição em 16mm e cópia digital restaurada), e os clássicos “Crepúsculo dos Deuses” (de Billy Wilder) e “Luzes da ribalta” (de Charles Chaplin).

“Buster Keaton é fundamental não apenas na história da comédia, mas também na história do cinema no sentido mais amplo”, comenta Diogo Cavour.  “Keaton é o maior gênio da assim chamada comédia física. Seu nível de invenção humorística com objetos e peripécias atléticas é sem igual em toda a história da arte cinematográfica. Famoso como ‘o homem que nunca ri’, ele desenvolveu uma persona cinematográfica só talvez comparável à de Chaplin com Carlitos”, acrescenta Ruy Gardinier.

Em 12 de outubro, aniversário do CCBB e dia das crianças, uma programação especial para toda a família: a sessão das 14h, com os curtas “A parentela da esposa”, “Na Terra dos Gelados”, “A Casa Elétrica” e “Ferraduras modernas” será gratuita. Logo depois, exibição dos longas-metragens “Nossa hospitalidade” e “A General” com projeção de película 16mm e participação dos músicos Serge Frasunkiewicz e Rafael Bacellar executando a trilha sonora ao piano.

A master class, ou melhor dizendo, a “Buster class”, com a pesquisadora Lila Foster, está marcada para 13 de outubro, das 17h30 às 19h30. Nos dias 23, 24 e 25 de outubro, das 19h às 21h, o professor Ciro I. Marcondes ministra o curso “Buster Keaton e o poético no cinema silencioso”. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.mostrabusterkeaton.com.br.

E, em 28 de outubro, das 19h às 21h, a crítica e pesquisadora Glênis Cardoso e o crítico e pesquisador Pablo Gonçalo participam de um debate sobre a obra de Keaton e seus desdobramentos para o campo do cinema e artes em geral.

A mostra Buster Keaton – O mundo é um circo também passa pelo CCBB Rio de Janeiro (26 de setembro a 14 de outubro) e pelo CCBB São Paulo (11 de outubro a 5 de novembro).

Lúdica Produções:
Presente no mercado audiovisual carioca há 10 anos, a Lúdica Produções Audiovisuais tem como principal objetivo a realização de projetos que reflitam os interesses e ideais de seus realizadores: suas leituras de realidade aliadas às vontades de expressão e criação. Com vasta experiência na produção de mostras de cinema, exposições de arte e eventos culturais em espaços como CAIXA Cultural, CCBB e Oi Futuro, a produtora já realizou vídeos para clientes como Rede Globo, Petrobras, Coca-Cola e Sony Music.

Curadoria:
Ruy Gardnier é crítico, pesquisador e professor. Atua como crítico de cinema para o jornal O Globo e trabalha como pesquisador no acervo audiovisual do Circo Voador. Foi curador de diversas mostras cinematográficas, entre as quais Cinema Brasileiro – Anos 90, 9 Questões, Rogério Sganzerla – Cinema do Caos e Júlio Bressane – Cinema Inocente (CCBB/RJ-SP). Trabalhou como pesquisador para o Tempo Glauber e para a Cinemateca do MAM.

Diogo Cavour é curador, produtor e realizador. Realizou a curadoria de mostras como Cinema Romeno Contemporâneo (2014) e Paulo José – Meio século de cinema (2015). Como produtor, esteve à frente de mostras como O Faroeste Vermelho (2016) e Corpos da terra – imagens dos povos indígenas no cinema brasileiro (2017/2018). Atuou como realizador em diversos projetos da Lúdica Produções, como longas-metragens, institucionais e projetos de artes visuais.

Pianistas:
O pianista Serge Frasunkiewicz trabalhou com companhias de dança, como Grupo Corpo, Hubbard Street Dance (Chicago) e o Balé do Teatro Guaíra, além de ter fundado o Centro Artístico Cultural Affinity Arts e o Affinity Jazz Trio. Gravou vários programas para a TV Senado e para a TV Câmara, como o Conversa de Músico, o Espaço Cultural, o Talentos e o Casa do Som.

Rafael Bacellar é pianista de formação e tem experiência com música popular e erudita contemporânea. Graduado em Música pela Universidade de Brasília (2016), vem se apresentando, desde 2011, em contextos musicais diversos, como bares e performances artísticas. Atua com os grupos Amnesiac Kid, Apráticos, Lapso e REC. Atualmente cursa mestrado em Música na UnB, onde desenvolve pesquisa sobre a livre improvisação.


ATIVIDADES:

Buster class
13 de outubro, das 17h30 às 19h30:
A comédia física de Buster Keaton: origem e permanência de um gênero
Partindo da obra de Buster Keaton, pretendemos explorar as origens históricas da comédia física, a slapstick comedy, e suas características principais. Um gênero centrado na performance e criatividade do uso do corpo, também buscaremos compreender como o trabalho do ator e diretor Buster Keaton, e outras referências do cinema silencioso, serviram como inspiração e referência para artistas e diretores no decorrer da história do cinema.

Lila Foster é pesquisadora, curadora e produtora cultural. Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais da ECA-USP, seu trabalho de pesquisa articula história do cinema e preservação audiovisual, dando especial atenção ao cinema silencioso e a produção amadora e experimental no Brasil.


Debate
28 de outubro, das 19h às 21h
A obra de Keaton e seus desdobramentos para o campo do cinema e artes em geral, com a crítica e pesquisadora Glênis Cardoso e o crítico e pesquisador Pablo Gonçalo.

Pablo Gonçalo é professor da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília - UnB e autor do livro "O cinema como refúgio da escrita: roteiros e paisagens em Peter Handke e Wim Wenders" (2016). Tem doutorado pela UFRJ, com passagem pela Universidade Livre de Berlim. Seus ensaios focam nas trajetórias históricas e diálogos intermediáticos de roteiristas. Atualmente pesquisa a história do roteiro no audiovisual brasileiro. Escreve críticas e ensaios para a Revista Cinética.

Glênis Cardoso é formada pela Universidade de Brasília em audiovisual. Fundou o site Verberenas, de análise de obras audiovisuais pela perspectiva de mulheres realizadoras. Trabalhou com diversas áreas de produção cinematográfica, inclusive assistência de direção, produção e arte. Fez a curadoria da mostra Visões da Cidade, no CCBB Brasília, do cineclube Cine Cleo e da primeira edição do Festival Universitário de Cinema de Brasília. Atualmente, trabalha com crítica, curadoria e podcasts.

Curso
23, 24 e 25 de outubro, das 19h às 21h:
Buster Keaton e o poético no cinema silencioso
Aula 1: o universo do cinema silencioso
O ambiente do cinema silencioso: como eram exibidos os filmes em cada etapa desta era? Como era o ambiente sonoro? Como eram os públicos em suas diferentes etapas (vaudeville, nickelodeon, cinema theaters, etc.). Como eram produzidas e pensadas as cores, intertítulos, etc. Um breve panorama dos principais filmes, cineastas e da estética desta era. Funciona como uma introdução geral aos aspectos tecnológicos, estéticos e históricos do cinema silencioso.

Aula 2: a comédia silenciosa
A comédia, especialmente americana, mas não somente. A ideia é falar também de Max Linder, Ernst Lubitsch, etc. No período silencioso: Chaplin, Harold Lloyd, Roscoe Arbuckle, Mack Sennet, Mabel Normand, Harry Langdon, etc, e, obviamente, Buster Keaton. A estética do slapstick, a poética do movimento pelo espaço, a qualidade da mise-en-scène, a produção e o sentido da gag, a influência desta estética no cinema posterior (dos desenhos animados a Wes Anderson), etc.

Aula 3: Buster Keaton: o humor como poesia
Trajetória de Keaton, desde a infância no circo, passando pela parceria com Arbuckle, os curtas consagrados, a genialidade dos longas, a relação com Chaplin, etc. A ideia é analisar trechos, examinar a tipologia dos personagens, os principais atores, atrizes e diretores com quem trabalhou, seus tropos e características cinematográficas marcantes. A ideia é finalizar buscando uma estética que aproxime o movimento da imagem silenciosa ao balé e à beleza intrínseca da dança. A mecânica da imagem silenciosa, que Buster Keaton dominou com maestria.

Ciro I. Marcondes é professor, crítico e pesquisador de Histórias em Quadrinhos e Cinema. Leciona no curso de Comunicação da Universidade Católica de Brasília. Foi professor da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília e do curso de Cinema do IESB. É Doutor em Comunicação e Mestre em Literatura pela Universidade de Brasília, com passagem pela Sorbonne. É o editor do site www.raiolaser.net, especializado em crítica de Histórias em Quadrinhos, e mantém no portal Metrópoles, a coluna ZIP – Quadrinhos e Cultura Pop. Foi curador de festivais e mostras de cinema e ministrou cursos sobre cinema, comunicação e histórias em quadrinhos.


PROGRAMAÇÃO:

9 de outubro (terça-feira)
16h: The Butcher Boy (Com culpa no cartório), A Reckless Romeo (Chico Boia, Romeu de Esquina), The Rough House (A casa do Sr. Pancho) e His Wedding Night (Na noite de casamento) [Digital] – Livre (*)
18h: The Saphead (O pesado) [Digital] – Livre
19h45: Battling Butler (Boxe por amor) [Digital] – Livre

10 de outubro (quarta-feira)
15h45: Oh, Doctor! (Dr. Jalapa), Coney Island, Out West (Velho Oeste) e The Bell Boy (Um rapaz de expediente) [Digital] – Livre (*)
17h45: One Week (Uma semana), Convict 13 (O condenado nº 13) e The Scarecrow (O espantalho) [Digital] – Livre (**)
19h30: Spite Mariage (Noivo caradura) [Digital] – Livre

11 de outubro (quinta-feira)
16h: Moonshine (Fiscal Finório); Good Night Nurse (Ótima operação) e The Cook (Parodiando Salomé) [Digital] – Livre (*)
17h45: Back Stage (Fazendo carreira torta), The Hayseed (Lucro sem proveito) e The Garage (aka Fire Chief) (Vendedor de automóvel) [Digital] – Livre (*)
19h30: Three Ages (À antiga e à Mmderna) [16mm] – Livre (sessão com acompanhamento musical de piano)

12 de outubro (sexta-feira)
14h: My Wife's Relations (A parentela da esposa), The Frozen North (Na terra dos gelados), The Electric House (A Casa Elétrica) e Blacksmith (Ferraduras modernas) [Digital] – Livre (entrada franca) (**)
16h: Our Hospitality (Nossa hospitalidade) [16mm] – Livre (sessão com acompanhamento musical de piano)
17h45: The General (A General) [16mm] – Livre (sessão com acompanhamento musical de piano)
19h30: The Play House (O Faz-Tudo), The Boat (Um grande navegante), The Paleface (À prova de fogo) e Cops [Digital] – Livre (**)

13 de outubro (sábado)
14h: The Haunted House (A Casa dos Fantasmas), Hard Luck (Com pouca sorte), The High Sign (Melhor que a encomenda) e The Goat (Bode expiatório) [Digital] – Livre (**)
16h: Daydreams (Sonho e realidade), The Balloonatic (O Aeronauta) e The Love Nest (No alto mar) [Digital] – Livre (**)
17h30: Buster Class: Master class com a pesquisadora Lila Foster [12 anos] – Entrada Franca.
20h10: Sherlock Jr. (Bancando o águia) [16mm] – Livre (Sessão com acompanhamento musical de piano)

14 de outubro (domingo)    
14h: Limelight (Luzes da ribalta) [Digital] – Livre
16h30: Pardon My Berth Marks (Noturno do Reno) [Digital], The Taming of the Snood (Criada do barulho) [Digital], La Fiesta de Santa Barbara [Digital] e Film [16mm] – 12 anos (***)
18h30: The Navigator (Marinheiro por descuido) [16mm] – Livre (sessão com acompanhamento musical de piano)
20h: Seven Chances (Os 7 amores) [16mm] – Livre (sessão com acompanhamento musical de piano)

16 de outubro (terça-feira)
16h: Oh, Doctor! (Dr. Jalapa), Coney Island e Out West (Velho Oeste) [Digital] – Livre (*)
17h45: El Moderno Barba Azul (O Moderno Barba Azul) – 90 min [Digital]
19h45: Go West (O Vaqueiro Estilizado) – 70 min [16mm] – Livre (sessão com acompanhamento musical de piano)

17 de outubro (quarta-feira)
14h30: Sherlock Jr. (Bancando o águia) [Digital] – Livre (sessão com áudio descrição). Entrada franca.
16h: Le Roi des Champs-Elysées [Digital] – Livre
17h45: Moonshine (Fiscal Finório), Good Night Nurse (Ótima Operação) e The Cook (Parodiando Salomé) [Digital] – Livre (*)
19h30: Battling Butler (Boxe por amor) [16mm] – Livre (sessão com acompanhamento musical de piano)

18 de outubro (quinta-feira)
14h15: Back Stage (Fazendo carreira torta), The Hayseed (Lucro sem proveito) e The Garage (aka Fire Chief) (Vendedor de automóvel) [Digital] – Livre (*)
16h: The Gold Ghost (A Cidade Deserta), Allez Oop (Relojoeiro amoroso), Palooka From Paducah (O Campeão de Paducah), One run Elmer (O Esportista) e Hayseed Romance (Romance rústico) [Digital] – Livre (***)
18h: The Railrodder, Buster Keaton Rides Again (Buster Keaton ataca novamente) [16mm] – Livre
19h45: The Bell Boy (Um rapaz de expediente), Neighbors (Vizinhos vigilantes), Cops (O enrascado) e The Blacksmith (Ferraduras modernas) [16mm] – Livre (sessão com acompanhamento musical de piano)

19 de outubro (sexta-feira)
14h: The Butcher Boy (Com culpa no cartório), A Reckless Romeo (Chico Boia, Romeu de Esquina), The Rough House (A casa do Sr. Pancho) e His Wedding Night (Na noite de casamento) [Digital] – Livre (*)
16h: Paradise for Buster, The Triumph of Lester Snapwell, The Scribe [Digital] – Livre (***)
18h: Steamboat Bill Jr. (Marinheiro de encomenda) [Digital] – Livre (sessão com acompanhamento musical de piano)
19h45: College (Amores de estudantes) [16mm] – Livre (sessão com acompanhamento musical de piano)

20 de outubro (sábado)
14h: Free and Easy (O Jeca de Hollywood) – 92min
16h: One Week (Uma semana), Convict 13 (O Condenado nº 13) e The Scarecrow (O Espantalho) + Neighbors (Vizinhos vigilantes) [Digital] – Livre (**)
18h: The Cameraman (O Homem das novidades) [16mm] – Livre (sessão com acompanhamento musical de piano)
19h45: The Haunted House (A Casa dos Fantasmas), Hard Luck (Com pouca sorte), The High Sign (Melhor que a encomenda) e The Goat (Bode expiatório) [Digital] – Livre (**)

21 de outubro (domingo)
16h: My Wife's Relations (A parentela da esposa), The Frozen North (Na terra dos gelados), The Electric House (A Casa Elétrica) e Blacksmith (Ferraduras modernas) [Digital + Livre] (**)
17h45: Our Hospitality (Nossa hospitalidade) [Digital] – Livre
19h30: Spite Mariage (Noivo caradura) [Digital] – Livre

23 de outubro (terça-feira)
15h45: The Saphead (O pesado) [Digital] – Livre
17h30: College (Amores de estudantes) [Digital] – Livre
19h: Curso Buster Keaton e o poético no cinema silencioso, com o professor Ciro Inácio Marcondes [12 anos]

24 de outubro (quarta-feira)
14h30: Buster Keaton: A Hard Act to Follow – 150 min [Digital] – Livre
17h30: The Navigator (Marinheiro por descuido) [Digital] – Livre
19h: Curso Buster Keaton e o poético no cinema silencioso, com o professor Ciro Inácio Marcondes [12 anos]

25 de outubro (quinta-feira)
16h: Steamboat Bill Jr. (Marinheiro de encomenda) [Digital] – Livre
17h45: Sherlock Jr. (Bancando o águia) [Digital] – Livre
19h: Curso Buster Keaton e o poético no cinema silencioso, com o professor Ciro Inácio Marcondes [12 anos]

26 de outubro (sexta-feira)
16h30: The Invader (Fanfarronadas) [Digital] – Livre
18h: Curtas Keaton 5 [Digital] – Livre
19h30: The General (A General) [Digital] – Livre

27 de outubro (sábado)
14h: Parlor, Bedroom and Bath (Romeu de Pijama) [Digital] – Livre
15h40: Go West (O vaqueiro estilizado) [Digital] – Livre
17h15: Seven Chances (Os 7 amores) [Digital] – Livre
18h40: Film + Notfilm [Digital] – 12 anos

28 de outubro (domingo)
10h30: The Play House (O faz-tudo), The Boat (Um grande navegante) + The Paleface (À prova de fogo) [Digital] – Livre (**)
13h30: Three Ages (À antiga e à moderna) [Digital] – Livre
15h: Sunset Blvd. (Crepúsculo dos Deuses) [Digital] – Livre
17h15: The Cameraman (O homem das novidades) [Digital] – Livre
19h: Debate com a crítica e pesquisadora Glênis Cardoso e o crítico e pesquisador Pablo Gonçalo sobre a obra de Buster Keaton. Mediação do curador Diogo Cavour [12 anos]

LEGENDAS:
(*) Curtas Arbuckle: filmes dirigidos por Roscoe "Fatty" Arbuckle, com atuação de Buster Keaton.
(**) Curtas Keaton: filmes dirigidos por Buster Keaton.
(***) Curtas tardios: série de filmes encenados por Buster Keaton em sua velhice.

SINOPSES:

CURTAS ARBUCKLE – COMIQUE SHORTS                                  
Os primeiros papéis de Keaton no cinema se deram quando atuava como coadjuvante do comediante Roscoe “Fatty” Arbuckle. A mostra exibirá todos os 14 curtas-metragens dessa fase (1917-19).

The Butcher Boy (Com culpa no cartório) Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 30 min, 1917, P&B, silencioso                                  
Primeiro papel de Keaton no cinema. No filme, Roscoe é o gerente de um mercado e Buster, seu assistente atrapalhado.

A Reckless Romeo (Sem título em português) Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 23 min, 1917, P&B, silencioso
O flerte de um marido mulherengo com uma garota e a resultante briga com o namorado dela são filmados por um cinegrafista de noticiário. Quando o marido leva a esposa e a sogra ao cinema, a filmagem é mostrada na tela.

The Rough House (
A casa do Senhor Sancho) Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 22 min, 1917, P&B, silencioso
Roscoe, sua mulher e sua sogra gerenciam um resort. Buster interpreta diferentes personagens, como o jardineiro, o cozinheiro e o policial.

His Wedding Night (A noite do casamento) Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle, 17 min, 1917, P&B, silencioso
Al St. John e Roscoe competem por Alice. Buster, encarregado de entregar um vestido de noiva a Alice, é confundido com ela ao servir de modelo para a roupa e é sequestrado por Al.

Oh Doctor! (O Dr. Jalapa)
Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 23 min, 1917, P&B, silencioso
Roscoe é um médico que, embora casado, apaixona-se por uma linda mulher cujo marido, por sua vez, se apaixona pelas joias da mulher de Roscoe.

Coney Island (Coney Island)
Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 25 min, 1917, P&B, silencioso
Roscoe tenta se separar de sua mulher para aproveitar as belezas da praia. Buster chega com Alice, que é separada dele por Al, que, por sua vez, a perde para Roscoe.

Out West (Sem título em português) Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 25 min, 1918, P&B, silencioso
O filme é uma sátira aos filmes de faroeste. Roscoe e Buster fazem de tudo para distanciar Al de Alice.

The Bell Boy (
Sem título em português) Película/Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 20 min, 1918, P&B, silencioso
No hotel Elk's Head, carregadores de malas atormentam o lobby e os clientes. O elevador é movido por um cavalo teimoso. Um assalto de mentira torna-se verdadeiro.         

Moonshine
(O fiscal Finório) Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 23 min, 1918, P&B, silencioso
A rivalidade entre os Owen e os Gillete termina quando o último Gillete é morto. Mas novos problemas surgem para o povo da montanha com a chegada de um fiscal da Receita Federal e seu assistente.

Good Night Nurse (Sem título em português) Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 26 min, 1918, P&B, silencioso
Roscoe se interna no "Asilo Sem Esperança" para curar seu alcoolismo. Ele é recebido por Buster manchado de sangue, segurando um cutelo. Ele come um termômetro e os médicos precisam levá-lo rapidamente à sala de cirurgia.

The Cook (Parodiando Salomé) Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 22 min, 1918, P&B, silencioso
Buster e Fatty são cozinheiros em um restaurante. Entre trapalhadas e perseguições, eles chamam a atenção de todos no salão.  

Back Stage (Fazendo carreira torta)
Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 26 min, 1919, P&B, silencioso
Roscoe e Buster estão trabalhando em uma casa de vaudeville. Quando a trupe ataca o Homem Musculoso por maltratar sua assistente, o Homem entra em greve. A trupe, então, precisa preparar um novo show.

The Hayseed (
Sem título em português) Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 27 min, 1919, P&B, silencioso
Buster gerencia uma agência dos Correios onde Fatty trabalha como carteiro. Enquanto entrega as correspondências do dia, Fatty faz uma pausa para brincar de esconde-esconde com Molly. O policial da cidade – também interessado em Molly – compete com Fatty por sua atenção.

The Garage (O vendedor de automóveis) Digital
Dir.: Roscoe Arbuckle; 25 min, 1919, P&B, silencioso
Roscoe e Buster começam a trabalhar na garagem do Corpo de Bombeiros. Primeiro, eles destroem um carro que foram encarregados de limpar. Em seguida, após retornar de um falso chamado, eles se deparam com a própria estação pegando fogo.

CURTAS KEATON – SILENT SHORTS                                
Fase na qual Keaton tinha total domínio de sua produção: produzia, dirigia e atuava em seus curtas. Serão exibidos todos os 19 curtas-metragens realizados nesse período (1920-23).

One Week (Uma semana) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton; 25 min, 1920, P&B, silencioso
Primeiro curta dirigido por Keaton. No filme, Buster e sua esposa ganham uma casa pré-fabricada e enfrentam problemas para montá-la.

Convict 13 (O Condenado Nº 13) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton; 20 min, 1920, P&B, silencioso
Buster sofre um acidente jogando golfe e fica inconsciente. Um prisioneiro fugitivo aproveita para trocar sua roupa com a de Buster, que acabado sendo preso. Na prisão, ele precisa enfrentar diversas aventuras.

The Scarecrow (O Espantalho) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton, 20 min, 1920, P&B, silencioso
Enquanto Buster compete com seu colega de quarto pela mão de uma linda moça, um cachorro o persegue por toda parte.

Neighbors (Vizinhos vigilantes) Película/Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton, 17 min, 1920, P&B, silencioso
Neste Romeu e Julieta de quintal, Buster e sua garota precisam enfrentar seus pais. De forma engenhosa, os dois bolam planos para ficarem juntos.

The Haunted House (A Casa dos Fantasmas) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton, 20 min, 1921, P&B, silencioso
Ao fugir de uma situação incômoda, Buster acaba entrando numa casa de horrores. Após ser perseguido por fantasmas, espíritos sem cabeça e o próprio Diabo, ele descobre que, na verdade, a casa é um esconderijo de ladrões.

Hard Luck (Com pouca sorte) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton, 17 min, 1921, P&B, silencioso
O sentimento de fracasso de Buster é acentuado quando ele não consegue nem mesmo se matar. Mas a visão de uma linda moça alegra seu espírito, e ele vai em busca de seu coração.

The High Sign (Melhor que a encomenda) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton, 18 min, 1921, P&B, silencioso
Buster é um trapaceiro que é contratado para trabalhar na barraca de tiro ao alvo de um parque. Quando ele é designado para matar seu chefe, tem que escolher entre o seu trabalho e a filha desse senhor.

The Goat (Bode expiatório) Digital
Dir.: Malcolm St. Clair, Buster Keaton; 20 min, 1921, P&B, silencioso
Buster é confundido com um assassino procurado e precisa fugir da polícia e dos cidadãos aterrorizados.

The Playhouse (O faz-tudo) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton; 20 min, 1921, P&B, silencioso
Buster sonha com um espetáculo em que todos os dançarinos, os músicos e mesmo a plateia têm o seu rosto. Ao acordar, ele percebe que sua vida real no teatro não é menos confusa.

The Boat (Um grande navegante) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton; 20 min, 1921, P&B, silencioso
Buster carrega a esposa e as crianças para seu barco feito em casa. Eles passam um tempo em alto-mar, evitando pontes, enfrentando tempestades e desafiando a lei da gravidade.

The Paleface (A prova de fogo) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton; 22 min, 1922, P&B, silencioso
Buster é um colecionador de borboletas que vai parar em um acampamento indígena. Ele ajuda os índios em sua luta contra uma petrolífera gananciosa por terras, é aceito pela tribo e, claro, encontra seu verdadeiro amor.

Cops (O enrascado) Película/Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton, 20 min, 1922, P&B, silencioso
Enquanto tenta impressionar a mulher que ama, Buster acaba arranjando confusão com a polícia e precisa fugir de um batalhão de policiais.

My Wife's Relations (A parentela da esposa) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton; 23 min, 1922, P&B, silencioso
Depois de um casamento acidental, Buster aprende a conviver com seus parentes, que acreditam que ele está prestes a herdar uma grande fortuna.

The Blacksmith (Ferraduras modernas) Película/Digital
Dir.: Malcolm St. Clair, Buster Keaton; 20 min, 1922, P&B, silencioso
Buster trabalha como assistente de ferreiro, mas também como mecânico. Confundindo as ocupações, ele se atrapalha todo.

The Frozen North (Na Terra dos Gelados) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton, 23 min, 1922, P&B, silencioso
Nessa paródia ácida sobre o cinema da época e seu processo de produção, Buster enfrenta o frio, peixes que mordem, caubóis valentes e mulheres gélidas.

The Electric House (A Casa Elétrica) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton; 25 min, 1922, P&B, silencioso
Keaton é um estudante de botânica que acidentalmente se gradua em engenharia elétrica. Ele tenta, com invenções malucas, fazer a instalação elétrica de uma casa.

Daydreams (Sonho e realidade) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton; 18min, 1922, P&B, silencioso
As cartas de Buster para a mulher que ele ama pintam um cenário agradável do seu sucesso na cidade grande, mas a verdade mostra que esse sucesso não passa de um sonho.

The Balloonatic (O Aeronauta) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton; 23 min, 1923, P&B, silencioso
Buster, um auxiliar de parque de diversões, vê-se acidentalmente em um balão de ar quente. A partir disso, ele entra em situações malucas e tenta se defender das mais estranhas ameaças, enquanto tenta conquistar o amor de uma singela observadora.

The Love Nest (No alto-mar) Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton; 18 min, 1923, P&B, silencioso
Último curta dirigido por Keaton. Depois de fugir dos problemas em terra, Buster encontra um barco comandado por um capitão sádico e precisa resolver a situação.

LONGAS SILENCIOSOS                        
Fase de ouro da carreira de Buster Keaton, quando seguia com total independência em seus filmes. Momento em que ele se tornou o maior nome do cinema mudo, ao lado de Charles Chaplin. Serão exibidos todos os 12 longas-metragens autorais e seu primeiro longa (no qual participa apenas como ator).

The Saphead (O Pesado) Digital
Dir.: Herbert Blaché; 77 min, 1920, P&B, silencioso
Primeira atuação de Keaton em um longa-metragem. Buster interpreta Bertie, um inocente e milionário herdeiro. Seu pai está prestes a perder a fortuna da família e Bertie precisa combater esse golpe.

Three Ages (A antiga e a moderna) Película/Digital
Dir.: Edward F. Cline, Buster Keaton; 63 min, 1923, P&B, silencioso
Em seu primeiro longa produzido de forma independente, Buster conta a história do amor em três eras: a Era da Pedra, a Era do Império Romano e a Era Moderna.

Our Hospitality (Nossa hospitalidade) Película/Digital
Dir.: John G. Blystone, Buster Keaton; 70 min, 1923, P&B, silencioso
Nos idos do século XIX, uma briga entre famílias em Kentucky leva Buster a morar em Nova York. Após 20 anos, ele tenta retomar as posses de sua família e conhece um amor da família rival.

Sherlock Jr. (Bancando o águia) Película/Digital
Dir.: Buster Keaton; 43 min, 1924, P&B, silencioso
Buster, um projecionista de filmes que estuda para se tornar detetive, está apaixonado por uma moça. Seu rival o incrimina de ter roubado o relógio do pai dela. Ao dormir na sala de projeção, ele sonha que é o detetive Sherlock Jr., o segundo maior do mundo, que está investigando o roubo.

The Navigator (Marinheiro por descuido) Película/Digital
Dir.: Donald Crisp, Buster Keaton; 59 min, 1924, P&B, silencioso
Buster decide se casar com sua amada e navegar para Honolulu. Quando ela o rejeita, ele decide fazer a viagem sozinho, mas, sem perceber, entra no barco do pai da moça. Sem saber disso, ela também entra no barco para procurar por seu pai, que foi pego por espiões. Eles ficam acidentalmente à deriva, desconhecendo que ambos estão embarcados.

Seven Chances (Os sete amores) Película/Digital
Dir.: Buster Keaton; 58 min, 1925, P&B, silencioso
Buster precisa se casar no seu 27° aniversário, até as 7h da noite. Se conseguir, ganhará uma fortuna do testamento do tio. Na busca desesperada por uma noiva, ele pede várias pessoas em casamento e atrai uma horda de mulheres vingativas.

Go West (O Vaqueiro) Película/Digital
Dir.: Buster Keaton; 70 min, 1925, P&B, silencioso
Com dificuldade para manter um emprego na cidade, o nova-iorquino Buster vai trabalhar no interior, onde tenta a sorte como vaqueiro.

Battling Butler (Boxe por amor) Película/Digital
Dir.: Buster Keaton, 68 min, 1926, P&B, silencioso
Alfred Butler (Buster) faz uma viagem de caça a mando do pai. Ao se apaixonar por uma garota da montanha, é confundido pelos pais dela com um lutador de boxe e tenta manter o disfarce.

The General (A General) Película/Digital
Dir.: Clyde Bruckman, Buster Keaton; 79 min, 1926, P&B, silencioso
Na Guerra Civil Americana, o maquinista Johnnie (Buster) é apaixonado por sua locomotiva, A General, e por Annabelle Lee. Quando ambas são raptadas por espiões da União, ele embarca em uma aventura para resgatá-las.

College (Amores de estudante) Película/Digital
Dir.: James W. Horne, Buster Keaton; 64 min, 1927, P&B, silencioso
Ronald (Buster) exalta livros e condena esportes. Sua namorada, Mary, critica sua atitude, e ele fica com medo de perdê-la para Jeff, um atlético esportista. Assim, Ronald decide praticar atividades físicas para impressioná-la.

Steamboat Bill, Jr. (Marinheiro de encomenda) Digital
Dir.: Charles Reisner, Buster Keaton; 69 min, 1928, P&B, silencioso
O controle do transporte de pessoas no Rio Mississipi é disputado por William Canfield e o banqueiro John James King. O filho de Canfield (Buster) se envolve com a filha do inimigo, e o proibido relacionamento agita ainda mais a rivalidade fluvial.

The Cameraman (O homem das novidades) Película/Digital
Dir.: Edward Sedgwick; 75 min, 1928, P&B, silencioso
Depois de se apaixonar por uma linda funcionária da MGM, Buster, um fotógrafo, torna-se operador de câmera para tentar impressionar a garota (e o estúdio) com seu trabalho.

Spite Marriage (O noivo caradura) Digital
Dir.: Edward Sedgwick, Buster Keaton; 80 min, 1929, P&B, silencioso
A Buster – um homem pouco interessante, mas bem-intencionado – é dada a chance de se casar com uma popular atriz da qual ele é muito fã. O que ele não percebe é que está sendo usado para fazer ciúme na antiga paixão dela.

LONGAS FALADOS MGM
Após o advento do som no cinema, Buster perdeu o domínio criativo sobre seus projetos, mas seguiu fazendo filmes de produtor (apenas como ator) até o fim de seu contrato com a MGM. Aqui foram escolhidos dois dos seis longas sonoros de Buster.

Free and Easy (O Jeca de Hollywood) Digital
Dir.: Edward Sedgwick, Salvador de Alberich; 92 min, 1930, P&B, sonoro
Elvira Plunkett é vencedora de um concurso de beleza e vai a Hollywood com sua mãe. Elmer (Buster) e Elvira se gostam, mas a Senhora Plunkett tenta impedir o amor de sua filha por um "jeca" do interior.

Parlor, Bedroom and Bath (Romeu de Pijama) Digital
Dir.: Edward Sedgwick; 73 min, 1931, P&B, sonoro
Jeff quer se casar com Virginia, mas ela só pode se casar depois de sua sisuda irmã mais velha. Jeff faz parecer que um zé-ninguém tímido e virgem (Buster) é, na verdade, um grande amante, para que Angelica se interesse e Virginia possa finalmente aceitar seu pedido.

LONGAS FALADOS TARDIOS                         
Após o fim de seu contrato com a MGM, Buster amargou anos de esquecimento do grande público e realizou apenas mais três longas-metragens como protagonista, todos fora dos EUA.
           
Le Roi des Champs-Élysées (Sem título em português) Digital
Dir.: Max Nosseck; 70 min, 1934, P&B, sonoro
Em Paris, um aspirante a ator de teatro é confundido com um condenado que escapou da prisão.

The Invader (Fanfarronadas) Digital
Dir.: Adrian Brunel; 61 min, 1935, P&B, sonoro
Leander (Buster), um velejador atrapalhado, navega para o Sul da Espanha com uma mulher sedutora e impetuosa, tornando-se um peão em seu perigoso jogo de amor.

El Moderno Barba Azul (O moderno Barba Azul) Digital
Dir.: Jaime Salvador; 90 min, 1946, P&B, sonoro
No final da Segunda Guerra, um marinheiro (Buster) desembarca no México e é confundido com um assassino em série. Ele é preso e, para escapar da execução, acaba aceitando a oferta de fazer uma viagem à Lua.

CURTAS TARDIOS                                 
Keaton atuou como protagonista em dezenas de curtas-metragens do início do cinema sonoro até a sua morte. Entre 1934-1935, atuou em 16 curtas-metragens pela Educational Shorts (cinco deles estão presentes na mostra); entre 1939-1940, participou de oito curtas pela Columbia Shorts; e, entre os anos 40 e 50, participou de diversos projetos nesse sentido. Mas foi nos anos 1960, quando foi redescoberto pela crítica e aclamando em festivais europeus, que retornou a projetos maiores. Destaque para o aclamado Film (roteiro de Samuel Beckett e direção de Alan Schneider) e The Scribe (sua última aparição em filmes).

The Gold Ghost (A cidade deserta) Digital
Dir.: Charles Lamont; 20 min, 1934, P&B, sonoro
Rejeitado por sua namorada, Elmer (Buster) vai para o Oeste e acaba em uma cidade fantasma chamada Vulture City (Cidade dos Abutres), onde ele se autointitula xerife.

Allez Oop (Relojoeiro Amoroso) Digital
Dir.: Charles Lamont; 20 min, 1934, P&B, sonoro      
Elmer (Buster) trabalha em uma relojoaria e se apaixona por uma mulher chamada Paula. Quando Paula se apaixona por um trapezista, Buster tenta conquistá-la no próprio picadeiro.

Palooka From Paducah (O campeão de Paducah) Digital
Dir.: Charles Lamont; 20 min, 1935, P&B, sonoro
Uma família caipira decide abrir um ringue e treinar o filho mais velho, Elmer (Buster), para ser lutador profissional.

One Run Elmer (O esportista) Digital
Dir.: Charles Lamont; 20 min, 1935, P&B, sonoro
Elmer (Buster) tem um posto de gasolina no deserto da Califórnia. Até que surge Jim, um concorrente que abre um posto próximo ao de Elmer e também tenta roubar sua namorada. Ela é fã de beisebol. Logo, Elmer e Jim vão disputar seu amor na grande partida local do esporte.

Hayseed Romance (Romance rústico) Digital
Dir.: Charles Lamont; 20 min, 1935, P&B, sonoro
Elmer (Buster), funcionário de uma fazenda, encontra algumas complicações em sua vida amorosa e acredita ter que se casar com a tia da garota que ama, a dona da propriedade.

Pardon My Berth Marks (Noturno do Reno) Digital
Dir.: Jules White; 20 min, 1940, P&B, sonoro
Elmer (Buster) é um repórter de jornal que inocentemente se envolve com a mulher de um gângster numa viagem de trem.

The Taming of the Snood (Criada do barulho)        Digital
Dir.: Jules White; 20 min, 1940, P&B, sonoro
Buster é o dono de uma loja de chapéus, a Keaton's Snappy Hats. Uma de suas clientes, Dorothy, é uma ladra que tira vantagem de Buster e usa um de seus chapéus para transportar uma joia roubada.

La Fiesta de Santa Barbara (Sem título em português) Digital
Dir.: Lewis Lewyn; 19 min, 1936, cor, sonoro
Um dos primeiros filmes coloridos de Hollywood, concorreu ao Oscar de Melhor Curta-Metragem (Cor). É um filme de comédia que retrata atores e atrizes em seus próprios papéis. Inclui uma performance de Judy Garland, com 13 anos, cantando La Cucaracha com suas irmãs.

Paradise for Buster (Sem título em português) Digital
Dir.: Del Lord; 39 min, 1952, P&B, sonoro
Buster Keaton, um guarda-livros, trabalha para uma empresa em uma grande cidade, quando herda uma fazenda de seu tio, Burr McKeaton, e pode dar adeus à sua antiga vida. Ele explora a fazenda e encontra todo tipo de obstáculo, além de uma "surpresa" na casa do velho tio.

The Triumph of Lester Snapwell (Sem título em português) Digital
Dir.: James Calhoun; 22 min, 1963, cor, sonoro
Um filme publicitário de baixo custo feito para a Eastman Kodak. O curta conta, de forma bem-humorada, a história da fotografia, passando por diferentes momentos, desde 1860.

The Railrodder (Sem título em português) Película
Dir.: Gerald Potterton; 25 min, 1965, cor, sonoro
Depois de nadar da Inglaterra ao Canadá, Buster, sem sair de um carrinho de trilhos, atravessa todo o território canadense.

Film (Sem título em português) Película/Digital restaurado
Dir.: Samuel Beckett, Alan Schneider; 20 min, 1965, P&B, sonoro
Keaton tenta evitar ser observado por um olho que tudo vê. Mas, como o filme é baseado no princípio do bispo Berkeley (“ser é ser percebido”), a própria existência de Keaton conspira contra seus esforços.

The Scribe (Sem título em português) Digital
Dir.: John Sebert; 30 min, 1966, cor, sonoro
Buster, um jornalista amador, cobre uma notícia sobre regulações de segurança em construções e tem lições em primeira mão.

PAPÉIS SECUNDÁRIOS                        
Nos anos 1950, Keaton foi homenageado em dois grandes filmes do cinema americano. Ambos falam sobre a decadência e o esquecimento de estrelas do passado e, de certa forma, retratam a história de Keaton e os efeitos trágicos da transição do cinema silencioso para o sonoro.

Sunset Boulevard (Crepúsculo dos Deuses) Digital
Dir.: Billy Wilder; 110 min, 1950, P&B, sonoro
Para fugir dos representantes de uma financeira, Joe Gillis se refugia na decadente mansão de Norma Desmond (Gloria Swanson), antiga estrela do cinema mudo. Norma descobre que Joe é roteirista e o contrata para revisar o roteiro de Salomé, que marcará seu retorno às telas.

Limelight (Luzes da Ribalta) Digital
Dir.: Charles Chaplin; 127 min, 1952, P&B, sonoro
Calvero (Chaplin), um palhaço de teatro bastante famoso, agora um bêbado contumaz, salva uma jovem dançarina que tentava suicídio. Calvero ajuda Terry a recuperar seu amor-próprio e retomar a carreira, e assim ele também retoma sua autoconfiança. O filme conta com uma singela homenagem de Chaplin a Keaton quando os dois dividem o palco, e a cena, interpretando velhos palhaços.

DOCUMENTÁRIOS
A mostra contará com três documentários sobre a carreira, a vida e a obra de Buster.

Buster Keaton Rides Again (Buster Keaton ataca novamente) Película
Dir.: John Spotton; 55 min, 1965, P&B, sonoro
Documentário sobre as gravações de The Railrodder (1965), um dos últimos filmes de Buster Keaton.

Buster Keaton: A Hard Act to Follow (TV) (Sem título em português) Digital
Dir.: Kevin Brownlow, David Gill; 150 min, 1987, P&B, sonoro
Uma série documental em três episódios sobre a vida, a carreira e as obras de Buster Keaton.

Notfilm (Sem título em português) Digital     
Dir.: Ross Lipman, 129 min, 2015, cor, sonoro
Longa-metragem sobre a produção de Film (1965) e suas implicações filosóficas. Utiliza takes adicionais, gravações de áudio inéditas das reuniões de produção e outros materiais de arquivo raros.


SERVIÇO

BUSTER KEATON – O MUNDO É UM CIRCO
Cinema do CCBB Brasília (SCES Trecho 2)
De 9 a 28 de outubro (de terça a domingo)
Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia), à venda na bilheteria do CCBB a partir das 9h do dia da sessão – limite de quatro ingressos por CPF.
Informações: (61) 3108-7600

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário