Crítico literário se debruça sobre a ‘parte negra’ de Grande sertão: veredas

Muito se escreveu sobre Guimarães Rosa. E sua bibliografia, já bastante robusta, passa a contar com mais um livro de grande valor para entender a obra de um dos maiores escritores brasileiros: Lutas e auroras: os avessos do Grande sertão: veredas, do pesquisador Luiz Roncari, lançamento da Editora Unesp. 

Este livro se constitui numa leitura do Grande sertão: veredas ou uma introdução a ela, nas palavras de Roncari. “Depois de muitas releituras e reflexões sobre o romance, penso ter encontrado nele pelo menos um modo melhor de entrada e, principalmente, também de saída interpretativa, sem me perder na cipoeira de seu emaranhado verbal.”

“Se no livro anterior [O Brasil de Rosa, Editora Unesp, 2004] também me detive mais nos momentos importantes para a formação do herói, foi porque eles se concentravam no que chamo de ‘primeira parte’ ou ‘parte branca’ do romance”, explica Roncari. “No livro atual, Riobaldo começa já praticamente formado e se concentra no que chamo de ‘segunda parte’ ou ‘parte negra’ do romance, que trata mais de seu momento épico, quando dominam as lutas e batalhas, mas também, o que o próprio autor denomina: as suas ‘auroras.”

Ao longo dos cinco capítulos, Roncari palmilha com vagar a investigação sensível das agruras de Riobaldo em sua constituição de sujeito, do despreparo para ser chefe à ação integradora, mediada pela relação ambígua com o poder. “Busquei uma leitura aderente que me levasse aos meandros e avessos de sua vida interna, quase sem me afastar do manifesto pelo autor”, acrescenta Roncari. “Por isso trouxe muito as palavras dele para a minha leitura, citei-o sempre, pois ele deveria ser a base, assim como estar nele, a comprovação do que eu dizia. Tentei evitar ao máximo os esquemas explicativos e as afirmações teóricas e genéricas.”

Sobre o autor - Luiz Roncari é professor sênior da área de Literatura Brasileira da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP). É autor do romance Rum para Rondônia (Siciliano, 1992) e dos estudos Literatura brasileira: dos primeiros cronistas aos últimos românticos (Edusp, 2002), O Brasil de Rosa (Editora Unesp, 2004), O cão do sertão (Editora Unesp, 2007) e Buriti do Brasil e da Grécia (Editora 34, 2013).
Autor: Luiz Roncari
Número de páginas: 170
Formato: 16 x 23 cm
Preço: R$ 54,00
ISBN: 978-85-393-0731- 9

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário