"Oscar do Automobilismo" homenageou e premiou os melhores pilotos do Brasil

A comemoração da maioridade da maior premiação do esporte a motor do Brasil foi marcante e sucesso de presença na noite de quarta-feira (08/11). A 21ª edição do Capacete de Ouro contemplou os melhores pilotos e navegadores brasileiros em solenidade no Auditório Elis Regina, no Anhembi, na capital de São Paulo.

“Nos primeiros 20 anos nós mostramos muito da história do automobilismo, com várias premiações e homenagens, como Piloto do Século, entre outras. Vimos acompanhando, valorizando e mantendo os ídolos brasileiros desde pequenos. Agora o Capacete de Ouro está vendo a chegada de nova geração que já estão dando o que falar e vai ditar os próximos 20 anos de história”, discursou Isabel Reis, organizadora do Capacete de Ouro, da revista Racing.

Um dos grandes momentos da noite foram as homenagens à Lucas Di Grassi, campeão mundial de Fórmula E nesta temporada, e vencedor do Capacete de Ouro nesta modalidade, que teve dois brasileiros campeões em três anos de existência e que terá a sua primeira prova no Brasil em 2018, através do forte trabalho deste piloto paulista. Di Grassi ganhou também o Capacete Especial Senna, em parceria com o Instituto Ayrton Senna e o Capacete Especial Sid Mosca, com desenho de Raí Caldato e pintura de Alan Mosca. Na ocasião, ele anunciou em primeira mão que renovou o seu contrato com a Audi até 2020.

“Todo mundo que trabalha no automobilismo brasileiro merece um Capacete de Ouro”, disse Di Grassi, enquanto agradecia e destacava que apesar do momento político e econômico que o país atravessa, o esporte sobre quatro rodas nacional segue firme.

Outro momento especial foi a homenagem à Daniel Serra, que além de levar o Capacete de Ouro na categoria Stock Car, teve valorizada a sua vitória nas 24 Horas de Le Mans, na categoria GTE Pro, com a presença de seu pai, o ex-piloto de Fórmula 1 Chico Serra. Outra família que subiu ao palco foi a Fittipaldi, com Pietro – neto de Emerson – recebendo o Capacete de Ouro da modalidade Internacional, e Wilson, recebendo o Capacete de Prata pelo seu filho Christian, na categoria Internacional Top.

E não parou por aí. A da 21ª edição consecutiva do Capacete de Ouro enalteceu e concedeu um prêmio especial para a dupla Cristian Baumgart/Beco Andreotti, vencedores do Rally dos Sertões, e que anunciaram e apresentaram a picape que estão construindo para venda e locação aos brasileiros que quiserem participar de etapas do Campeonato Mundial e do Rally Dakar.

Foram homenageados também os patrocinadores Pirelli, Sparco e Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), e os 50 anos da Mercedes AMG, com um capacete especial desenhado e pintado pela dupla Raí Caldato/Alan Mosca, do estúdio Sid Mosca. Neste momento, a Mercedes-Benz anunciou que levaria os vencedores das categorias Revelação - Gabriel Koenigkan – e Kart – Marcel Coletta – para assistirem os treinos livres do GP Brasil de Fórmula 1 no camarote VIP da montadora, enquanto a CBA conferia o mesmo benefício para os demais colocados destas modalidades de iniciação no automobilismo.

O ‘Oscar do automobilismo’ contemplou os pilotos e navegadores de 15 modalidades, desde o Kart, passando por Rali, Off Road, Mercedes-Benz Challenge C250, Mercedes-Benz Challenge CLA AMG, Fórmula 3 Brasil, Stock Car, Nacional, Formação de Pilotos, Revelação, Internacional, Internacional Top, até Fórmula Indy, Fórmula E e Fórmula 1.

No próximo dia 28 de novembro terá início a interatividade com o público, com a noite de entretenimento ‘Capacete de Ouro Experience’, através de exposição e desfile de carros de corrida no Sambódromo do Anhembi.

Confira os vencedores do 21º Capacete de Ouro:

Fórmula 1:
Capacete de Ouro: Felipe Massa

Fórmula Indy:
Capacete de Ouro: Hélio Castroneves
Capacete de Prata: Tony Kanaan

Fórmula E:
Capacete de Ouro:  Lucas Di Grassi
Capacete de Prata: Nelsinho Piquet

Internacional Top:
Capacete de Ouro: Matheus Leist
Capacete de Prata:  Christian Fittipaldi
Capacete de Bronze:  Bruno Senna

Internacional:
Capacete de Ouro: Pietro Fittipaldi
Capacete de Prata: Victor Franzoni
Capacete de Bronze: Felipe Drugovich

Stock Car:
Capacete de Ouro: Daniel Serra
Capacete de Prata: Thiago Camilo
Capacete de Bronze: Átila Abreu

Fórmula 3:
Capacete de Ouro: Igor Fraga
Capacete de Prata:  Guilherme Samaia
Capacete de Bronze: Giuliano Raucci

Mercedes CLA:
Capacete de Ouro: Fernando Jr.
Capacete de Prata: Betão Fonseca
Capacete de Bronze: José Vitte

Mercedes C250:
Capacete de Ouro: Cláudio Simão
Capacete de Prata: André Moraes Jr.
Capacete de Bronze:  Raphael Teixeira/Rodrigo Cruvinel

Nacional:
Capacete de Ouro: Nonô Figueiredo
Capacete de Prata: Rodrigo Baptista
Capacete de Bronze: Berlanda Jr.

Formação de Pilotos:
Capacete de Ouro: Bruno Leme
Capacete de Prata: Gabriel Silva
Capacete de Bronze: Emílio Padrón

Rali:
Capacete de Ouro: Ricardo Malucelli/Giovani Bordin
Capacete de Prata: Cláudio Rossi/Eduardo Tonial
Capacete de Bronze: Tiago Larossa/KZ Morales

Off-Road:
Capacete de Ouro: Guilherme Spinelli/Youssef Haddad
Capacete de Prata: Glauber Fontoura/Minae Miyauti
Capacete de Bronze: André Miranda/Alison Pedroso

Kart:
Capacete de Ouro: Marcel Coletta
Capacete de Prata: João Cunha
Capacete de Bronze: Bruno Grigatti

Revelação:
Capacete de Ouro: Gabriel Koenigkan
Capacete de Prata: Vinícius Tessaro
Capacete de Bronze: Gabriel Gomez e Fabrício Filho (Nesta categoria dois pilotos empataram)

O Capacete de Ouro 2017 tem organização de CRJ Brasil, com patrocínio ouro de Mercedes-Benz, patrocínio prata de Pirelli, e apoios de Sparco, Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e Auto Show Collection.

==> Foto: Rafael Munhoz

0 comentários:

Postar um comentário