CCBB APRESENTA PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO CARNAVAL PARA TODA A FAMÍLIA

No feriado mais divertido do Brasil o CCBB convida pessoas de todas as idades para dois dias de muita festa e descontração. Com decoração baseada no universo circense e o tema “alegria para todas as idades”, o CARNAVAL MULTICULTURAL CCBB oferece brincadeiras, oficinas, bailes carnavalescos, desfiles de fantasia e shows musicais, misturando influências rítmicas de várias regiões brasileiras. Serão dois dias inteiros de atividade, contando com o samba reggae da Banda Batalá, o frevo da Orquestra Popular Marafreboi, o maracatu da Orquestra Alada Trovão da Mata e as marchinhas do Carnaval Turbilhão. A festança acontece nos dias 26 e 27 de fevereiro (domingo e segunda de carnaval), das 11h às 21h, com ingressos a preços populares de R$ 5,00 (meia) e R$ 10,00 (inteira).

O CARNAVAL MULTICULTURAL vai ocupar vários espaços do Centro Cultural Banco do Brasil Brasília, com músicas, números circenses, oficinas, cortejos e brincadeiras. Nos espaços internos e no hall do prédio do CCBB, monitores irão ministrar oficinas de maquiagem, confecção de colares e de instrumentos como chocalhos e ganzás. Também prometem ensinar a customizar adereços para fantasias e distribuir serpentinas para os foliões entrarem no clima.

Nos gramados, um grupo de artistas circenses, sob a coordenação do Circo Grock (que vem de Natal/RN especialmente para o Carnaval), desenvolverão brincadeiras circenses com malabares, pernas de pau e bambolês. Uma hilária banda de palhaços, coordenada pelas palhaças Matusquela e Cenoira, vai passear pelo local, animando a garotada. As crianças também vão se divertir na brinquedoteca e nas duas sessões diárias do Baby Baile de Carnaval.

Ao longo do dia, os intervalos entre as atividades contarão com apresentações de artistas circenses. No fim da tarde, os grupos Orquestra Alada Trovão da Mata, com um maracatu pra lá de animado, e Grupo Batalá, rufando os tambores com samba reggae, farão cortejos em meio ao público, arrastando os foliões.

Uma lona de circo especialmente montada vai acolher as apresentações musicais da noite, em grandes bailes carnavalescos. No domingo, a partir das 19h, o frevo contagiante da Orquestra Popular Marafreboi, e na segunda, o som do projeto Carnaval Turbilhão, com as tradicionais marchinhas, comandadas por Maurício Pereira.

E pra matar a fome e a sede do corpo, um conjunto de foodtruks e bikes foods compõe a área de alimentação, com estrutura de bar e pratos quentes.

O CARNAVAL MULTICULTURAL é uma realização do CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil Brasília, com produção do Instituto Bem Cultural e Coordenação de Sergio Bacelar.


PROGRAMAÇÃO GERAL

DOMINGO, 26.02.2017
11h – abertura da entrada ao público com a participação de artistas circenses;
11h às 13h – brincadeiras (equilíbrio de pratos, malabares – construção de bolinhas, malabares - habilidades, perna de pau e bambolê);
13h30 às 17h30 – realização das três oficinas (instrumentos musicais, maquiagem divertida e customização de adereços);
14h – abertura da tenda do Baby Baile;
14h às 16h – brincadeiras (equilíbrio de pratos, malabares – construção de bolinhas, malabares - habilidades, perna de pau e bambolê);
15h30 – cortejo infantil com a bandinha dos artistas circenses;
16h – cortejo com o grupo Batalá (samba reggae);
17h30 – cortejo infantil com a bandinha dos artistas circenses;
18h – concurso de fantasias infantis;
18h30 – cortejo com o grupo Batalá (samba reggae);
19h – início do baile com apresentação da Orquestra Popular Marafreboi (frevo);
21h – encerramento.

SEGUNDA-FEIRA, 27.02.2017
11h – abertura da entrada ao público com a participação de artistas circenses;
11h às 13h – brincadeiras (equilíbrio de pratos, malabares – construção de bolinhas, malabares - habilidades, perna de pau e bambolê);
13h30 às 17h30 – realização das três oficinas (instrumentos musicais, maquiagem divertida e customização de adereços);
14h – abertura da tenda do Baby Baile;
14h às 16h – brincadeiras (equilíbrio de pratos, malabares – construção de bolinhas, malabares - habilidades, perna de pau e bambolê);
15h30 – cortejo infantil com a bandinha dos artistas circenses;
16h – cortejo com a Orquestra Alada Trovão da Mata (maracatu);
17h30 – cortejo infantil com a bandinha dos artistas circenses;
18h – concurso de fantasias infantis;
18h30 – cortejo com a Orquestra Alada Trovão da Mata (maracatu);
19h – início do baile com apresentação do Carnaval Turbilhão (marchinhas tradicionais com Maurício Pereira e banda);
21h – encerramento.


OFICINAS

Três oficinas prometem deixar as crianças no ritmo de festa para o carnaval. Adereços, maquiagem e instrumentos musicais irão compor a matriz criativa nos dias de folia. Atendendo em torno de 600 crianças no evento, oficineiros e monitores propiciarão uma experiência de arte e criatividade.


Oficina 01 - Ritmos do Carnaval – construção de instrumentos e chocalhos.
Ministrada pelo professor de música Rogério Pereira, a oficina de construção de instrumentos vai colocar os brincantes no ritmo. Serão construídos chocalhos e ganzás com materiais próprios para a criança brincar e aprender com segurança. Formatada para atender pais, mães, acompanhantes e crianças.

Capacidade 100 crianças por dia, das 13h30 às 17h30.


Oficina 02 - Formas do Carnaval - Customização de adereços.
Tem por objetivo a confecção de acessórios sob a coordenação da Designer de Moda Nina Maria. Estarão à disposição quatro assistentes preparados para atender as crianças e adornar roupas e fantasias com acessórios a partir de painéis criativos, tecidos, cola e purpurina para brincar e deixar a imaginação correr solta. As roupas poderão ser usadas pelas crianças para se divertirem no Bailinho do CCBB.

Capacidade 100 crianças por dia, das 13h30 às 17h30


Oficina 03 - Cores do Carnaval – oficina de maquiagem
Toda criança gosta de pintura no rosto e, na maioria dos eventos, as pinturas são muito parecidas, caracterizando animais ou super-heróis. A proposta da maquiadora de teatro, TV e cinema, Andrea Alfaia, é aproveitar o carnaval para deixar mais vivas essas pinturas, desconstruindo a maquiagem infantil usual. Serão utilizadas cores lúdicas e contemporâneas além das máscaras tradicionais.

Seis propostas formarão um cardápio que terá o cuidado de não diferenciar meninos e meninas, visando mostrar que formas divertidas não precisam ser classificadas em gêneros e/ou ter limitações .

Capacidade 100 crianças por dia, das 13h30 às 17h30


BRINCADEIRAS CIRCENSES
Duração de 30 minutos e rotativas.

EQUILÍBRIO DE PRATOS
Instrutores: Lion e Maria (Circo Grock)
Materiais: pratos de chineses
Atendimento: 12 crianças (acima de 6 anos)

MALABARES (CONSTRUÇÃO DE BOLINHAS)
Instrutores: Marcelo e Pedro (Circa Brasilina)
Materiais: painço, bolão (azul, amarelo, vermelho)
Atendimento: 15 crianças (acima de 8 anos)

MALABARES (HABILIDADES)
Instrutores: Leandro e Magno (Coletivo Ambidestro)
Materiais: 20 bolas de malabares
Atendimento: 20 crianças (acima de 8 anos)

PERNA-DE-PAU
Instrutores: Neide e Isabel (Circo, Boneco e Riso)
Materiais: 20 pernas-de-pau
Atendimento: 15 crianças (acima de 8 anos)

BAMBOLÊ
Instrutores: Tina (Marmotagem e Cia)
Materiais: Bambolês
Atendimento: 20 crianças (acima de 6 anos)

ANIMAÇÃO / BANDA DE PALHAÇOS
Regente da Banda: Ana Felícia (Cenoira)
Participantes: Nil Moura (Espaguetti), Gena Leão (Ferrugem), Manuela (Matusquella), Caisa (Ananica), Canela e Maria Isabel, Pepino, Antônia, Ana Luíza


ATRAÇÕES MUSICAIS

GRUPO BATALÁ
Criada em 1997, na França, pelo jovem músico e bailarino José Gilberto Gonçalves dos Santos, o Mestre Giba, que começou a ensinar os franceses a tocarem o ritmo brasileiro do samba reggae do Neguinho do Samba. Em pouco tempo, a banda ganhava o mundo, como grupo e escola. Hoje, atua em mais de 34 países. Em Brasília, criado pelo brasiliense Paulo Garcia, o Tutuca (que conheceu Giba e se apaixonou pelo movimento), tem a característica de ser formado exclusivamente por mulheres. Atualmente, varia em torno de 100 integrantes de diferentes níveis econômicos e idades entre 18 e 60 anos, que se encontram semanalmente para as atividades de formação musical que aliam conhecimento técnico em rudimentos, música afro-brasileira e dança e que se reciclam por meio de workshops, no Brasil e também em encontros mundiais. O Batalá Brasília tem em seu currículo alguns destaques: em 2016, recepcionou a Tocha Olímpica em sua chegada ao Brasil, no Palácio do Planalto. Em junho de 2005 o grupo excursionou em turnê pela França, onde participou da Programação Oficial do Ano do Brasil na França, no Festival de Saint-Dennis, realizando vários shows em Paris e outras cidades. Em 2011, se apresentou para a Primeira Dama Michele Obama. Em 2013 se apresentou para o Cirque du Soleil e em 2014 integrou a animação da Fifa Fan Fest.

ORQUESTRA POPULAR MARAFREBOI
Formada com base na instrumentação de orquestra de sopro, é considerada uma das revelações da música instrumental do Distrito Federal, sendo a única orquestra do Centro-Oeste cujo foco principal está nas matrizes musicais da cultura popular. A Marafreboi integra 18 músicos profissionais com origens em diversos estados do Brasil (Rio de Janeiro, Paraná, Bahia, Alagoas, Pernambuco e Distrito Federal), todos radicados em Brasília há mais de 15 anos. Desenvolve um trabalho de resgate primando pela preservação do acervo popular, por meio de um repertório que incluiu músicas de autoria de membros da Orquestra assim como sucessos tradicionais do frevo de rua, maracatu, samba, ciranda, xote, cavalo-marinho, coco, xaxado, carimbó, catira e bumba-meu-boi. A Marafreboi já participou do circuito cultural do Distrito Federal e de toda a região Centro-Oeste, além de cidades como Rio de Janeiro, Recife, Fortaleza, São Paulo dentre outras, onde pode mostrar toda sua performance instrumental e de pesquisa em eventos voltados para o calendário carnavalesco e outros vinculados à cultura popular. A Orquestra já fez a abertura de shows de nomes como Geraldo Azevedo, Carlinhos Brown e Antônio Nóbrega. Regência do maestro fundador e diretor musical Fabiano Medeiros.

ORQUESTRA ALADA TROVÃO DA MATA
Criada em 2012, com inspiração nos ensinamentos do Centro Tradicional de Invenção Cultural, é uma escola popular de Brasília. Composto por alfaias, agbês, taróis e gongués, o grupo traz a força do batuque, com a criação e a fusão de ritmos percussivos populares, como o maracatu e o samba pisado. Tem como suas principais referências o Maracatu Estrela Brilhante (PE) e o Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro (DF). A orquestra percussiva é formada por 30 brincantes.

CARNAVAL TURBILHÃO
Vai ser difícil resistir ao som do Carnaval Turbilhão, um super show-baile com as marchinhas mais famosas do carnaval, comandado pelo cantor e compositor paulistano Mauricio Pereira (Os Mulheres Negras), que há mais de 10 anos tem animado matinês de clubes, parques e eventos carnavalescos. Esses bailes deram origem ao seu disco "Carnaval Turbilhão", de 2010. Tocado com alma, do jeito que o povo gosta, o repertório traz clássicos do carnaval de salão, como o "Abre Alas" de Chiquinha Gonzaga, passando por Lamartine Babo (Linda Morena, O teu Cabelo não Nega), Braguinha (Chiquita Bacana, Touradas em Madri), Noel Rosa (Pierrô Apaixonado), Mario Lago (Aurora), Haroldo Lobo (Alá-lá-ô) e tantos outros, até sucessos mais recentes como "Máscara Negra", "Bandeira Branca" e "Marcha da Cueca". Mauricio é acompanhado pelo "Turbilhão de Ritmos", seus companheiros da banda do programa "Fanzine", do escritor Marcelo Rubens Paiva na TV Cultura, nos anos 90: Carneiro Sândalo, bateria; Reinaldo Chulapa, baixo; Luiz Waack, guitarra baiana; Daniel Szafran, voz e teclados; Tonho Penhasco, guitarra; Amilcar Rodrigues, trompete. Com este grupo, Maurício Pereira gravou, ao vivo, em 2003, “Canções Que Um Dia Você Já Assobiou – vol.1”. Mauricio tem mais três discos: “Na Tradição” (1995), “Mergulhar na Surpresa” (1998) e “Pra Marte” (2007).


SERVIÇO

Data: 26 e 27 de fevereiro de 2017
Local: Centro Cultural Banco do Brasil Brasília
Horário: de 11h às 21h
Ingressos: R$ 5,00 (meia) e R$ 10,00 (inteira)
www.billheteriadigital.com a partir de 11.02.2017.

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário