Carnaval: a influência da cultura brasileira na Europa

O carnaval é um dos maiores símbolos culturais do país. O samba é o ritmo brasileiro que se tornou a chave mestre para a festa e durante um século teve mais destaque no Rio de Janeiro, por ter sido o berço das primeiras escolas de samba. Porém, a cada ano, o ritmo e as festividades têm se destacado também em São Paulo e a cada vez mais em outros cantos do mundo. Em recente pesquisa, o geógrafo Alessandro Dozena, autor de “A Geografia do Samba na Cidade de São Paulo” (Editora PoliSaber), elucida essa dimensão cultural e sua influência em outro continente. 
Segundo Dozena, podemos considerar o samba como uma commodity brasileira. "Desde o fenômeno Carmen Miranda, o ritmo é um produto de grande exportação. Na Europa, por exemplo, existe uma busca pela reconstrução da cultura original, uma necessidade que atrai influências externas. A curiosidade pela cultura brasileira permite concessões dentro de um processo de integração", explica.
Em seu livro “A Geografia do Samba na Cidade de São Paulo” (Editora PoliSaber), Dozena mostra que o samba se tornou uma identidade cultural por meio da dispersão territorial. "Na capital paulista, a contaminação do gênero musical esteve interligada a um processo de expansão urbana, que foi identificado através de um recorte geográfico e socioeconômico da cidade", menciona o autor, que pesquisou o tema por mais de três anos para defender sua tese de doutorado.  
O pesquisador, em seu atual estudo, ressalta que esta identidade não se limita a uma região. "Essa influência não está restrita somente ao território brasileiro. Hoje o ritmo gera uma pertença mundial fluida e desterritorializada, aculturada a outras músicas e contextos culturais em escala global", comenta.
Para Dozena, o carnaval como festa atrai utopias festivas, que é ao mesmo tempo uma concepção de mundo e uma busca desmedida pelo prazer, capaz de atuar como um vigoroso álibi. "Assim, as festas carnavalescas manifestam não só um desvio da razão, mas a busca por um modelo de civilização não civilizado, e uma felicidade ancestral ainda concebível."
Para saber mais sobre a expansão do samba  em São Paulo , a obra pode ser adquirida por e-mail ou por telefone. Para mais informações sobre a pesquisa na Europa, o autor está disponível via telefone e e-mail.

Serviço:
Livro - A Geografia do Samba na Cidade de São Paulo
Preço – R$ 48,00

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário