Algumas dicas gastronômicas e a abordagem do prazer à mesa

Em Comer e beber como Deus manda (368 páginas, R$ 74), o assunto é esse mesmo: o prazer à mesa. O médico Sergio de Paula Santos encontrou no vinho uma porta para o mundo da gastronomia, tornando-se um dos mais respeitados enólogos do país.  Neste livro ele discorre, em uma série de artigos, sobre assuntos que envolvem o ato de comer e outros temas relacionados. 


Já com Comer: necessidade, desejo, obsessão (192 páginas, R$ 30), Paolo Rossi explora as inúmeras nuances que o verbo assumiu na história da humanidade. O autor faz aqui uma reflexão sobre o tema alimentação para demonstrar que o simples ato de comer está muito mais carregado de significados, culturais e antropológicos, do que se pode imaginar quando se pensa em assuntos como dietas saudáveis, desnutrição e gastronomia.


Outra dica é São Paulo: memória e sabor (120 páginas, R$ 78), de Rosa Belluzzo, que demonstra como as fusões, associações e confluências de temperos, alimentos, modos de preparo, apresentação e utensílios associados definiram pratos que, em mais de quatrocentos anos, estão fortemente identificados com a cidade e a região.


Da mesma autora, vale conferir Arte da cozinha brasileira (352 páginas, R$ 80), um dicionáriosingular sobre a culinária nacional que reúne cerca de dois mil verbetes com definições diretas e sucintas, relatando uma ou outra curiosidade, sem fatigar o leitor com referências numerosas. A obra, desenvolvida em parceria com Leonardo Arroyo, ganhou o " Prix de la Littérature Gastronomique 2015", outorgado pelas Academias Internacional e Brasileira de Gastronomia.

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário