MOSTRA DE CINEMA NÓRDICO - CONTINUA A EXIBIÇÃO GRATUITA NO CCBB BRASÍLIA

Os Países Nórdicos configuram uma das mais talentosas e férteis regiões de produção cinematográfica da Europa. Dinamarca, Noruega, Suécia e Finlândia produzem uma cinematografia efervescente, marcada pelo exercício de gêneros e que já deu ao mundo o cinema de grandes mestres como Ingmar Bergman, Lars Von Trier, Thomas Vinterberg, Susanne Bier e Aki Kaurismaki. A região é também fundadora do movimento Dogma 95, responsável por provocar uma verdadeira guinada na forma de fazer e ver cinema em finais do século XX. Agora, a recente produção cinematográfica destes países poderá ser vista na MOSTRA DE CINEMA NÓRDICO, que acontece de 23 de novembro a 5 de dezembro, no Cinema do CCBB. Logo na abertura, a exibição do impressionante documentário Corações Valentes, de Karri Anne Moe.

Uma realização das embaixadas da Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia, com apoio do Centro Cultural Banco do Brasil, a MOSTRA DE CINEMA NÓRDICO vai exibir 14 filmes, entre documentários e ficções, dramas e comédias recentes, produzidos nos diferentes países, de 2011 para cá – exceção para Helsinque, para sempre, de 2008, que apresenta o trabalho do premiado diretor Peter von Bagh, falecido em 2014. As sessões serão às 18h30 e 20h30, nos dias úteis, e também às 16h30, aos sábados e domingos.

Ao longo de duas semanas, será possível assistir a títulos como O Porto, do finlandês Aki Kaurismaki, sobre um tema pungente da Europa hoje, a imigração. Indicado à Palma de Ouro, o filme, de 2011, recebeu o prêmio FIPRESCI em Cannes. Também Noroeste, ficção dinamarquesa assinada por Michael Noer, ambientada no submundo das drogas e da prostituição no bairro Nordvest, um dos mais pobres de Copenhague, vencedor de festivais como Taipei e prêmios como o FIPRESCI (o prêmio da crítica) de Gotemburgo.  E ainda um título que leva o carimbo da cineasta Susanne Bier, detentora de um Oscar e um Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro, por Hævnen (Em um mundo melhor), de 2010. Da grande realizadora, a Mostra apresenta O Amante da Rainha, filme de época, cuidadosamente ambientado, que apresenta um dos grandes episódios da história real da Dinamarca e aborda a entrada do Iluminismo na Europa.


QUALIDADE NÓRDICA

A programação da MOSTRA DE CINEMA NÓRDICO inclui filmes produzidos na Finlândia, Suécia, Dinamarca e Noruega. São títulos como Histórias de Estocolmo, de 2014, primeiro longa-metragem dirigido pela diretora de arte Karin Fahlén, conhecida do público brasileiro por assinar a maquiagem de títulos como Raízes do Mal e Dogma do Amor (ambos de 2003). Em Histórias de Estocolmo, ela entrelaça, com muito humor, a história de cinco pessoas em dias chuvosos de novembro. O filme rendeu à atriz Julia Ragnarsson o prêmio de melhor atriz no Festival de Cinema de Estocolmo.

Do grande Peter von Bagh, a mostra vai contemplar Helsinque, para sempre, de 2008, em que o diretor apresenta material filmado da capital finlandesa, ao longo de vários anos, e editado sem seguir uma lógica cronológica, apenas emocional. Aclamado como um dos maiores realizadores de seu país, tendo atuado como júri do Festival de Cannes, Peter von Bagh tem sido homenageado mundo afora, com retrospectivas sobre seu cinema, como as realizadas em Rotterdam e Buenos Aires. Detalhe: o próprio cineasta pode ser visto em Helsinque, para sempre.

O filme que abre a mostra, Corações Valentes, de 2012, recupera para a história o massacre da ilha de Utoya, na Noruega, quando um atirador neonazista atacou durante uma hora um acampamento de verão da ala juvenil do Partido Trabalhista, matando 69 jovens, com idade entre 15 e 17 anos. Na verdade, o filme de Karri Anne Moe se propunha a acompanhar a vida de quatro jovens engajados em movimentos políticos, quando foi “atropelado” pela tragédia da ilha de Utoya.

Também dirigidos por mulheres, a Mostra apresentará Eu sou sua, de 2013, primeiro filme de Iram Haq, indicado ao Oscar pela Noruega e premiado como melhor filme do Festival Nordic Film Days; e Hotel, de 2013, direção da sueca Lisa Langseth, que venceu o Guldbagge Awards (o Escaravelho de Ouro), entregue anualmente pelo Instituto Sueco de Cinema.

A programação inclui ainda Não chore por mim, de 2013, assinado pelos realizadores suecos Måns Mårlind e Björn Stein, eleito melhor filme do ano pelo MovieZine da Suécia (movimento de críticos de cinema); Mergulho Profundo, de 2013, de Erik Skjoldbjærg, escolhido melhor filme do Festival de Chicago; O centenário que saiu pela janela e desapareceu, de 2013, assinado por Felix Herngren e baseado no best-seller de Jonas Jonasson, traduzido para 33 idiomas; A Hora do Lince, de 2013, direção do dinamarquês Søren Kragh-Hacobsen, um drama que mescla filosofia e religiosidade, protagonizado pela grande atriz Sofie Grabol (internacionalmente conhecida como a detetive Sarah Lund, do seriado The Killing – História de um Assassinato);  Parentes são eternos, produção norueguesa de 2013, assinada por Frode Fimland, documentário vencedor do Festival de Montana, nos Estados Unidos; e O Guardião das Causas Perdidas (2013), de Mikkel Nørgaard, baseado nos livros escritos pelo premiado escritor dinamarquês Jussi Adler-Olsen, com performance desconcertante da atriz Sonja Richter e uma fotografia esplêndida.

PROGRAMAÇÃO

Quarta, 30/11
18h30 Helsinque, para sempre – Livre
20h30 O Guardião das Causas Perdidas – 16 anos

Quinta, 1º/12
18h30 – Mergulho Profundo – 14 anos
20h30 A Hora do Lince – 16 anos

Sexta, 02/12
18h30 Parentes são eternos – 14 anos
20h30 – Corações Valentes – 14 anos

Sábado, 03/12
16h30 – Não chore por mim – 14 anos
18h30 O Porto – Livre
20h30 – O centenário que saiu pela janela e desapareceu – 12 anos

Domingo, 04/12
16h30 – Histórias de Estocolmo – 12 anos
18h30 – Eu sou sua – 14 anos
20h30 – O Amante da Rainha – 14 anos

Segunda, 05/12
18h30 – O Hotel – 14 anos
20h30 Noroeste – 16 anos

SINOPSES

CORAÇÕES VALENTES (Noruega)

Direção: Kari Anne Moe (2012) 118min
Documental, classificação indicativa 14 anos
O documentário acompanha quatro jovens políticos nas suas quatro organizações para jovens na Noruega. A premissa muda drasticamente no dia 22 de julho de 2011, quando o neonazista Anders Behring Breivik massacrou 69 jovens do partido dos trabalhadores na ilha de Utøya, horas depois de uma bomba ter explodido no centro governamental de Oslo.


O CENTENÁRIO QUE SAIU PELA JANELA E DESAPARECEU (Suécia)

Direção: Felix Herngren, (2013) 112 min
Comédia, classificação indicativa 12 anos
O centenário Allan Karlsson sai pela janela e desaparece. Ele começa uma viagem inesperada envolvendo vários assassinatos e uma mala cheia de dinheiro. Logo ele vira toda a nação de ponta-cabeça. Ele, de fato, já tinha alguma experiência nestas questões, uma vez considerando que, anteriormente, ele já tinha feito a mesma coisa com o mundo inteiro.

 

 

O PORTO (Finlândia)

Direção: Aki Kaurismäki (2011) 93 min
Drama / Comédia, classificação indicativa  Livre
Marcel Marx é um boêmio ex-escritor, que abandonou qualquer ambição literária e se exilou voluntariamente na cidade portuária de Le Havre, onde exerce a profissão de engraxate de sapatos - que não lhe dá dinheiro, mas lhe permite ficar mais próximo das pessoas. Marx vive feliz em uma rotina que consiste em seu trabalho, seu bar preferido e sua esposa Arletty quando, inesperadamente, o destino coloca em seu caminho o jovem imigrante africano Idrissa, procurado pelas autoridades e pelo detetive Monet por estar tentando chegar ilegalmente a Londres, dentro de um container. Enquanto sua esposa fica gravemente doente e internada em um hospital, a única coisa que Marx pode fazer é combater a fria indiferença humana para tentar ajudar o jovem imigrante a chegar a seu destino, com o único recurso que lhe resta: o otimismo e a solidariedade de seus vizinhos.


A HORA DO LINCE (Dinamarca)
Direção: Søren Kragh-Jacobsen (2013) 93 min
Drama / Suspense, classificação indicativa  16 anos
Helen, sacerdote de uma pequena paróquia, é contatada pela cientista Lisbeth com um apelo desesperado por ajuda. Um jovem, que foi enviado a um hospital psiquiátrico de alta segurança após matar um casal de idosos, tentou o suicídio ao tentar se aproximar de Deus. O jovem rapaz havia sido parte de uma experiência fracassada para tentar humanizar os presos do hospital em que se encontrava, atribuindo-lhes animais de estimação. Temendo que o jovem rapaz tente o suicídio novamente, a religiosa e a cientista têm agora que enfrentar suas mútuas animosidades durante a tentativa de descobrir a verdade. Em uma corrida contra o tempo, as duas mulheres começam uma viagem chocante, cada vez mais profunda e perigosa, na mente doente do jovem rapaz.


HISTÓRIAS DE ESTOCOLMO (Suécia)

Direção: Karin Fahlén (2014) 97 min
Drama, classificação indicativa 12 anos
Drama contemporâneo e bem-humorado sobre cinco pessoas cujos caminhos se cruzam durante alguns dias chuvosos em novembro. Johan, um escritor metropolitano e jovem, está obcecado com sua teoria sobre luz urbana e escuridão. Douglas está apaixonado por Anna, que acabou de ser largada e está sem-teto. Jessica, uma profissional de publicidade, que tem negada sua intenção de adotar uma criança, por não ter amigos. Thomas é um workaholic que fica distraído do seu trabalho juto ao ministro por uma carta de amor enviada aleatoriamente. Quanta luz é preciso para vermos uns aos outros? E quanta escuridão é preciso para ousarmos nos encontrar? É preciso desligar para se conectar.

 

 

HELSINQUE, PARA SEMPRE (Finlândia)

Direção: Peter von Bagh (2008) 74 min
Documental, classificação indicativa  livre
O filme do premiado cineasta Peter von Bagh é uma montagem de elementos fílmicos relativos à cidade de Helsinque - tal como é representada no cinema, na pintura, literatura, na música. Um ensaio sobre a cidade, as suas imagens e a complexa relação com a História. O filme traz um retrato de Helsinque e a cultura finlandesa ao longo de um período de cem anos.


NOROESTE (Dinamarca)

Direção: Michael Noer (2013) 91 min
Drama/Ação, classificação indicativa 16 anos
Casper, um jovem de 18 anos, vive com sua mãe e seus irmãos num subúrbio a noroeste de Copenhagen - parte pobre e multiétnica da cidade. Ambicioso, Casper trabalha fazendo pequenos assaltos para o chefe de quadrilha Jamal. Em certo momento, Casper recebe uma proposta para trabalhar com outro criminoso, Björn, rival de Jamal. A rivalidade entre as gangues acaba criando um grande conflito armado que lança Casper em um mundo de violência, prostituição e drogas. Casper precisa então escolher se, para subir de escalão, está disposto a arriscar não só a própria vida, mas também a de seu irmão mais novo.

 

 

NÃO CHORE POR MIM (Suécia)

Direção: Måns Mårlind, Björn Stein (2013) 109min
Drama classificação indicativa 14 anos
Na cidade de Gotemburgo, na costa oeste da Suécia, Pål sonha em se realizar com a sua música. Mas ele tem um grande obstáculo: ele mesmo. Acompanhamos Pål numa viagem emocional através de amizades e sofrimentos, amor e traição para finalmente encontrar a sua missão.

 

 

MERGULHO PROFUNDO (Noruega)

Direção: Erik Skjoldbjærg (2013) 100min
Drama/Ação, classificação indicativa 14 anos
Ambientado na década de 80, no início da aventura petrolífera norueguesa. O mergulhador profissional Petter está obcecado pela ideia de atingir o fundo do Mar do Norte, onde enormes depósitos de óleo e gás foram descobertos. As autoridades visam trazer o óleo para terra através de um oleoduto a 500 metros de profundidade. Juntamente com seu irmão Knut, ele tem a disciplina, a força e a ousadia necessárias para assumir a missão mais perigosa do mundo. Mas um súbito e trágico acidente muda tudo e aos poucos Petter percebe que sua vida pode estar em perigo.

 

 

PARENTES SÃO ETERNOS (Noruega)

Direção: Frode Fimland (2013) 75min
Documental, classificação indicativa 14 anos
Os irmãos Magnar e Oddny nunca deixaram sua casa de infância. Eles cuidam da fazenda da família como gerações antes deles cuidavam. O tempo parece estar parado, mas ele passa rapidamente. Parentes São Eternos é um documentário poético sobre um casal de irmãos, Magnar (73) e Oddny (70) que vivem como muitos noruegueses viviam há 50 anos. Eles estão longe de serem ricos, mas vivem em contato direto com a natureza.

 

EU SOU SUA (Noruega)

Direção: Iram Haq (2013) 90min
Drama classificação indicativa 14 anos
Mina é uma jovem mãe solteira vivendo em Oslo com seu filho de 6 anos, Felix. Ela é uma paquistanesa-norueguesa que tem um relacionamento problemático com sua família. Mina está constantemente à procura de amor e tem relações com diferentes homens; porém, nenhum dos relacionamentos tem alguma esperança de durar por muito tempo. Então, quando Mina conhece Jesper, um diretor de cinema sueco, ela se apaixona desesperadamente por ele.

 


O HOTEL (Suécia)

Direção: Lisa Langseth (2013) 97min
Drama classificação indicativa 14 anos
Erika tem tudo: um bom trabalho, muitos amigos e um relacionamento estável. Até o momento em que tudo desmorona. De repente, sua vida perfeita não significa mais nada, e os sentimentos que ela uma vez foi capaz de controlar não estão mais ao seu alcance. Erika começa sessões de terapia em grupo e se encontra com outras pessoas com diferentes tipos de traumas. Um dia, uma questão é levantada no grupo: por que não somos permitidos a nos sentir bem? O grupo decide ir para um lugar de anonimato total. Um lugar onde você pode se reinventar e se tornar quem você quer ser – assim, eles começam a fazer check-in em hotéis.


O GUARDIÃO DAS CAUSAS PERDIDAS (Dinamarca)

Direção: Mikkel Nørgaard (2013) 100min
Drama, classificação indicativa 16 anos.
Após um tiroteio que deixou um colega morto e outro paralisado, o investigador Carl Mørck é transferido para o recém-criado departamento Q, dedicado a casos antigos e encerrados. Apenas Carl e seu novo assistente, Assad, integram o “Q” e, mesmo tendo recebido ordens expressas para somente ler e classificar os casos, já no segundo dia, eles se debruçam sobre o misterioso desaparecimento de Merete Lyngaard, uma linda política que simplesmente sumiu de uma balsa cinco anos atrás. A única testemunha do caso era o irmão de Merete, que tem uma lesão cerebral; ele foi encontrado no convés para automóveis, gritando pela vida. O assunto foi encerrado como um aparente suicídio, mas Carl e o Assad não estão convencidos. Eles então se aventuram por uma viagem que os leva ao escondido mundo do abuso e malícia na polida Escandinávia. 

 

 

O AMANTE DA RAINHA (Dinamarca)

Direção: Susanne Bier (2012) 138min
Drama classificação indicativa 14 anos
A história verídica de um homem comum que ganha o coração da rainha e começa uma revolução. Centrada no intrigante triângulo amoroso entre o cada vez mais insano rei da Dinamarca Christian VII, o médico da realeza Struensee – um iluminista – e a jovem, porém forte rainha Caroline Matilde, o filme é uma emocionante narrativa sobre corajosos idealistas que arriscam tudo na busca pela liberdade de seu povo. Acima de tudo, a história de um romance apaixonado e proibido, que mudou uma nação para sempre.


SERVIÇO
Local: Cinema do CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil
Data: até 5 de dezembro de 2016
ENTRADA FRANCA (mediante a retirada de senhas na bilheteria do CCBB)
Informações: (61) 3108.7630
Entrada franca

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário