Sloterdijk investiga o messianismo explosivo e totalitário na busca do diálogo civilizatório

Para o alemão Peter Sloterdijk, um dos mais importantes filósofos contemporâneos, estudar o conflito entre as três grandes religiões monoteístas possibilita entender a forma como o mundo atual está sendo moldado. Trabalhando com os “potenciais universalistas”, ele, em O zelo de deus: sobre a luta dos três monoteísmos, lançamento da Editora Unesp, pondera sobre as premissas e as fontes do surgimento da fé em um único deus, as formas dialógicas e conflituosas que podem ser assimiladas, os campos de batalha e os conflitos entre cristianismo, islamismo e judaísmo, assim com o programa lógico, a matrix, que leva ao messianismo do tipo exclusivo e totalitário. 

Sloterdijk analisa as formas de conflito que surgiram em torno desses três monoteísmos: o antipaganismo, o antijudaísmo, o anti-islamismo e o anticristianismo e mostra como “as referidas religiões uma após a outra divergiram ou então se originaram de fontes mais antigas – algo comparável a uma explosão de três fases (ou a uma sequência de recepções hostis)”. Tais questões são potencializadas por divisões internas: característico do judaísmo foi o separatismo com aspectos defensivos; do cristianismo, o projeto de expansão por meio das missões; e, do islamismo, a guerra santa.

Também discute o confisco do arsenal discursivo do messianismo universalista por políticos e ideólogos, sempre preocupado com resultado da utilização desse “’material radioativo’, de “sua massa maníaco-ativista ou messiânico-expansionista”. Com isso, afirma, o estudo de tais fenômenos não se restringe mais à disciplina da ciência da religião, mas à ciência geral da cultura, “desejando que tenha a força de propagação de línguas de fogo: a única via ainda aberta é a civilizatória”. Se no século XXI as três grandes religiões monoteístas são chamadas a converter suas relações de coexistência em alianças e diálogo, é vital debater as consequências de um universalismo militante que ainda necessita civilizar-se.

Sobre o autor – Nascido em 1947 em Karlsruhe, Peter Sloterdijk estudou filosofia, história e filologia germânica em Munique e Hamburgo. Foi professor em Frankfurt e Viena. Atualmente, é professor de filosofia e estética e reitor da Escola Superior de Design de Karlsruhe. É autor de obras fundamentais como Regras para o parque humano (Estação Liberdade, 2000), Crítica da razão cínica (Estação Liberdade, 2012) e da trilogia Esferas (Estação Liberdade, no prelo).

Título: O zelo de deus: sobre a luta dos três monoteísmos
Autor: Peter Sloterdijk
Tradução: Nélio Schneider
Número de páginas: 207
Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 42,00
ISBN: 978-85-393-0647-3

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário