FESTA ZEITGEIST – NOITE NO MUSEU

E dando continuidade na missão de trazer a cena da noite de Berlim para Brasília, a exposição “Zeitgeist – Arte da Nova Berlim” realiza sua segunda festa, depois de levar cerca de 4 mil pessoas para a área externa do CCBB na primeira balada que aconteceu em agosto. No dia 16 de setembro acontece Zeitgeist – Noite no Museu, das 21h às 3h da manhã.
E para essa segunda noite o line up ficará a cargo de nomes descolados da cena de Brasília – Daniel Spot, Victor Yrigoven, Hélio Weirdo, ^L - e o Vigas, de Santa Catarina. A noite contará ainda com artes performáticas do grupo “Cão”, Maurício Ianês com “Nãonão” e Maikon K com “DNA de DAN”. Essa edição traz na curadoria musical e visual o coletivo MADRE™.

A novidade, desta vez, é que o público poderá visitar todas as salas da exposição “Zeitgeist- Arte da Nova Berlim”, durante a primeira parte da festa, até meia-noite.

As comidas e bebidas ficarão por conta dos melhores foodtrucks da cidade e também do Bistrô Bom Demais.

DJs

O produtor cultural Daniel Spot, apontado pelo projeto Retrato Brasília (Correio Braziliense/CCBB), e um dos principais influenciadores da cidade quando o assunto é arte e empreendedorismo, explora em seu som uma mistura perfeita de referências apresentando sets com raiz R&B e Hip-Hop.

O músico, DJ e produtor cultural Victor Yrigoyen é conhecido da cena brasiliense há mais de uma década e está à frente de eventos tão diversos quanto Quitutes, Suave e Moranga e tem uma pegada em R&B e Hip-Hop.

Produtor e DJ da Crazy Cake Crew, Hélio Weirdo também fará parte do time de Djs da festa Zeitgeist - Noite no Museu. Das origens com o jungle e drum & bass ao atual som que traz uma mistura de tech house e techno, Weirdo traz sempre um som dançante. Grande pesquisador musical costuma surpreender em sets que flertam com a bass music.

^L_ é a forma que o produtor e músico brasiliense Luis Fernando é conhecido na noite. Artista do selo alemão ANTIME, lançou em 2014 seu primeiro disco, “Love is Hell” recebendo críticas favoráveis da imprensa nacional e internacional figurando em diversas listas de melhores álbuns naquele ano. Em 2015 saiu em tour pela Alemanha e em 2016 lançou seu segundo trabalho intitulado “The Outsider”, com prensagem em vinil pela ANTIME, ganhando destaque em conceituados veículos internacionais voltados para a música eletrônica.

E para fechar o line up dos Djs da festa Zeitgeist - Noite no Museu temos VIGAS de Santa Catarina. Renomado VJ com experiência internacional, Leandro Mendes conquistou em 2013 o 1º lugar das três edições da competição VJ TORNA Internacional considerada a Copa do Mundo dos VJs. Na festa vai apresentar “Estereóptico”, ação que explora a complexidade e similaridade entre sistemas que compõem os seres vivos e o universo. Por meio de vídeos preparados com técnica 3D e óculos especiais, Vigas faz as imagens saltarem da parede, ao mesmo tempo em que sincroniza as imagens com uma trilha sonora composta, especialmente, para a apresentação.

A VJ Oga Julia também é convidada da noite. Artista visual, VJ e produtora, já videotecou pelo Brasil afora e também no exterior, tendo se apresentado recentemente no NOS Alive em Portugal. É colunista da rádio Cerrado e representa metade do projeto que apresenta sets casados de música eletrônica e projeção, o “Origami Side”.

PERFOMANCES


Nãonão de MAURÍCIO IANÊS:

Conhecido pelas performances de forte interação com o público, como quando dependeu de estranhos para se vestir e se alimentar na Bienal de São Paulo de 2008, Maurício Ianês é formado pela Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Álvares Penteado, São Paulo, SP. Seu trabalho questiona as linguagens verbal e artística, suas possibilidades expressivas e limites, suas funções políticas e sociais, muitas vezes propondo a participação do público para criar situações de troca, onde a linguagem e seus desdobramentos sociais entram em jogo. Nesta noite apresentará a perfomance Nãonão.

A performance consiste na interação do público com o artista, que dispõe de diversos materiais em cima de uma mesa e duas cadeiras. Em uma fica sentado o artista, que convida o visitante a sentar-se na outra e explorar ações e reações do artista com os objetos disponíveis;

- Início às 21h e término às 23h.


CÃO: O Grupo de São Paulo fará uma performance de música eletrônica. Foi formado em 2011 na cidade de São Paulo por artistas que buscam expandir as fronteiras da música aliando performance, vídeo e arte sonora. Uma mistura de referências diversas como noise, industrial, punk e música eletrônica para formar uma paisagem sonora de uivos e sons em intensas perfomances. Cão é Bruno Palazzo (artista visual e músico) na guitarra, Dora Longo Bahia (artista visual) no baixo, Maurício Ianês (performance) no vocal e samplers e Ricardo Carioba (músico) no áudio sequenciador.

- Início às 23h e encerramento por volta das 2h.



DNA de DAN, de MAIKON K:
Graduado em Ciências Sociais com ênfase em Antropologia do Teatro, há treze anos pesquisa formas de expansão da consciência através de práticas corporais e ritos em ligação com os elementos da natureza, apresentando um trabalho que situa-se entre performance, dança, teatro e ritual. Nesta noite apresentará a performance - instalação DNA de DAN.

O artista se besunta em uma mistura gelatinosa, que envolve sua pele como uma escama, fica parado por volta de 1h até a mistura secar, quando começa a se movimentar lentamente até tirar toda essa segunda pele. Ele faz a performance dentro de uma bolha de plástico gigante e o público pode entrar e assistir de dentro.

- A performance ocorre simultaneamente às outras ações, na parte externa.

Sobre a exposição
Entre o caos aparente e a febre criativa, Berlim – palco de acontecimentos decisivos na história mundial recente – transborda arte por todos os lados. E a exposição Zeitgeist - Arte da Nova Berlim, aberta 27 de julho ao CCBB Brasília, reúne um panorama consistente da produção da respeitada comunidade artística que se concentra na cidade num movimento que começou com o fim da Guerra Fria. Marcada por duas guerras mundiais e dividida pelo Muro durante quase três décadas, a capital da Alemanha reergueu-se das cinzas.
Da vida improvisada dos anos 1990, as contradições que caracterizaram a cidade, reinventada a partir de dois mundos, acabaram por formar, pouco a pouco, o Zeitgeist - espírito de uma época, a partir do qual a arte, a cultura e as relações humanas evoluem - que hoje projeta sua influência muito além da Europa Central e atrai artistas do mundo todo com seu magnetismo.
Pintura, fotografia, videoarte, performance, instalações e a cultura dos famosos clubs berlinenses, na visão de 29 artistas dentre os mais destacados da arte contemporânea, compõem o mosaico da exposição Zeitgeist, que aproximará o público brasileiro da realidade artística e cultural de uma Berlim contraditória e fascinante, plural e diversa, que desconhece limites quando se trata de pensar e viver a arte e se reinventar.
 Os ingressos estarão disponíveis para venda a partir do dia 3 de setembro, pela bilheteria digital e pelos pontos de venda. Um CPF pode comprar até quatro ingressos. Cada um custará R$ 40 inteira e R$ 20 meia. Clientes Banco do Brasil pagam meia entrada.

Serviço
Festa Zeitgeist – Noite no Museu
Data: 16 de setembro de 2016
Horário: das 21:00 às 03:00
Local: CCBB Brasília - SCES Trecho 2, Lote 22
Preço: R$40,00 inteira / R$20,00 meia entrada
*Cliente Banco Brasil paga meia entrada
*Um CPF pode comprar até quatro ingressos
Classificação: 18 anos
Venda online:
Na Bilheteria Digital através do link:

Pontos de venda:
Santuário: CLN 214, Bloco C, loja 33 – informações: 30395667
A Loja.com: CLS 307 Bloco D loja 29 – informações: 3242-0990
Bilheteria CCBB: SCES Trecho 2, Lote 22 – informações: 3108-7600

*Dia 16/09 - encerramento das vendas:
- Bilheteria Digital às 01:00
- Bilheteria CCBB às 15:00
- A Loja.com as 17:00
- Santuário às 00:00

Ou até esgotarem os ingressos.

Zeitgeist– arte da nova Berlim
Coletiva que reúne obras de 29 artistas da recente cena berlinense.
Local: Centro Cultural Banco do Brasil Brasília
SCES, Trecho 02, lote 22
CEP: 70200-002 | Brasília (DF)
Tel.: (61) 3108-7600
Funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h
Entrada gratuita
Classificação indicativa: livre
Período: de 27/07/2016 a 12/10/2016
Curadoria: Alfons Hug
Realização: Centro Cultural Banco do Brasil
Apoio Institucional: Goethe-Institut e Embaixada da Alemanha
Produção: Madai Produções e 5uinto

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário