UTILIDADE PÚBLICA: Campanha do Hemocentro combate diminuição de doações

O inverno e a seca acendem o alerta para o Hemocentro de Brasília porque, durante o inverno, há uma diminuição de até 30% nas coletas de sangue. Em “combate” a essa tendência, é realizada uma campanha de conscientização para aumentar a solidariedade. Nesta terça (14), inclusive, os brasilienses aderem à campanha nacional no dia mundial de doação

De acordo com o Hemocentro de Brasília, a fundação recebe cerca de seis mil doações por mês. Entretanto, no período do frio esse número tende a diminuir: “No caso específico do DF, o frio vem acompanhado do período de seca. 

A baixa umidade do ar gera reações como dor de cabeça, desânimo, sonolência, dentre outros sintomas que impedem a doação de sangue.”

Ainda segundo o órgão, a cada ano a campanha obtém resultados cada vez mais positivos: “Podemos dizer que a importância da doação de sangue passa a ser veiculada nacionalmente, integrando as ações desenvolvidas não só pelos Hemocentros, como também pelos grupos de voluntários que desempenham um papel crucial para a mobilização de campanhas de doação de sangue”, informou a assessoria.
             
Também, como forma de incentivo, foi publicada no mês de maio a Lei 13.289/2016 que tem origem no Projeto de Lei da Câmara (PLC) 38/2014 e garante o Selo Empresa Solidária com a Vida, destinado às empresas que desenvolvam programa de esclarecimento e incentivo aos seus funcionários para a doação de sangue e de medula óssea. O objetivo é estimular as empresas a concederem condições aos funcionários para que se cadastrem como doadores.

Laylla Nepomuceno

==> Foto: Camila Fernanda

0 comentários:

Postar um comentário