CIRCUITO MUNDIAL: Guto e Saymon conquistam etapa internacional ao vencerem canadenses

Guto e Saymon (RJ/MS) conquistaram na madrugada deste domingo (22.05) a primeira etapa de Circuito Mundial da parceria. O carioca e o sul-mato-grossense superaram os canadenses Binstock/Schachter por 2 sets a 0 (22/20, 21/8), em 33 minutos, na decisão do Open de Cincinnati, nos Estados Unidos. É o terceiro título do time formado há menos de um ano.

Os brasileiros tiveram uma campanha impressionante em Cincinnati, vencendo os sete jogos que disputaram, incluindo dois triunfos na fase eliminatória sobre duplas da casa. É a terceira medalha no tour internacional para Guto/Saymon. Eles já haviam conquistado dois bronzes nas etapas do Rio Open, em 2015, e Maceió Open, nesta temporada.

Guto analisou o triunfo em Cincinnati e comemorou o ouro com o parceiro. Juntos eles já disputaram oito etapas internacionais da modalidade.

"Era nossa primeira final e conseguimos nosso primeiro ouro. Ainda não caiu a ficha, dizer o que estou sentindo é complicado. Só quero comemorar, descansar e já vamos pensar na Rússia, na próxima etapa. É uma grande vitória, representa muito para nossa equipe, trabalhamos duro para isso. Nosso objetivo era chegar às semifinais e conseguimos mais", analisou o atleta carioca de 22 anos.

Apesar do placar aparentar facilidade, os canadenses saíram na frente no primeiro set e chegaram a liderar por 5 a 2 logo no início, mantendo vantagem até a parcial demonstrar 11 a 9. Os brasileiros reagiram e fizeram uma série de pontos seguidos, conquistando a liderança e a confiança no jogo. No segundo set, apenas os brasileiros comandaram, fechando o jogo em 2 a 0.

Em 2016, Guto e Saymon somam 23 vitórias e apenas seis derrotas em etapas do tour internacional, com um aproveitamento de 79,3%. Foi também uma revanche da dupla brasileira, que havia sido derrotada no Grand Slam de Long Beach, nos EUA, em 2015, para o time canadense. Binstock/Schachter soma um ouro no Circuito Mundial.

Antes de se unir a Saymon, Guto já havia conquistado o Campeonato Mundial Sub-21, em 2013, quando atuava ao lado do cearense Allison Francioni.

Os Estados Unidos já receberam um total de 28 etapas (14 em cada naipe) internacionais ao longo da história. O Brasil lidera o quadro de medalhas nas competições realizadas em solo norte-americano, agora com 36 pódios (15 no masculino e 21 no feminino). São 10 medalhas de ouro no feminino e outras oito no masculino.

Os vencedores da etapa somam 500 pontos no ranking da temporada, além de receberem um prêmio de 11 mil dólares. Agora o tour internacional segue para as duas últimas etapas que contam pontos na classificação olímpica mundial (o Brasil já definiu seus representantes). O Grand Slam de Moscou, na Rússia, começa na próxima terça-feira (24.5).


==> Foto: Divulgação / FIVB

0 comentários:

Postar um comentário