TRIO CURUPIRA NO CLUBE DO CHORO DE BRASÍLIA

“Eu estou muito feliz de ter mais um belo grupo na nossa família. O Curupira é um grupo de muita personalidade, talento e criatividade. É o que se pode chamar de Música Universal, sem preconceito.” Hermeto Pascoal

Comemorando 20 anos de existência, o Trio Curupira é um dos grupos de música instrumental mais reconhecidos do Brasil. Formado por André Marques, Cleber Almeida e Fábio Gouvêa e com 4 CDs lançados (o terceiro foi finalista do Grammy Latino e do Prêmio da Música Brasileira) e shows por todo o Brasil, América do Sul, Europa e EUA (com destaque para o Rock in Rio – Lisboa de 2004), o trio se prepara para o lançamento de seu quinto CD, que terá o nome de “VINTE” e tem o patrocínio da LINC de Sorocaba.

O CD contará com músicas autorais e participações de grandes nomes da música brasileira que já fizeram parte da história do trio no decorrer desses anos: Hermeto Pascoal, Hamílton de Holanda, Jane Duboc, Raul de Souza, Arismar do Espírito Santo, Gabriel Grossi, Natan Marques, Itiberê Zwarg, Jota P e Ricardo Zohyo. No repertório terá maracatu, samba, choro, frevo e uma música de dedicada a Vinícius Dorin (grande saxofonista que iria participar nessa música mas infelizmente faleceu antes), composta pelo pianista André Marques em 1999.

Após todos esses anos, apesar da diferença nas composições devido ao amadurecimento dos integrantes, o Curupira mantém as suas características principais: a Música Universal, passando por ritmos de todo o Brasil (música dos índios da Amazônia, Bumba-meu-boi, Baião, Maracatu, Ciranda, Frevo, Catira, Congada, Samba, Choro, Chamame, entre outros) e misturando com outros elementos de outros estilos de música; a mudança de instrumentos durante as apresentações, devido a cada integrante tocar mais de dois instrumentos, causando uma variação timbrística original, mudando a formação tradicional do trio (piano, baixo e bateria), para outras com flautas, cavaquinho, guitarra, percussão, escaleta, viola caipira, rabeca, entre outros instrumentos.

O nome “Curupira” foi escolhido por se referir ao personagem mítico do folclore brasileiro encarregado de proteger as florestas e os animais. O trio assumiu uma missão semelhante: a defesa da música e da cultura brasileira. "Começamos com uma concepção totalmente centrada na música brasileira, mas percebemos que somos contra os preconceitos musicais. Tocamos ritmos do Brasil inteiro, mas estamos abertos às influências; seja da música erudita, do jazz, da música árabe ou do flamenco. Música é música", afirma André Marques.

As apresentações acontecem dias 27, 28 e 29 de Abril de 2016 – quinta-feira a partir das 21:00 horas. Ingressos: R$ 15,00 (meia) e R$30,00 (inteira)

Informações: Tel.: 3224.0599. Ingressos: Clube do Choro de Brasília – SDC BLOCO “G” - Funcionamento da bilheteria: 2ª a 6ª feira: 10:00 às 22:00 horas. Sábado a partir de 19:00 as 21:30 horas, ou através do site: www.clubedochoro.com.br

O Clube do Choro de Brasília fica entre a Torre de TV, o Centro de Convenções e o Planetário.
Não recomendado para menores de 14 anos

==> Foto: Dani Gurgel

0 comentários:

Postar um comentário