Mistura Geral - Arte, Ação e Pensamento

Compondo a intensa programação do Mistura Geral, lives formativas e rodas de conversa, nas sextas-feiras dias 10, 17 e 24 de junho, e mais nove shows musicais, nos domingos 12, 19 e 26 de junho, em parceria com a Feira No Setor, que servirá de palco para as apresentações. No repertório, diversidade cultural, arte popular, valorização de profissionais da cadeia criativa, inclusão e respeito às pautas identitárias.

 

Nesta linha, o Mistura Geral no que diz respeito aos convidados, “está atento às afinidades e possibilidades de diálogo, buscando refletir os mais variados gêneros e estilos, além da qualidade dos que se destacam no DF e as relações com as cenas nacionais”, aponta a curadoria do projeto.

 

Dentre atrações locais, as cores e toadas regionais do Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro, a versatilidade que vai do reggae à psicodelia da banda O PlantaE, a ciranda de Martinha do Coco, a estreante cantautora e percussionista Lirys Catharina, além dos arranjos explosivos que mesclam Ska, Frevos e Marchinhas de Carnaval, do grupo Ska Niemeyer.

 

Também originais de Brasília e que já alçaram longos vôos para se apresentar fora do quadradinho bem como no exterior, representando a rica qualidade musical da nossa região, sobem ao palco do Mistura Geral: a consagrada Muntchako, cuja sonoridade ímpar conduz a plateia por sonoridades latinas, africanas, ciganas e jamaicanas.

 

O álbum homônimo da banda, com produção de Curumim, e de performance ao vivo eletrizante já levou o trio a vários estados brasileiros e turnês mundo afora. Seu disco de estreia, lançado em 2017, configurou entre os 30 melhores pela Musicoteca Uol, os 50 da lista Indie 505 MTV e também do Som do Som, e entre os 100 da Embrulhador.

 

A outra atração consagrada é RAPadura Xique-Chico. Natural de Fortaleza (CE), mas morador de Ceilândia desde a adolescência, RAPadura desenvolve um trabalho voltado para o universo do canto falado e mescla Rap à cadência da Cantoria de Repente. Suas letras de protesto são contundentes e exalam uma linguagem poética sem perder a identificação com o povo. Falam do Nordeste, da seca, do agricultor, da mulher rendeira e também da cidade, dos processos de urbanização e dos sentimentos contemporâneos.

 

Foi aos treze anos, quando se mudou para o Distrito Federal com a família, que passou a ter contato com o universo do hip-hop e perceber as similaridades e possibilidades do estilo musical norte-americano com o Repente, a arte de poesia improvisada brasileira. RAPadura foi vencedor das edições 2007 e 2009 do Prêmio Hutúz na categoria Melhor Artista Norte/Nordeste, também indicado ao VMB (Video Music Brazil) como Aposta MTV em 2012 e em 2013 foi um dos representantes nacionais do Ano do Brasil em Portugal.

 

Vinda do Recife (PE), Flaira Ferro desembarca em Brasília para apresentar seu lirismo introspectivo e calmo presente em algumas canções, de característica sonora instigante. O trabalho da cantora traz a mistura do rock com o frevo e encontra a vitalidade de guitarras distorcidas, samples e beats eletrônicos para construir uma estética afiada.

 

E para representar as tradições maranhenses, o Mistura Geral convidou Tião Carvalho. Radicado em São Paulo, Tião é considerado um mestre da cultura popular brasileira. Músico, compositor, cantor, dançarino, ator, brincante, capoeirista e educador, ele difunde a cultura popular brasileira por aqui e pelo mundo há mais de 40 anos, seja em apresentações ou com os workshops que ministra.

 

Para a concepção do Mistura Geral, “partimos da compreensão de que o Distrito Federal é uma composição de Brasis, e por isso mesmo especialmente rico em diversidade e qualidades, nesse sentido, buscamos trazer ao público de Brasília, através da programação: Arte, Ação e Pensamento”, justifica a curadoria.

 

 

Lives Formativas

Na pauta das três lives, que ocorrem nas noites das sextas-feiras, a partir das 19h em ambiente virtual, produtores, gestores e ativistas culturais debaterão sobre Comunicação Digital para a Cultura; Afirmação dos Profissionais da Técnica; e Gestão de Espaços Culturais. Entre os participantes, Moara, Déborah Minardi, Maria Paula de Andrade, com mediação de Jenny Choe; Alê Capone, Renato Ravengar, com mediação de Miguel Ribeiro; e Marília Abreu, Leonardo Hernandes, com mediação de Claudinei Pirelli, respectivamente.

 

 

Rodas de Conversa

Antecipando os shows dos domingos, que têm início às 15h na Feira No Setor, o Mistura Geral promove bate-papos entre os artistas da programação com a participação presencial de público. Mediadas pelo produtor cultural, radialista, ator e diretor teatral André Amahro, que conduz, a partir das 11h e no palco do evento, conversas sobre os seguintes temas: A Diversidade de Gênero no Contexto da Produção Cultural; A Cultura Popular na Contemporaneidade; e Periferia - Diálogos, Arte e Resistência.

 

O Mistura Geral é uma realização da Palco Comparsaria Primeira de Talentos em parceria com o Sindicato dos Bancários de Brasília , conta com a produção da Bloco B e do Instituto Transforma e com o apoio da Feira No Setor. Projeto com fomento da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

 

 

SERVIÇO:

 

Mistura Geral - Arte, Ação e Pensamento

 

Shows, aos domingos a partir das 15h:

Dia 12/06: O PlantaE, Seu Estrelo e o Fuá de Terreiro e Flaira Ferro

Dia 19/06: Martinha do Coco, Muntchako e Tião Carvalho

Dia 26/06: Ska Niemeyer, Lirys Catharina e RAPadura Xique-Chico

Local: Feira No Setor, SBS – Galeria dos Estados

Entrada franca e indicado para maiores de 14 anos

 

Rodas de Conversa com mediação de André Amahro, aos domingos a partir das 11h:

Dia 12/06: Cabelo, Tico Magalhães e Flaira Ferro

Dia 19/06: Martinha do Coco, Macaxeira Acioli e Tião Carvalho

Dia 26/06: Lirys Catharina, Vinícius Corbucci e RAPadura Xique-Chico

Local: Feira No Setor, SBS – Galeria dos Estados

Entrada franca e livre para todos os públicos

 

Lives Formativas, às sextas-feiras a partir das 19h

Dia 10/06 – Tema Comunicação Digital para Cultura

Com Moara, Déborah Minardi e Maria Paula de Andrade, e mediação de Jenny Choe

Dia 17/06 – Tema Afirmação dos Profissionais da Ténica

Com Alê Capone e Renato Ravengar, e mediação de Miguel Ribeiro

Dia 24/06 – Tema Gestão de Espaços Culturais

Com Marília Abreu e Leonardo Hernandes, e mediação de Claudinei Pirelli

Transmissão pelo canal: youtube.com/channel/UCm8ha79kgwYPb8cFfMeN1hw

 

Informações: instagram.com/misturageralfestival ou festivalmisturageral@gmail.com

==> Foto: Instagram Oficial

0 comentários:

Postar um comentário