ROCKIN’1000 BRASIL abre inscrições para bandas autorais, instrumentistas e vocalistas

Os anos se passaram, desde o fenômeno do Rock Brasília nos anos 1980, e outras vertentes da música ganharam espaço, mas o Rock nunca deixou de ser reverenciado em pubs, bares, festas e shows de bandas renomadas.

 

Para resgatar a verve autoral que pulsava nos eixos, quadras e entrequadras do Distrito Federal, Marcos Benatti, produtor do selo RockIn’1000 nas Américas, lançou um chamamento de bandas autorais.

 

Para Benatti, “o Rock de Brasília nunca deixou de lançar novos nomes e bandas, mas sim a oportunidade de levá-los aos grandes eventos”. E da vontade em apostar nestes novos talentos, “que acrescentamos na versão brazuca do RockIn’1000, a oportunidade para bandas autorais locais participarem do evento e as inscrições já estão abertas”, convida o produtor.

 

Músicos conhecidos da cidade serão responsáveis por fazer uma pré-seleção das bandas inscritas. Em seguida, elas passarão por uma votação online e aberta aos fãs. E as dez que alcançarem a maior votação terão a oportunidade de se apresentar no palco do RockIn’1000, que vai ocupar todo o gramado do Arena BRB Mané Garrincha, dias 5, 6 e 7 de maio de 2022.

 

As apresentações destas que ocorrerão nos dias de ensaios, 5 e 6 de maio, serão registradas em áudio e vídeo de alta resolução com direito a edições feitas por profissionais. As bandas receberão ainda uma mentoria da ONErpm, desenvolvedora de soluções de marketing e tecnologia para negócios de música.

 

Outro diferencial que Marcos Benatti traz para o RockIn’1000 Brasil é a formação da banda e o posicionamento dos músicos. Enquanto na versão europeia o palco tem visão de 180 graus, no Brasil este terá 360 graus, com ganho de sonoridade, ambiência e dissipação do som.

 

Quanto à formação, na Europa são 250 músicos para cada instrumento, já em Brasília serão 300 baterias, 300 vocais, 150 guitarras base e 100 solo, e 150 contrabaixos, além de metais, tecladistas, violonistas e outros que, a depender da música, forem necessários. E por aqui será buscada a paridade de gênero.

 

Para comandar este grande espetáculo de Rock, o RockIn’1000 convidou músicos renomados e com carreiras consolidadas que estrão responsáveis em reger os grupos de instrumentos. Entre eles e ela Philippe Seabra, Kiko Peres, Daniela Firme, Dino Verdade, Maurício Barbosa, Fred Ribeiro, Fernando de Castro, Paulo Veríssimo e Fernando Vaz. Eles e ela também farão a pré-seleção das bandas autorais.

 

Inclusivo e democrático, todas as áreas de circulação do evento estarão preparadas para a livre movimentação de pessoas portadoras de necessidades especiais o que, segundo Marcos, “é um convite para que estas pessoas se sintam motivadas e à vontade para mostrarem seus talentos com a música integrando a banda de 1.000 artistas”.

 

Como contrapartida social do RockIn’1000 Brasil, todos os ingressos do primeiro dia de evento serão revertidos em cestas básicas. Enquanto para os outros dois dias, a meia entrada será solidária mediante a doação de um quilo de alimento não perecível. Com isso, estima-se arrecadar cerca de 100 mil cestas básicas que serão doadas a instituições de assistência social localizadas em regiões de baixo poder aquisitivo.

 

Os ingressos para o público já estão à venda e bandas autorais e artistas, profissionais ou amadores, já podem se inscrever. Confira os dois posts bit.ly/IngressosROCKIN1000 e bit.ly/InscricoesROCKIN1000, em instagram.com/rockin1000.br, para saber mais ou acesse www.rockin1000.com.br

 


SERVIÇO:

 

Rockin'1000 Brasil

Dias 5, 6 e 7 de maio de 2022

No Arena BRB Mané Garrincha

Informações, ingressos e inscrições: www.rockin1000.com.br

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário