SUPERPRAIA: Torneio com melhores do ranking e maior premiação, nesta semana, em Brasília

O mais charmoso e esperado torneio nacional de vôlei de praia está chegando. A edição 2019 do SuperPraia, torneio que possui formato especial, acontece nesta semana, de quinta-feira (22.08) a domingo (25.08), em Brasília (DF). A competição possui menos times em comparação ao Circuito Brasileiro Open, apenas os melhores do ano, e oferece a maior premiação da temporada. Além disso, contará com a entrega dos prêmios dos melhores do ano.

A disputa, como em todas as edições, conta com entrada franca ao público na arena montada no estacionamento 12 do Parque da Cidade, na capital federal. As partidas também terão transmissão ao vivo pelo site voleidepraiatv.cbv.com.br e pelo Facebook da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), e das finais exclusivamente pelos canais SporTV. O credenciamento de imprensa já está disponível no site da CBV.

Enquanto uma etapa normal do Circuito Brasileiro possui 24 duplas na fase de grupos, o SuperPraia conta apenas com os 16 melhores times do ranking nacional, em formato reduzido que aumenta ainda mais o alto nível dos duelos. São considerados para o ranking de entradas os seis melhores resultados dos atletas nas sete etapas realizadas no Circuito Brasileiro 18/19. Os atletas que disputaram menos de sete etapas somam todas as participações.

E a competição conta com uma interessante mistura de experiência e juventude. Estarão presentes campeões e medalhistas olímpicos, como Alison (ES), Ricardo (BA), Bárbara Seixas (RJ) e Juliana (CE), e representantes da próxima geração, como os atuais campeões mundiais Sub-21, casos de Rafael/Renato (PB). Os irmãos gêmeos paraibanos estreiam no torneio e comemoraram a oportunidade de disputar o principal evento do calendário nacional.

“Sabemos que no SuperPraia só estão duplas fortes, os jogadores que estão acima da média. Mas vamos lá apresentar nosso melhor, fazer o que estamos realizando nos últimos torneios. Estamos treinando bem, conseguindo medalhas nos torneios. Vamos aproveitar essa oportunidade de encarar os melhores do país para evoluir, adquirir experiência e crescer. Estamos muito felizes com essa vaga e queremos aproveitar o momento”, disse Renato.

O naipe feminino também contará com uma jovem promessa campeão mundial sub-21 nesta temporada. Mas ao contrário dos paraibanos, que vão estrear, ela já disputou edições do SuperPraia, inclusive subindo ao pódio. Victoria (MS), jogando ao lado da parceira Tainá (SE) tentará subir mais um degrau após ficar com a medalha de prata na edição 2018.

“Fomos para a final da edição 2018, que também foi realizada em Brasília, e a arena ficou lotada, foi um torneio lindo. Fica aquela vontade de estar novamente no pódio. É um campeonato muito especial e chegando perto do evento começa a aparecer um pouco da ansiedade para saber como vamos nos sair, agora buscando subir mais um degrau para tentarmos sair com o ouro”, disse Victoria, que completou.

“Entramos em um ritmo mais intenso de treinamento nas duas últimas semanas, estamos ajustando muitos pontos. Fui para o Mundial Sub-21 com a Vitoria, então eu e Tainá ficamos um tempo sem treinarmos juntas e estamos retornando, afinando o entrosamento. Esperamos repetir o bom desempenho em uma competição diferenciada, com premiação especial”, disse.

Outra diferença em relação às etapas do Circuito Brasileiro Open está na ausência de classificatório. No tour, oito vagas ficam ‘abertas’ para a disputa de duplas que não estão ranqueadas entre as melhores. Já no SuperPraia não existe classificatório e os jogos começam direto no torneio principal, com a fase de grupos.

Os times inscritos no naipe masculino são Alison/Álvaro Filho (ES/PB), Ricardo/Vitor Felipe (BA/PB), Saymon/Arthur Lanci (MS/PR), André Stein/George (ES/PB), Hevaldo/Vinícius (CE/ES), Oscar/Moisés (RJ/BA), Fernandão/Ramon Gomes (ES/RJ), Matheus Maia/Eduardo Davi (RJ/PR), Jô/Léo Vieira (PB/DF), Luciano/Harley (ES/DF), Averaldo/Bruno (TO/AM), Marcus/Thiago (RJ/SC), Arthur Mariano/Adrielson (MS/PR), Anderson Melo/Jefferson (RJ/CE), Bernardo Lima/Luccas Lima (CE/SP) e Rafael/Renato (PB).

No naipe feminino, estão inscritas as duplas Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ), Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), Talita/Taiana (AL/CE), Victoria/Tainá (MS/SE), Juliana/Josi (CE/SC), Carolina Horta/Ângela (CE/DF), Andressa/Diana (PB/RJ), Vivian/Vitoria (PA/RJ), Val/Neide (RJ/AL), Izabel/Thati (PA/PB), Rafaela/Jéssica (PA), Aline/Juliana Simões (SC/PR), Érica Freitas/Solange (MG/DF), Teresa/Thais (CE/RJ), Rosimeire/Naiana (AL/CE) e Fabrine/Pity (BA).

O SuperPraia foi realizado pela primeira vez em 2014 e será disputado pela segunda vez em Brasília (DF). A competição distribui R$ 50 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. O evento também terá a premiação dos melhores da temporada, com os escolhidos nos fundamentos saque, recepção, levantamento, ataque, bloqueio, defesa, revelação, atleta que mais evoluiu e melhor jogador.

HORÁRIOS DOS JOGOS:
Quinta, 9h às 20h;
Sexta, 8h30 às 20h30;
Sábado, 8h às 13h e 16h30 às 21h;
Domingo, 10h às 12h;

TODOS OS CAMPEÕES DO SUPERPRAIA:
2014 - Salvador - Talita/Taiana (AL/CE) e Alison/Bruno Schmidt (ES/DF)
2015 - Maceió - Ágatha/Bárbara Seixas (PR/RJ) e Alison/Bruno Schmidt (ES/DF)
2016 - João Pessoa - Ágatha/Bárbara Seixas (PR/RJ) e Alison/Bruno Schmidt (ES/DF)
2017 - Niterói - Ágatha/Duda (PR/SE) e Alison/Bruno Schmidt (ES/DF)
2018 - Brasília - Carolina Horta/Taiana (CE) e Evandro/André Stein (RJ/ES)

==> Foto: Wander Roberto / Inovafoto / CBV

0 comentários:

Postar um comentário