Viviane Mosé debate em Brasília, sobre o mundo digital e o declínio das mídias tradicionais

O projeto Diálogos Contemporâneos recebe, no dia 3 de abril, a filósofa, poetisa e psicanalista Viviane Mosé para a palestra Mundo Digital e Sociedade Em Rede - O Declínio das Mídias Tradicionais e os Novos Espaços de Informação e Comunicação. O evento acontece às 19h, no Museu Nacional. A entrada é franca.

Viviane apresentará os caminhos que jornais, o cinema, o rádio, a TV e a publicidade podem percorrer na adaptação ao crescimento das novas mídias, onde se encontram diversos desafios, mas também podem ser uma porta de oportunidades. Outra questão que estará em pauta é o controle de dados dos usuários de redes sociais a serviço do marketing, causando grande impacto na vida política e econômica de um país, como aconteceu recentemente no polêmico compartilhamento de informações entre o Facebook e a Cambridge Analytica.

Doutora em filosofia e especialista em elaboração e implementação de políticas pública, Viviane Mosé é diretora da Usina Pensamento e comentarista do programa Liberdade de Expressão, na Rádio CBN. Tem diversos livros de poesia, filosofia e psicanálise publicados.

DIÁLOGOS CONTEMPORÂNEOS
O que esperar do Brasil do futuro? Quais os obstáculos para se criar um país mais inclusivo, que respeite as diferenças e onde todos tenham acesso à educação de qualidade? Como lidar com a solidão nas grandes cidades e frear o avanço da depressão na população brasileira?
Por meio de uma série de dez conferências, os Diálogos Contemporâneos buscam debater essas e outras questões que envolvem a complexidade, os problemas e a diversidade do Brasil atual. O evento será realizado Museu Nacional de Brasília, até 12 de junho. Algumas das palestras serão realizadas, também, na Universidade de Brasília (UnB). A entrada é franca e sujeita à lotação.
            A proposta do projeto Diálogos Contemporâneos é despertar o pensamento crítico sobre o país e levar o público a refletir sobre o país dentro de seu contexto histórico, social, político e cultural. Para isso, foram convidados intelectuais, artistas e especialistas em diversas áreas para palestras com uma hora de duração, seguidas de debates com o público presente. "A cultura é o reflexo daquilo que nossa sociedade construiu, desde a violência que assola o país, até as nossas criações artísticas e cientificas. Os tempos de crise exigem diálogos para planilhar novos caminhos”, afirma Nilson Rodrigues, idealizador e diretor geral da iniciativa.

A programação completa e outras informações:

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário