CONCHA INSTRUMENTAL: 16 e 17 de setembro, na área externa do Museu da República

Concha Instrumental é um projeto que busca divulgar a música instrumental produzida no Distrito Federal – partindo do jazz e alcançando também outras propostas e vertentes musicais –, em especial, os artistas das novas gerações. Em sua edição de lançamento, o evento, gratuito, ocupa o pátio externo do Museu da República, em 16 e 17 de setembro, com oito shows de atrações locais e nacionais.

No sábado, 16 de setembro, a partir das 19h, apresentam-se, do Distrito Federal, o duo Victor Angeleas & Júnior Ferreira, o Juninho Di Sousa Quinteto, o grupo Zé Krishna & Amigos Eternos, e ainda, de São Paulo, o trio Mental Abstrato (em sua primeira aparição no DF).

No domingo, 17 de setembro, a partir das 18h, é a vez dos brasilienses Bernardo Bittencourt Quinteto, do grupo Funqquestra, do trio Muntchako e do veterano Duofel, de São Paulo.

Com patrocínio do BRB e do FAC – Fundo de Apoio à Cultura, o festival é uma realização da Shanti Produções e da Tantri Arte e Cultura. Idealizado pelo produtor Rubens Carvalho, curador artístico do Gate’s Pub entre 1988 e 2009, o Concha Instrumental dialoga com as propostas que ele desenvolveu à frente da emblemática casa noturna brasiliense. “Brasília é uma cidade com muita tradição em lançar grandes músicos instrumentais no cenário nacional e internacional. Daqui surgiram nomes como Raphael Rabello, Jorge Helder, Nelson Faria, Alfredo Paixão, Lula Galvão, Marcos Brito, Renato Vasconcellos, Erivelton Silva, Moisés Alves, Ademir Júnior, Hamiltom de Holanda, Gabriel Grossi, Pedro Martins e muitos outros”, elenca. “E sempre estão surgindo novos talentos, com muito potencial. É necessário criar projetos para abrir espaços e divulgar as novas safras. A cidade respira música!”, comemora Rubens.

PROGRAMAÇÃO:

16 de setembro (sábado)
19h30: Victor Angeleas & Junior Ferreira
20h45: Juninho Di Sousa Quinteto
22h: Zé Krishna & Amigos Eternos
23h15: Mental Abstrato (SP)

17 de setembro (domingo)
18h30: Bernardo Bittencourt Quinteto
19h45: Funqquestra
21h: Muntchako
22h15: Duofel (SP)

ATRAÇÕES:
 
Tradição e modernidade misturam-se no som do duo Victor Angeleas & Júnior Ferreira. Com influências de mestres como Jacob do Bandolim, Radamés Gnattali, Astor Piazzolla, Dominguinhos, entre outros, eles promovem uma sonoridade inovadora que combina o acordeom de Ferreira e o bandolim de 10 cordas de Angeleas. Seu repertório é composto por músicas autorais – como as presentes no primeiro álbum, Sem fronteiras, de 2013 – e arranjos rebuscados para diferentes estilos musicais.

JUNINHO DI SOUSA QUINTETOsoundcloud.com/juninho-di-sous a
Compositor, guitarrista, violonista e produtor musical com mais de 20 anos de carreira, dois discos e um DVD lançados, Juninho Di Sousa desenvolve um trabalho que dialoga com o jazz e a música brasileira. Ao longo de sua trajetória, o guitarrista tocou com nome brasilienses (Ellen Oléria, Alexandre Carlo), nacionais (Arthur Maia, Kiko Freitas, Torcuato Mariano) e internacionais (Ron Kenolly, Cliff Korman, Bob Mintzer). No Concha Instrumental, Juninho apresenta-se acompanhado pelos músicos Di Stéffano na bateria, Aelton Di Sousa no baixo, Clayton Sousa no saxofones tenor e soprano, e Flávio Silva, no piano. Juntos, mostrarão composições do guitarrista, em especial, do álbum Solando histórias.

ZÉ KRISHNA & AMIGOS ETERNOS zekrishna.com
Filho de pai indiano e mãe brasileira, o guitarrista Zé Krishna funde as tradições musicais dos dois países em seu mais novo trabalho, Vagabuméfó. Acompanhado do grupo Amigos Eternos – o tecladista Felipe Viegas, o baixista Pedro Miranda, o percussionista Luiz Ungarelli e o baterista Renato Galvão – Zé Krishna executa uma fusão que passa pelo jazz e pelas músicas indiana, brasileira e jamaicana.

MENTAL ABSTRATO (SP)soundcloud.com/mental-abstrato
O jazz clássico e o contemporâneo, assim como as raridades da música brasileira, vêm à tona na musicalidade deste projeto. Criado em 2005 pelos produtores Omig One, Calmão Tranquis e Guimas Bass, o Mental Abstrato une performances de músicos convidados e samplers, com batidas que envolvem e proporcionam uma viagem sonora aconchegante – que passa ainda por hip hop, soul, groove, lounge e até afrobeat. Lançaram em 2010, exclusivamente no Japão, o primeiro álbum, Pure esssence. Atualmente trabalham em seu segundo disco.

BERNARDO BITTENCOURT QUINTETOwww.facebook.com/bernardo.musi k
O alaudista brasiliense Bernardo Bittencourt funde música clássica, folclórica e jazz. Há mais de 10 anos constrói pontes entre a cultura ocidental e a herança cultural árabe e turca. Sem sucumbir aos clichês de exotismo, sua música traz um híbrido de sensações que permitem desfrutar de sons e silêncios em paisagens sonoras atemporais. No Concha Instrumental, Bernardo será acompanhado por seu quinteto: João Lucas (piano), Thiago Wojtowicz (sax), Igor Diniz (contrabaixo) e Di Stéffano (bateria).

O grupo, idealizado pelo baterista e compositor Bruno Gafanhoto, apresenta repertório autoral criado com bases em funk, jazz e músicas brasileira, de sensibilidade pop e irresistivelmente dançante. Ao vivo, o combo de oito músicos (teclado, guitarra, baixo, sax barítono, sax tenor, trompete e duas baterias) executa, além de composições presentes no primeiro álbum, lançado em 2015, músicas de grandes artistas da black music.

O trio brasiliense surgiu em 2014 da união de três experientes músicos, o baterista Rodrigo Barata (Super Stereo Surf e DJ da festa Criolina), o guitarrista Samuel Mota (Jah Live e GOG) e o percussionista Macaxeira Acioli (Cabruêra e Hypnotic Brass Ensemble). Juntos, eles fazem música instrumental – essencialmente dançante e bem-humorada – abastecida por elementos de afrobeat e de qualquer influência sonora (guitarrada, forró, ska, rock, etc.) que coloquem na mistura. Depois dos singles Coqueirinho verde, com um remelexo suado e apimentado, e Cardume de volume, um narcotango batidão, preparam-se para o lançamento do primeiro álbum.

DUOFEL (SP)www.duofel.com
Formado pelos violonistas Fernando Melo e Luiz Bueno, o Duofel completa quatro décadas de atividades em 2017. Ao longo dessa trajetória, o duo lançou 13 discos e 3 DVDs no Brasil e exterior (Europa, EUA e Índia), no qual exercitam sua versatilidade experimentando com diversas linguagens musicais. No Concha Instrumental, o Duofel mostrará um repertório formado por composições próprias e releituras para clássicos da MPB e dos Beatles executadas em seis diferentes tipos de violões: clássico, aço, 12 cordas, viola caipira e tenor.


CONCHA INSTRUMENTAL
16 setembro (sábado), às 19h, e 17 de setembro (domingo), às 18h, na área externa do Museu Nacional da República (Setor Cultural Sul – Esplanada dos Ministérios). 16/09: Victor Angeleas & Júnior Ferreira, Juninho Di Sousa Quinteto, Zé Krishna & Amigos Eternos e Mental Abstrato (SP). 17/09: Bernardo Bittencourt Quinteto, Funqquestra, Muntchako e Duofel (SP). Evento gratuito. Classificação indicativa livre.

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário