Apostando tudo no 13! Red Bull Racing mostra o novo carro para a temporada da F-1

Pegue o pé de coelho, procure o trevo de quatro folhas, agarre aquela ferradura e fuja do Mick Jagger. Porque depois de uma longa espera a Red Bull Racing finalmente apresentou seu novo carro: o RB13. Sim, você leu direitinho: treze. O número que dá calafrios em muita gente, inclusive na Fórmula 1. 

“Eu não sou supersticioso, nem um pouco. Acho que superstição é uma desculpa pronta para algo que der errado, um sinal de medo. Então, nunca fez muito o meu estilo”, comenta Daniel Ricciardo, que vai formar a dupla de pilotos da equipe com Max Verstappen em 2017. “Fico feliz que o time tenha lidado com isso deste jeito: o 13 vem depois do 12”, brinca Ricciardo. 

O novo carro da Red Bull Racing foi apresentado ao público e à imprensa por meio de um vídeo na internet, que brinca com a neura da F-1 em torno do número treze.

O RB13 leva este nome porque é o 13º carro de Fórmula 1 produzido pela Red Bull Racing (criativo, não?). O primeiro foi lançado em 2005.

Só não vamos fazer confusão: RB13 é só o nome do carro, e não aquele número utilizado pelos pilotos para identificação na pista. Estes continuam iguais: Ricciardo é o número 3 e Verstappen, o número 33.

Por causa da grande transformação no regulamento técnico (a maior desde 2009), o novo carro da Red Bull Racing traz linhas muito diferentes do que você estava acostumado a ver. Assim como todos os carros desta temporada, ele lembra um pouco os modelos utilizados nos anos 1990, mais largos e de visual mais agressivo. Mas quais serão os efeitos dentro da pista?

Max Verstappen explica.

“As maiores mudanças foram feitas nos pneus, que estão mais largos, e na aerodinâmica do carro, que ganhou entre 20 e 30% mais downforce. Isso vai tornar a pilotagem mais difícil. As voltas vão ficar cerca de 3s mais rápidas em algumas pistas, então é um grande passo. De uma temporada para a outra, geralmente a gente ganha meio segundo”, conta. “O carro está mais pesado e o visual está diferente, com a asa traseira mais baixa e mais larga. A asa dianteira ganhou um formato em ‘V’. Acho que tudo isso vai permitir que os carros andem mais próximos uns dos outros”, acrescenta Max, o mais jovem vencedor da história da Fórmula 1.

E será que a Red Bull Racing acertou a mão?

Bem, esta resposta virá no Grande Prêmio da Austrália, primeira etapa do Mundial de Fórmula 1, marcada para 26 de março. Por enquanto, não custa sonhar. “Meu principal objetivo para este ano é ganhar corridas. Quero fazer isso de uma forma que me permita chegar a outubro e novembro brigando pelo título”, revela Ricciardo.

“Espero que a gente tenha um bom começo [na Austrália]. Que seria basicamente liderar a corrida inteira, fazendo com que ela seja bem chata. Isso seria perfeito”, brinca Max Verstappen.

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário