Dentil/Praia Clube vence Terracap/BRB/Brasília Vôlei no Nilson Nelson

Em partida válida pela 7ª rodada da Superliga – adiantada pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) por conta da agenda do Sul-Americano Feminino de Clubes, o Terracap/BRB/Brasília Vôlei enfrentou o Dentil/Praia Clube no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília.  No jogo, que aconteceu na noite de terça-feira (24), as praianas venceram por 3 sets a 1. As parciais foram 24/26; 20/25; 25/20 e 25/21.

Para a jogo, com o público estimado de 2 mil pessoas, o técnico Anderson Rodrigues optou por poupar a ponteira Paula Pequeno por causa de dores no joelho esquerdo. As jogadoras escaladas foram: Mari Helen, Amanda, Andréia, Macrís, Vivian, Roberta e Silvana.

A oposta do Terracap/BRB/Brasília, Andréia, abriu o set com um ponto de ataque preciso. Já o bloqueio, sob comando da levantadora Macrís e a central Roberta funcionou bem, enquanto Amanda e Vivian aproveitavam as oportunidades para marcar pontos. Aos doze minutos do set, ambas as equipes somavam 14 pontos. A ponteira praiana Alix se destacou pelas fortes bolas ao fundo da quadra. Num set acirrado, o Dentil/Praia Clube fechou em 26 a 24.

A central Walewska, do time mineiro, abriu o primeiro ponto do segundo set e, junto com as colegas do time comandado pelo técnico Ricardo Picinin, aproveitou alguns deslizes do time brasiliense para ganhar vantagem, mas o bloqueio do Terracap/BRB/Brasília com o auxílio de Roberta, Macrís e Vivian voltou a funcionar. Assim como o primeiro set, manteve-se inicialmente equilibrado. Com ralis emocionantes, o  Dentil/Praia Clube avançou no placar e encerrou em 25 a 20.

O terceiro set foi definido por um melhor aproveitamento em quadra das jogadoras do Dentil/Praia Clube. Amanda e Andréia se revezavam nos ataques, mas as atletas do time mineiro estavam bem situadas, evitando furos de bola. Quando o bloqueio do Terracap/BRB/Brasília as impediam de marcar pontos, elas usavam como estratégia largadinhas de bola. Mas o time da capital se manteve firme e conseguiu encurtar o placar. Aos 14 minutos do set, as equipes empataram em 13 pontos. Logo, o Brasília conseguiu uma vantagem de dois pontos a frente do adversário (20 a 18) e fechou de virada o set em 25 a 20.

O quarto set começou com erros seguidos das equipes. A central do Terracap/BRB/Brasília Vôlei, Roberta, com bom aproveitamento, soltou o braço em ataques no fundo de quadra. Aos 13 minutos do set, as equipes empataram em doze pontos, mas o bloqueio do Dentil/Praia Clube, com o esforço da levantadora Claudinha e a central Fabiana, impossibilitou várias das investidas do time brasiliense. Não demorou para o time de Uberlândia conseguir quatro pontos de vantagem e terminar o set em 25 a 21. O troféu Viva Volei foi para a oposta Daymí.

Avaliação do técnico – O técnico Anderson Rodrigues fez uma breve avaliação do jogo. “Perdemos a oportunidade de vencer. Acho que o Praia tem um time muito bem montado e deixamos passar. Talvez se tivéssemos vencido o primeiro set, o jogo seria outro, erramos ataques que não podemos errar, mas faz parte. Essa pausa agora para a Copa do Brasil será importante para recuperarmos o time novamente, técnica e fisicamente.”

Já a central do Terracap//BRB/Brasília Vôlei, Vivian Pellegrino, disse que “o primeiro set fez uma diferença na partida. Quando você joga contra equipes de alto nível não se pode perder a oportunidade de fechar. Infelizmente, no quarto set voltamos cometer os erros do começo e não conseguimos virar a partida. Agora é hora de descansar e focar no próximo jogo.”

==> Foto: Felipe Costa / Ponto MKT Esportivo

0 comentários:

Postar um comentário