HOMENAGEM A AVENA DE CASTRO NO CLUBE DO CHORO DE BRASÍLIA

O Clube do Choro de Brasília recebe, no dia 16 de julho, às 21h30, músicos do Rio de Janeiro e de Brasília, ligados à história da música e do choro da capital, para o lançamento do projeto Sábado à Tarde Avena de Castro e a vida musical em Brasília nos anos 60. Com direção musical da flautista Beth Ernest Dias, o show reunirá Léo Benon (cavaquinho), Jaime Ernest Dias (violão de 6 cordas) Fernando César (violão de 7 cordas), Francisca Aquino (piano), Valério Xavier (pandeiro), Sérgio Morais e Karla Dias (flautas), Victor Angeleas (bandolim) e Lourenço Vasconcellos (percussão) – músicos que participaram da gravação do CD 1 do projeto, à exceção de Léo Benon, que substitui o cavaquinista Evandro Barcellos, falecido em 3 de março deste ano. A convite de Beth Ernest Dias, o show contará ainda com a participação do grupo 4 Nós, composto por músicos que são alunos da Escola de Choro Raphael Rabello.

O show marca o lançamento de um projeto iniciado em 2012 e que resultou na gravação de dois CDs com composições de Avena de Castro, um livro e um álbum de partituras. No repertório do espetáculo, 16 choros de Avena de Castro: Sábado à tarde, OKIK-RYAS, Evocação de Jacob, Meiguice, Papo de anjo, Dolores, “tomé” que é?, Valsa para uma rosa, Dialogando, O sólo é mio, Denise, Queixumes, Chor’eco, Quando fala o coração, Choro diminuto e Altamirando e Divina flauta, choro escrito para Odette Ernest Dias.

O projeto
Uma produção da X2 Produções Culturais, dirigida por Beth Ernest Dias com apoio do FAC – Fundo de Apoio à Cultura, o projeto Sábado à tarde – Avena de Castro e a vida musical em Brasília nos anos 60 resultou em quatro produtos: um álbum de partituras com 22 choros e uma valsa de autoria de Avena de Castro, intitulado Sábado à tarde choros de Avena de Castro, com melodias e cifras; a edição do livro Sábado à tarde – Avena de Castro, a cítara e o choro em Brasília, com fotos da época, uma lista de composições de Avena de Castro e uma lista completa de sua discografia, além da história dos encontros dos músicos que se reuniam no apartamento do jornalista Raimundo de Brito para tocar choro, na SQS 105, em Brasília; além de dois CDs homônimos: o primeiro com 15 composições de Avena de Castro, sendo 8 regravações e 7 inéditas, gravado em Brasília, com músicos da cidade, participação especial do bandolinista Hamilton de Holanda, direção de estúdio de Evandro Barcellos e direção musical de Beth Ernest Dias. O segundo apresenta gravações inéditas de Avena de Castro em registros feitos por Jacob do Bandolim, em 26 de maio de 1960 – cópias a partir de originais cedidos pelo Instituto Jacob do Bandolim e gravações do Regional Sinfônico de Brasília – RESINBRA - feitas por Paulo Uchoa em 1969. Essas gravações foram restauradas por Andrés Artesi.

Ao criar o projeto, Beth Ernest Dias e a X2 Produções tinham como objetivo preservar e manter viva a obra do citarista e compositor Heitor Avena de Castro, músico que residiu em Brasília de 1960 até sua morte, em 1981, além de registrar a passagem de Jacob do Bandolim por Brasília, quando frequentou os encontros dos sábados à tarde no final dos anos 1960.

Os músicos
Avena de Castro - Considerado o único citarista popular do Brasil, teve formação clássica na infância e começou a estudar a cítara quando tinha 11 anos de idade. Instrumentista, citarista,compositor, começou a estudar cítara na década de 1930. No final da década de 1960 passou a residir em Brasília, envolvendo-se com a música popular, especialmente a partir do choro. Foi grande divulgador do choro na cidade, além de organizador do movimento musical na capital brasileira. Foi sócio fundador e primeiro presidente do Clube do Choro de Brasília, e da Ordem dos Músicos. Foi grande amigo de Jacob do Bandolim.

Beth Ernest Dias (Direção musical) - Flautista, tocou na Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro em Brasília, professora da Escola de Música de Brasília (aposentada), autora e coordenadora do projeto “Sábado à tarde”.

Léo Benon (cavaquinho) - Instrumentista, compositor, arranjador, produtor, mestrando no Programa de Pós-Graduação Música em Contexto-UnB, professor da Escola de Choro Raphael Rabello

Violão de 6 cordas - Jaime Ernest Dias, instrumentista, compositor e arranjador, gravou CDs autorais, professor da Escola de Música de Brasília (aposentado), criador da Orquestra de Violões de Brasília

Fernando César (violão de 7 cordas) - instrumentista, compositor e produtor, gravou CD solo e com o Dois de Ouro, duo com Hamilton de Holanda.

Francisca Aquino (piano) - instrumentista, arranjadora, escreveu o álbum Nazareth para Todos, coletânea de arranjos de músicas de Ernesto Nazareth para todos os instrumentos, professora da Escola de Música de Brasília (aposentada)

Valério Xavier (pandeiro) - instrumentista, toca também violão e cavaquinho, produtor, integrante do conjunto Choro Livre

‘Sérgio Morais (flauta) - flautista, compositor, professor da Escola de Choro Raphael Rabello, gravou no álbum Choros de Benedito Lacerda, editado pela Global Music

Karla Dias (flauta) - solista de flauta doce, professora da Escola de Música de Brasília

Victor Angeleas (bandolim) – bandolinista e compositor, professor da Escola de Música de Brasília.

Lourenço Vasconcellos (percussão) – baterista, percussionista, vibrafonista, compositor e arranjador, integrante dos conjuntos Relógio de Dali e Orquestra de Sopros da Pró-Arte

Grupo 4 Nós – formado por 4 músicos que são alunos da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello: Alceu Lacerda (flauta), Astro Luiz (pandeiro), Carlos Torres (cavaquinho) e Victor Ramon (violão 8 cordas). O grupo se utiliza da linguagem do Choro, do Baião, do Frevo e de outros ritmos essencialmente brasileiros para a criação de uma ambiência musical própria. Por meio de diferentes arranjos voltados às grandes obras de compositores como Altamiro Carrilho, Luiz Gonzaga, Pixinguinha e Edu Lobo, o grupo apresenta um repertório diverso, incluindo composições próprias.


A apresentação acontece dia 16 de Julho de 2016 – sábado a partir das 21:00 horas. Ingressos: R$ 15,00 (meia) e R$30,00 (inteira)


Informações: Tel.: 3224.0599. Ingressos: Clube do Choro de Brasília – SDC BLOCO “G” - Funcionamento da bilheteria: 2ª a 6ª feira: 10:00 às 22:00 horas. Sábado a partir de 19:00 as 21:30 horas, ou através do site: www.clubedochoro.com.br

O Clube do Choro de Brasília fica entre a Torre de TV, o Centro de Convenções e o Planetário.
Não recomendado para menores de 14 anos

==> Foto: Arquivo Pessoal

0 comentários:

Postar um comentário