Pitoresca - Espetáculo da Cia. de teatro Nu Escuro, de 3 a 6 de março, com entrada franca

“Pitoresca” traz a história de uma índia velha e grávida que observa a história do Brasil há mais de 400 anos, período no qual ela presenciou a formação das identidades brasileiras. O texto da peça tem como alicerce relatos de cientistas e artistas europeus, a autobiografia de um escravo africano e diários de viagens de aventureiros que passaram pelo Brasil. Neste caleidoscópio de histórias, do período entre os séculos XV XIX, estão visões do alvorecer da globalização e que norteiam às contradições do mundo moderno.

Entre os relatos e diários estão os de personagens como Pero Vaz de Caminha, Langsdorff, John Emmanuel Pohl, Gardo Baquaqua, Gobineau, Francis Castelnau, Hans Staden, Maria Graham, das iconografias e relatos elaborados por artistas e cientistas de expedições, como Rugendas, Taunay, Florence, Debret, Frans Post, Albert Eckhout e dos “Relatórios de Província” que o Governo de Goiás encaminhava ao império.

Com direção de Hélio Fróes, “Pitoresca” é o novo espetáculo da trilogia “Goyaz”, um trabalho de investigação cênica que tem como objetivo investigar de forma crítica e poética a formação do Estado de Goiás. A peça é a terceira obra da trilogia, que conta com “Plural“ (2012) e “Gato Negro“ (2013).  “Goyaz” tem como proposta aprofundar as linhas de estudos e de pesquisa estética do grupo.

A Cia. de teatro Nu Escuro, de Goiânia, Goiás, em atividade desde 1996, desenvolve estética própria e tem suas vertentes na investigação da dramaturgia, na música executada ao vivo, pelo próprio elenco, e na poética do teatro de animação.  

Com o projeto “O Iconógrafo”, patrocinado pela Petrobras, a Cia. de teatro Nu Escuro realizou oficinas e seminários a fim de aprimorar técnicas e propostas conceituais e estéticas para a montagem de “Pitoresca”. E também, a realização de circulação dos espetáculos “Plural” e ”Gato Negro” que passou pelos estados de Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Rondônia, Rio Grande do Sul. Contemplado pelo projeto, intitulado ”De Dentro do Centro”, lançaram a revista Expedições Cênicas. E agora, em 2016, a peça “Pitoresca” realizará turnê de 40 apresentações previstas pelo Brasil.



Serviço:
Espetáculo: Pitoresca
Gênero: Comédia dramática
Local: Teatro SESC Garagem.
Endereço: Rua W4, s/n Quadra 713/913 Sul, Lote F
Temporada: de 3 a 6 de março, sempre às 20h. Sessão extra no dia 4, às 15h.
Ingressos: Entrada franca
Duração: 60 minutos
Classificação indicativa: 12 anos
Informações: (61) 3445-4415


Ficha técnica:
Elenco: Adriana Brito; Eliana Santos; Izabela Nascente; Lázaro Tuim; e Liomar Veloso
Direção e dramaturgia: Hélio Fróes 
Coreografia: Luciana Caetano e Duda Paiva
Direção de arte e cenografia: Benedito Ferreira
Figurino: Rita Alves
Adereços e cenotécnia: Wagner Gonzalves
Iluminação: Junior de Oliveira
Bonecos: Izabela Nascente, Guilherme Oliveira e Marcos Marrom
Máscaras: Marcos Lotufo
Orientação em manipulação de bonecos: Duda Paiva e Adriano Bittar
Músicas: Cristiane Perné, Hélio Fróes, Izabela Nascente e Rui Bordalo
Narração em off: Rui Bordalo
Direção de vídeo: Benedito Ferreira
Projeção mapeada: Lina Lopes
Fotografias: Layza Vasconcelos (Oficina de Photos)
Produção: Luana Otto e Bruno Garajau (Balaio Produções)
Coordenação do projeto: Lázaro Tuim e Hélio Fróes
Produção Brasília: Anna Karla Lacerda

==> Foto: Layza Vasconcelos

0 comentários:

Postar um comentário