CIRCUITO MUNDIAL: Duda/Elize Maia fica com o ouro em Maceió

A praia de Pajuçara, em Maceió (AL) ficará para sempre na memória de Duda e Eliza Maia (SE/ES). A dupla brasileira chegou pela primeira vez no lugar mais alto do pódio em uma etapa de Circuito Mundial ao bater, neste domingo (28.02), Meppelink/Van Iersel, da Holanda, por 2 sets a 0 (21/10 e 21/13) diante da apaixonada torcida alagoana que lotou a arena. Com 17 anos e seis meses, a sergipana tornou-se a terceira atleta mais jovem a conquistar um título no FIVB World Tour.

"Esse é o nosso primeiro ouro no Circuito Mundial, vai ficar guardada para sempre. Foi um momento incrível com a torcida a favor, minha família toda na arquibancada. Eu tinha mais é que me doar, jogar como se tivesse três braços, três pernas tudo que pudéssemos fazer para não deixar escapar esse título. As holandesas são experientes, muito fortes e habilidosas. Conseguimos impor a nossa tática, que foi um pouco diferente do que apresentamos antes, com mais potência no ataque, e deu certo", contou Duda que já conquistou um bronze e uma prata na temporada passada do Circuito Mundial.

A dupla conquistou o título no Maceió Open sem perder nenhum set, parte disso em razão do trabalho feito por Cida, ex-atleta, mãe de Duda e técnica da parceria.

"É muito emocionante. Um momento ímpar. Nós já estamos com essa parceria há quase um ano e ser campeão em uma etapa do Circuito Mundial no Brasil não tem como não ficar feliz. Estamos fazendo um trabalho muito bom com elas, orientando, protegendo até, em alguns momentos, e a gente fica segurando a onda para elas jogarem voleibol", comentou Cida.

No alto do pódio, muito emocionada, Elize Maia manteve os olhos fechados durante todo o Hino Nacional Brasileiro. A atleta capixaba se destacou nos bloqueios e nos potentes ataques durante o jogo contra as holandesas. Com a medalha de ouro no peito ela disse em que pensava enquanto estava no lugar mais alto do pódio.

"Hoje de manhã eu vi um vídeo que me fez lembrar todos os passos que dei na minha carreira até chegar aqui. Esta noite eu sonhei que eu e a Duda estávamos no primeiro lugar no pódio. Eu não conseguia ver quem estava no segundo e no terceiro lugar, via apenas a bandeira do Brasil. Agora, pude vivenciar tudo isso, e tive a certeza de que o sonho se tornava realidade. Me fez lembrar tudo que passei para chegar aqui, isso me emocionou. Quando recebi o convite da Duda para jogar, senti no meu coração que seria uma boa parceria. Nós temos uma química boa, uma ajuda a outra, o que me deixa muito feliz", explicou Elize.

Ágatha e Bárbar Seixas (PR/RJ) completaram o pódio. Na decisão do terceiro lugar elas venceram Ana Gallay e Georgina Klug, da Argentina, por 2 sets a 0 (21/13 e 21/15). Depois da etapa de Maceió o Circuito Mundial passará ainda por outras três capitais brasileiras. A próxima parada será o Grand Slam do Rio de Janeiro entre 8 e 13 de março. Logo em seguida será a vez de Vitória (ES) receber as melhores duplas do mundo em um evento Open de 15 a 20 de março. Encerrando a série de torneios internacionais, Fortaleza (CE) também terá um Open entre 26 de abril e 1 de maio.





==> Foto: Matheus Vidal / CBV

0 comentários:

Postar um comentário