Zonta vence Corrida do Milhão Solidário

Ricardo Zonta é o mais novo bicampeão da Corrida do Milhão. Na edição de 2020 da prova, que teve caráter solidário, o piloto da RCM venceu com muita autoridade após largar da terceira posição, recebeu a bandeirada com seis segundos de vantagem para o pole Cesar Ramos e sai da etapa dupla de Interlagos com a liderança isolada do campeonato.

Após três etapas, Zonta possui 82 pontos, contra 78 de Ramos e 71 de Rubens Barrichello, responsável pela maior escalada da Corrida do Milhão Solidário ao ser quarto depois de largar em 22º: uma incrível evolução de 18 posições. Porém, nada tirou os holofotes de seu ex-colega de F1, que deu à Toyota Corolla sua quarta vitória em quatro corridas.

“Foi fantástico! Na largada, eu já larguei bem, só que cometi um erro na segunda volta, totalmente erro meu, mesmo. Mas o carro era tão bom, que toda volta eu estava chegando um pouquinho no César, e sobrou botão de ultrapassagem. Agradeço aos fãs pelo Fan Push, o carro estava fantástico. Depois do pit, com sete segundos na liderança, foi só administrar”, celebrou Zonta.

Com um fim de semana rendendo duas poles, dois segundos lugares e a vice-liderança, Ramos nem teve como ficar triste por não ter vencido o Milhão: “Num fim de semana com duas pole positions, é claro que eu queria pelo menos uma vitória, mas estou muito feliz com a oportunidade que estou tendo de andar numa equipe de ponta. A evolução que tivemos da primeira etapa, em Goiânia, para essa de Interlagos, foi enorme. E meu entrosamento com o time ainda vai melhorar muito”.

Navarro, por sua vez, teve um domingo bem melhor que o sábado, largando em oitavo e chegando em terceiro, resultado que, segundo ele, foi mais importante que a segunda posição em Santa Cruz do Sul no ano passado: "Pódio na corrida mais importante do ano e extremamente disputada é muito boa, certamente é meu melhor desempenho na Stock Car e só posso agradecer minha equipe."

Principal escalador da corrida, Barrichello reconheceu que poderia até ter conseguido o pódio, não fosse um incidente na volta final. "Eu estava guardando o Fan Push para o final, mas infelizmente um retardatário acabou me atrapalhando na última volta e tirou o que poderia vir a ser um pódio. Mas o copo está muito mais cheio do que vazio. Interlagos vai estar sempre no meu coração", completa o veterano piloto da Full Time.

Ricardo Mauricio e Thiago Camilo, outros dois ex-vencedores da prova, completaram os seis primeiros. O destaque negativo foi a não participação de Daniel Serra, atual tricampeão, por conta de um problema irremediável de câmbio. "No meio do Q1, quando eu passei a segunda marcha eu escutei um barulho estranho e então, vimos que o câmbio estava quebrando. Eu até sai para o Q2 mas, não dava para andar, eu só tinha de terceira marcha pra cima e me avisaram que o carro não chegaria até o final da prova, então, optamos por não largar”, resumiu.

A próxima etapa da Stock Car acontecerá em setembro e será anunciada em breve, tanto data quanto local. A Corrida do Milhão Solidário teve patrocínios de Rennova, Eurofarma, Banco BV e Nutriex. Confira os resultados completos abaixo:

1. Ricardo Zonta (Corolla/RCM), 25 voltas em 42min36s582
2. Cesar Ramos (Corolla/A.Mattheis),a 6s117
3. Denis Navarro (Cruze/Cavaleiro), a 9s755
4. Rubens Barrichello (Corolla/Full Time), a 10s551
5. Ricardo Mauricio (Cruze/RC), a 15s261
6. Thiago Camilo (Corolla/A.Mattheis), a 16s674
7. Guilherme Salas (Cruze/KTF), a 16s971
8. Átila Abreu (Corolla/Crown), a 17s540
9. Allam Khodair (Cruze/Blau), a 19s441
10. Julio Campos (Cruze/Crown), a 20s222
11. Bruno Baptista (Corolla/RCM), a 27s822
12. Marcos Gomes (Cruze/Cavaleiro), a 32s565
13. Rafael Suzuki (Corolla/Full Time Bassani), a 33s537
14. Lucas Foresti (Cruze/Vogel), a 33s723
15. Galid Osman (Corolla/Crown), a 40s938
16. Gaetano Di Mauro (Cruze/Vogel), a 43s191
17. Vitor Baptista (Cruze/KTF), a 46s221
18. Cacá Bueno (Cruze/Crown), a 47s441
19. Gabriel Casagrande (Cruze/R.Mattheis), a 48s118
20. Pedro Cardoso (Cruze/R.Mattheis), a 52s732
21. Matias Rossi (Corolla/Full Time), a 1 volta
22. Tuca Antoniazi (Cruze/Hot Car), a 1 volta
23. Nelsinho Piquet (Corolla/Full Time Bassani), a 4 voltas

Não completou 75% da prova
Diego Nunes (Cruze/Blau), a 16 voltas

Melhor volta: 1min38s632, Marcos Gomes (KTF)


Classificação após três etapas:

Pilotos
1. Ricardo Zonta, 82
2. Cesar Ramos, 78
3. Rubens Barrichello, 71
4. Ricardo Mauricio, 54
5. Nelsinho Piquet, 50
6. Allam Khodair, 50
7. Thiago Camilo, 46
8. Átila Abreu, 44
9. Daniel Serra, 42
10. Rafael Suzuki, 41
11. Bruno Baptista, 39
12. Cacá Bueno, 37
13. Denis Navarro, 35
14. Guilherme Salas, 32
15. Galid Osman, 31
16. Julio Campos, 26
17. Lucas Foresti, 23
18. Diego Nunes, 20
19. Matias Rossi, 19
20. Gaetano Di Mauro, 18
21. Gabriel Casagrande, 17
22. Vitor Genz, 11
23. Pedro Cardoso, 10
24. Marcos Gomes, 9
25. Vitor Baptista, 8
26. Tuca Antoniazzi, 8

Equipe
1. Ipiranga Racing, 125
2. RCM Motorsport, 121
3. Eurofarma RC, 106
4. Full Time Bassani, 91
5. Full Time Sports, 90
6. Shell V-Power, 75
7. Blau Motorsport, 70
8. Crown Racing, 63
9. KTF Sports, 51
10. Cavaleiro Sports, 44
11. Vogel Motorsports, 41
12. R. Mattheis, 27
13. Hot Car, 8

Marcas
1. Toyota, 201
2. Chevrolet, 151

==> Foto: Face da Stock Car

0 comentários:

Postar um comentário