CIRCUITO CANDANGO DE SKATE - competições esportivas, palestras e shows musicais

Consolidar o Distrito Federal como um dos polos nacionais do Skate e incentivar a prática desta modalidade esportiva olímpica são alguns dos objetivos do CIRCUITO CANDANGO DE SKATE, idealizado pela Programando o Futuro e realizado com o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer do Governo do Distrito Federal que, no sábado, 25 de janeiro, e no domingo, dia 26, vai reunir competições, palestras e apresentações musicais, na Quadra 300 do Recanto das Emas. O Recanto detém a pista de skate mais bem conservada do DF e a intenção é revitalizar o espaço, promover o intercâmbio entre atletas, dar visibilidade a jovens talentos e propiciar a inclusão social da população num evento aberto e com entrada franca. A expectativa é de que alguns dos mais relevantes nomes do skate do Distrito Federal estejam presentes.

Além dos campeonatos voltados para pessoas de todas as idades, o evento vai oferecer shows noturnos, com quatro bandas de rock de relevância, como Os Cabelo Duro, que farão shows sem cobrar cachê. CIRCUITO CANDANGO DE SKATE também quer se caracterizar pela responsabilidade ambiental, chamando a atenção para a importância de tratar os resíduos gerados de forma correta e dar uma destinação adequada ao lixo eletrônico, visando o menor impacto possível ao meio ambiente.

A cultura ligada ao skate nasceu nas ruas e inclui um modo de viver, de agir, de se vestir, de falar etc. A modalidade esportiva vem acompanhada de diversas manifestações sociais e culturais. A ideia do CIRCUITO CANDANGO DE SKATE é desmistificar preconceitos relacionados à cultura do Skate e promover a reflexão e conscientização sobre esporte, cultura e educação. Neste sentido, estão programadas palestras que serão dadas em tendas especialmente montadas no local - abordando temas como as possibilidades educacionais do Skate, como evitar lesões e a conscientização ambiental.

CAMPEONATO ESPORTIVO
O Campeonato de Skateboard ocorrerá nos períodos matutino e vespertino dos dias 25 e 26 de janeiro e irá contemplar participantes de todas as idades. Serão realizadas competições em quatro categorias: Feminino, Mirim, Iniciante e Amador. Os vencedores receberão medalhas e troféus. A arbitragem será realizada por cinco esportistas experientes, contando com a participação de jurados residentes em outros Estados da Federação.

A locução do campeonato ficará a cargo do experiente skatista Sandro Testinha, ou simplesmente Testinha, como é conhecido no esporte. Companheiro inseparável do skate desde os 14 anos de idade, Sandro Soares aprendeu com a pranchinha a cair e a se levantar, a corrigir seu posicionamento e a tentar de novo até conseguir acertar. Lição aprendida, lição compartilhada. Com esse aprendizado, Sandro transformou o skate em ferramenta de inclusão social e atualmente dirige a ONG Social Skate, na cidade de São Paulo.

Serão oferecidas 50 vagas para cada categoria. A categoria Mirim contempla meninos de 9 a 12 anos de idade. A categoria Adolescente também será voltada para o público masculino, com participantes de 13 a 15 anos de idade. A categoria Feminino poderá contar com competidoras de todas as idades. E para a categoria Amador serão aceitos jovens e adultos a partir dos 16 anos de idade.

A premiação será dividida assim:
ü Melhor manobra: kit de La Crew
ü Troféus para os 1º, 2º e 3º colocados
ü Medalhas para o 4º ao 10º colocados

As inscrições podem ser feitas gratuitamente pelo formulário disponível no site oficial do evento: https://skatecandango.wixsite.com/circuito

PALESTRAS
Em tendas especialmente montadas no local, serão oferecidas seis palestras com uma hora de duração cada e com capacidade para acolhimento de, no mínimo, 20 pessoas. As inscrições podem ser realizadas no site do campeonato ou, uma hora antes, no próprio local do evento, sujeito a disponibilidade de vagas.

1. Lixo eletrônico e responsabilidade ambiental
Serão abordados aspectos socioeducativos relacionados com uma questão que preocupa a todos os cidadãos do planeta: o que é lixo eletrônico? Qual o impacto ambiental do lixo eletrônico? Como descartar?

2. O skate e as suas possibilidades educacionais
Nesta palestra será apresentada a correlação do skate (movimentos do objeto skate, comportamento físico, químico e cerebral dos atletas, benefícios para a saúde, dentre outras ocorrências) e a sua aplicação concreta em disciplinas escolares, a exemplo de biologia, educação física, física, química e matemática. Desta forma, amplia-se o interesse, a compreensão e a aproximação dos jovens com cada uma das referidas disciplinas escolares, assim como se desperta a vontade de iniciar a prática do skate em jovens não esportistas.

3. Montagem e manutenção de skate
Oficina teórica e prática sobre como trabalhar e lidar com o equipamento esportivo do skate. Dicas de manutenção e aula prática de montagem e desmontagem de skate.

4. Lixo eletrônico e responsabilidade ambiental
A mesma oficina ministrada no sábado será oferecida no domingo, considerando a importância da conscientização social e ambiental.

5. Lesões no skate - prevenção e reabilitação
Uma das maiores frustrações e dificuldades de todo atleta é uma eventual lesão. A palestra abordará aspectos de precaução ao praticar o esporte e dicas para uma reabilitação segura e eficiente.

6. História do skate no Brasil e em Brasília
Palestra sobre o contexto geral da modalidade, desde sua origem até a prática nos dias atuais, considerando tanto o cenário do Distrito Federal quanto o nacional. Exemplos de sucesso e de como o skate mudou positivamente a vida de pessoas. Curiosidades, mitos e verdades, as dezenas de modalidades pertinentes, a inclusão de deficientes no esporte e o caráter sociocultural que envolve o esporte.

SHOWS MUSICAIS
Serão realizados shows musicais gratuitos, após as competições, reunindo bandas com trabalho reconhecido no DF. No sábado, se revezarão no palco as bandas Penúria Zero e Função Inversa. No domingo, será a vez de Os Cabelo Duro e Káustika. As quatro bandas desenvolvem um som calcado no rock. Penúria Zero é uma das mais consagradas representantes do punk rock do DF. Função Inversa tem um rock autoral que mescla diversos estilos. A Káustika é altamente influenciada por bandas de metal oitentista e industrial e Os Cabelo Duro é uma banda seminal de hardcore. Um encontro com o rock que caracteriza a cultura do skate e seus praticantes.

PROGRAMAÇÃO
25 de janeiro de 2020 - Sábado
09h às 10h - Treinos Livres - Mirim
9h30 às 10h30 - Palestra: Lixo eletrônico e responsabilidade ambiental
10h às 11h - Eliminatórias Mirim
11h às 12h - Final Mirim
12h às 12h30 - Cerimônia de premiação Mirim
12h às 14h - Intervalo Manutenção Pista
14h às 15h - Treinos Livres - Iniciante
14h15 às 15h15 - Palestra: O skate e as suas possibilidades educacionais
15h às 16h30 - Eliminatórias Iniciante
15h30 às 16h30 - Palestra: Montagem e manutenção de skate
16h30 às 18h - Final Iniciante
18h às 18h30 - Cerimônia de premiação Iniciante
18h30 às 20h30 - Show de encerramento - Penúria Zero e Função Inversa

26 de janeiro de 2020 - domingo
9h às 10h - Treinos Livres - Feminino
9h30 às 10h30 - Palestra: Lixo eletrônico e responsabilidade ambiental
10h às 11h - Eliminatórias Feminino
11h às 12h - Final Feminino
12h às 12h30 - Cerimônia de premiação Feminino
12h às 14h - Intervalo Manutenção Pista
12h30 às 13h30 - Palestra: História do skate no Brasil e em Brasília
14h às 15h - Treinos Livres - Amador
14h15 às 15h15 - Palestra: Lesões no skate - prevenção e reabilitação
15h às 16h30 - Eliminatórias Amador
16h30 às 18h00 - Final Amador
18h às 18h30 - Cerimônia de premiação Amador
18h30 às 20h30 - Show de encerramento – Káustika e Os Cabelo Duro

GRUPOS MUSICAIS

OS CABELO DURO
Banda seminal do punk rock de Brasília, é conhecida pelas apresentações viscerais, em shows catárticos. Criada ainda nos anos 1990 e com vários discos lançados, Os Cabelo Duro enfrentaram várias mudanças em sua formação e agora, depois de 12 anos sem lançar um disco, chegam com A Gente só se Fode!,que será a base do show do domingo. Formada hoje por Hélio Gazú (vocais), Guilherme (baixo), Ralph (guitarra) e Daniel Quirino (bateria), a banda apresenta, no novo disco, uma brincadeira com seus 27 anos de existência, ao mesmo tempo em que oferece mensagens contra o extermínio da juventude negra nas periferias do Brasil, contra a corrupção de políticos e a cultura da meritocracia, contra as afrontas ao estado democrático de direito, contra o consumo, dentre vários outros temas, mas também com um pouco de humor, sexo, skate e bebedeiras.

PENÚRIA ZERO
No ano de 2005 em Luziânia/GO, três amigos (Adelmo, Tuttis e Raniere) fãs do estilo punk rock, se juntaram para fazer protesto em forma de música. Nascia a banda Penúria Zero. Pouco depois, por problemas pessoais, a vocalista Tuttis deixou a banda, que acabou encerrando suas atividades no ano de 2006. Reformada em 2011, pela própria Tuttis, Penúria Zero volta com força, contando com o guitarrista Sopão, o baterista Biscoito e a baixista Fabi. No som, o punk rock hc. A banda já participou de eventos tradicionais na cena underground como Ferrock (2014) e Porão do Rock (2014) e atualmente trabalha no primeiro CD.

FUNÇÃO INVERSA
Criada após uma provocação de professores do Centro de Ensino Médio 111, Recanto das Emas-DF, que não só gostavam como também tocavam música, a Função Inversa nasceu em 2007 para uma apresentação escolar. O nome foi uma homenagem ao padrinho da banda, Professor de Matemática Geldo. Em uma década, a banda fez várias apresentações em escolas e eventos. Desde seu início passou por várias formações e dificuldades. Atualmente é formada por Jesus no Vocal, Alex no Contra-Baixo, Logan Guitarrista e Rafael Freitas na Bateria.

KÁUSTICA
Banda de Ceilândia/DF formada em 2000 toca rock em português, altamente influenciado por bandas de metal oitentista e industrial. O nome Káustika, que simboliza corrosão e queima, é sempre climatizado nas letras, trazendo temas de questionamento social ou as várias faces das relações humanas. As canções 'O resgate da mulher maravilha' e 'Inexplicável' viraram clássicos na cena local em 2005, quando laçaram o primeiro cd auto- intitulado. No decorrer dos anos, a Káustika se apresentou em inúmeros festivais de bandas da cena underground, participou de projetos sociais, como 'Rock nas ruas', 'Rock nas Escolas' - que levava música e entretenimento nas cidades satélites do DF. Dentre as apresentações destaques da banda: Festival Semp Toshiba - Transamérica 2003; Festival Som do Cerrado - Transamérica 2005; Festival de Música do Gama 2005; eliminatórias do Giraffestival 2006, e em 2008 abriram do Show d'O Rappa em Goiânia.

Com músicas novas e a disponibilização em streaming previsto para o primeiro semestre 2020, a banda tem como proposta fortalecer a alma e as virtudes do rock brasiliense.


SERVIÇO:

Circuito Candango de Skate
Data: 25 e 26 de janeiro de 2020
Local: Quadra 300 do Recanto das Emas
ENTRADA FRANCA

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário