Camilo e Zonta vencem no Velo Città

Thiago Camilo e Ricardo Zonta foram os grandes nomes da segunda etapa da Stock Car, disputada neste fim de semana no belo autódromo Velo Città, localizado em Mogi Guaçú, a 180 km de São Paulo. Camilo fez valer a força da pole position para abrir a rodada dupla com vitória, enquanto Zonta concentrou seus esforços na disputa complementar, sendo recompensado com o triunfo.

A primeira corrida viu Camilo liderar tranquilamente após a largada, perseguido de perto por Serra. Os dois permaneceram colados até a janela de pit stops, quando Nelsinho Piquet se colocou entre os dois após a janela obrigatória de paradas - o que fez o atual bicampeão pisar fundo para encostar no rival restando quatro minutos para o fim. Foi aí que o duelo passou a pegar fogo: enquanto Camilo abria um pouco no primeiro setor, Serrinha se aproximava nos seguintes.

Restando um minuto e meio, Serrinha acionou o Fan Push e arriscou a ultrapassagem por fora, mas Camilo conseguiu segurar a posição e neutralizar o push do rival e deixando tudo para a volta final. Para azar de Serrinha, Camilo também acionou o botão de ultrapassagem e conseguiu segurar a primeira posição, mesmo se deparando com diversos retardatários que apareceram caprichosamente nas últimas curvas.

No fim, ambos cruzaram a linha de chegada separados por 0s267, fazendo Camilo encerrar um jejum sem vitórias que durava desde Londrina em 2017. Com a inversão do grid, Julio Campos, o décimo, ficou com a pole da segunda corrida, seguido de Diego Nunes, Rubens Barrichello e Ricardo Zonta.

Já a segunda corrida contou com um acidente logo na largada envolvendo Gaetano di Mauro, Lucas Foresti e Rafael Suzuki, que vencera pela primeira vez o Fan Push. Lá na frente, Nunes passou Campos pela liderança. Nelsinho Piquet também rodou após um toque e caiu para o fundo do pelotão. Daniel Serra, para desviar da confusão, caiu de nono para 17º, sendo obrigado a fazer uma corrida de recuperação.

Com Barrichello acompanhando de camarote, Nunes e Campos iniciaram uma dura batalha que durou até a janela obrigatória de pit stops. Com o auxílio do Fan Push, Campos conseguiu tomar a ponta na volta numero 4 - ao mesmo tempo, Zonta tomava o terceiro lugar de Rubinho. A diferença entre os lideres nas voltas seguintes não passava de meio segundo, com menos de cinco segundos separando os seis primeiros.

Enquanto a janela de paradas se aproximava, Campos conseguia um respiro de 1s2 para Diego Nunes, enquanto Marcos Gomes abandonava com problemas. E, assim que abriu a janela de pit stops, Campos e Barrichello seguiram na pista, enquanto a grande maioria que veio atrás parou nos boxes. Vencedor da corrida 1, Thiago Camilo tomou um toque lateral de Max Wilson e abandonou com problemas decorrentes da colisão, deixando escapar a chance de tirar pontos preciosos de Serra.

Uma volta após a abertura da janela, Campos foi aos boxes e Barrichello seguiu para tentar dar o pulo do gato. Enquanto isso, Campos perdia a posição para Zonta na saída do pit stop. O duas vezes vice-campeão mundial de F1 deu ainda mais duas votlas antes de parar, abrindo 16 segundos para Zonta, mas o pit stop de Barrichello levou muito tempo, com isso, Zonta e Campos passaram à frente. Diego Nunes, o primeiro a parar, viu seu segundo lugar se transformar em oitavo ao fim da janela.

Restando dez minutos para o fim da corrida complementar, Zonta ampliava para sete segundos sua vantagem, com Rubens Barrichello passando Julio Campos pelo seundo lugar, deixando o paranense na mira de Cacá Bueno na briga pelo quarto lugar - perdendo a posição voltas depois. Mais atrás, Nelsinho Piquet abandonava após praticamente atropelar o carro de Vitor Baptista, que andava em 12º lugar e rumava para seus primeiros pontos na estreia dele.

Nos minutos finais, Barrichello iniciou o ataque contra Zonta, tirando cerca de oito décimos por volta. Restando cinco minutos e 5s8 segundos, o piloto da Full Time passou a correr não só contra Zonta, mas também contra o relógio. Mais atrás, Campos segurava Casagrande, Nunes, Khodair, Maurico, Lima, Ramos e Fraga no braço - formando um longo (e disputadíssimo) trem - que foi o foco das atenções nas últimas voltas tamanha a quantidade de toques e disputas.

Na briga pela ponta, Zonta conseguiu manter a vantagem para Barrichello e teve como única obrigação levar o carro até o fim para vencer pela primeira vez neste ano e manter a tradição de sua equipe de ganhar uma corrida em todas as etapas já disputadas na pista do interior paulista. Cacá Bueno completou o pódio em terceiro, com Campos, Nunes e Ramos se enroscando na primeira curva deixando o caminho livre para Casagrande ser quarto.

Mesmo chegando em 16º na segunda corrida, Serramanteve a liderança com 61 pontos, contra 59 de Barrichello e 55 de Ricardo Maurício. O próximo encontro da Stock Car está marcado para o dia 19 deste mês, em Goiânia,

Confira os resultados extra-oficiais:

Corrida 1
1. Thiago Camilo (Ipiranga Racing ), 28 voltas em 45min45s
2. Daniel Serra (Eurofarma RC ), a 0.351
3. Ricardo Maurício (Eurofarma RC ), a 7.979
4. Gabriel Casagrande (Crown Racing ), a 12.913
5. Felipe Fraga (Cimed Racing ), a 15.051
6. Marcos Gomes (KTF Sports ), a 17.061
7. Ricardo Zonta (Shell V-Power ), a 20.148
8. Rubens Barrichello (Full Time Sports ), a 25.007
9. Diego Nunes (KTF Sports ), a 28.839
10. Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing ), a 29.726
11. Lucas Foresti (Vogel), a 31.456
12. Bruno Baptista (RCM Motorsport ), a 34.283
13. Rafael Suzuki (Hot Car Competições ), a 37.351
14. Gaetano di Mauro (Shell Helix Ultra ), a 37.675
15. Allam Khodair (Blau Motor Sports ), a 38.077
16. Denis Navarro (Cavaleiro Sports ), a 55.461
17. Galid Osman (Shell Helix Ultra ), a 2:02.344
18. Cacá Bueno (Cimed Racing ), a 1 volta
19. Pedro Cardoso (Hot Car Competições ), a 1 volta
20. Marcel Coletta (Crown Racing ), a 1 volta
21. Nelson Piquet Jr (Full Time Sports ), a 1 volta
22. Valdeno Brito (Prati-Donaduzzi Racing ), a 1 volta
23. Bia Figueiredo (Ipiranga Racing ), a 1 volta
24. Guga Lima (Vogel), a 2 voltas
25. Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports ), a 3 voltas
26. Max Wilson (RCM Motorsport ), a 3 voltas
27. Cesar Ramos ( Blau Motor Sports ), a 12 voltas
28. Raphael Reis ( Carlos Alves Competições ), a 15 voltas
29. Vitor Baptista ( Shell V-Power ), a 16 voltas

Corrida 2
1 . Ricardo Zonta ( Shell V-Power ), 26 voltas em 48min42s
2 . Rubens Barrichello ( Full Time Sports ), a 4.858
3 . Cacá Bueno ( Cimed Racing ), a 16.615
4 . Gabriel Casagrande ( Crown Racing ), a 23.640
5 . Allam Khodair ( Blau Motor Sports ), a 24.326
6 . Felipe Fraga ( Cimed Racing ), a 24.902
7 . Felipe Lapenna ( Cavaleiro Sports ), a 26.229
8 . Cesar Ramos ( Blau Motor Sports ), a 26.806
9 . Valdeno Brito ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 29.045
10 . Ricardo Maurício ( Eurofarma RC ), a 35.168
11 . Gaetano di Mauro ( Shell Helix Ultra ), a 35.514
12 . Max Wilson ( RCM Motorsport ), a 36.242
13 . Bruno Baptista ( RCM Motorsport ), a 37.583
14 . Denis Navarro ( Cavaleiro Sports ), a 39.737
15 . Vitor Baptista ( Shell V-Power ), a 40.549
16 . Daniel Serra ( Eurofarma RC ), a 41.304
17 . Bia Figueiredo ( Ipiranga Racing ), a 42.928
18 . Diego Nunes ( KTF Sports ), a 45.595
19 . Rafael Suzuki ( Hot Car Competições ), a 55.049
20 . Julio Campos ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 1:01.928
21 . Lucas Foresti ( Vogel ), a 1:59.886
22 . Guga Lima ( Vogel ), a 1 volta
23 . Marcel Coletta ( Crown Racing ), a 2 Voltas
24 . Nelson Piquet Jr ( Full Time Sports ), a 7 Voltas
25 . Thiago Camilo ( Ipiranga Racing ), a 15 Voltas
26 . Marcos Gomes ( KTF Sports ), a 17 Voltas
27 . Raphael Reis ( Carlos Alves Competições ), a 20 Voltas
28 . Pedro Cardoso ( Hot Car Competições ), a 26 Voltas
29 . Galid Osman ( Shell Helix Ultra ), não completou

==> Foto: Duda Bairros / Vicar

0 comentários:

Postar um comentário