Sátiras de Olavo Bilac ganham livro digital para download gratuito

Para quem iniciou a carreira jornalística a contragosto, Olavo Bilac revelou-se em poucos anos um panfletário entusiasta, sofrendo com uma prisão política e até um autoexílio. De sua ampla produção, a Editora Unesp e a Universidade de Lisboa lançam Sátiras, uma reunião de poemas e crônicas publicados principalmente em periódicos de 1887 a 1905.

“Mesmo os textos satíricos em verso, via de regra assinados por pseudônimos, apresentavam estrofes, metrificação, rimas e ritmo regulares – eram, em suma, parnasianos, apesar de moderadas concessões ao sermo humilis (gírias, expressões chulas, coloquialismos etc.), as quais, de resto, eram perfeitamente compatíveis com o estilo baixo da sátira”, anota o responsável pela edição e pelo estudo crítico da obra, Alvaro Simões Junior. “Em certo sentido, parnasiano não é apenas o estilo sério; parnasiana é, em última instância, a distribuição da obra literária em espécies estilísticas distintas. Assim, as batalhas que o cronista parnasiano Bilac travou na imprensa ajudaram a manter o Parnaso limpo, regular, harmonioso, perfeito.”

Ao longo de mais de 200 páginas, os textos se distribuem de acordo com a forma adotada: poemas herói-cômicos, esquetes, sonetos, odes, crônicas, canções, fábula e epigramas. “A propósito, reservamos uma seção para as crônicas versificadas, ou seja, para textos que, apesar das rimas e do ritmo regular, realizaram o comentário bem-humorado dos fatos cotidianos, como é próprio da crônica”, escreve Simões.

Em estilo mais leve que aquele adotado na parcela de sua produção que o celebrizou, Olavo Bilac produziu textos de caráter multifacetado, resgatados cuidadosamente neste livro que estreia a Coleção Brasil, do Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas Europeias, da Universidade de Lisboa.

Sobre o autor - Olavo Bilac (1865-1918) foi jornalista, contista, cronista e poeta brasileiro. Considerado o principal representante do parnasianismo no país, foi membro fundador da Academia Brasileira de Letras, ocupando a cadeira 15 da instituição, cujo patrono é Gonçalves Dias.

TítuloSátiras
Autor: Olavo Bilac
Edição e estudo crítico: Alvaro Simões Junior
Número de páginas: 231
Preço: Gratuito
ISBN: 978-85-9546-308-0 (Ebook)

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário