PROJETO RE SOAR – MUSICALIZAÇÃO INFANTIL NO PARANOÁ PARQUE

Despertar nas crianças o prazer pela música e mostrar como, na prática, ela atua na formação do indivíduo – desenvolvendo vocações, exercitando a socialização e o trabalho em conjunto – e, ainda, contribuir para distanciar os jovens da violência e das drogas, é o objetivo do Projeto Re Soar – Musicalização Infantil no Paranoá Parque, que teve início em setembro de 2018 e chega ao encerramento de sua primeira temporada em 31 de março de 2019.

Na data, será realizado, no Centro Comunitário da Quadra 3, a partir das 9h, apresentações dos alunos que participaram do projeto ao longo desses seis meses, período no qual tiveram aulas de pandeiro, flauta doce, violão, cavaquinho e canto. Para a ocasião, os jovens interpretarão músicas que aprenderam nas aulas, como Asa Branca, Anunciação e Marinheiro Só. Após as crianças, quem se apresenta, em pocket show, é o grupo Choro Pra Cinco. Formado por Thanise Silva na flauta, George Costa no violão, Pedro Silva no cavaquinho, Gabriel Carneiro no pandeiro e Vinícius Magalhães no violão de sete cordas, Choro Pra Cinco é uma das atuais referências do choro no Distrito Federal, com interpretações tradicionais e novos arranjos para composições emblemáticas da música brasileira.

Realizado graças ao Fundo de Apoio à Cultura (FAC), da Secretaria de Cultura do Distrito Federal, o Projeto Re Soar – Musicalização Infantil no Paranoá Parque atendeu cerca de 60 crianças, entre 6 e 14 anos. A programação contou com aulas de musicalização, gratuitas, oferecidas exclusivamente para crianças do local, no intuito de desenvolver nelas o interesse pela música, agente transformador de realidades.

Localidade nova dentro da região administrativa do Paranoá, o bairro é um condomínio residencial financiado pelo programa Minha Casa Minha Vida. Foram entregues 6.240 apartamentos de dois quartos a pessoas oriundas de diferentes regiões do DF e Entorno cadastradas no programa habitacional Morar Bem, do GDF, com renda entre zero e R$ 1.600, caracterizando o empreendimento como para pessoas de baixa renda. Até a execução do Projeto Re Soar, o Paranoá Parque não tinha recebido projetos de socialização e transmissão de conhecimento cultural para seus moradores.

A equipe de professores/facilitadores do projeto foi formada por músicos experientes, com atuação em diversos palcos, dentro e fora do Distrito Federal, e também em renomadas instituições como a Escola de Música de Brasília, a Escola de Choro Raphael Rabello e a Universidade de Brasília (UnB): a cantora Mirian Marques, o trompetista Paulo Black, o cavaquinhista Pedro Molusco e o violonista Rafael Paulista. O projeto tem coordenação pedagógica de Ludmila Araújo e produção executiva de Cláudia Costa. 


SERVIÇO:

Projeto Re Soar – Musicalização Infantil no Paranoá Parque
31 de março, às 9h
Centro Comunitário da Quadra 3 (Conjunto 6, lote 6)
Apresentação dos alunos do projeto, seguida de pocket show do grupo Choro Pra Cinco
Entrada franca
Classificação indicativa livre
Outras informações: www.facebook.com/projetoresoar

==> Foto: Diego Bresani

0 comentários:

Postar um comentário