Felipe Nasr, Pipo Derani e Eric Curran vencem as 12 Horas de Sebring

A equipe Action Express Racing comemorou um grande resultado neste sábado (dia 16) e venceu as 12 Horas de Sebring com o #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R, comandado pelos brasileiros Felipe Nasr, Pipo Derani e o norte-americano Eric Curran. O time ainda subiu ao pódio com o #5 Mustang Sampling Cadillac DPi-V.R dos portugueses João Barbosa, Filipe Albuquerque e o neozelandês Brendon Hartley, que terminaram em terceiro.

A vitória foi muito comemorada por Derani, Nasr e Curran. O trio partiu da quinta posição do grid, numa corrida que começou com muita chuva e pouca visibilidade, mas Derani – que se tornou três vezes vencedor das 12 Horas de Sebring – soube lidar muito bem com as condições adversas para logo assumir a ponta. Os companheiros também mantiveram o ritmo forte e o trio liderou 249 das 348 voltas disputadas na 67ª edição das 12 Horas de Sebring, que marcou a segunda etapa da temporada 2019 do IMSA WeatherTech SportsCar Championship.

“Que trabalho incrível!”, comemorou Derani, que venceu sua primeira corrida em Sebring em 2016, em sua estreia, e também voltou a faturar a prova no ano passado. “O início da corrida foi complicado, com a chuva, mas consegui sair de quinto para primeiro e abri uma vantagem. Mas hoje foi um daqueles dias, que tudo dá certo e nada de errado acontece”, continuou o brasileiro, que faz sua primeira temporada na Whelen Enginnering. Com a conquista de sua terceira vitória em Sebring, Pipo igualou o norte-americano Phil Hill, que foi campeão da Fórmula 1, e também venceu a histórica prova de endurance três vezes em quatro anos (1958, 1959 e 1961).

“Agradeço muito à equipe. O Whelen Engineering Cadillac é um carro incrível e estou muito feliz por ter vencido aqui três vezes em quatro anos. Não seria capaz disso sem o trabalho que a equipe fez nos bastidores, sem o Felipe e o Eric, que mantiveram o carro na frente. Que dia!”, festejou Derani.

Nasr, atual campeão do IMSA, também celebrou muito sua primeira vitória em Sebring. “Foi um dia muito desafiador e estou muito orgulhoso do trabalho de toda a equipe Action Express”, disse Nasr.

“Eles nos deram um carro incrível, em todas as diferentes condições, do molhado ao seco. O Pipo teve um início de prova espetacular na chuva, foi uma parte bem complicada da corrida e ele foi muito bem. Ele colocou o carro na liderança e abriu vantagem. O Eric manteve a liderança e a boa performance. No final, minha função foi levar o carro até a linha de chegada. Os últimos 20 minutos foram muito intensos, tentando segurar o carro #10, que estava muito rápido. Estou muito feliz por conseguir essa vitória. Foi um dia de corrida perfeito!”, frisou Nasr.

Curran também venceu em Sebring pela primeira vez. “Terminamos em segundo duas vezes e nunca tinha subido ao lugar mais alto do pódio. Meus companheiros de equipe foram fenomenais. É incrível vencer esta corrida depois de 15 anos tentando”, frisou o norte-americano.

Depois que a prova começou com Safety Car e muita chuva, Derani precisou apenas de seis voltas em bandeira verde para chegar à liderança. E manteve a ponta até a segunda hora, quando foi o primeiro piloto a parar e trocar os pneus de chuva por slicks.

“Para ser honesto, eu não tinha certeza sobre a troca (para os pneus slicks)”, contou Derani. “A pista estava molhada, mas ao mesmo tempo, sentia que os pneus estavam começando a ir embora. Foi um grande trabalho da equipe colocar os slicks. Eu não pude dar uma resposta a eles, mas eles fizeram o trabalho certo. Foi realmente difícil no começo, com muita água e spray”, lembrou o brasileiro de 24 anos.

A quarta bandeira amarela do evento, na 10ª hora da disputa, diminuiu a diferença de 48 segundos de Derani, permitindo a Jordan Taylor – vencedor das 24 Horas de Daytona em janeiro – se aproximar. Nasr assumiu na relargada e Taylor voltou a se aproximar na última bandeira amarela nos minutos finais. Nasr novamente relargou muito bem, faltando oito minutos para o final, para vencer com 1.030 segundo de vantagem, a menor diferença na história das 12 Horas de Sebring.

Outro ponto decisivo da corrida veio antes da oitava hora da prova. Nasr ultrapassou o #10 Konica Minolta Cadillac não apenas para assumir a liderança, mas também capturar os cinco pontos para o Campeonato Norte-americano de Endurance. O Whelen Engineering venceu os três segmentos da disputa e agora está empatado com o carro #10 na liderança da competição, que inclui as quatro provas de longa duração do IMSA (além de Daytona e Sebring, Petit Le Mans e Watkins Glen).

A próxima etapa do IMSA acontecerá no dia 13 de abril em Long Beach, na Califórnia (EUA).

Confira os 10 primeiros nas 12 Horas de Sebring (categoria DPi):
1 31 F. Nasr / E. Curran / P. Derani Whelen Engineering Racing Cadillac DPi 348 voltas em 12:00:15.925
10 R. Van Der Zande / J. Taylor Konica / M. Vaxiviere Minolta Cadillac DPi-V.R. +1.030
5 J. Barbosa / B. Hartley Mustang / F. Albuquerque Sampling Racing Cadillac DPi +4.023
4 7 R. Taylor / H. Castroneves / A. Rossi Acura Team Penske Acura DPi +11.331
5 54 J. Bennett / C. Braun / R. Dumas CORE autosport Nissan DPi +1 volta
6 55 J. Bomarito / H. Tincknell / O. Pla Mazda Team Joest Mazda DPi +2 voltas
85 M. Goikhberg / T. Vautier / J. Piedrahita JDC-Miller MotorSports Cadillac Dpi + 2 voltas
8 84 S. Trummer / S. Simpson / C. Miller JDC-Miller MotorSports Cadillac + 3 voltas
6 D. Cameron / J. Montoya / S. Pagenaud Acura Team Penske + 9 voltas
10 50 W. Owen / R. Binder / A. Canapino Juncos Racing Cadillac Não completou

==> Foto: José Mário Dias

0 comentários:

Postar um comentário