D. Paulo Evaristo Arns examina técnica da escrita dos primeiros cristãos

Há muito os livros saltaram de seus suportes em papel para ganhar novos contornos tecnológicos. Quem hoje pode ler a Bíblia exibida num pequeno arquivo digital exibido na tela de LCD de um tablete muitas vezes sequer imagina de que forma os primeiros cristãos dedicavam-se às palavras escritas. Pois é em busca de examinar essas raízes que parte dom Paulo Evaristo Arns, em sua tese de doutoramento pela Sorbonne nos anos 1940, e que ora ganha nova edição em A técnica do livro segundo São Jerônimo, lançamento da Editora Unesp em coedição com a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo.

Mas por que o então jovem sacerdote caminhou por essa trilha? “No dia de minha profissão religiosa, estava iniciando os vinte anos de vida e me perguntava como faz todo mundo: ‘que será do meu futuro?’”, escreve dom Paulo. “Nesse momento, me entregaram a carta de meu irmão padre, dizendo ‘dedique-se à literatura cristã dos primeiros séculos, porque você gosta de latim e grego e o Brasil precisa de informações sobre esta era tão rica e tão desconhecida’”.

Ao longo de cinco capítulos bem desenhados, o sacerdote busca descrever o longo processo de composição da escrita, acionado nos primeiros séculos da era cristã: desde o tipo de suporte usado até, na outra ponta, aspectos ligados à difusão da obra, passando metodicamente pelas etapas da redação e das várias modalidades da edição. Ricamente ilustrada, esta edição traz reproduções de obras de Van Eyck, Caravaggio, Veronese, Rembrandt, De La tour, entre outros.

“Antevejo nessa pungente reflexão de são Jerônimo o traçado de um longo roteiro que dom Paulo percorreu intrepidamente: primeiro, abeirando-se da cultura letrada, não por si mesma, mas enquanto estímulo para a ação inteligente”, anota o professor Alfredo Bosi no prefácio. “Depois, voltando-se, no Brasil, para o pobre, o marginal, o oprimido. Dom Paulo soube, como poucos, ouvir o apelo de Jerônimo. E esta é a razão profunda da homenagem que lhe estamos prestando neste momento.”

Sobre o autor - Dom Paulo Evaristo Arns (1921-2016) foi cardeal e arcebispo emérito da cidade de São Paulo. Escreveu mais de 50 livros e foi um dos principais nomes na luta contra a ditadura civil militar (1964-1985); ficou conhecido como o “Cardeal da Esperança”. 
Autor: Dom Paulo Evaristo Arns
Tradutor: Cleone Augusto Rodrigues
Número de páginas: 248
Formato: 17 x 21 cm
Preço: R$ 90,00
ISBN: 978-85-393-0756-2

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário