ACONTECE NO MUSEU - trará na programação de novembro: palestras, cursos e show's

O Projeto ACONTECE NO MUSEU que iniciou suas programações no mês de maio, realizando ações culturais diferenciadas no espaço do Museu Correios em Brasília, já se consolida na capital como uma excelente dica de programação cultural e de eventos muito interessantes, para quem busca diversão de qualidade, educação em cultura e nas artes.
Já passaram pelo projeto diversos tipos de cursos, painéis e debates como elaboração de projetos, sustentabilidade, acessibilidade e libras no ambiente cultural,musicalização de adultos, peças de teatro e shows musicais que vão do samba de roda ao fado!
Para o mês de novembro a programação segue firme shows de Márcia Tauil e Jaime Ernest Dias (Tons de Jobim); DilloD'Araujo e trio com o Guitarráfrika e Paulo Sá e banda trazendo lembrança de Gonzaguinha (Começaria Tudo Outra Vez).  Na parte de debates e Painéis dois Temas de grande relevância serão abordados: Visões sobre o Direito Autoral na Música com os advogados e artistas Caio Chaim (banda O Tarot) e Victor Fonteles (Banda Lupa), e o Painel sobre Marketing Digital para Bandas com os profissionais André Pires (banda Lupa) e Rafaela Marconi (banda O Tarot).  Na área de curso ,vem o Musicalizar Adultos com o Maestro Felipe Barão falando sobre nosso ritmo pessoal!
O Acontece no Museu é um projeto de realização da Villa-Lobos Produções e da André Trindade Produções e conta com o apoio do Museu Correios Brasília, Agenda Cultural Brasília, Território Comunicação, Trupe do Cerrado e Coisas da Terra.

PROGRAMAÇÃO NOVEMBRO:
10 de novembro
Curso Musicalizar Adultos com o  Instrumentista e Maestro Felipe Barão
Horário: 10:30 às 14:30h
Valor: R$ 30,00 ( trinta reais por aluno)
Inscrições feitas através do whatsapp (61) 9 82233452 - com Tuka
MÓDULO ESPECIAL - RITMO

Você tem ritmo? Sim! Todos nós temos! Alguns o percebem e o executam com mais facilidade que outros, mas o ritmo é algo inerente ao ser humano. Neste módulo especial iremos explicar o ritmo de uma forma simples: visual, sensorial e prática. Venha descobrir o seu ritmo!

O curso musicalizar adultos é um curso fixo do projeto Acontece no Museu com 01 aula por mês. Venha conhecer de perto esta experiência e nosso projeto!  
------------------------------------------------------------------------------
Dia 12 de novembro
Painel : Visões gerais  sobre o Direito Autoral na Música
Com Caio Chaim advogado e integrante da Banda O Tarot e Victor Fonteles, advogado e integrante da banda Lupa

Data 12 de novembro - segunda
Horário: das 19:30 às 21:30 horas
EVENTO GRATUITO MEDIANTE DOAÇÃO DE QUALQUER TIPO DE ALIMENTO E/OU ÁGUA.
As doações serão diretamente enviadas às famiíias moradoras de rua com crianças.

SOBRE O EVENTO:
Um painel onde explanarão os advogados especialistas em direito autoral:

CAIO CHAIM
Caio Chaim é advogado especialista na área de Direitos Autorais em segmentos artísticos e em Gestão Coletiva de Direitos Autorais (ECAD). Palestrante fixo no Ciclo de Direito Setorial e Regulatório da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília. Para além do campo jurídico, é artista empreendedor na banda O Tarot, e gestor cultural na Iduna Produções, atuando na elaboração de políticas públicas no campo da Cultura.

VICTOR FONTELES
Victor Fonteles além de músico guitarrista da banda LUPA é empresário, dono da empresa Cavalcanti & Gasparini Advogados Associados, empresa que atua diretamente no ramo do direito do entretenimento, na maioria das vezes ligado à música e eventos. Autoditada no violão, inciando seus estudos em 2004, esteve diretamente envolvido no cenário musical por toda sua vida. Realizando mais de 250 shows por todos os estados do Brasil, com mais de 20 faixas gravadas, Victor alia seus conhecimentos jurídicos ao mundo das artes e entretenimento, trabalhando diretamente com eventos e artistas nacionais e internacionais renomados.  
------------------------------------------------------------------------------
Dia 16 de novembro 
Show Tons de Jobim com Marcia Tauil e Jaime Ernest Dias
VENHA SE DELICIAR COM OS TALENTOS DE MÁRCIA TAUIL E JAIME ERNEST DIAS COM O SHOW TONS DE JOBIM!!!

Data: 16 de novembro -sexta 
Hora: 20 horas
Evento: Tons de Jobim – show musical com Márcia Tauil na voz 
e Violão Jaime Ernest Dias
Ingressos: 15 a meia e 30 inteira
Vendas antecipadas pelo sympla : 
https://www.sympla.com.br/tons-de-jobim--com-marcia-tauil-e-james-ernest__391056


Reservas e vendas também pelo whatsapp (61) 9 82233452 - Tuka

Sobre o show e os artistas:
Tom Jobim nos deixou há mais de 20 anos e sua obra permanece viva em shows de artistas contemporâneos. Um desses shows acontece em novembro no projeto Música no Museu, em homenagem a este gênio da Música Brasileira.
Em formato intimista, Márcia Tauil (Voz) e Jaime Ernest Dias (Violão), interpretam um repertório com obras de Tom Jobim.

Jaime Ernest Dias é licenciado em música pela UnB e professor do CEP/BEM. Além disso, é um dos fundadores do Clube do Choro de Brasília e se destacou pela criação e direção de diversos grupos de câmera, como a “Orquestra de Cordas Brasileiras”, a “Orquestra de Violões de Brasília”, o “Instrumental e Tal” e o “Corda Solta”.

Trabalhando como solista e em duo com a flautista Odette Ernest Dias, o cavaquinista Evandro Barcellos, o violonista Matheus Caetano e com a cantora Célia Rabelo, realizou diversas turnês nacionais e internacionais e gravou, atuando como intérprete, compositor e arranjador, os CD´s “Instrumental”, “Paisagens Noturnas”, “Sonatas de Bach”, “Papo de Cordas”, “Contrastes”, “À Moda Brasileira”, e “Corda Solta”.

Márcia Tauil
Apontada entre as cinco melhores vozes atuais brasileiras pelo Clube do Choro - Santos - SP (2011) e pelo prestigiado Blog "Mais Cultura Brasileira" (2012), Márcia recebe excelentes críticas por todo País;

- “A interpretação de Márcia Tauil tem certa graça inocente de interior combinada à objetividade urbana. Uma bela estréia”. (M.D) Mauro Dias - Estado de São Paulo - Caderno 2 São Paulo

- "Faço questão de homenagear as cantoras que influenciaram no meu modo de cantar" reconhece Márcia Tauil. É justo, muito justo. Ao menos até que venha o tempo em que seja ela própria a influenciar colegas que estejam chegando...” Donizetti Costa - Diário Popular - Revista - São Paulo

- “Uma grata surpresa, muito maior dos que as costumeiras, até! Márcia Tauil está aí: uma nova e boa cantora brasileira, pronta para ser consumida como gente grande. Sem exagero, se dissessem que é uma cantora brasileira que fez carreira no exterior, seria bem plausível. Daquelas que na França ou sei lá onde, é sucesso retumbante. Sua voz para antes do grito, do exagero. Sopra as notas sem pressa”. Julinho Bittencourt – A Tribuna de Santos – Galeria.

- “Os agudinhos que invariavelmente acabam virando típicos das vozes femininas ganham outros contornos na voz de Márcia Tauil”. Maria Claudia Miguel – Correio Popular – Campinas – SP.

- “Cantora de voz segura! Poucas chegam a tanto. Confiram!” Mario Martinez – Jornal A Tribuna Impressa – Araraquara – SP.

Seu segundo CD, SEMENTES NO VENTO, cantando Eduardo Gudin e José carlos Costa Netto, (Dabliú Discos), também foi lançado no Japão, pela WARD Records.

Em 2012, participa como cantora e compositora parceira de Roberto Menescal, no Cd "ELAS CANTAM MENESCAL"

Para 2015, participa do CD Música Verde, ao lado de Jane Duboc, Milton Guedes, Vânia Bastos, Roberto Menescal, entre outros.

Em 2017 vence o Festival da Rádio Nacional Fm Brasília, como Melhor Intérprete. Participa dos shows comemorativos aos 80 anos de Roberto Menescal. Também tem canção incluída como trilha sonora no programa Lazinho com Você (Tv Globo).

No cinema fez participação no filme “Como nossos Pais” de Laís Bodansky.

Em 2018 lançou o Cd “Par em Impar”, como cantora e compositora , com artistas como Jotabê (compositor de Malandro) Zé Caradípia (compositor de asa Morena) e Roberto Menescal.
------------------------------------------------------------------------------
Data: 19 de novembro - segunda
Painel sobre marketing digital para Bandas
Hora - Das 19:30 às 21:30 horas
Uma oportunidade muito legal de informação, trocas de ideias e aprendizado numa área muito importante para todos os artistas!
Marketing digital para Bandas! Os profissionais são experts na área de Marketing digital e também na área artística, pois são membros das bandas Lupa e O tarot. Compareça!
Evento gratuito, mediante a doação de alimentos e/ou água que serão repassados para famílias em situação de rua com crianças.  
No Museu Correios de Brasília
Setor Comercial Sul quadra 04 bloco A
Reservas ( 61) 9 82233452 - com Tuka
reserve antecipadamente - evento sujeito à lotação

SOBRE O PAINEL:
No Painel serão abordados tópicos teóricos e práticos como estratégias de crescimento e divulgação em Facebook e Instagram e anúncios pagos em ambas as plataformas. Também terá o foco em desenvolvimento de mindset e como superar desafios comuns em carreiras musicais. 

SOBRE OS PARTICIPANTES:

ANDRÉ PIRES:
Músico (tecladista da LUPA), Engenheiro Civil, Gestor de Projetos, Copywriter e Empresário atuante nas áreas de Marketing, Gestão, Entretenimento e Cultura. 
No mundo da música desde os 6 anos de idade, já integrou 3 bandas autorais em dezenas de composições gravadas e mais de 150 shows por todo o Brasil, sendo a mais atual e relevante delas a Lupa, desde 2013.
É sócio-proprietário e co-fundador do espaço Cultural e Gastronômico Contém/Mimobar, onde é responsável pelo Marketing Estratégico, e também da empresa SMedia, de Engenharia de Marketing e Audiovisual para Internet, onde atua como Diretor de Marketing e Operações.
Especialista em lançamentos de produtos digitais e em marketing, foi responsável pela fundação, desenvolvimento e lançamento da marca LZR de cursos e produtos de maquiagem, assim como do Instituto Mestes da Beleza de educação online para profissionais da beleza, do qual é sócio.
Hoje, desenvolve um trabalho na área de marketing estratégico e estruturação de plataformas digitais para o Mercado da Beleza, como Executivo da Rede Helio Instituto de Beleza.

RAFAELA MARCONI: 
Redatora, publicitária, especialista na área de marketing digital pela Belas Artes SP e coordenadora de comunicação da banda O Tarot.
Atuante no mercado de comunicação desde 2015, acumulou experiência em Brasília e São Paulo na área de desenvolvimento de estratégias de posicionamento e branded content para marcas como Brasília Harley-Davidson, UniCEUB, Sigma, Carrefour e Grupo RBS. Hoje, atua como redatora publicitária na agência Radiola e também na coordenação das estratégias de comunicação digital da banda O Tarot.  
------------------------------------------------------------------------------
Dia 24 de novembro
Um show muito especial do grande Dillo D'Araújo em homenagem à semana da Consciência Negra. Um super trabalho deste artista que foi feito em viagens na Africa! tudo de bom! imperdível!

Show Case Guitarrafrika com Dillo D’Araujo Trio
Data: 24 de novembro- sábado 
Hora:20 horas
Ingressos: 15 reais a meia e 30 inteira
vendas antecipadas pelo sympla:
https://www.sympla.com.br/guitarrafrika-com-dillo-daraujo__390203

No Museu Correios Brasília - Setor Comercial Sul, quadra 04 Bloco A. venha curtir com a gente!
As reservas e vendas também podem ser feitas pelo whtsapp (61) 9 82233452 - com Tuka

SOBRE O PROJETO E O ARTISTA
O projeto “GuitarrÁfrika” executa música instrumental de dança, esteticamente costurada pela guitarra, a partir da guitarra africana, apoiada pela formação com baixo, bateria e percussão, sofisticada pelo uso de loops e samplers.

Formado pelos músicos Dillo (guitarras), Lucas Tufas (baixo) e Robinho batera (bateria), o grupo mergulhou numa pesquisa de matrizes rítmicas oriundas de regiões da África (Nigéria, Congo, Mauritânia e Camarões) misturadas à linguagem da guitarra brasileira, sobretudo com a guitarrada do Pará e neste contexto compôs temas originais instrumentais. 

A ideia de manter as bases afro dançantes surgiu em Londres, após um show onde Dillo foi confundido com um guitarrista africano que havia passado pela cidade um ano antes. Para o público, o sotaque de sua guitarra soou como um mantra “Tuareg” (um tipo de música dos povos do norte da África), que tem um ritmo vibrante e elétrico como marcas de sua expressão.

A seção rítmica do GuitarrÁfrika foi produzida a partir da observação e convivência com a música de pista, da convivência com os DJs do Coletivo Criolina de Brasília, que são profissionais de giro internacional. Eles viajaram muito e trouxeram a música do mundo inteiro, com uma sofisticada abordagem da música orientada à dança. Desta convivência sobreveio um olhar para a música com o foco e intenção de propiciar ao público a possibilidade de receber, entender e se movimentar. 

O GuitarrÁfrika surge então da mistura da música de matriz africana com a guitarrada paraense e já foi executado em diversos festivais brasileiros e internacionais.

Paralelamente aos shows, a equipe “GuitarrÁfrika” atualmente está produzindo um “ VISUÁLBUM”, disco para ser visto ou simplesmente ouvido. Pode ser acessado pelo YouTube ou por plataformas de streaming. Será disponibilizado para acesso exclusivo do áudio em serviços como o Deezer, Spotify ou Itunes em que o público poderá estar, por exemplo, com fone de ouvido, dentro do metrô ouvindo o áudio sem acesso às imagens.
------------------------------------------------------------------------------
Dia 30 de novembro:
Paulo Sá - começaria tudo Outra vez
Relembrar as canções de Gonzaguinha, interpretadas por Paulo Sá é a super dica para dia 30 de novembro! Imperdível, Venha curtir com a gente o show Começaria tudo outra vez!

SHOW COMEÇARIA TUDO OUTRA VEZ
PAULO SÁ E BANDA
DATA: 30 DE NOVEMBRO
HORA: 20 HORAS
INGRESSOS A 15 REAIS A MEIA E 30 REAIS INTEIRA
VENDAS ANTECIPADAS PELO SYMPLA
https://www.sympla.com.br/comecaria-tudo-outra-vez-com-paulo-de-sa__391142
OU PELO WHATSAPP (61) 9 82233452 - COM TUKA
SETOR COMERCIAL SUL - QUADRA 04 - BLOCO A.

SOBRE O SHOW:
Voz e percussão: Paulo Sá
Baixo: Doni Alcântara
Violão: Flávio Vieira
Percussão: Bebeto Freire

A música popular de Brasilia já tem seus notórios dinossauros e medalhões: Oswaldo Montenegro, Liga Tripa, Hamilton de Holanda, Indiana Nomma, Zelia (Cristina) Duncan, sem incluir a galera do rock cerrado. Gente que há décadas tem produzido excelente trabalho musical na cidade e mesmo fora dela. Uma dessas figuras é o percussionista Paulo Sá, que participou como integrante ou convidado de inúmeros shows e gravações acontecidos por aqui. Sua história confunde-se com a história da música no planalto central, tendo iniciado sua carreira como percussionista do, ainda jovem desconhecido, cantor-compositor Oswaldo Montenegro, lá pelos idos de 1973. Depois, como integrante do saudoso grupo musical Entressafra, na virada da década de 1970 para 1980. Como amigo da trupe do Liga Tripa, o mais famoso grupo da história musical de Brasília, atuou como convidado em diversos shows. Figura inquieta e criativa, Paulo Sá gravou, com o parceiro Leo Almeida, seu primeiro CD, contendo composições próprias e, pela primeira vez, registrou sua voz como cantor de suas músicas. Recentemente, atuou como percussionista nos álbuns de estreia de Sergio Duboc, membro fundador do Liga Tripa; da cantora Myriam Greco e do compositor Wanderson Bomfim. Animado pela experiencia como intérprete no CD “Papo de Boteco”, e movido pelo seu perfeccionismo em tudo que planeja fazer, iniciou estudos de canto com Marcia Tauil, e agora, depois de muito estudo e ensaio, prepara seu debut como cantor em show-solo intitulado “Começaria tudo outra vez”, em homenagem a Gonzaguinha. Saindo da “cozinha” da percussão, Paulo Sá assume a linha de frente de seu trabalho musical, dominando o microfone com técnica e carisma, oferecendo ao público a sua voz grave, com timbre absolutamente original, inconfundível. Sua estreia como cantor é a oportunidade de conferir um artista baianobrasiliense que, durante anos, escondeu-se no trabalho virtuoso de percussionista e, com coragem e ousadia, vem mostrar ao público outra faceta de seu talento: sua voz. É garantia de ritmo e encantamento.

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário