Camilla Gomes leva o Brasil ao primeiro lugar do pódio no trampolim em Cochabamba

A ginástica brasileira segue vitoriosa nos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba, na Bolívia. Depois de somar 21 medalhas na ginástica artística, o País subiu ao lugar mais alto do pódio no trampolim feminino. Camilla Lopes deixou para trás as oponentes com uma excelente pontuação e confirmou o favoritismo.

Camilla já havia terminado em primeiro na etapa classificatória. Nas finais, disputadas neste sábado (21), a representante brasileira na modalidade fez 51,930 e garantiu o título. A colombiana Katiah Hernandez, com 51,085, foi a segunda colocada. Mara Colombo, da Argentina, somou 49,535, e ficou com o bronze.

O resultado foi muito comemorado por Camilla e pela técnica Tatiana Figueiredo, por tratar-se de um título continental. "Esta medalha foi muito importante, pois a Camilla estava aqui representando o trampolim do Brasil. Mostramos que o trampolim brasileiro é forte dentro da América do Sul", avaliou Tatiana.

A atleta também mostrou estar honrada em ser a representante verde e amarela da modalidade. "Estou muito feliz por ter competido nos Jogos Sul-Americanos e trazer a medalha de ouro para o Brasil", encerrou Camilla.

Depois da ginástica artística masculina e feminina e do trampolim, amanhã será a vez do Brasil entrar na competição com a ginástica rítmica individual e de conjunto. No individual, o Brasil irá contar com as atletas Natalia Gaudio e Bárbara Domingos, o conjunto é formado por Alessandra Correa, Alanis Popper Ávila, Deborah Medrado, Gabriela Paixão, Gabrielle Moraes e Jéssica Maier.

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário