Equipes campeãs da Volta do Lago CAIXA buscam bicampeonato na 15ª edição da prova

Muitas equipes já estão intensificando os treinos para encarar o desafio de percorrer 100 km na principal ultramaratona de Brasília. A um mês da realização da 15ª Volta do Lago CAIXA, marcada para 10 de junho, os corredores suam a camisa para alcançar o pódio e aperfeiçoar resultados obtidos nas edições anteriores.

É o caso do técnico em agronomia Reginaldo Souza Gomes, 38 anos, e do engenheiro da computação Pedro Henrique Neves Maciel de Oliveira, 34 anos. Na edição do ano passado, eles se uniram para correr a Volta do Lago em dupla há exatamente uma semana antes da prova.

“A gente montou a dupla uma semana antes. A gente não se conhecia, eu não sabia como ele corria, ele não sabia como eu corria”, conta Pedro. “Então foi meio surpresa, aconteceu, tanto é que eu não imaginava que tinha possibilidade de sermos campeões da prova”, disse o triatleta.

A dupla garantiu o primeiro lugar fechando o percurso em 7h33m57s e a meta desse ano é mais ousada. Indo para a sua terceira participação, Reginaldo conta que o desejo da dupla é cruzar a linha de chegada abaixo das 7h de prova. Ao contrário do que ocorreu no ano passado, os dois têm recebido orientações de uma assessoria esportiva.

“Os treinos são diários. Tem dias que os treinos são curtos, em outros mais moderados e também tem os longos, que geralmente chegam a 28 e 30 km”, revela Reginaldo. “Temos treinado muito para quebrar o nosso recorde e se der sorte de sermos bicampeões, ótimo. A gente não sabe como as outras duplas estão se preparando, os nossos adversários somos nós mesmos”, completou.

Campeões na categoria militar
O octeto misto formado por seis homens e duas mulheres representando o Comando do Sétimo Distrito Naval da Marinha vai disputar pela quarta vez a Volta do Lago CAIXA na categoria policial/militar. O capitão da equipe e suboficial da Marinha João Marcelo Barbosa Silveira diz que a expectativa para 2018 é repetir o resultado do ano anterior. A equipe foi campeã do desafio com o tempo de 6h55m04s.

Participações em corridas de rua, treino três vezes na semana com foco em tiros e longões aos finais de semana foram as estratégias adotadas pela equipe para voltar a encarar o desafio. “A gente tem o treinamento chamado físico militar, então a gente aproveita esses três dias na semana para fazer algum tipo de trabalho. Quando se aproximam essas corridas a gente intensifica esses treinos”, conta Silveira.

Josiane dos Santos Silva, 27 anos, participa da equipe pela segunda vez. Para ela, os primeiros 5 km percorridos no ano passado foram inesquecíveis. “A corrida em si oferece muita adrenalina, desde a hora que a gente se reúne. A emoção é grande de estar ali”.

Além do primeiro lugar em 2017, o octeto da Marinha foi terceiro lugar em 2016 e primeiro lugar em 2015. A cabo Josiane confirma a expectativa do líder da equipe: “É subir no pódio de novo, porque a gente está treinando pra isso”.

Prova e prêmios
Os corredores poderão competir individualmente nas categorias ultramaratona individual de 100 ou 60 quilômetros ou em equipes, mistas ou não, de até oito pessoas, que se revezarão em 14 trechos para completar os 100 quilômetros.  Também há a possibilidade de participar nas modalidades Riden Biken 4 e Riden Bike Open, em que um componente corre enquanto os demais acompanham o percurso de bicicleta.

Os melhores colocados receberão premiações em dinheiro que somam mais de  R$ 40 mil.


SERVIÇO:

15º Volta do Lago Caixa
Data: 10 de junho
Largada e chegada: Eixão Sul, na altura do Cine Centro São Francisco
Inscrições:
até o dia 3 de junho pelo site: www.voltadolagocaixa.com.br
Informações: +55 61 3711-1030 ou info@voltadolagocaixa.com.br

==> Foto: Ana Nascimento

0 comentários:

Postar um comentário