Segunda edição do Festival Experia, na Caixa Cultural, em Brasília

Até o dia 18 de fevereiro de 2018, a Caixa Cultural Brasília recebe a programação do Festival EXPERIA 2018, terceira edição do projeto idealizado projeto idealizado pela empreendedora cultural Anamaria Rigotto, mineira radicalizada no Rio de Janeiro e diretora da Casa de Fulô Produções. O evento traça um amplo panorama da música independente brasileira atual, reunindo compositores e artistas que se dedicam aos novos sons e são considerados por especialistas como grandes apostas da música brasileira. O evento continua na sexta, às 20h, no sábado com duas sessões, às 17h e 20h, e no domingo às 19h, com ingressos à R$ 10 (meia-entrada).

Sexta, 16, é a vez do compositor paulista Curumin apresentar seu mais recente álbum, Boca (2017), tendo como convidado o baiano Russo Passapusso, vocalista da Baiana System, que chama atenção também com seu trabalho solo, Paraíso da Miragem (2014).

A primeira sessão de sábado, 17, traz ao palco da Caixa Cultural o show do paulistano Pélico baseado no disco Euforia (2015), tendo como convidado o gaúcho Filipe Catto, trazendo seu mais recente trabalho, Catto (2017) na bagagem. A segunda sessão do mesmo dia reserva um show da artista mineira Juliana Perdigão acompanhada por sua banda Os Kurva sobre o disco Ó (2016), com a participação de Tulipa Ruiz, que lançou no fim de 2017 o disco Tu, com releituras de carreira e novas canções em roupagem acústica. Por fim, no domingo, 18, a baiana Marcia Castro lança em Brasília seu novíssimo álbum, Treta (2017), com participação do pernambucano Otto, que também lançou recentemente o trabalho Ottomatopeia (2017).

A curadoria do EXPERIA 2018 traz a Brasília uma seleção criteriosa da nova música brasileira, enquanto propõe a mistura de linguagens e expoentes de diferentes estados brasileiros em uma programação que promete ficar na memória cultural da cidade. Além de contemplar novos nomes da música nacional, a programação do Festival foi desenhada no intuito de apresentar artistas que têm em comum o gosto por explorar os limites da música.

O evento traz um desdobramento da cena dos anos 1990, quando artistas independentes descobriram a autonomia em trabalhar com novos estilos, misturar ritmos, abusar dos sintetizadores e inovar nas letras. Com esse novo panorama, a presença definitiva do espaço virtual, a abertura de novos canais de comunicação e a presença massiva em aplicativos de streaming de música e vídeo, artistas ousados como os selecionados para o Experia 2018, ganham cada vez mais espaço.

Line-Up Experia 2018 (remanescente)
16/02 (sexta), às 20h: Curumin convida Russo Passapusso
17/02 (sábado), às 17h: Pélico convida Filipe Catto
17/02 (sábado), às 20h: Juliana Perdigão e os Kurva convidam Tulipa Ruiz
18/02 (domingo), às 19h: Márcia Castro convida Otto

==> Foto: Rodrigo Schmidt

0 comentários:

Postar um comentário