Espetáculo que debate HIV nos tempos atuais inicia circulação nacional nesta semana

Quando Gabriel Estrela descobriu que era portador do vírus HIV, em 2010, muitas coisas mudaram em sua vida. Aos 18 anos ele passou a ver a vida e as relações familiares, afetivas e amorosas de um jeito diferente. Passado o processo de aceitação e auto-afirmação, o ator e diretor brasiliense viveu uma guinada em sua trajetória, dando início ao projeto Boa Sorte, que se vale de intervenções artísticas presenciais e virtuais para cumprir o fundamental acolhimento a jovens que se descobrem portadores do vírus.

Atualmente, Estrela é uma das grandes vozes brasileiras quando o assunto é a desmistificação e o combate aos preconceitos acumulados a décadas em relação ao HIV, tendo representado o Brasil em fóruns internacionais e rendendo entrevistas e reportagens em grandes veículos de imprensa brasileiros e mundiais.

Em 2018, o projeto Boa Sorte inicia circulação nacional sob o patrocínio da Caixa Seguradora. Com início na cidade de origem de Gabriel, a turnê passa por São Paulo (capital e interior), além de Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte e Brasília. Para além das sessões teatrais, o projeto se sustenta na seguinte tríade: apresentação do espetáculo, bate-papo com o diretor sobre como é viver com HIV nos tempos atuais e o Pavilhão Solidário, espaço expositivo que reúne ONGs e instituições relacionadas ao tema, com atividades centradas na conscientização para a prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis, entre exposições, oficinas e palestras.

No Distrito Federal, o projeto ganha o apoio da rede SESC para desenvolvimento de suas atividades, em três semanas de temporada. Nos dias 02 e 03 de março, o Teatro SESC Newton Rossi recebe Boa Sorte com entrada franca e sessões para escolas às 9h30 e 15h (no dia 02/03); e abertas ao público às 17h e 20h (no dia 03/03). Já nos finais de semana seguintes, a peça segue para o Plano Piloto, sendo apresentada no Teatro SESC 504 Sul dias 9 de março, às 15h e 20h; 10 de março, às 17h e 20h; 16 de março, às 15h e 20h; e 17 de março, às 17h e 20h. No Plano, os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).

Com um repertório de canções da MPB, Boa Sorte: o musical traz o relato autobiográfico de um jovem que se descobriu portador do vírus da Aids aos 18 anos. Em cena, o rapaz repensa seus relacionamentos com amigos, família, namorado e médicos depois do diagnóstico, sempre acompanhado de música ao vivo. “Descobri-me vivendo com HIV muito jovem e se na época eu tivesse a referência de outras pessoas soropositivas vivendo bem e dispostas a conversar abertamente, tudo teria sido menos complicado”, recorda o autor e diretor da peça, Gabriel Estrela, hoje aos 26 anos.

Para o diretor do Instituto Caixa Seguradora, Grègoire Saint Gal de Pons, a qualidade artística do espetáculo é um bom caminho para trazer à tona a discussão sobre o comportamento e a saúde sexual dos jovens. “Patrocinar o espetáculo fortalece o Instituto e os nossos programas de juventude, pois discute o HIV e Aids sob a perspectiva da vida. É essa a realidade que tentamos levar aos jovens por meio dos nossos patrocínios, pesquisas e projetos”, afirma Grègoire.

Desde seu início em 2015, o projeto já promoveu diversas intervenções envolvendo teatro, fotografia, música, palestras e bate-papos, entre outros. Falando sobre HIV/Aids sempre com arte, informação e acolhimento. Para essa temporada, uma novidade: em cada sessão, um youtuber ou influenciador diferente será convidado a integrar o elenco, criando uma verdadeira rede de pessoas dispostas a falar sobre e a engajarem-se nessa causa.

No Pavilhão Solidário, sempre uma hora antes de cada sessão, o público poderá participar de uma roda de conversa sobre HIV/Aids, com a participação do diretor do espetáculo, das instituições afins do DF, e dos convidados a cada semana de temporada.

Os convidados para as sessões de Brasília são o ator Luiz Gustavo Carrier e o youtuber Max Valarezo no dia 3 de março; os atores Mateus Figuero e Emanuel Lavor no dia 10 de março, respectivamente às 17h e 20h; o ator Deni Moreira no dia 16 de março; e o instagrammer João Doederlein (@akapoeta) no dia 17 de março. Após todas as sessões, um debate de 40 minutos com o público reforça os objetivos de conscientização do espetáculo.

Sob a direção de Estrela, o musical conta com jovem e talentoso elenco formado por Lola Portela, Mariana Sancar, Gabriel Neves, Mauro Silva e Thiago Catellani, além de banda formada por Bianca Paysan (violão), Fernando Bastos (piano e direção musical) e Marília Nóbrega (violoncelo).

Ficha técnica
Texto e direção: Gabriel Estrela
Direção musical: Fernando Bastos
Iluminação: Ramon Lima
Cenografia e Figurinos: Breno Abreu
Com Lola Portela, Mariana Sancar, Gabriel Neves, Mauro Silva e Thiago Catellani
Banda: Bianca Paysan, Fernando Bastos e Marília Nóbrega

Fotos: Ronaldo Gutierrez
Arranjo ”Vivo”: Maria Barrilari
Programação Visual: Denise Bacelar
Operador de luz: Alexandre Zullu
Operador de som: Kleber Marques
Assessoria Jurídica: Olivieri Associados
Coordenação financeira: Cleonice Chaves
Produção de figurinos: 7 Company Studio
Produção executiva: Mcd Produções
Direção de Produção: Fernanda Signorini
Realização: Signorinimkt Produções Culturais Ltda
Idealização: Fernanda Signorini e Gabriel Estrela
Patrocínio: Instituto Caixa Seguradora

Apoio: SESC

SERVIÇO:

Projeto Boa Sorte
Locais: Em várias salas do Teatro Sesc do Distrito Federal
Duração: 55 minutos
Bate-papo com Gabriel Estrela e convidados: 40 minutos
Pavilhão Solidário: composto por ONGs do DF a fins do tema (em confirmação)
Acesso gratuito.

Sesc Newton Rossi - Ceilândia
Datas e horários: 02 de março, às 9h30 e 15h; e 03 de março, às 17h e 20h
Endereço: Teatro SESC Newton Rossi - QNN 27, Área especial - Ceilândia
Classificação indicativa: Livre
Entrada franca
Contato: 61 3379-9586

Sesc 504 Sul - Asa Sul
Datas e horários: 09 de março, às 15h e 20h; 10 de março, às 17h e 20h; 16 de março, às 15h e 20h; e 17 de março, às 17h e 20h.
Endereço: Teatro SESC 504 Sul - 504/505 Sul, Bl. A - Asa Sul
Classificação indicativa: Livre
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)
Contato: 61 3217-9123

==> Foto: Taidson Morais

0 comentários:

Postar um comentário