O Anjo Exterminador – Festival Internacional de Cinema Fantástico de Brasília

O cinema fantástico e suas variações, como terror, fantasia e ficção científica, fascinam plateias desde os primórdios da sétima arte. Basta lembrarmos do pioneirismo de Viagem à Lua (1902), de Georges Méliès, ou dos assustadores protagonistas do Expressionismo Alemão em obras como O gabinete do Dr. Caligari (1920), O Golem (1920) e Nosferatu (1922). Afinal, foi a partir do cinema que as pessoas puderam, finalmente, ver materializados cenários, situações e criaturas antes apenas imaginadas ou presentes em sonhos e pesadelos. Este gênero cinematográfico encanta e impressiona porque desafia fronteiras entre real e imaginário, popular e erudito, cinema de arte e produção comercial, uma vez que absorve o desconhecido e tudo aquilo que habita o inconsciente e problematiza a condição humana.

Por isso mesmo, mostras e festivais de cinema fantástico realizadas mundo afora, e também no Brasil, alcançam grande adesão de público. E em 2018, Brasília ganha um evento do tipo para chamar de seu. De 25 a 28 de janeiro, o Centro Cultural Banco do Brasil recebe a primeira edição de O Anjo Exterminador – Festival Internacional de Cinema Fantástico de Brasília. Na programação estão 30 produções, entre longas e curtas-metragens do Brasil e de outros 14 países – Alemanha, Argentina, Colômbia, Croácia, Dinamarca, França, Espanha, Estados Unidos, Mali, México, Portugal, República Tcheca, Uruguai e Uzbequistão – que trazem à tona temas intrigantes e fascinantes, como surrealismo, sobrenatural, futurismo e distopia. Todas as sessões têm entrada franca. Os melhores filmes recebem troféus e serão escolhidos por júri especial e pelo voto popular.

O festival também conta com atividades que colaboram para tornar cada vez mais real este infinito imaginário. Os escritores Bárbara Morais e Felipe Castilho, autores de literatura fantástica, prepararam master classes relacionadas ao tema. Professores da Animatic – Escola de Animação e Arte de Brasília oferecem ao público oficinas gratuitas de fotografia, pintura digital, animação e ainda uma apresentação de produção de escultura em argila (clay). As oficinas de pintura digital e técnicas de animação precisam de inscrições prévias, que devem ser feitas pelo e-mail oanjoexterminadorfest@gmail.com com o título da oficina, nome completo, CPF, idade (menores de 18 anos devem informar nome do responsável e seu CPF) motivo do interesse pela oficina e telefone para contato. As vagas são limitadas e 20% delas são reservadas para clientes do Banco do Brasil.

O festival brasiliense foi batizado com o nome do filme mexicano O Anjo Exterminador, clássico dirigido por Luis Buñuel e lançado em 1962, no qual, com uma situação surrealista (um grupo de aristocratas não consegue, sem razão aparente, deixar a casa onde acabaram de jantar), o cineasta propõe um contundente comentário sobre a hipocrisia e a falsa moral da sociedade.

Com curadoria e produção de Josiane Osório e Ulisses de Freitas, O Anjo Exterminador – Festival Internacional de Cinema Fantástico de Brasília exibe na pré-estreia, às 16h de 24 de janeiro, em sessão especial, o clássico mudo A desumana (L’inhumaine), de 1924, dirigido por Marcel L’Herbier, um drama com atmosfera futurista, pouco visto no Brasil. A exibição será seguida de comentários do professor e crítico Ciro Inácio Marcondes. E na sessão de encerramento, dia 28, às 20h, será exibido um clássico do cinema da África: A luz (Yeelen), de 1987, dirigido por Souleymane Cissé, conceituado cineasta da República do Mali. Com uma fotografia de encher os olhos, o filme traz elementos da magia dentro das tradições africanas, ainda pouco exploradas pelo cinema. A ideia, com esses dois filmes, é dar a dimensão das possibilidades do fantástico no tempo do cinema e também no espaço geográfico global.

O Anjo Exterminador – Festival Internacional de Cinema Fantástico de Brasília é uma parceria entre a Tábata Filmes Entretenimento e Cultura e o Centro Cultural Banco do Brasil Brasília, patrocinador do evento, com apoio da Embaixada da França no Brasil, Cinemateca da Embaixada da França no Brasil, Institut Français, Embaixada do Uruguai no Brasil, Embaixada do México no Brasil, Fibra – Federação das Indústrias do Distrito Federal, Sesc DF e IFB – Recanto das Emas.


PROGRAMAÇÃO:

24 de janeiro (quarta-feira): pré-estreia
16h: A desumana (L’inhumaine) – Direção: Marcel L’Herbier. Drama, 135 min, 1924, França, livre (* sessão especial comentada pelo professor e crítico Ciro Inácio Marcondes)

25 de janeiro (quinta-feira)
14h: A escuridão (Las tinieblas) – Direção: Daniel Castro Zimbrón. Suspense, 94 min, 2016, México, 16 anos

16h: Master class: Lendas e mitos brasileiros na literatura fantástica, com Felipe Castilho

17h30: Carmadicção (Karmaadicción) - Direção: Óscar Naranjo. Terror, 9 min, 2017, Colômbia, 16 anos / Terra e luz – Direção: Renne França. Terror, 73 min, 2017, GO, 14 anos

19h30: A voz de mamãe (La voz de mamá) – Direção: Mariano Cattaneo. Terror, 5 min, 2016, Argentina, 14 anos / Terror 5 – Direção: Sebastian e Federico Rotstein. Terror, 78 min, 2016, Argentina, 16 anos

26 de janeiro (sexta-feira)
10h30 às 12h: Palestra Animação 2D – Toon Boom, com Gabriel Dutra. O palestrante presentará o software Toon Boom Harmony, uma das ferramentas mais utilizadas no mundo para a produção de animações digitais em 2D.

14h: Sessão infantil: Médico de monstro – Direção: Gustavo Teixeira. Ficção, 11 min, 2017, SP, livre / Bruxarias (Brujerias) – Direção: Virgínia Cúria. Animação, 78 min, 2015, Espanha, livre

16h: Sol – Direção: Carlos G. Gananian. Terror, 14 min, 2017, SP, 14 anos / Na lama (Into the mud) – Direção: Pablo Pastor. Terror, 10 min, 2016, Espanha, 14 anos / Eu sou o portal (I am the doorway) – Direção: Robin Kasparik. Ficção científica/terror, 15 min, 2016, República Tcheca, 12 anos / O pequeno pé grande – Direção: Leo Bello. Ficção, 15 min, 2016, DF, 14 anos / A caça – Direção: Thiago Camargo. Animação/terror, 15 min, 2015, GO, 16 anos

18h: O nó do Diabo – Direção: Ramon Porto Mota, Gabriel Martins, Ian Abé e Jhésus Tribuzi. Terror, 124 min, 2016, PB, 16 anos

20h30: O candeeiro – Um filme à luz de Lisboa – Direção: Henrique Costa e Hugo Passarinho. Animação, 6 min, 2016, Portugal, 14 anos / Venha a mim (Ven a mi) – Direção: Marcos Muñoz Flores. Terror, 9 min, 2016, México, 12 anos / Please love me forever – Direção: Holy Fatma. Terror, 27 min, 2017, França, 16 anos / O segredo do parque – Direção: Maria Eduarda Senna. Terror, 40 min, 2017, DF, 12 anos

27 de janeiro (sábado)
10h30: Master class: Literatura fantástica e distopia no Brasil contemporâneo, com Bárbara Morais

14h: Sessão infantil: Médico de monstro – Direção: Gustavo Teixeira. Ficção, 11 min, 2017, SP, livre / Bruxarias (Brujerias) – Direção: Virgínia Cúria. Animação, 78 min, 2015, Espanha, livre

16h: Janaína Overdrive – Direção: Mozart Freire. Ficção científica, 19 min, 2016, CE, 16 anos / Era uma vez Brasília – Direção: Adirley Queirós. Ficção, 100 min, 2017, DF, 14 anos

18h30: Cuidado com o coelho (Beware of the bunny) – Direção: Becky Gill. Animação/terror, 5 min, 2016, EUA, livre / Deus local (Dios local) – Direção: Gustavo Hernandez. Terror, 90 min, 2014, Uruguai, 16 anos

20h30: Salvo (Save) – Direção: Iván Sáinz-Pardo. Ficção, 4 min, 2016, Alemanha, 16 anos / Exorcismo (Egzorcizam) – Direção: Dalibor Matanic. Terror, 80 min, 2017, Croácia, 16 anos

28 de janeiro (domingo)
10h30: Sessão infantil: Médico de monstro – Direção: Gustavo Teixeira. Ficção, 11 min, 2017, SP, livre / Bruxarias (Brujerias) – Direção: Virgínia Cúria. Animação, 78 min, 2015, Espanha, livre

14h: Expire – Direção: Magali Magistry. Ficção científica, 13 min, 2017, França, 16 anos / Depois do silêncio – Direção: Guilherme Daniel. Terror, 15 min, 2017, Portugal, 16 anos / A raiva de Clara (La rabia de Clara) – Direção: Michelle Garza Cervera. Terror, 21 min, 2016, México, 16 anos / O circo da noite (The Night Circus) – Direção: Eskild Krogh. Terror, 9 min, 2016, Dinamarca, 14 anos

15h30: A Lua leva almas cansadas (The moon takes tired souls) – Direção: Sabir Nazarmukhamedov. Ficção, 132 min, 2016, Uzbequistão, 12 anos

19h: Cerimônia de premiação

20h: Sessão de encerramento: A luz (Yeelen) – Direção: Souleymane Cissé. Drama, 101 min, 1987, França, Japão, Alemanha Ocidental, Burkina Faso, Mali, livre

SESSÕES ESPECIAIS:

A desumana (L’inhumaine)
Direção: Marcel L’Herbier. Drama, 135 min, 1924, França, livre
Elenco: Georgette Leblanc, Jaque Catelain, Philippe Hériat
Claire Lescot é uma cantora de imenso sucesso que despreza cruelmente os homens à sua volta até que um jovem cientista decide puni-la por sua desumanidade. Com uma estética futurista realizada por talentos da cenografia, arquitetura e música, o filme – pouco conhecido no Brasil – é considerado uma obra-prima do cinema silencioso.

A luz (Yeelen)
Direção: Souleymane Cissé. Drama, 101 min, 1987, França, Japão, Alemanha Ocidental, Burkina Faso, Mali, livre
Elenco: Issiaka Kane, Niamanto Sanogo, Soumba Traore
Dotado de poderes mágicos, o jovem Niankoro parte para descobrir os mistérios da natureza. Com a ajuda da mãe e do tio, ele terá de lutar contra seu pai, Soma, um poderoso feiticeiro que pretende matá-lo.

Bruxarias (Brujerias)
Direção: Virgínia Cúria. Animação, 78 min, 2015, Espanha, livre
Malva é uma menina de 10 anos que vive com a avó em uma caravana de venda de produtos medicinais. O sucesso desses produtos desperta o interesse de Rufa, dona de uma fábrica de cosméticos, que decide raptar a idosa para descobrir os ingredientes secretos utilizados por ela. Para resgatar a avó, Malva vai conhecer a história mágica de seus antepassados.

Médico de monstro
Direção: Gustavo Teixeira. Ficção, 11 min, 2017, SP, livre
Elenco: Marcelo Oliveira, Giovanna Leirião, Nábia Villela, Marielle Cecconello
Dudu já escolheu sua futura profissão, agora terá que enfrentar seus medos para se tornar um médico de monstros.

MOSTRA COMPETITIVA – LONGAS-METRAGENS:

A escuridão (Las tinieblas)
Direção: Daniel Castro Zimbrón. Suspense, 94 min, 2016, México, 16 anos
Elenco: Brontis Jodorowsky, Aliocha Sotnikoff, Camila Robertson Glennie
A Terra parou e os dias deixaram de existir. Uma densa e tóxica névoa cobre o bosque e o mantém em eterno declínio. Argel e seus irmãos passaram suas vidas trancadas no porão de uma velha cabana. Quando seu irmão mais velho desaparece misteriosamente, Argel começa uma busca que o levará a descobrir os mistérios e segredos mais sombrios que tanto seu pai quanto o bosque escondem.

A Lua leva almas cansadas (The moon takes tired souls)
Direção: Sabir Nazarmukhamedov. Ficção, 132 min, 2016, Uzbequistão, 12 anos
Elenco: Ierkin Kamilov, Muhammadsoli Usupov, Karim Mirhodiev, Bernar Nazarmukhamedov
Uma história misteriosa sobre três amigos que seguem um jovem e estranho guia até uma pedra enigmática. Depois de uma noite passada ao lado da pedra, a pessoa pode encontrar respostas para muitas questões não resolvidas.

Deus local (Dios local)
Direção: Gustavo Hernandez. Terror, 90 min, 2014, Uruguai, 16 anos
Elenco: Mariana Olivera, Gabriela Freire, Agustín Urrutia
Uma banda que acaba de lançar um disco viaja para o campo para fazer videoclipes para as músicas. Durante as filmagens, eles encontram uma mina de ouro que é guardada por um deus local, uma pedra que era usada para assustar os mineiros. A partir da descoberta, um espírito desperta e força cada membro da banda a reviver os eventos traumáticos que inspiraram suas músicas.

Era uma vez Brasília
Direção: Adirley Queirós. Ficção, 100 min, 2017, DF, 14 anos
Elenco: Wellington Abreu, Andreia Vieira, Marquim do Tropa, Franklin Ferreira
Em 1959, o agente intergaláctico WA4 recebe uma missão: matar o presidente Juscelino Kubitschek no dia da inauguração de Brasília. Sua nave perde-se no tempo e aterrissa em 2016. Só Andréia, a rainha do pós-guerra, poderá ajudá-los a montar o exército para matar os monstros que habitam hoje o Congresso Nacional.

Exorcismo (Egzorcizam)
Direção: Dalibor Matanic. Terror, 80 min, 2017, Croácia, 16 anos
Elenco: Nika Ivančić, Helena Minić Matanić, Senka Bulić, Lana Gojak, Janko Popović Volarić i Marko Braić
Baseado em uma história real, o filme relata a possessão de jovem. Além do padre, uma psiquiatra e uma equipe de TV acompanham o exorcismo. Eles não sabem que todos eles que entraram no porão naquela noite são os alvos de Satanás.

O nó do Diabo
Direção: Ramon Porto Mota, Gabriel Martins, Ian Abé e Jhésus Tribuzi. Terror, 124 min, 2016, PB, 16 anos
Elenco: Fernando Teixeira, Isabél Zuaa, Cíntia Lima, Edilson Silva, Tavinho Teixeira, Clebia Sousa, Alexandre Sena, Miuly Felipe da Silva, Yurie Felipe da Silva, Zezé Motta, Everaldo Pontes
Cinco contos de horror. Uma fazenda tomada por horrores há mais de duzentos anos. Cinco encontros com a morte. Um nó que não se desata.

O segredo do parque
Direção: Maria Eduarda Senna. Terror, 40 min, 2017, DF, 12 anos
Elenco: Cesar Chamma, Júlia Rizzo, Adam Gomes, Hugo Carvalho, Thaiane Maciel, Peterson Andrade, Sara Kacowics, Iano Fazio
Quando uma jovem desaparece misteriosamente, seus amigos iniciam uma busca para encontrá-la. À medida em que vão mergulhando no caso, eles começam a viver um terrível pesadelo.

Terra e luz
Direção: Renne França. Terror, 73 min, 2017, GO, 14 anos
Elenco: Maya Dos Anjos, Rafael Freire, Marcelo Jugmann, Pedro Otto
Em um futuro pós-apocalíptico, os seres humanos foram praticamente exterminados por criaturas que se assemelham a vampiros. Neste mundo em que a noite é mortal, um homem tenta sobreviver a qualquer custo, ao mesmo tempo em que tem a chance de recuperar sua própria humanidade.

Terror 5
Direção: Sebastian e Federico Rotstein. Terror, 78 min, 2016, Argentina, 16 anos
Elenco: Airas Alban, Augusto Alvarez, Nai Awada, Juan Barberini, Magdalena Capobianco, Cecilia Cartasegna
Cinco histórias, todas baseadas em lendas urbanas, acontecem em Buenos Aires. Os personagens terão que encarar seus medos e demônios internos de maneiras diversas, pois sexo, violência e caos dominam a noite.

MOSTRA COMPETITIVA – CURTAS-METRAGENS:

A caça
Direção: Thiago Camargo. Animação/terror, 15 min, 2015, GO, 16 anos
Em uma estranha noite, dois jovens da cidade jogam cartas e bebem com um caipira contador de “causos”, enquanto um clima de mistério toma conta da madrugada.

A raiva de Clara (La rabia de Clara)
Direção: Michelle Garza Cervera. Terror, 21 min, 2016, México, 16 anos
Depois de ser mordida por um cão raivoso, Clara deve ficar trancada por 40 dias na pequena cabana onde mora com a mãe e seu marido. Enquanto a cidade é atacada por cachorros selvagens, a isolação de Clara provoca um desejo crescente de liberdade. Para escapar, ela terá que superar o medo e a determinação de sua família em protegê-la.

A voz de mamãe (La voz de mamá)
Direção: Mariano Cattaneo. Terror, 5 min, 2016, Argentina, 14 anos
Uma menina começa a ouvir a voz de sua mãe morta e passa a receber visitas de seu espírito à noite.

Carmadicção (Karmaadicción)
Direção: Óscar Naranjo. Terror, 9 min, 2017, Colômbia, 16 anos
Este filme de terror psicológico mostra a atribulada vida de Daniel, um jovem consumido pelo vício e pelo medo de um espectro que o atormenta em casa.

Cuidado com o coelho (Beware of the bunny)
Direção: Becky Gill. Animação/terror, 5 min, 2016, EUA, livre
No caminho para a casa, um garotinho encontra o bicho de estimação de seus pesadelos.

Depois do silêncio
Direção: Guilherme Daniel. Terror, 15 min, 2017, Portugal, 16 anos
Uma mulher desolada luta para aceitar a morte inesperada do marido, mas é confrontada com seu retorno recorrente ao mundo dos vivos.

Eu sou o portal (I am the doorway)
Direção: Robin Kasparik. Ficção científica/terror, 15 min, 2016, República Tcheca, 12 anos
Um homem está preso em uma nave espacial com um vírus estranho crescendo dentro si, alterando sua mente. Para salvar-se, ele deve tomar medidas drásticas.

Expire
Direção: Magali Magistry. Ficção científica, 13 min, 2017, França, 16 anos
A poluição atmosférica cobriu o planeta forçando as pessoas a viverem confinadas. Mas quando você tem 15 anos como Juliette, é lá fora que a vida real começa de verdade.

Janaína Overdrive
Direção: Mozart Freire. Ficção científica, 19 min, 2016, CE, 16 anos
Uma transciborgue busca sua sobrevivência longe do controle biotecnopolítico da corporação.

Na lama (Into the mud)
Direção: Pablo Pastor. Terror, 10 min, 2016, Espanha, 14 anos
Uma jovem acorda no meio de um bosque. Depois do susto, percebe que está ferida e descobre que seu agressor é um caçador que não a deixará escapar facilmente.

O candeeiro - Um filme à luz de Lisboa
Direção: Henrique Costa e Hugo Passarinho. Animação, 6 min, 2016, Portugal, 14 anos
Uma história sobre escolhas, sobre os velhos tempos de uma Lisboa por descobrir, sobre suas vielas escuras e sobre elegantes cartazes pintados à mão.

O circo da noite (The Night Circus)
Direção: Eskild Krogh. Terror, 9 min, 2016, Dinamarca, 14 anos
Dois homens seguem sua rotina habitual, carregando os corpos dos mortos. De repente, a atividades de costume se tornam bastante incomuns.

O pequeno pé grande
Direção: Leo Bello. Ficção, 15 min, 2016, DF, 14 anos
O Pé Grande é capturado na floresta e jogado na cidade, onde tem uma relação com uma mulher. Do fruto desse encontro nasce “o pequeno pé grande”: um menino peludinho, diferente de todas as crianças e que não consegue se encaixar na sociedade. Assim começa uma jornada em busca de seu pai e da floresta.

Please love me forever
Direção: Holy Fatma. Terror, 27 min, 2017, França, 16 anos
Lili, uma adolescente albina, vive sozinha com a mãe, uma mulher obcecada com a aparência, que a superprotege do mundo exterior. A jovem sonha com liberdade e deposita em seu vizinho, Lyesse, de 16 anos, suas esperanças de felicidade.

Salvo (Save)
Direção: Iván Sáinz-Pardo. Ficção, 4 min, 2016, Alemanha, 16 anos
Um bebê quebra o silêncio do amanhecer.

Sol
Direção: Carlos G. Gananian. Terror, 14 min, 2017, SP, 14 anos
Sol ouve apenas uma voz. A voz dele.

Venha a mim (Ven a mi)
Direção: Marcos Muñoz Flores. Terror, 9 min, 2016, México, 12 anos
Uma criança e seu cachorro brincam próximos à casa de um bruxo.

OFICINAS:

Apresentação de uma escultura tradicional em clay: Felipe Reis mostrará o processo de desenvolvimento de uma escultura em argila (clay), etapa essencial para a realização de animações do tipo stop motion. Dias 27 e 28, das 10h30 às 20h30, no espaço coberto da Torre 4. Atividade aberta ao público.

Fotografia com longa exposição: serão apresentadas as técnicas para a produção de fotos com longa exposição, que permitem imagens repletas de riscos e formas inusitadas. Para participar é necessário possuir câmera profissional ou semiprofissional – pois apenas um número limitado de câmeras será disponibilizado para os participantes. Dia 25, das 18h às 20h, no espaço coberto da Torre 4. Atividade aberta ao público.

Pintura digital: Serão apresentados fundamento sobre linguagem visual, da arte tradicional à pintura digital – recurso muito utilizado na criação de personagens para cinema e animação. Para participar é necessário fazer inscrição antecipada e possuir laptop com Photoshop. Os participantes recebem certificados. Vagas: 15. Dia 25, das 10h às 12h, na Sala do Educativo do Museu BB. Inscrições pelo e-mail oanjoexterminadorfest@gmail.com.

Oficina Teens – Técnicas de animação: voltada para jovens de 8 a 14 anos e ministrada por Giulia Bokel e Gabriel Dutra, a oficina apresenta duas técnicas de animação: recorte e pixilation, que podem ser usadas na produção de uma animação tradicional em 2D. Dia 27, às 16h, na Sala do Educativo do Museu BB. Inscrições pelo e-mail oanjoexterminadorfest@gmail.com.

SERVIÇO:

O ANJO EXTERMINADOR – FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA FANTÁSTICO DE BRASÍLIA
Cinema do CCBB Brasília (SCES Trecho 2)
De 25 a 28 de janeiro
Entrada franca mediante retirada de ingressos na bilheteria a partir de uma hora antes da sessão.
Informações: (61) 3108-7600

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário