Eric Granado é campeão do SuperBike Brasil!!! Alex Barros fica em segundo.

A grande final da temporada 2017 do SuperBike Brasil foi muito disputada, emocionante e cheia de adrenalina. O duelo de gerações entre Alex Barros e Eric Granado foi um verdadeiro show para os fãs da motovelocidade, que puderam presenciar neste domingo (26) belas manobras no circuito de Interlagos (SP). Com dois terceiros lugares, Alex Barros sagrou-se vice-campeão da categoria SBK Pro, em sua primeira disputa de uma temporada regular, após dez anos de ‘aposentadoria’. Eric Granado venceu as duas disputas da final e ficou com o título de campeão. O argentino Diego Pierluigi, companheiro de Barros na equipe Híbridos Club Alex Barros Racing terminou ambas as provas em quarto e concluiu o campeonato com o quinto lugar. O uruguaio Maximiliano Gerardo correu como convidado na etapa final e pontuou normalmente, somando 40 pontos nas duas baterias.

Corrida 1
Alex Barros saltou para a primeira posição ainda na largada e manteve a condição de líder, usando de sua experiência para segurar os ataques de Eric Granado, que vinha sofrendo pressão de Maximiliano Gerardo, que era o terceiro. Na sexta volta, Granado que vinha demonstrando ritmo mais forte que Barros, superou o dono da moto #4. O piloto da Híbridos Club ainda tentou buscar, mas Eric abriu. A partir daí, Barros precisou segurar os ataques de Gerardo, que o ultrapassou no nono giro. Assim, Alex Barros completou a primeira bateria em terceiro. Diego Pierluigi também largou bem, chegou a ficar em terceiro, mas não conseguiu acompanhar o ritmo dos ponteiros e completou em quarto lugar.

Corrida 2
Pode-se dizer que a segunda e derradeira corrida da SBK Pro foi um reprise da prova 1. Alex Barros novamente fez excelente largada, quando assumiu a ponta. O experiente piloto ditou o ritmo da disputa até o sexto giro, mas viu seu oponente Eric Granado ultrapassá-lo e abrir distância. Gerardo, que vinha em terceiro, começou a pressionar Barros, até que no décimo giro conseguiu a ultrapassagem. O argentino Diego Pierluigi ficou novamente com o quarto lugar.

Declarações
Aos 47 anos e há dez sem competir uma temporada regular, Alex Barros sabia que sua missão na busca pelo título era difícil, mas ele não ‘vendeu’ fácil o campeonato. E, de novo, travou um belo embate com Eric Granado na decisão. Após a bandeirada das duas corridas, Barros enalteceu o grande duelo e a boa fase do motociclismo brasileiro.

“Sabíamos que era muito difícil sim. Tentamos fazer o máximo, mas não deu. Tecnicamente precisamos melhorar algumas coisas. E até tivemos algumas melhoras nessa etapa, mas o concorrente também veio melhor. Foi uma final muito bonita, disputada e o público prestigiou. O Eric com certeza mereceu, pois andou muito bem o ano todo e está em um ótimo momento. O Maximiliano fez duas ótimas provas e andou muito bem. Fico feliz que tenha sangue novo na categoria. Isso é bom para o esporte”, comentou Barros, que termina o ano em segundo lugar, com 202 pontos.

Barros ficou feliz com o empenho de sua equipe ao longo do ano. E voltou a agradecer seu time e patrocinadores “Estou feliz porque a equipe deu o máximo de si ao longo da temporada, eu também busquei fazer meu melhor. O Diego também andou bem, apesar das limitações técnicas que tivemos. E com o que tínhamos nas mãos fizemos o nosso melhor. Quero agradecer a cada membro da equipe e aos patrocinadores e parceiros por mais uma temporada”, encerrou.

Diego Pierluigi analisou mais um fim de semana de disputas e fez um balanço da temporada 2017. “Foram duas corridas muito difíceis para mim. Tive um problema de freio durante todo o fim de semana e não conseguimos solucionar. Quando os pneus baixavam eu estava sem grip e a moto escorregava muito. Na segunda corrida, troquei o amortecedor traseiro e foi um pouco melhor. Mas estávamos longe de brigar pelo pódio. Foi uma temporada boa, aprendi muito tendo a chance de ter o Alex Barros como meu companheiro. Mas, foi complicado com o novo equipamento, sofremos bastante. Agora temos que usar isso de experiência para o próximo ano”, finalizou o piloto argentino, quinto colocado na tabela, com 131 pontos.

Diogo Moreira vence na Copa Honda CBR 500R
Na disputa da categoria Copa Honda CBR 500R, a equipe Híbridos Club Alex Barros Racing pode comemorar a vitória do jovem piloto Diogo Moreira. A corrida foi bastante equilibrada, com muitas trocas de posições e foi acirrada até a bandeirada, quando Moreira levou a melhor e venceu, superando o segundo colocado Leonardo Tamburro a apenas 0s029.

“Estou muito contente com esse resultado. Foi um fim de semana um pouco complicado, porque eu não estava me acertando bem com a moto. Mas estava muito concentrado para a disputa. Na corrida encontrei um ritmo forte e consegui levar a vitória. Na última curva dei uma errada, mas como sou mais leve que os meus concorrentes, acabei usando do vácuo e consegui a ultrapassagem na chegada”, comemorou o piloto de 13 anos.


Resultados da final em Interlagos – 8ª etapa

1ª Corrida SBK PRO (Top-10):
1) 151-Eric Granado (P), 12 voltas em 20min23s961
2) 71-Maximiliano Gerardo (P), a 3.424
3) 4-Alex Barros (P), a 4.469
4) 84-Diego Pierluigi (P), a 21.677
5) 15-Wesley Gutierrez (P), a 23.782
6) 68-Diego Faustino (P), a 23.783
7) 51-José Luiz Cachorrão (P), a 25.342
8) 17-Danilo Lewis (P), a 26.326
9) 41-Massao Nishimoto (P), a 38.326
10) 12-Davi Lara Costa (P), a 45.447

2ª Corrida SBK PRO (Top-10):
1) 151-Eric Granado (P), 12 voltas em 20min16s969
2) 71-Maximiliano Gerardo (P), à 3.028
3) 4-Alex Barros (P), à 4.429
4) 84-Diego Pierluigi (P), à 17.383
5) 15-Wesley Gutierrez (P), à 19.796
6) 68-Diego Faustino (P), à 27.862
7) 51-José Luiz Cachorrão (P), à 27.904
8) 41-Massao Nishimoto (P), à 40.327
9) 12-Davi Lara Costa (P), à 45.973
10) 23-Diego Viveiros (PA), à 1:09.722

 
Corrida Copa Honda CBR 500R (Top-10):
1) 20-Diogo Moreira (500), 11 voltas em 23min41s623 
2) 53-Leonardo Tamburro (500), a 0.029
3) 99-Arthur Costa (500), a 0.123
4) 43-Ademilson Peixer (500), a 1.299
5) 9-Marciano Santin (500), a 22.331
6) 82-Alexandre Dal' Olio Franca (500L), a 34.169
7) 8-Rafael Touche (500), a 34.200
8) 31-Elenara Geraldo (500L), a 46.967
9) 81-Eduardo Pelegrini (500L), a 48.246
10) 77-Rodrigo Medeiros (500L), a 52.809


Classificação final da temporada - após oito etapas (Top-10):
Categoria SBK 
1) 151-Eric Granado, 239
2) 4-Alex Barros, 202
3) 68-Diego Faustino, 145
4) 15-Wesley Gutierrez, 143
5) 84-Diego Pierluigi, 131
6) 51-José Luiz Cachorrão, 98
7) 17-Danilo Lewis, 87
8) 12-Davi Lara Costa, 71
9) 71-Joelsu Mitiko, 55
10) 41-Massao Nishimoto, 38

==> Foto: Sampafotos

0 comentários:

Postar um comentário