Autobiografia de George Sand ganha edição brasileira em volume único

Descrita por Fiódor Dostoiévski como ocupante do “primeiro lugar nas fileiras dos escritores novos”, George Sand, pseudônimo de Amadine-Aurore-Lucile Dupin, ocupou importante posição entre os romancistas franceses do século XIX – escreveu noventa romances, diversos contos, artigos em jornais, peças para o teatro e uma vasta correspondência com personalidades da época, como Liszt, Alfred de Musset, Balzac, Delacroix, Pierre Lerroux, Lamennais e Victor Hugo. Agora, os brasileiros têm a oportunidade de conferir uma das mais relevantes obras de Sand: História da minha vida, lançamento da Editora Unesp.

Reunidos em um único volume – a publicação original de 1856 tem dez –, os textos foram selecionados e organizados pela pesquisadora Magali Oliveira Fernandes e traduzidos por Marcio Honorio de Godoy. “Essa síntese foi feita pelo recurso da nossa edição, sem nenhuma interferência direta no texto original, procurando escolher os principais trechos que, a nosso ver, traduziam a alma da escritora, evocando na sua história de vida a história do livro e, mais que tudo, um projeto autoral tão marcado pela ousadia de seu tempo e por uma docilidade extrema que ainda parece transcender aos tempos atuais”, escreve Magali Oliveira Fernandes.

A narrativa, dividida em cinco partes, apresenta de modo fluido o mundo interior da autora costurado habilmente aos fatos da época. “Escrevam sua história, vocês que têm compreendido sua vida e sondado seu coração. Não é com outra finalidade que escrevo a minha e que vou narrar a dos meus ancestrais”, afirma a romancista francesa.  

“Nesse impactante empreendimento, George Sand defendeu uma espécie de teoria da simplicidade, deixando-se levar pelos mecanismos da memória, para depois então editar o seu resultado”, anota a pesquisadora Magali Oliveira Fernandes. E o resultado é uma calcada na vida sob o prisma da solidariedade.

Cecilia Almeida Salles, pesquisadora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo que assina as orelhas do livro, completa: “em tempos de discussões sobre empoderamento, Amadine Dupin, em pleno século XIX, adotou o pseudônimo de George Sand para se tornar uma escritora profissional. Saiu de casa com os dois filhos ‘para conquistar sua independência pelo próprio trabalho’, começando ‘sua saga’.” 

Sobre a autora – George Sand (pseudônimo de Amadine-Aurore-Lucile Dupin) nasceu em 1804, em Paris. Deixou romances e trabalhos memorialísticos que a tornaram um dos maiores expoentes das letras do século XIX, tendo sido a primeira mulher francesa a viver de seus direitos autorais. Faleceu em Nohant, em 1876.

TítuloHistória da minha vida
Autora: George Sand (pseudônimo de Amadine-Aurore-Lucile Dupin)
Seleção e organização: Magali Oliveira Fernandes
Tradução: Marcio Honorio de Godoy
Número de páginas: 650
Formato: 16 x 23 cm
Preço: R$ 130,00
ISBN: 978-85-393-0668-8

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário