Julio Estrela abre a temporada 2017 do projeto Samba de Bamba da Caixa Cultural

Apontado pela crítica musical como um dos maiores nomes da nova geração do samba, o carioca Julio Estrela toca pela primeira vez em Brasília na estreia da temporada 2017 do projeto Samba de Bamba, dia 29 de março, quarta-feira, às 20 horas, no Teatro da CAIXA (SBS Quadra 4 Lotes 3 e 4 - Edifício anexo à matriz da Caixa).

No palco, acompanhado por Rafael Mallmith (direção musical e violão 7 cordas), Guto Wirtti (baixo), Dudu Oliveira (sopros) e Marcus Thadeu (bateria), Julio Estrela vai mostrar ao público brasiliense um repertório que passeia por clássicos de Gonzaguinha, Zeca Pagodinho, Roberto Ribeiro, Chico Buarque, entre outros, ao lado de composições próprias.

Júlio Estrela, que faz parte do seleto grupo de artistas dos bares Carioca da Gema e Semente – esta, casa responsável pela revitalização da Lapa contemporânea –, busca na interpretação o sentido máximo de cada canção através da valorização das palavras, intenções, divisões e melodias. Como compositor, utiliza do fluxo musical instintivo e livre, expondo assuntos com visão realista e equilibrada das relações humanas.

No show que vai apresentar no projeto Samba de Bamba, Estrela fez uma seleção do repertório de sambas com cadência que veste com beleza as elegantes melodias de compositores inspirados. Entre os bambas que escolheu estão: Zé Keti (“Mascarada”), Jorge Aragão (“Logo agora”), Wilson das Neves (“O samba é meu dom”), Chico Anísio (“Rio Antigo”), Rildo Hora (“Visgo de Jaca”), Vinícius de Moraes (“Canto de Ossanha”), João Nogueira (“Bares de cidade”), Djavan (“Delírio dos mortais”) e Gonzaguinha (“Sorriso nos lábios” e “Comportamento Geral”).

Além destes compositores consagrados, Júlio Estrela faz questão de mostrar ao público um pouco de seu trabalho autoral como "Samba novo amor", música gravada recentemente no DVD Geração Semente, lançado em julho do ano passado.

Sobre o Samba de Bamba 2017
Enquanto Brasília ganha a quarta temporada consecutiva do projeto Samba de Bamba, seu produtor, Rodrigo Browne comemora seu quinto ano em Curitiba e o segundo ano em Recife, com realizações mensais nas sedes da Caixa Cultural, nestas cidades. Na Capital, depois da estreia, em 29 de março, o projeto recebe Alex Ribeiro (RJ) em 12 de abril; Nina Wirtti (RS) em 10 de maio; Antonia Adnet (RJ) em 14 de junho; Juliana Ribeiro (BA) no dia 12 de julho; Marcos Ozzelin (SP) em 3 de agosto; Grupo Sampri (MS) em 20 de setembro; Marina Íris (RJ) no dia 11 de outubro; Inácio Rios (RJ) no dia 7 de novembro; e, depois de uma pausa de recesso, encerra a temporada em 11 de janeiro, com a brasiliense Teresa Lopes. A diversidade de Estados apresentados na programação comprova que o samba ainda é um gênero amplamente difundido Brasil afora. 

Serviço: Samba de Bamba com Julio Estrela
Data: 29 de março de 2017 (quarta-feira)
Teatro da CAIXA (SBS Quadra 4 Lotes 3 e 4 - Edifício anexo à matriz da Caixa)
Ingressos: R$20 (inteira) e R$10 (meia entrada). Estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos, doadores de item solicitado no mês e assinantes do Correio Braziliense.
Duração: 1h30
Classificação indicativa: 12 anos
Lotação: 406 lugares

==> Foto: Ricardo Muiños Garcia

0 comentários:

Postar um comentário