SUPERLIGA FEMININA 16/17: Rexona-Sesc supera Terracap/BRB/Brasília e segue na ponta

O Rexona-Sesc (RJ) segue confortável na liderança da Superliga feminina de vôlei 2016/2017. A equipe comandada pelo técnico Bernardinho mostrou poder de recuperação e superou o Terracap/BRB/Brasília Vôlei (DF) por 3 sets a 0 (25/20, 27/25 e 31/29) fora de casa, no ginásio Taguatinga, em Brasília (DF). O duelo que teve 1h30 de duração foi válido pelo encerramento da oitava rodada do returno.

O Rexona-Sesc salvou set points e virou o placar no final de dois dos três sets da partida. A equipe carioca chega aos 53 pontos, oito acima do Vôlei Nestlé (SP), segundo colocado. O Terracap/BRB/Brasília Vôlei (DF) se mantém na 6ª posição, com 32 pontos em 19 jogos.

O bom resultado teve como destaque a holandesa Anne. A ponteira do time carioca foi eleita a melhor da partida em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei, , programa de responsabilidade social da CBV que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei. Ela comentou o triunfo.

"Estou muito feliz por este jogo, não é fácil encarar o time do Brasília, elas possuem muito volume na defesa. Tivemos o Sul-Americano de clubes, ainda estamos evoluindo na parte física, mas jogamos bem e fico contente por essa vitória", disse Anne.

Três atletas encerraram a partida empatadas como maiores pontuadoras. Além da própria Anne, a central Juciely, do Rexona-Sesc, e a ponteira Amanda, do Terracap/BRB/Brasília Vôlei, também anotaram 14 pontos na partida no Taguatinga.

O Rexona-Sesc volta à quadra na próxima sexta-feira (03.03) em um dos grandes clássicos do voleibol brasileiro. A equipe recebe o Vôlei Nestlé (SP) às 21h30 na Jeunesse Arena, no Parque Olímpico, Rio de Janeiro (RJ). No mesmo dia, mas às 20h30, o Terracap/BRB/Brasília Vôlei visita o Renata Valinhos/Country (SP), no ginásio Pedro Ezequiel, em Valinhos (SP).

O Jogo
Contando com erros do time candango, o Rexona-Sesc abriu 9 a 5 logo no começo do primeiro set, em ataque de Gabi explorando o bloqueio. O Terracap/BRB/Brasília Vôlei cresceu no jogo e reduziu a desvantagem para um ponto, com grandes lances de Paula Pequeno. O time carioca, porém, tinha mais volume gerando contra-ataques e abrindo novamente cinco pontos. A vitória no set foi confirmada em cravada no corredor de Anne: 25 a 20.

O segundo set pode ser definido em uma palavra: equilíbrio. O Terracap/BRB/Brasília Vôlei corrigiu os problemas de recepção, aumentou o volume e chegou a abrir 15 a 12 no placar. Amanda era a principal opção do time candango.

O Rexona-Sesc foi corrigindo erros e virou o placar na reta final do set. Sem desistir, o Terracap/BRB/Brasília Vôlei teria a liderança do placar novamente, tendo inclusive o set point, mas sem conseguir aproveitar. Na base da paciência o Rexona fechou a parcial por 27 a 25 em ataque de Paula Pequeno na antena.

O terceiro set começou com o Terracap/BRB/Brasília Vôlei na frente, muito concentrado e contando também com erros adversário. O técnico Bernardinho pediu tempo e o time do Rio de Janeiro conseguiu a virada, inclusive abrindo três pontos. Em bloqueio de Andreia, o time brasiliense empatou por 13 a 13 e virou logo em seguida.

Assim como no segundo set, o Terracap/BRB/Brasília Vôlei teve pontos para fechar o set, mas por três vezes foi impedido, especialmente por grandes lances de Gabi e Anne. A equipe carioca também teve quatro chances para fechar o jogo, até que a holandesa Anne anotou 31 a 29 em ataque na entrada de rede, dando números finais ao duelo.

Outros Jogos
A rodada, iniciada na última quinta-feira (23.02), contou com modificação na vice-liderança. O Vôlei Nestlé (SP) superou o Dentil/Praia Clube (MG) em casa e assumiu o segundo lugar, com 45 pontos. A partida também marcou a estreia de transmissões do torneio pela fanpage da CBV no Facebook. O duelo entre Camponesa/Minas (MG) e Fluminense (RJ), com vitória por 3 sets a 0 do time mineiro, também foi exibido.

As transmissões têm caráter de teste para implantação de um calendário de exibições pelos canais da CBV já na Superliga 2017/18. O projeto faz parte do planejamento estratégico da CBV para a Superliga em suas próximas quatro temporadas, a partir de consultoria desenvolvida durante o ano de 2016 pela CSM, empresa com atuação internacional no segmento esportivo.

ESCALAÇÕES

Terracap/BRB/Brasília Vôlei: Macris, Andreia, Paula Pequeno, Amanda, Roberta e Vivian. Líbero - Fernanda
Técnico: Anderson Rodrigues

Rexona-Sesc: Roberta, Monique, Anne Buijs, Gabi, Juciely e Mayhara. Líbero - Fabi
Técnico - Bernardinho

OITAVA RODADA DO RETURNO

23.02 (QUINTA-FEIRA) - Sesi-SP 1 x 3 Genter Vôlei Bauru (SP), às 19h, no Santo André, em São Paulo (SP) (14/25, 25/19, 15/25e 16/25)
23.02(QUINTA-FEIRA) - Vôlei Nestlé (SP) 3 x 0 Dentil/Praia Clube (MG), às 19h30, no José Liberatti, em Osasco (SP) (25/15, 25/22 e 25/22)
23.02 (QUINTA-FEIRA) - Pinheiros (SP) 3 x 0 São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), às 19h30, no Henrique Villaboin, em São Paulo (SP) (25/16, 25/23 e 25/15)
23.02 (QUINTA-FEIRA) - Camponesa/Minas (MG) 3 x 0 Fluminense (RJ), às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (25/20, 25/22 e 29/27)
23.02 (QUINTA-FEIRA) - Rio do Sul (SC) 2 x 3 Renata Valinhos/Country (SP), às 20h15, no Artenir Werner, em Rio do Sul (SC) (20/25, 25/27, 25/18, 25/18 e 10/15)
24.02 (SEXTA-FEIRA) - Terracap/BRB/Brasília Vôlei (DF) 0x3 Rexona-Sesc (RJ), às 21h30, no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF) - (25/20, 27/25 e 31/29)

==> Foto: Felipe Costa / Ponto MK Esportivo

0 comentários:

Postar um comentário