Planetário tem programação de cinema durante todo o mês de janeiro

Até 31 de janeiro, seis filmes estão em cartaz no Planetário de Brasília, em uma programação especial de férias. As exibições são sempre de terça a domingo, na sala da cúpula, com projeção digital. A primeira sessão começa às 9h30, e a última, às 19 horas.

O roteiro de Kaluoka’hina – O recife encantado, por exemplo, questiona os mistérios de um dos recifes de corais mais preciosos do mundo. Quem são os habitantes dessa maravilha natural? O que existe nesse local de tão encantador e belo?

Em Dois pedacinhos de vidro, uma dupla de estudantes conhece os segredos do telescópio e as descobertas que esse instrumento pode proporcionar. Outra opção é O segredo do foguete de papelão, que acompanha jovens aventureiros em viagem pelo sistema solar. Para acompanhar as sessões da cúpula, pede-se 1 quilo de alimento.

A programação no Planetário também inclui a 4ª Colônia de Férias, de 9 a 13 de janeiro. Podem participar crianças entre 8 e 12 anos. As inscrições são presenciais e feitas mediante 2 quilos de alimento não perecíveis ou um brinquedo novo.

 

Exposições gratuitas no Planetário de Brasília para público em geral

Além da colônia de férias e dos filmes em cartaz, o espaço mantém a visitação de rotina. Os interessados poderão ver gratuitamente as exposições Universo Surpreendente, com fotos tiradas no Deserto de Atacama, no Chile, e O Azul que Pinta o Céu, com réplicas de obras do Museu do Louvre, na França.

O Planetário de Brasília fica no Eixo Monumental, perto do Centro de Convenções, e funciona de segunda a sexta-feira, das 9 às 21 horas. Aos sábados, domingos e feriados, das 8 às 20 horas.


Filmes em cartaz no Planetário de Brasília
9h30 – O segredo do foguete de papelão
11 horas – Dois pedacinhos de vidro
14h30 – Origens da vida (sessão comentada)

16 horas – Kaluoka’hina (sessão comentada)
17h30 – Reino de luz (sessão comentada)
19 horas – Tocando os confins do universo

Até 31 de janeiro
Entrada: 1 quilo de alimento

==> Foto: Andre Borges / Agência Brasília

0 comentários:

Postar um comentário