"O debate global sobre a terceira via", e outras contribuições de Giddens

Nascido em 18 de janeiro de 1938, Anthony Giddens é membro do King’s College e foi professor de Sociologia da Universidade de Cambridge. Foi diretor da London School of Economics and Political Science entre 1997 e 2003. Autor de vasta obra, publicou pela Editora Unesp diversos livros.

Em homenagem aos seus 79 anos e suas contribuições à Sociologia, a Editora Unesp traz alguns títulos a seguir:

O debate global sobre a terceira via 

Organizador: Anthony Giddens | Páginas: 616 | De R$ 88 por R$ 70,40
Esta coletânea de artigos de diversos autores discute de que forma a chamada terceira via pode contribuir para o progresso das nações. Os textos não se detêm ao significado teórico da expressão, mas se voltam para as grandes mudanças no mundo contemporâneo: a globalização, a emergência do conhecimento e as transformações da vida cotidiana.

Teoria social hoje

Organizadores: Anthony Giddens e Jonathan Turner | Páginas: 609 | De R$ 96 por R$ 76,80
Esta coletânea procura oferecer um panorama das tendências contemporâneas hegemônicas das ciências humanas em território anglo-saxão. Partindo das transformações epistêmicas dos últimos 50 anos, o livro aponta para as possíveis perspectivas de transformação.

A transformação da intimidade 

Autor: Anthony Giddens | Páginas: 228 | De R$ 56 por R$ 44,80
Giddens volta-se aqui às questões provocadas pela revolução sexual. O objetivo é definir os contornos da nova configuração da subjetividade que acompanha essa mudança radical na esfera da sexualidade, uma subjetividade pósedípica e pós-patriarcal cuja plasticidade é fundamental para a construção de uma noção ampliada de democracia.

O gênero nas Ciências Sociais

Organizadores: Danielle Chabaud-Rychter, Virginie Descoutures, Anne-Marie Devreux e Eleni Varikas | Páginas: 595 | De R$ 128 por R$ 102,40
Os 34 ensaios desta obra analisam criticamente as contribuições e lacunas de autores clássicos das Ciências Sociais sob a perspectiva dos estudos de gênero. Cobrindo um amplo espectro temático – que vão de Auguste Comte a Carlo Ginzburg, passando por Claude Lévi-Strauss, Anthony Giddens e Edward Thompson –, estes textos abordam não apenas a desigualdade sexual, mas também a própria história do pensamento social.

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário