GROSELHA (domingo, 29 de janeiro): shows e curtas-metragens no Teatro Dulcina

Música e cinema estão na programação do projeto Groselha - Blasfêmias, filmes B e rock'n'roll, que estreia em 29 de janeiro, domingo, no Teatro Dulcina (Conic). Realizado em parceria entre PicniK e Chezz Records, o evento tem a proposta de, a cada edição, trazer para Brasília bandas – novatas ou veteranas – do cenário independente local, nacional e, inclusive, internacional.

Nos intervalos das apresentações musicais, o público poderá conferir uma seleção de curtas e médias-metragens brasileiros recentes, com enfoque (mas não se limitando) no cinema de gênero, em especial o cinema fantástico, passando por terror, suspense, ficção científica e aventura – de novos “clássicos” cult até o mau gosto puro e simples; do trash mais sem vergonha ao experimental hermético; do escapismo ao conceitual, da comédia involuntária ao gore com sangue de groselha escorrendo pela boca!

Para a primeira edição do projeto foram convidadas as bandas goianas Carne Doce (rock alternativo) e Black Drawing Chalks (stoner), a australiana MilkPunch (alternativo/lo-fi) e as brasilienses Tertúlia na Lua (neo-psicodelia) e Supervibe (neo-psicodelia).

O quinteto Carne Doce vem ganhando cada vez mais destaque no cenário independente do rock brasileiro. O segundo álbum da banda, “Princesa”, figurou em várias listas de melhores discos de 2016. À frente da banda está a vocalista Salma Jô, dona de uma voz de personalidade singular e uma presença de palco resplandecente em carisma. Conhecidos pela apresentação vigorosa, de um rock de alta octanagem (com a ferocidade do punk e a malícia do hard rock), que os levou para diversos palcos do Brasil e também exterior, o quarteto Black Drawing Chalks volta à Brasília com novidades no repertório. Com integrantes de diversas nacionalidades e liderada pelo australiano Raf Lima, o quarteto MilkPunch soa como o lado mais punk e garageiro do grunge. Estão prestes a lançar o mini-álbum “Junk pop”. Com uma viagem sonora que parte da psicodelia pós-Tame Impala, Tertúlia na Lua e Supervibe fazem parte da novíssima cena de rock do Distrito Federal.

Carne Doce (GO) carnedoce.bandcamp.com
Black Drawing Chalks (GO) soundcloud.com/blackdrawingchalks
MilkPunch (Austrália) milkpunch.bandcamp.com
Tertúlia na Lua tertulianalua.bandcamp.com

A curadoria de filmes ficou a cargo do cineasta, professor e DJ Alex Vidigal e da fotógrafa Amália Gonçalves. Nesta primeira edição serão exibidos 17 curtas, divididos em cinco blocos, incluindo todos os episódios das séries “É Nóis” e “Demência”. “Matador de Bagé venceu três prêmios em Gramado: melhor música, ator e filme. O curta tem várias referências ao cinema dos anos 70. É um filme violento e divertido, acho que tem tudo a ver com a temática do evento. ContraPlano, com uma pegada bastante realista e violenta, tem no roteiro uma metáfora sobre a corrupção, um tema bem atual”, comenta Amália. Para Vidigal, o evento proporcionou a oportunidade de juntar na mesma sessão dois momentos da produção brasiliense de cinema de gênero, tanto com curtas mais antigos, da época em que o YouTube surgia como plataforma, quanto com outros mais recentes: “Interessante perceber como nos últimos tempos esses curtas, de terror e ficção científica, estão presentes dentro da produção universitária, onde, anteriormente, tinham muito menos espaço”, analisa o professor.

Programação:

Primeiro bloco
ContraPlano (2015) 13 min - Direção: Leonardo Good God

Segundo bloco
É Nóis – É Nóis (2005) 53’’ - Direção: Cucão Filmes
É Nóis II – A missão (2005) 58’’ - Direção: Cucão Filmes
É Nóis III – Adios parceiro Cavalcanti (2005) 01:28 - Direção: Cucão Filmes

É Nóis IV – Um tira chamado McCoy (2006) 01:41 - Direção: Cucão Filmes
É Nóis V – Identidade McCoy (2006) 02:42 - Direção: Cucão Filmes
É Nóis VI – O Retorno de Espalha e Zuca (2006) 02:39 - Direção: Cucão Filmes
Demência por Lauro Montana – Ato I (2005) 02:30 - Direção: Cucão Filmes
É Nóis promo/trailer/teaser (2006) 2 min - Direção: Cucão Filmes

Terceiro bloco
O matador de Bagé (2012) 14 min – Direção: Felipe Iesbick

Quarto bloco
A gota d’água (2015) 6 min – Direção: Matheus de Souza
02 da manhã (2016) 06:20 – Direção: Alessandro Resende
Demência por Lauro Montana – Ato II (2005) 02:09

Quinto bloco
É Nóis VII – Retroceder nunca, render-se jamais! (2007) 4 min – Direção: Cucão Filmes
É Nóis VIII – Ninguém fode com Tonho Montana (2007) 05:43 – Direção: Cucão Filmes
É Nóis IX – Farewell Brother McCoy (2008) 07:52 – Direção: Cucão Filmes
Demência por Lauro Montana – Ato III (2005) 1 min

Groselha - Blasfêmias, filmes B e rock'n'roll
29 de janeiro, domingo, às 16h20, no Teatro Dulcina (Conic – Setor de Diversões Sul). Shows com Carne Doce (GO), Black Drawing Chalks (GO), MilkPunch (Austrália), Tertúlia na Lua e Supervibe. Exibição de curtas-metragens nos intervalos. Ingressos antecipados pelo site www.sympla.com.br: até 27/01 por R$ 20 e até 28/01 por R$ 25. Ingressos no local: R$ 30. Classificação indicativa: 18 anos. Realização: PicniK e Chezz Records. Informações: chezzdiy@gmail.com e (61)8403-4509.

==> Foto: Rodrigo Gianesi

0 comentários:

Postar um comentário