Alexandre Ribondi dirige jovens moradores da Estrutural em espetáculo

Um dos mais aclamados diretores do teatro brasiliense, Alexandre Ribondi, tem trabalhado há sete meses com jovens moradores da Cidade Estrutural em um processo teatral que promete atrair olhares neste início de 2017. Em “Felicidade”, espetáculo que estreia no Teatro Goldoni em 3 de fevereiro, e por lá segue em cartaz até o dia 26, Ribondi mergulha no universo LGBT de uma forma inédita: pensando-o no contexto de periferia.

Realizado em parceria com o Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) e sob apresentação do Fundo de Apoio à Cultura do Governo de Brasília, a peça tem sessões às sextas e sábados, às 21h, e aos domingos, às 20h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada), e a classificação indicativa é de 14 anos.

Como um jovem homossexual morador de periferia lida com questões como aceitação, preconceito, autoestima e empoderamento? Esta é a questão central de “Felicidade”. Inspirada em histórias reais dos jovens em cena, e com dramaturgia construída em processo colaborativo, a peça aborda relatos de preconceito sob múltiplas camadas.

Se assumir a homossexualidade ou transexualidade inspira opressão em qualquer contexto social, no contexto de periferia este ato de coragem ganha outros pesos, tais como o forte discurso heteronormativo de igrejas neopentecostais, a relação com o tráfico de drogas e a constante reafirmação do discurso misógino e machista nas periferias. “Felicidade” discute, ainda, o preconceito social e cultural sofrido por jovens LGBTTs moradores de periferia ao frequentar universidades e a vida noturna do centro.

O processo para montagem da peça teve início em agosto de 2016. A partir deste mês, Alexandre Ribondi passou a frequentar a Estrutural duas vezes por semana, coletando depoimentos e trabalhando conceitos de cena com os jovens atores que participam do projeto, tendo como como espaços de criação o Ponto de Memória da Estrutural e o Coletivo da Cidade, importantes pontos de cultura da região.

Com muito respeito às vivências dos jovens, temas como violência sexual, morte, prostituição estão presentes no texto e tornaram-se fontes de aprendizado, emoção – e até terapia – à toda equipe envolvida no processo. “Felicidade” é uma produção de Elisa Mattos (Desvio Produções Culturais) e conta com Vinícius Ávlis, Fábio William, Jéssica Silva, Josias Silva, Lucas Miguel, Tainá Caminho, Taty Moudrak e Walisson Lopes no elenco. A assistência de direção é de Morillo Carvalho, o cenário e figurino são assinados por Maria Carmen de Souza e a concepção de luz, de Abaetê Queiroz.

DESDOBRAMENTOS DO PROJETO
Em virtude do patrocínio concedido pelo Fundo de Apoio à Cultura, o projeto de “Felicidade” ganha outros desdobramentos que se estendem à montagem do espetáculo. A primeira delas é a oficina de interpretação teatral ministrada pelo diretor, com duração de 40 horas/aula, que aconteceu para selecionar os jovens atores. Além disso, “Felicidade” conta com exposição de fotos realizadas por Diego Bresani ao longo do processo, a ser apresentada no hall de entrada do Teatro Goldoni durante a temporada de estreia; montagem de mini documentário com depoimentos dos participantes do projeto e de moradores da Cidade Estrutural, a ser apresentado no teatro antes das sessões e lançado posteriormente em plataformas digitais; e lançamento de revista, contendo fotos, depoimentos e impressões sobre o percurso da montagem da peça.

FICHA TÉCNICA
Texto e direção: Alexandre Ribondi
Assistência de direção: Morillo Carvalho
Elenco: Vinícius Ávlis, Fábio William, Jéssica Silva, Josias Silva, Lucas Miguel, Tainá Caminho, Taty Moudrak e Walisson Lopes
Cenografia e figurino: Maria Carmen de Souza
Concepção de luz: Abaetê Queiroz
Designer gráfico: Rafael Salmona
Fotos de divulgação: Diego Bresani
Fotos de exposição: Diego Bresani
Audiovisual: Bravia Comunicação
Coordenação editorial: Eduardo Soares
Produção executiva: Desvio Produções Culturais
Realização: Instituto de Estudos Socioeconômicos -INESC e Fundo de Apoio à Cultura – FAC
Assessoria de Comunicação: Um Nome Comunicação (Guilherme Tavares e Amanda Bittar)


SERVIÇO – ESPETÁCULO “FELICIDADE”
Datas: 3 a 26 de fevereiro de 2017
Horários: sextas e sábados, às 21h; domingos, às 20h
Local: Teatro Goldoni (EQS 208/209 - lote A Edifício Casa d’Italia – Asa Sul)
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada), à venda na bilheteria do teatro, duas horas antes de cada sessão
Classificação indicativa: 14 anos
Informações: (61) 98425-6885 ou desvioproducoes@gmail.com
Reservas: (61) 3443-0606 ou t.goldoni@gmail.com

==> Foto: Diego Bresani

0 comentários:

Postar um comentário