Espetáculo de dança para bebês "Amana" na Casa da Cultura

Depois de uma curta temporada no Museu da República, Amana - Dança para Bebês estará em cartaz na Casa da Cultura com duas sessões no dia 17 de dezembro. Nesse trabalho a música, os gestos, os sons e os movimentos alcançam com muita intimidade o objetivo de se comunicar com os bebês. A fonte de construção dos movimentos foi na Educação Somática e na ancestralidade das mulheres em cena.

O espetáculo de dança contemporânea para bebês tem classificação livre, porém com foco na fase de 0 a 3 anos. Os movimentos de contato/improvisação e a trilha sonora conduzida ao vivo trazem uma ludicidade que se comunica de forma sensorial com o público.

Amana - Dança para Bebês foi concebido pelas intérpretes Júlia Ferrari, Julieta Zarza, Katiane Negrão e Susana Prado, sendo o primeiro espetáculo de dança para bebê dirigido por José Regino. Para o diretor, esse trabalho de dança com o Grupo Psoas e Pssoinhas desenvolvido a partir dos princípios da abordagem somática Body - Mind Centering® é um aprimoramento de tudo que ele tem pesquisado e desenvolvido nos últimos anos para o público infantil.

“Esse estado de apreciação, de contemplação que a dança permite tem se comunicado profundamente com os bebês. A dramaturgia da dança é muito próxima dessa dramaturgia aberta, dessa forma como as crianças têm de perceber e se apropriar de verdade”, observa José Regino.

O espetáculo é intimista, utiliza figurinos elaborados por Julieta Zarza que permitem aos corpos dançantes realizarem os movimentos de forma suave. O cenário se resume a um tatame para receber os movimentos das intérpretes e dos bebês. Uma das propostas norteadoras do projeto é estabelecer ligações de afeto com os bebês e seus acompanhantes. Amana significa chuva em tupi-guarani, e é um convite ao toque, ao olhar e à dança.

Os ingressos estarão à venda uma hora antes de cada sessão no local das apresentações, a meia-entrada custará R$ 15,00 (inclusive bebê), inteira R$ 30,00 e bebê acompanhado com adulto tem desconto.

SOBRE A CONCEPÇÃO
Dos princípios da Educação Somática na abordagem Body - Mind Centering® (Centrando Corpo e Mente) nasce a experimentação de movimentos, num mergulho em nossas memórias corporais, a partir de nossos padrões (Padrões Neurocelulares Básicos) de desenvolvimento da fase uterina, até atingir um ano de idade. A pesquisa envolve o nosso aprendizado como seres vivos através do movimento, considerando voz/som como parte deste corpo que vibra, e desta escuta, nascem composições sonoras. O toque/afeto é a essência desta proposta e a técnica de contato improvisação também norteia o trabalho que se encerra com um convite à Baby-jam, uma dança com os bebês.

SOBRE O GRUPO
Psoas e Pssoinhas nasce de um fértil encontro entre mulheres-artistas interessadas em pensar e agir a arte para a primeira infância. Visa estabelecer um vínculo com bebês, pais, mães e educadoras para acessar um olhar mais sensível do ser.

Deste encontro inicia-se intensa pesquisa, que teve dentre suas fontes de inspiração a oficina “Música em Fraldas”, com o maestro Paulo Lameiro, no II festival Primeiro olhar em agosto/setembro de 2015 em Brasília. Em outubro do mesmo ano o grupo estreou seu primeiro espetáculo/vivência "O Círcolo", com temporada no projeto de ocupação “Cena Aberta” Funarte-DF, no Teatro Plínio Marcos, e participação no SESC FestClown  DF/2016. Com o Fundo de Apoio à Cultura do DF (FAC 2015), o grupo cria o segundo espetáculo de dança para bebês, “Amana - Dança para Bebês”, dirigido por José Regino.

Além da apresentação do espetáculo, o grupo está oferecendo uma oficina de movimento ministrada pela facilitadora Angélica Costa, no dia 18 de dezembro. A oficina utiliza princípios da abordagem somática Body-Mind Centering® (BMC), criada pela norte americana Bonnie Bainbridgh Cohen. Desde 2006, Angélica reside na Itália, concluiu a formação como Educadora do Movimento Somático e também do Desenvolvimento Infantil em BMC, onde trabalha diretamente com bebês, mães, pais e com formação de educadores.

Através de um diálogo que nasce da observação do movimento dos bebês, a oficina tem como objetivo criar um espaço de reflexão, e a partir da experiência prática, trazer uma maior compreensão sobre como as modalidades primárias de desenvolvimento podem ajudar bebês e crianças a se desenvolverem apreciando um senso de bem-estar, escolhendo movimentos que comportem maior eficácia e adquirindo força, agilidade e adaptabilidade.

“Vamos aprender quando e como estimular o bebê e encorajar mudanças ao longo do seu desenvolvimento. Não se trata de forçar ou impor de forma invasiva esse ou aquele movimento, muito menos de procurar qualquer coisa a ser corrigida. A chave é partir de nós mesmos, da nossa consciência corporal e de movimento, e depois envolver globalmente o bebê, através do contato pele a pele, do cuidado e de brincadeiras, de modo que sua curiosidade natural e potencialidades possam emergir, e na relação com o mundo, que ele se sinta aceito e reconhecido como pessoa na sua totalidade e singularidade.”diz Angélica Costa, facilitadora da oficina.

SERVIÇO
Espetáculo: AMANA - Dança para bebês
Data: 17 de dezembro (sábado)
Horários: às 11h e às 16h
Local: Casa da Cultura
Endereço: SHCGN 703, Bloco H, Casa 12
Ingressos: Bebês (meia-entrada): R$ 15,00 - Adulto (inteira): R$ 30,00 - Adulto com 1 Bebê : R$ 40,00

Oficina: A Experiência do Movimento no Primeiro Ano de Vida
Data: 18 de dezembro (domingo)
Horário: 9h às 18h30
Investimento: R$ 250,00
Local: Casa da Cultura
Endereço: SHCGN 703, Bloco H, Casa 12

Informações: contato.psoas@gmail.com
Telefones: (61) 99234-4274 e 98175-0440

Ficha Técnica
Interpretes criadoras: Julia Ferrari, Julieta Zarza, Katiane Negrão e Susana Prado
Direção: José Regino
Direção musical e Preparação vocal: Julia Ferrari
Música original e Arranjos: Julia Ferrari e intérpretes
Orientadora em Educação do Movimento Somático: Katiane Negrão
Orientadora Pedagógica: Susana Prado
Figurino e Brinquedos sensoriais: Julieta Zarza
Confecção de figurino: Angélica Tomas
Produção Geral: Cláudia Leal
Fotos: Débora Amorim
Vídeo: J. Procópio
Designer gráfico: Jana Ferreira
Assessoria de Imprensa: V4 Cultural

==> Foto: Débora Amorim

0 comentários:

Postar um comentário