VENCEDORES DO CIRCUITO BRASILEIRO DE VÔLEI DE PRAIA EM CURITIBA

Juliana vence ao lado de Taiana e iguala marca de maior vencedora no Paraná

Juliana e a cidade de Curitiba têm uma relação especial. Foi na capital paranaense que a medalhista olímpica passou pelo qualificatório e disputou a fase principal do Circuito Brasileiro pela primeira vez na carreira. Neste domingo (20.11), jogando ao lado de Taiana (CE), Juliana conquistou pela quinta vez uma medalha de ouro na capital ao vencer Elize Maia e Rebecca (ES/CE) por 2 sets a 0 (21/15, 21/16), em 38 minutos de jogo.

A torcida também comemorou com a medalha de bronze da curitibana Ágatha (PR), que subiu ao pódio pela primeira vez junto de Carol Solberg (RJ). Elas venceram Larissa e Talita (PA/AL) por 2 sets a 0 (21/17, 21/16), em 41 minutos, na disputa do terceiro lugar. A medalhista de prata nos Jogos Rio 2016 também recebeu uma homenagem em quadra no último sábado, pela conquista, e viveu um final de semana especial.

A vitória faz Juliana empatar com Larissa no número de conquistas em etapas disputadas no Paraná. Ambas somam cinco títulos e lideram as estatísticas no estado. É o segundo título nacional de Juliana e Taiana, que haviam vencido a etapa de Natal (RN) da temporada passada. A santista radicada em Natal (RN) comentou a relação com a capital paranaense.

"É uma relação especial, participei de quase todas as finais aqui em Curitiba desde que comecei a jogar. O público é acolhedor, a cidade é linda. Pela primeira vez não choveu, o dia ficou lindo para darmos um belo espetáculo. Tenho amigos queridos e é uma cidade que sempre me proporciona ótimas lembranças", disse Juliana, que completou.

"Taiana e eu já merecíamos ter feito uma final antes. Mas tudo no seu tempo e tivemos tranquilidade para isso. Acho que realmente fomos a melhor dupla do torneio. Encontramos aquela sincronia perfeita que tanta gente busca. As outras duplas são incríveis, não tenha dúvidas que é o circuito nacional mais forte. Conseguimos o ouro e felizes por esse padrão de jogo, digno do que é nossa dupla", destacou a medalhista olímpica.

Com a vitória, Juliana e Taiana chegam aos 1.240 pontos, se mantém na vice-liderança do torneio. Larissa e Talita, que ficaram no quarto lugar, agora têm 1.480 pontos. Prata, Elize Maia e Rebecca somam agora 1080 pontos e assumem a terceira posição.

Quem também comemorou foi Ágatha. Atuando em casa, o bronze teve gosto de ouro.

"Fico feliz de poder subir ao pódio perto de tanta gente querida. Carol me ajudou demais nesta etapa, jogou muito. Consegui retribuir um pouco do imenso carinho que recebo sempre que volto. Tivemos uma evolução constante, primeiro um quinto lugar, depois um quarto e agora esse bronze muito especial", disse a paranaense.

O Jogo
Juliana e Taiana começaram abrindo quatro pontos de vantagem no começo do set, anotando 11 a 7. Com mais volume de jogo na virada de bola, foram mantendo a frente e ampliaram ainda mais, fazendo 17 a 11. Elize Maia e Rebecca aos poucos foram ajustando o sistema defensivo, mas não conseguiram virar o placar. Cometendo poucos erros, a parceria federada pelo Ceará fechou o primeiro set por 21 a 15.

Rebecca e Elize Maia evoluíram no segundo set, mas não conseguiam diminuir a diferença no placar, perdendo por 12 a 8 perto da primeira parada técnica. A diferença chegou a cair para dois pontos, mas Juliana e Taiana mantiveram a tranquilidade, conseguiam se recuperar e novamente abriram quatro pontos. Encaminharam a vitória fechando a segunda parcial por 21 a 16 e conquistando a medalha de ouro.


Álvaro e Saymon conseguem revanche contra campeões olímpicos e vencem no PR

Álvaro Filho e Saymon (PB/MS) tinham um grande desafio pela frente neste domingo (20.11). Superar os atuais campeões olímpicos Alison e Bruno Schmidt (ES/DF) na final da etapa de Curitiba (PR) do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia. A missão foi cumprida com êxito em uma revanche da etapa passada. Vitória por 2 sets a 1 (22/20, 19/21, 15/13), em 1h11 de partida, na arena lotada pela torcida no Parque Barigui.

A medalha de bronze ficou com os paraibanos Jô e Vitor Felipe (PB), que treinam no mesmo centro de treinamento dos campeões da etapa, Alvinho e Saymon. Triunfo por 2 sets a 0 (21/17, 21/15) sobre Léo Gomes e Ferramenta (RJ) em 41 minutos de duração. Foi o primeiro pódio da parceria, que se uniu no começo da temporada 2016/2017.

O título, o segundo de Álvaro Filho e Saymon na temporada - eles haviam vencido em Brasília (DF), além de terem sido prata em Campo Grande (MS) e Uberlândia (MG) - mantém a dupla na liderança isolada do ranking geral. Eles somam 1.520 pontos. Alison e Bruno Schmidt chegam aos 1.000 pontos, enquanto Jô e Vitor Felipe agora anotam 920 pontos.

Álvaro Filho comentou a alegria em conquistar o segundo título do tour e conquistando a primeira vitória sobre os campeões olímpicos Alison e Bruno.

"Estou muito feliz. É muito gratificante estar jogando ao lado do Saymon e também foi uma honra fazer uma final contra atletas que são exemplos para nós, como o Alison e o Bruno. Todos nós do CT Cangaço fizemos uma excelente etapa e só tenho a agradecer a todos os nossos patrocinadores e as pessoas que acreditam no nosso projeto", disse.

Saymon comentou a superação após a lesão no cotovelo direito durante o segundo set e a regularidade do time, que não ficou de fora de nenhuma das quatro finais até agora.

"Esse título é muito gratificante para a nossa dupla. Isso mostra que podemos superar cada obstáculo, basta ter união, foco e acreditar em Deus que tudo se resolve. Temos quatro finais consecutivas, dois segundos lugares e dois primeiros. Nunca focamos o pódio, sempre procuramos jogar o nosso melhor e alcançar bons resultados. Estamos muito felizes com esses resultados e isso faz toda a diferença no nosso time".

O Jogo
Alison e Bruno começaram comandando as ações, com bons bloqueios de Mamute, anotando 10 a 7. Alvinho e Saymon, porém, reduziram e viraram o placar em bonito bloqueio do atleta sul-mato-grossense: 11 a 11. Os atuais lideres do ranking assumiram a liderança no final do set, 19 a 17, fechando pouco depois, em ataque de Alvinho: 22 a 20.

O segundo set começou mais equilibrado, mas novamente os campeões olímpicos abriram frente. A partida chegou a ser paralisada para atendimento médico a Saymon, que havia se chocado com Mamute em lance na rede. Alison e Bruno não se abalaram com a parada no jogo e tomaram a liderança no final do set, fechando por 21 a 19.

O tie-break começou com Alvinho e Saymon abrindo 7 a 5 no placar. Logo os campeões olímpicos igualaram, com belo bloqueio de Alison, 10 a 10. Comandando as ações, os atuais líderes do ranking mantiveram a calma, não desperdiçaram as viradas de bola e fecharam o set de desempate em 15 a 13, fechando o jogo.

Cada dupla campeã de uma etapa do Open soma 400 pontos no ranking da temporada, além de levar para casa um prêmio de R$ 45 mil. Todas as equipes são premiadas, e somando os dois naipes, o torneio distribui mais de R$ 420 mil aos atletas.

O Circuito Brasileiro 2016/2017 é composto por nove etapas, cinco delas que ocorrem até o final deste ano, enquanto outras quatro serão realizadas em 2017, com cidades a definir. Além de Campo Grande (MS), Brasília (DF) e Uberlândia (MG), as próximas paradas acontecem em Curitiba (PR) e São José (SC).




==> Edição e Montagem: Site EsporteCultura

==> Foto: Matheus Vidal / CBV

0 comentários:

Postar um comentário