Sociologia das crises políticas

No próximo dia 2 de outubro, os brasileiros vão escolher os prefeitos e vereados de 5.568 municípios do país. São mais de 16 mil candidatos a prefeito, outro tanto para vice-prefeito e quase meio milhão para vereador, de 35 diferentes partidos. E tudo isso num momento de crise política, com impeachment presidencial, cassação de mandatos, investigações e prisões por corrupção, o que torna o cenário ainda mais confuso para o eleitor.

Para ajudar a compreender o jogo político, a Editora Unesp oferece 20% de desconto em todo o seu catálogo de política até o próximo dia 3 de outubro.

Confira abaixo alguns títulos de destaque e clique aqui para navegar nos mais de 160 livros disponíveis.


Michel Dobry | 296 páginas | De R$ 72,00 por R$ 57,60
Este livro propõe uma abordagem inovadora para o estudo das crises políticas. Em vez de tratá-las como imprevistos ou patologias, Michel Dobry as compreende como a norma das relações sociais. O autor não desconsidera que tais fenômenos possuem aspectos históricos, factuais ou acidentais. Porém, sua reflexão concentra-se na idealização de um esquema teórico que ultrapasse as singularidades em benefício de revelar suas dinâmicas características.

Política e culturaNorberto Bobbio | 424 páginas | De R$72,00 por 57,60
Qual o papel do intelectual quando as posições extremadas parecem turvar todo o debate? Qual a relação entre cultura e política em uma sociedade democrática? Essas perguntas estão no cerne das preocupações de Norberto Bobbio e são exploradas ao longo dos 15 ensaios coligidos neste livro, traduzido para 19 idiomas e com mais de 300 mil exemplares vendidos no seu país de origem. Nesta obra, o autor desenvolve reflexões vinculadas ao seu ideal de um novo liberalismo, fortemente sensível aos temas da justiça social, mas convicto também em exigir a limitação constitucional e o controle permanente dos poderes do Estado por parte dos cidadãos.


Eleni Varikas | 192 páginas | De R$ 42,00 por R$ 33,60
O que nos interessa é justamente a tensão inerente à escolha de um termo extraído da hierarquia das castas para descrever uma sociedade em que a hierarquia se torna ilegítima. Pois se constitui aí o campo semântico que dá à figura do pária sua singularidade “ocidental”, sua historicidade e, talvez, sua perenidade.


Direita e esquerdaNorberto Bobbio | 192 páginas | De R$ 40,00 por R$ 32,00
A terceira edição de Direita e esquerda chega em meio a um cenário econômico global tumultuado por uma das piores crises financeiras do capitalismo. Quando de sua primeira edição, em 1999, Norberto Bobbio, um dos principais pensadores contemporâneos, deu uma resposta a quem preconizava que já não fazia sentido distinguir direita e esquerda, pois na globalização a análise dos problemas políticos e econômicos expandira-se para além das fronteiras dos Estados nacionais: “Parece-me ter ocorrido exatamente o contrário, ou seja, que a distinção não está morta e sepultada, mas mais viva do que nunca”.

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário